slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
O Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos - CEVAP foi criado pelo Conselho Universitário em 27/05/1993 como PowerPoint Presentation
Download Presentation
O Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos - CEVAP foi criado pelo Conselho Universitário em 27/05/1993 como

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 27

O Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos - CEVAP foi criado pelo Conselho Universitário em 27/05/1993 como - PowerPoint PPT Presentation


  • 120 Views
  • Uploaded on

O Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos - CEVAP foi criado pelo Conselho Universitário em 27/05/1993 como Unidade Complementar da UNESP 1a. Diretoria – 1993 – 1997 2a. Diretoria – 1997 – 2001 3a. Diretoria – 2001 – 2005 4a. Diretoria – 2006 – 2009.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'O Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos - CEVAP foi criado pelo Conselho Universitário em 27/05/1993 como' - yaholo


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

O Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos - CEVAP foi criado pelo Conselho Universitário em 27/05/1993 como Unidade Complementar da UNESP

1a. Diretoria – 1993 – 1997

2a. Diretoria – 1997 – 2001

3a. Diretoria – 2001 – 2005

4a. Diretoria – 2006 – 2009

slide2

Unidades Universitárias que participam do Projeto

Faculdade de Medicina de Botucatu

Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia de Botucatu

Instituto de Biociências de Botucatu

Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara

Instituto de Biociências de Rio Claro

slide3

Docentes cadastrados no Projeto

Faculdade de Medicina de Botucatu - 11

Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia de Botucatu - 4

Instituto de Biociências de Botucatu - 15

Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara - 6

Instituto de Biociências de Rio Claro - 5

slide4

Membros Eleitos do Conselho Científico

(Titulares e Suplentes)

Faculdade de Medicina de Botucatu - 2

Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia de Botucatu - 2

Instituto de Biociências de Botucatu - 2

Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara - 2

Instituto de Biociências de Rio Claro - 2

slide5

Grupo de Pesquisa em Toxinologia

Aprovado pela PROPe e cadastrado no CNPq

Linhas de pesquisas:

1-Caracterização molecular e bioquímica do veneno de Hymenoptera

2-Cola de fibrina derivada de veneno de serpente

3-Serpentes peçonhentas: avaliação clínico-epidemiológica dos acidentes; pesquisa e produção de novos antivenenos

4-Toxinas estafilocócicas: detecção e avaliação de superantigenicidade

5-Uso de novas mídias na relação ensino-aprendizagem da Toxinologia

slide6

Grupo de Pesquisa em Toxinologia

Docentes cadastrados

UNESP – FMB, FMVZB, IBB, IBRC, FCFA, IBILCE

USP – Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

IPEN – Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Parceria com outros Centros de Pesquisa

Centros Nacionais - 16

Centros Internacionais - 5 (México, Costa Rica, Venezuela, Colômbia)

slide7

Recursos captados e doações

1-A Congregação da FCA da UNESP reunida em 3/10/97 doou 15.323,65 m2 na Fazenda Experimental Lageado para a construção da Sede definitiva do CEVAP.

2-Grupo Banespa - Santander doou em 2001 sem retorno para a UNESP – R$ 1.100.000,00

3-Contrapartida da UNESP em 2004 – R$ 350.000,00

4-Doação da Empresa TAHO – Sistema de Internet Wireless instalado em 2006 – R$ 20.000,00

slide8

Área cercada e terraplanada - 15.323,65 m2

Área construída e ocupada - 1.878,37 m2

1-Portaria, guarita de controle, cabina de força, reservatório elevado de água, esgoto “tratado”, Internet “wirelles”

2-Prédio do Zoológico dos Animais – “Museu”

3-Prédio de recepção e quarentenário

4-Prédio de serpentários e Biotério de roedores

5-Prédio de serpentário de produção de veneno e de laboratórios experimentais

6-Área administrativa e produção de mídias

slide10

Publicações dos docentes em 2005

Revistas Nacionais – 34 (Qualis A Nacional)

Revistas Internacionais – 30 (Qualis A Internacional)

Patentes registradas no INPI pelo CEVAP

Cola de fibrina derivada de veneno de serpente

Modelo de construção de uma revista eletrônica científica

Produção de soro antiofídico em carneiros jovens a partir de veneno irradiado

slide11

Atividades de Extensão Universitária

1-Revista eletrônica científica – The Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases – publicação trimestral, idioma inglês, apoiada pelo CNPq – CAPES e UNESP (PROPe e PROEX). Qualis A Nacional (Medicina II, Medicina Veterinária, Multidisciplinar, Odontologia, Zootecnia - Recursos pesqueiros e Farmácia), Qualis A Internacional (Medicina III), Qualis B Internacional (Ciências Biológicas I)

2-Sites:

www.jvat.org.br

www.scielo.br/jvat

http://www.unesp.br/prope/revcientifica/JVAT/Historicoingles.php

slide12

Atividades de Extensão Universitária

3-2006 (15 Unesp, 5 Brasil, 24 Exterior (Austrália, Arábia Saudita, Turquia, Índia, Egito, Uruguai, Japão, Sudão, Iran, Argentina, Coréia).

4-Bolsistas Proex (2 alunos de Biblioteconomia da Faculdade de Filosofia e Ciências de Marilia - UNESP) – Projeto de Normalização Documentária.

5-Fomos novamente selecionados em 2006 pelo CNPq - CAPES com recursos para 2007.

slide13

Número de trabalhos publicados entre 2003 – 2006 pelo JVATiTD

- Da endogenia à Internacionalização -

6

3

7

11

6

5

26

10

8

15

5

24

slide14

Atividades de Extensão Universitária

2-Recepção, criação e manutenção dos animais peçonhentos em cativeiro – Educação ambiental pela preservação das espécies (Recebimento, origem, biometria, medicação, marcação, banhos, alimentação, quarentenário, serpentário e “chipagem”).

3-Biotério de roedores (vitaminas e antibióticos) – alimento com qualidade!

4-Lixo biológico e esgoto – destino final

5-Produção de veneno (extração, cristalização, liofilização, congelamento)

slide15

Atividades de Extensão Universitária

6-Plantel atual (coletânea de 16 anos) – Cerca de 700 animais (Crotalus durissus terrificus – 490, Bothrops sp – 160, Não peçonhentas – 50 (Boa constrictor 22)

7-Sistemas de segurança individuais e coletivos (estagiários e funcionários)

8-Recepção e manutenção de artrópodes em cativeiro

9-Zoológico de Animais Peçonhentos – Visitação pública e aulas práticas (graduação, extensão, pós-graduação)

slide16

Atividades de Extensão Universitária

10-TelehomE-care- Sistema de apoio ao diagnóstico na Web

slide17

Atividades de Extensão Universitária

11-Cursos não presenciais oferecidos de maneira continuada

1-Acidentes com animais peçonhentos

2-Vacinas contra vírus bactérias e toxinas

3-Acidentes com animais peçonhentos em Medicina Veterinária

4-Biologia dos animais peçonhentos

5-Como produzir um periódico eletrônico científico

6-Periódico impresso x eletrônico: Onde publicar?

slide18

Atividades de Extensão Universitária

12-Controle de surto de escorpiões

13-Exposições didáticas itinerantes (Feiras, eventos - 6)

14-Visitas técnicas ao CEVAP (Colégios - 7)

15-Palestras para Escolas e Empresas (11)

16-Entrevistas concedidas (5)

slide19

Curso de Pós-Graduação em Toxinologia

Em 7/8/1998 o então Diretor Prof. Dr. Carlos Alberto de Magalhães Lopes deu entrada na Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa o projeto de criação do referido curso.

Em 4/2/99 o então Magnífico Pró-Reitor de Pós-Graduação e Pesquisa, Professor Fernando Mendes Pereira, despachou no verso da página 168, o seguinte expediente: O presente processo só deverá ser analisado pela Assistência Técnica, desta Pró-Reitoria, somente após a conclusão do estudo que está sendo realizado sobre a situação das Unidades Complementares na UNESP. São Paulo, 4/2/99.

slide20

Curso de Pós-Graduação em Toxinologia

1-Curso de Pós-graduação em Doenças Tropicais (FMB).

Capes 3

2-Curso de Pós-graduação em Bases Gerais da Cirurgia (FMB). Capes 4

3-Curso de Pós-graduação em Patologia (FMB). Capes 5

4-Curso de Pós-graduação em Medicina Veterinária (FMVZB). Capes 5

5-Curso de Pós-graduação em Zoologia (IBB). Capes 3

6-Curso de Pós-graduação em Biologia Geral e Aplicada (IBB). Capes 4

7-Curso de Pós-graduação em Análises Clínicas (FCFA).

Capes 5

8-Curso de Pós-graduação em Biologia Celular e Molecular (IBRC). Capes 4

9-Curso de Pós-graduação em Zoologia (IBRC). Capes 3

slide21

Cursos de Graduação da UNESP – inserção do CEVAP

1-Curso de Graduação em Medicina

2-Curso de Graduação em Enfermagem

3-Curso de Graduação em Medicina Veterinária (Botucatu, Araçatuba e Jaboticabal)

Prêmios, Menção Honrosa e Outros

1-Prêmio Editor do Futuro (2001 – 2003 – 2005) – Atribuído pela Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC)

2-Menção Honrosa e Melhor Tema-Livre - Produção de soro anticrotálico em ovinos: Comparação de resposta imune humoral, da capacidade de neutralização do soro, avaliação clínica e nutricional de carneiros inoculados com veneno de serpentes Crotalus durissus terrificus, nativo e irradiado com Cobalto-60 – Tese de Doutorado

slide22

Laboratório de Pesquisa em

Parasitologia de serpentes

Coordenador: Prof. Dr. Reinaldo José da Silva

Projeto: Caracterização morfológica e molecular de Strongyloides ophidae e Rhabdias spp parasitas de serpentes

Processo – FAPESP 2006/50968-8

Investimentos: R$ 124.954,00

Pós-graduandos – Thomaz Henrique Barrella e Karina Rodrigues dos Santos

slide23

Laboratórios de Pesquisa em

Microbiologia de serpentes

Coordenador: Prof. Dr. Ary Fernandes Junior

Projeto: Propriedade antimicrobiana de óleos essenciais de plantas condimentares com potencial uso como aditivo em alimentos

Processo – FAPESP 2005/55039-2

Investimentos: R$ 30.491,00

Colaborador: Profa. Dra. Vera Lúcia Moris Rall

Pós-graduanda – Lidiane Nunes Barbosa

slide24

Laboratórios de Pesquisa e Produção de Imunobiológicos (Selante e Soro) – Rede Nacional de Unidades de Pesquisa Clínica em Hospitais de Ensino -UPeClin

Coordenador: Benedito Barraviera

Projeto: Produção de Selante ou Cola de fibrina e Soro heterólogo contra picada de abelhas do gênero Apis

Processo – FINEP

Investimentos – R$ 650.467,57

Colaboradores: Carlos Antonio Caramori e Maria Aparecida Mourão Brasil

slide25

Considerações Finais

O CEVAP dispõe hoje de seis funcionários estatutários, a saber: um assistente administrativo (Marli Leão), um analista de informática (Marco Antonio Nogueira Duarte), um técnico em informática (Maria Fernanda Sarmento e Souza (afastada há dois anos para cursar Pós-graduação em Portugal por ordem do Magnífico Reitor – gestão 2001-2004), um oficial administrativo (Selma de Lourdes Pires Martins), um técnico de laboratório (Thomaz Henrique Barrella) e um motorista (José Antonio Granieri). Na prática dispomos de apenas cinco servidores. Os demais funcionários, não estatutários e contratados pela Fundunesp, (pesquisadores, médico-veterinário, revisor de inglês e o auxiliar administrativo) foram demitidos no início de 2005.

slide27

Proposta de Gestão 2006 – 2009

1-Contratação de Pesquisadores

2-Curso de Pós-Graduação em Toxinologia

3-Curso de Graduação Toxinologia

Pela atenção

Muito Obrigado!