julho 2006 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
JULHO/2006 PowerPoint Presentation
Download Presentation
JULHO/2006

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 22

JULHO/2006 - PowerPoint PPT Presentation


  • 132 Views
  • Uploaded on

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA UM PROJETO DE INTEGRAÇÃO DA CADEIA PRODUTIVA DA QUÍMICA FINA COM A PETROQUÍMICA Fabricação dos Intermediários de Síntese. JULHO/2006. UMA SUGESTÃO DA ABIFINA. INTRODUÇÃO.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'JULHO/2006' - waite


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
julho 2006

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA UM PROJETO DE INTEGRAÇÃO DA CADEIA PRODUTIVA DA QUÍMICA FINA COM A PETROQUÍMICAFabricação dos Intermediários de Síntese

JULHO/2006

UMA SUGESTÃO DA ABIFINA

introdu o
INTRODUÇÃO

Nesta apresentação, a ABIFINA sugere que a PETROQUISA promova, em parceria com o BNDES, a realização de um estudo destinado a avaliar a viabilidade técnica, econômica e comercial da implantação de unidades produtivas a jusante da planejada Refinaria Petroquímica, com o objetivo de produzir a partir de efluentes dessa refinaria algumas matérias-primas e insumos estratégicos para o complexo industrial da química fina brasileira.

1

objetivo geral do estudo
OBJETIVO GERAL DO ESTUDO

O ESTUDO PROPOSTO PELA ABIFINA VISARÁ:

  • Identificação dos intermediários de síntese estratégicos para a fabricação de produtos da química fina, especialmente aqueles encontrados nas cadeias produtivas de princípios ativos para medicamentos (fármacos) e defensivos animais ou agrícolas, que possam ser obtidos a partir de frações orgânicas oriundas de centrais petroquímicas.
  • Configuração e estudo de viabilidade técnico-econômico e comercial para um projeto de fabricação de tais intermediários a jusante da Refinaria Petroquímica que está sendo desenhada pela PETROQUISA.

2

especialidades da qu mica fina
ESPECIALIDADES DA QUÍMICA FINA
  • Medicamentos
  • Agroquímicos
  • Corantes, pigmentos e aditivos
  • Catalisadores
  • Adesivos, tenso-ativos, outros

5

intermedi rios de s ntese
INTERMEDIÁRIOS DE SÍNTESE

CARACTERÍSTICAS MAIS IMPORTANTES:

  • Número CAS
  • Aplicação Diversificada
  • Valor Estratégico – Aplicações
  • Pequenas Alterações Moleculares
  • Rotas de Obtenção

6

intermedi rios de uso ou princ pios ativos
INTERMEDIÁRIOS DE USO OU PRINCÍPIOS ATIVOS

CARACTERÍSTICAS MAIS IMPORTANTES:

  • Número CAS
  • Limitações de Impurezas
  • Distintas Rotas de Fabricação
  • Especificidade de Uso
  • Perfomance em Aplicações

7

estrutura da ind stria no brasil
ESTRUTURA DA INDÚSTRIA NO BRASIL

ESPECIALIDADES:

  • Orientada pelo mercado
  • Pouco verticalizada

PRINCÍPIOS ATIVOS:

  • Densamente tecnológica - BPF
  • Vocacionada a processos em bateladas e a famílias de produtos

INTERMEDIÁRIOS DE SÍNTESE:

  • Especializada em processos via bateladas
  • Sinergia com a indústria química

10

o mercado farmac utico
O MERCADO FARMACÊUTICO

MEDICAMENTOS:

  • Vendas para farmácias/hospitais e para o Governo

FÁRMACOS:

  • Vendas para Laboratórios Oficiais e Privados

17

bases para o estudo
BASES PARA O ESTUDO

O ESTUDO DEVERÁ INVESTIGAR E CONTEMPLAR:

  • Medicamentos da RENAME;
  • Os 50 princípios ativos mais adquiridos pela rede de laboratórios oficiais e privados;
  • Os 50 medicamentos mais adquiridos pelo governo;
  • Os 20 princípios ativos para defensivos agrícolas mais vendidos no país;
  • As classes terapêuticas: anti-retrovirais, anti-bacterianos, cardiovasculares, anti-cancerígenos, anti-hipertensivos, sistema nervoso central, anti-lipídicos.
  • As estatísticas de importação de intermediários de síntese e produtos acabados, tanto para a área de medicamentos como para agroquímicos.
  • A capacidade instalada de produção de intermediários de síntese e de princípios ativos no país para medicamentos e agroquímicos.

20

resultados esperados
RESULTADOS ESPERADOS
  • A relação dos princípios ativos e intermediários mais consumidos no País, suas quantidades, produção nacional e importações;
  • As rotas de síntese até os produtos básicos, identificando aquelas que poderiam se apoiar em produtos oriundos de frações de petróleo.
  • A relação das reações mais empregadas nas rotas de síntese identificadas;
  • Sugestões das unidades industriais (sínteses, separações e purificações) que deveriam ser instaladas para permitir a produção de um número selecionado de intermediários de síntese e princípios ativos;
  • Estudo de viabilidade técnico-econômico-comercial relacionado à implantação das unidades produtivas examinadas, destacando aquelas que, no entendimento dos analistas, devam ser sugeridas à PETRO-RIO.

21