competi o e concentra o entre os bancos brasileiros n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
COMPETIÇÃO E CONCENTRAÇÃO ENTRE OS BANCOS BRASILEIROS PowerPoint Presentation
Download Presentation
COMPETIÇÃO E CONCENTRAÇÃO ENTRE OS BANCOS BRASILEIROS

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 22

COMPETIÇÃO E CONCENTRAÇÃO ENTRE OS BANCOS BRASILEIROS - PowerPoint PPT Presentation


  • 209 Views
  • Uploaded on

COMPETIÇÃO E CONCENTRAÇÃO ENTRE OS BANCOS BRASILEIROS. Luiz Alberto D´Ávila de Araújo Paulo de Melo Jorge Neto David Augustin Salazar Ponce. OBJETIVO. Avaliar a concentração entre os bancos brasileiros. Avaliar a competição bancária no Brasil.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'COMPETIÇÃO E CONCENTRAÇÃO ENTRE OS BANCOS BRASILEIROS' - yakov


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
competi o e concentra o entre os bancos brasileiros

COMPETIÇÃO E CONCENTRAÇÃO ENTRE OS BANCOS BRASILEIROS

Luiz Alberto D´Ávila de Araújo

Paulo de Melo Jorge Neto

David Augustin Salazar Ponce

objetivo
OBJETIVO
  • Avaliar a concentração entre os bancos brasileiros.
  • Avaliar a competição bancária no Brasil.
  • Estimar a relação entre Competição e Concentração.
o caso brasileiro
O CASO BRASILEIRO

Evolução Temporal do Tipo de Controle e Número de Bancos

PN = privado nacional

PF = público federal

PE = público estadual

PCE = privado controle estrangeiro (inclui filiais)

PPE = privado participação estrangeira

o caso brasileiro1
O CASO BRASILEIRO

Evolução Temporal dos Ativos, Depósitos e Operações de Crédito

1 Em milhões de Reais de junho de 2004 (deflator: IGP-DI), dados do Sistema Financeiro Brasileiro.

Fonte: Elaboração própria com dados do Banco Central do Brasil – DEPEC.

mensura o da concentra o
MENSURAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO
  • Razão de Concentração Bancária, considera os k maiores bancos e despreza todos as pequenas instituições do mercado:

Ativos

Depósitos

Operações de Crédito

  • Índice de Herfindahl-Hirschman (HHI), utiliza todos os n bancos do mercado:

Ativos

Depósitos

Operações de Crédito

mensura o da concentra o1
MENSURAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO
  • Índice de Hall-Tideman (HTI), considera todos os bancos e incorpora o número de bancos

Ativos

Depósitos

Operações de Crédito

  • índice de entropia de Theil:

Ativos

Depósitos

Operações de Crédito

mensura o da concentra o2
MENSURAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO
  • Organização Industrial = argumento clássico indica que maior concentração implica em menos competição.

Evolução dos Índices de Concentração em Depósitos – 12/1995 a 06/2004.

mensura o da concentra o3
MENSURAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO

Evolução dos Índices de Concentração em Créditos – 12/1995 a 06/2004.

mensura o da concentra o4
MENSURAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO

Evolução dos Índices de Concentração em Ativos – 12/1995 a 06/2004.

mensura o da competi o
MENSURAÇÃO DA COMPETIÇÃO
  • Nova Organização Industrial fornece o instrumental para quantificar o comportamento competitivo sem considerar número de firmas da indústria.
    • Modelo de Iwata (1974)
    • Modelo de Bresnahan (1982)
    • Modelo de Jaumandreu & Lorences (2002)
    • Modelo de Panzar-Rosse (1987)
mensura o da competi o1
MENSURAÇÃO DA COMPETIÇÃO

O teste é derivado da maximização do lucro ao nível do banco e ao nível da indústria - receita marginal é igual ao custo marginal:

O poder de mercado = troca no preço dos Insumos refletida na receita de equilíbrio do banco i. Panzar & Rosse definem a medida de competição H como a soma das elasticidades da receita na forma reduzida com respeito aos preços dos fatores:

mensura o da competi o2
MENSURAÇÃO DA COMPETIÇÃO

Definição do Comportamento Competitivo – Estatística H.

mensura o da competi o3
MENSURAÇÃO DA COMPETIÇÃO
  • Resultados Empíricos - Panzar & Rosse:
    • RTi = receita total (operacional + não operacional) sobre ativos.
    • wi = preços dos fatores que compõe o indicador H.
        • DAF , DOD e OD.
    • Zi = variáveis exógenas.
        • TD, TAF, AGN e CRD.
mensura o da competi o5
MENSURAÇÃO DA COMPETIÇÃO
  • Resultados Empíricos - Estatística H
mensura o da competi o6
MENSURAÇÃO DA COMPETIÇÃO
  • Resultados Empíricos - Estatística H
competi o e concentra o
COMPETIÇÃO E CONCENTRAÇÃO

H = 0 + 1 CI + 2 AGN + u

competi o e concentra o1
COMPETIÇÃO E CONCENTRAÇÃO

Competição (H) e Concentração (CR3 e CR5).

competi o e concentra o2
COMPETIÇÃO E CONCENTRAÇÃO

Competição (H) e Concentração (CR10 e HHI).

competi o e concentra o3
COMPETIÇÃO E CONCENTRAÇÃO

Competição (H) e Concentração (HTI e Theil).

conclus es
CONCLUSÕES
  • Redução significativa do número de bancos no Brasil, após a liberalização ao capital estrangeiro, de 242 para 164 bancos.
  • Concentrou entre os dez maiores bancos em ativos e depósitos, ficando estável em operações de crédito.
  • Mercado bancário opera em competição monopolista, sem tendência de aumento ou redução da competição.
  • Maior concentração implica em menor competição.
competi o e concentra o entre os bancos brasileiros1
COMPETIÇÃO E CONCENTRAÇÃO ENTRE OS BANCOS BRASILEIROS

Luiz Alberto D´Ávila de Araújo

davila@bb.com.br

061 3310-2816