slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
SAMUEL KLEIN PowerPoint Presentation
Download Presentation
SAMUEL KLEIN

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 10

SAMUEL KLEIN - PowerPoint PPT Presentation


  • 135 Views
  • Uploaded on

SAMUEL KLEIN. Origem:. Nascimento: 15 de Novembro de 1923 (86 anos) Nacionalidade: Polaco Religião: Judeu Família: Fil ho de marceneiro, casado, 3 filhos e 6 netos. Sobrevivente do campo de concentração nazista durante a Segunda Guerra Mundial. Ocupação atual : Empresário. Formação:.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'SAMUEL KLEIN' - zaynah


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
origem
Origem:
  • Nascimento: 15 de Novembro de 1923 (86 anos)
  • Nacionalidade: Polaco
  • Religião: Judeu
  • Família: Filho de marceneiro, casado, 3 filhos e 6 netos.
  • Sobrevivente do campo de concentração nazista durante a Segunda Guerra Mundial.
  • Ocupação atual: Empresário.
forma o
Formação:
  • Estudou até o 4º ano primário.

Na escola, Samuel apanhava invariavelmente dos

demais meninos, sendo ele o único judeu da sala de

aula. Com tantas surras resolveu abandonar a escola

e se dedicou a ajudar integralmente ao pai, sendo

certo que serviço não faltava pois qualquer pessoa

naquelas cidades vizinhas só procuravam a família

Klein para os trabalhos de marcenaria.

experi ncias
Experiências:
  • Entre os sete e dez anos de idade, demonstrou que, mesmo sem conhecer nada sobre o assunto, tinha inclinação acentuada para o marketing, pois nos intervalos do serviço, colhia amoras e as vendia de porta em porta por preço bem competitivo, para se sobressair, separava somente as melhores amoras e destacava esse diferencial para a freguesia que aprovava e tornava a comprar novas remessas de amoras frescas.
  • Aos onze anos desenvolveu a capacidade de ser um ótimo comprador, recebeu do pai a missão de comprar bezerros para a família e com o dinheiro que daria para a compra de um, comprou dois, assim vendeu o outro e lucrou um bom dinheiro para surpresa da família.
  • Em São Paulo conheceu uma profissão que lhe chamou a atenção: a de MASCATE. Inicialmente trabalhou como auxiliar do seu patrício que comprava roupas e as revendia de porta em porta, comprando à vista e vendendo à prazo, com lucro, é óbvio. Em pouco tempo comprou a carroça e a freguesia do seu amigo. Assumiu todo o serviço, contratou a compra para ser paga em doze meses mas em pouco tempo quitou a dívida. Dali por diante, não parou mais de crescer.
experi ncias1
Experiências:
  • Em 5 anos, Samuel transformou uma relação de 200 em 5 mil clientes. Em função do grande número, Samuel passou a levar não mais 30 dias e sim 45 dias para visitá-los. Assim, demorava mais para vender e também para receber. E então conseguiu capital para comprar uma loja chamada “casa bahia”.
  • Daquela distante época até os dia de hoje, Samuel atravessou uma dezena de planos econômicos impostos pelo governo e de todos saiu vitorioso, enquanto os concorrentes se desesperavam e quebravam, Samuel fazia encomendas ainda maiores, e no meio da crise aparecia com promoções gigantescas, sempre lucrando muito. Como sofria com a limitação de crédito oferecida pelas financeiras, bem como não concordando com os juros praticados, comprou sua própria financeira, bem como adquiriu sua fábrica de móveis Bartira. Uma de suas façanhas foi a compra do antigo no centro da Capital Paulista, onde fundou a Super Casas Bahia, onde se estima uma venda de trinta mil produtos por mês.

“A vida me ensinou como trabalhar, fazer economia e gastar.”

senso estrat gico palavras de klein
Senso Estratégico: Palavras de Klein
  • Crédito: "O que a gente faz sem dinheiro? Dívida. Até hoje faço dívida. Só que não é para gastar, é para investir."
  • Segredos do negócio: "Saber comprar mercadoria, saber vender e tratar os clientes como gente. Os fornecedores são meus amigos."
  • Foco no cliente: "Você tratando bem o outro, o outro trata bem você também. Gosto de atender bem o próximo, de conservar a amizade."
  • Equipe: "Pago bem e não piso em ninguém, respeito do faxineiro ao executivo. Então, crio raízes com eles e eles comigo."
  • Estratégia: Manter as Casas Bahia longe dos bancos. "Não tem como a gente quebrar porque só usamos capital próprio“

"Vou ficar aqui até morrer.

Não sei fazer outra coisa além de ganhar dinheiro."

senso estrat gico
Senso Estratégico:
  • Receita para não fracassar

Desenvolveu um modelo de negócios único, não raro transitando na contramão do caminho seguido pelas demais lojas de departamento. O fracasso de seus antigos concorrentes explica, e muito, o sucesso de Klein. Eles investiam em lojas sofisticadas. Klein montava pontos de venda despojados de luxo. Eles ofereciam larga variedade de produtos, com ênfase nos top de linha. Nas Casas Bahia, prevalecem as mercadorias simples, familiares a seu tipo de público.

O “bem comprado” é uma expressão que causa arrepios aos fornecedores. Significa arrocho na hora da negociação. “Calculo o preço final com um lucro bruto de 30% para a gente”, conta seu Samuel. “Se o fornecedor não garante isso nem entra nas Casas Bahia.” Ele explica que seus fornecedores não perdem dinheiro pois cobram das demais lojas de departamento.

resultados
Resultados:
  • 560 lojas e o maior depósito de distribuição da América Latina. As Casas Bahia tornaram-se uma das maiores redes de varejo do País.
casas bahia fim de linha
Casas Bahia – Fim de Linha
  • Michel Klein (filho mais velho) decidi por fazer a fusão das Casas Bahia com o Grupo Pão de Açúcar
  • Os ideais de Samuel Klein não são preservados pelos filhos como ele pensava
  • O Grupo Pão de Açúcar incorpora todas as lojas e torna-se o maior grupo varejista do Brasil.

"Não interessa. Quem tem sócio tem patrão.

Meus filhos também pensam assim."

bibliografia
Bibliografia:
  • Awad, Elias. Samuel Klein e Casas Bahia uma trajetória de sucesso. Novo Século Editora, 2003.
  • “Pão de Açúcar e Casas Bahia pretendem rever fusão”. O Globo. 2010,04,14.
  • Samuel Klein, Wikipédia, a enciclopédia livre. <http://pt.wikipedia.org/wiki/Samuel_Klein>