pensando como um economista n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Pensando como um Economista PowerPoint Presentation
Download Presentation
Pensando como um Economista

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 37

Pensando como um Economista - PowerPoint PPT Presentation


  • 93 Views
  • Uploaded on

Pensando como um Economista. Todo Campo de Estudo Tem a Sua Terminologia. Matemática Axiomas, integral, espaço vetorial, etc.. Psicologia Ego, id, cognitivo, etc... Advocacia Intimação, habeas corpus, etc. Todo Campo de Estudo Tem a Sua Terminologia. Economia Oferta Demanda

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Pensando como um Economista' - vail


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
todo campo de estudo tem a sua terminologia
Todo Campo de Estudo Tem a Sua Terminologia
  • Matemática
    • Axiomas, integral, espaço vetorial, etc..
  • Psicologia
    • Ego, id, cognitivo, etc...
  • Advocacia
    • Intimação, habeas corpus, etc...
todo campo de estudo tem a sua terminologia1
Todo Campo de Estudo Tem a Sua Terminologia
  • Economia
    • Oferta
    • Demanda
    • Elasticidade
    • Custo de oportunidade
    • Consumidor
    • Juros
    • Etc..
a economia nos treina a pensar
A Economia nos Treina a Pensar...
  • ...em termos de alternativas
  • ...o custo das escolhas individuais e sociais
  • ...e nos prover com informações sobre como alguns eventos e assuntos se relacionam
pensando como economista
Pensando como Economista
  • O jeito econômico de pensar requer pensamento analítico e objetivo
  • O jeito econômico de pensar é como o Método Científico
pensando como economista1
Pensando como Economista
  • Métodos de Análise
    • Método indutivo
    • Método dedutivo
m todo indutivo
Método Indutivo
  • Raciocínio que parte de fatos particulares para se chegar a conclusões gerais. Exemplo: “O sol se levantou hoje. O sol tem se levantado todos os dias. Por conseguinte, o sol se levantará amanhã.”
m todo dedutivo
Método Dedutivo
  • Raciocínio que parte de premissas gerais para se chegar a conclusões específicas. Exemplo: “Toda empresa tenta maximizar lucro. A IBM é uma empresa. Logo, ela tenta maximizar seu lucro.”
m todo indutivo e dedutivo
Método Indutivo e Dedutivo
  • É importante notar que uma conclusão pode ser válida sem que seja necessariamente verdadeira. Exemplo: “A baleia é um mamífero. A baleia vive no mar. Todos os mamíferos vivem no mar.”
pensando como economista2
Pensando como Economista
  • O método científico utiliza modelos abstratos para ajudar a entender problemas reais complexos
  • O método científico desenvolve a teoria, coleta e analisa dados para provar, ou não, uma teoria

Observação, teoria e mais observação!!!

o papel das hip teses
O Papel das Hipóteses
  • Economistas levantam hipóteses para tornar o “mundo” mais fácil de se entender
  • A arte no método científico é decidir que hipóteses levantar
  • Economistas usam diferentes hipóteses para responder à diferentes questões
pensando como economista3
Pensando como Economista
  • O desenvolvimento de modelos abstratos a partir de teorias e a análise de modelos utilizando-se de duas formas:
    • Descritiva (reportar fatos)
    • Analítica (pensamento abstrato)
pensando como economista4
Pensando como Economista
  • Dois modelos básicos utilizados por economistas:
    • O modelo do fluxo circular
    • A fronteira de possibilidade de produção
diagrama do fluxo circular
Diagrama do Fluxo Circular
  • Proporciona uma maneira simples de organizar todas as transações econômicas que ocorrem entre indivíduos e as firmas
  • Ajuda a ilustrar a economia em dois setores diferentes de análise: macro e micro
slide15

Receita

Consumo

Mercado de bens e serviços

Venda de bens e serviços

Compra de bens e serviços

Firmas

Indivíduos

Insumosde produção

Trabalho, terra, capital

Mercado defatores deprodução

Salários, aluguéis, lucro

Renda

Diagrama do Fluxo Circular

diagrama do fluxo circular1
Diagrama do Fluxo Circular
  • Firmas
    • Produz e vende bens e serviços
    • Contrata e utiliza fatores de produção
  • Indivíduos
    • Compra e consome bens e serviços
    • Têm a propriedade dos fatores de produção e as aluga ou vende
diagrama do fluxo circular2
Diagrama do Fluxo Circular
  • Mercado de bens e serviços
    • As firmas vendem
    • Os indivíduos compram
  • Mercado de fatores de produção
    • Insumos necessários para a produção de bens e serviços
    • Terra, trabalho e capital
slide18

Diagrama do Fluxo Circular

Receita

Consumo

Mercado de bens e serviços

Venda de bens e serviços

Compra de bens e serviços

Bens e serviços públicos e subsídios

Bens e serviços públicos e subsídios

Firmas

Governo

Indivíduos

Taxas e impostos

Taxas e impostos

Insumosde produção

Trabalho, terra, capital

Mercado defatores deprodução

Salários, aluguéis, lucro

Renda

fronteira de possibilidade de produ o
Fronteira de Possibilidade de Produção
  • Gráfico que mostra as várias combinações de produtos que uma economia pode produzir dado os fatores de produção e tecnologia disponíveis
slide20

D

C

2,200

A

2,000

B

1,000

700

0

300

600

Fronteira de Possibilidade de Produção

Quantidade de Computadores

Produzidos

3,000

Quantidade de Carros

Produzidos

1,000

slide21

D

C

2,200

A

2,000

B

1,000

700

0

300

600

Fronteira de Possibilidade de Produção

Quantidade de Computadores

Produzidos

3,000

Fronteira de

Possibilidade

De Produção

Quantidade de Carros

Produzidos

1,000

princ pios econ micos fronteira de possibilidade de produ o
Princípios EconômicosFronteira de Possibilidade de Produção
  • Eficiência
  • Escolha
  • Custo de Oportunidade
  • Crescimento Econômico
fronteira de possibilidade de produ o1
Fronteira de Possibilidade de Produção

Quantidade de Computadores

Produzidos

D

3,000

E

C

2,250

2,200

A

Deslocamento da

Fronteira

2,000

B

1,000

Quantidade de Carros

Produzidos

700

0

300

600

1,000

800

suposi es b sicas
Suposições Básicas
  • Tecnologia é constante
  • Todos os recursos escassos estão sendo utilizados e de forma eficiente
  • A quantidade de insumos para produzir um produto é fixa
  • Os custos de oportunidade dos produtos é crescente
fronteira de produ o custo de oportunidade n o crescente

0

Fronteira de Produção (Custo de Oportunidade Não-Crescente)

Quantidade de Computadores

Produzidos

3,000

Quantidade de Carros

Produzidos

1,000

microeconomia x macroeconomia
Microeconomia x Macroeconomia
  • Microeconomia: tem como foco as partes de uma economia
    • Como indivíduos e firmas tomam decisões e como interagem nos mercados
  • Macroeconomia: tem como foco o agregado, o conjunto da economia (nível de preço, desemprego, crescimento econômico)
    • Como os mercados interagem no nível “nacional”
pap is de um economista
Papéis de um Economista
  • Explicando o mundo: Cientista
  • Mudando o mundo: Político
an lise positiva x normativa
Análise Positiva x Normativa
  • Positiva: Análise descritiva. O que é. Fatos.
  • Normativa: Opinião. Individual. O que deve ser.
positivo ou normativo
Positivo ou Normativo?
  • Um aumento do salário mínimo causará uma diminuição do nível de emprego entre os menos qualificados

?

?

positivo ou normativo1
Positivo ou Normativo?
  • Déficits governamentais aumentam a taxa de juros

?

?

positivo ou normativo2
Positivo ou Normativo?
  • O ganho pelo aumento do salário mínimo mais do que compensa eventual aumento do desemprego

?

?

?

positivo ou normativo3
Positivo ou Normativo?
  • Governos devem taxar as empresas de cigarro para pagar pelo tratamento de doenças causadas pelo tabaco

?

?

economistas em bras lia
Economistas em Brasília
  • Servem como assessores nos três níveis de governo:
    • Legislativo
    • Executivo
    • Judiciário
economistas concordam entre si
Economistas Concordam Entre Si?
  • Discordam sobre a validade de teorias positivas
  • Cada um tem valores diferentes, logo terão visões normativas diferentes
  • As opiniões de charlatães e outros não qualificados dificultam o entendimento entre as partes
exemplos de quando economistas concordam quase sempre
Exemplos de Quando Economistas Concordam (quase sempre!)
  • Um limite imposto pelo governo nos aluguéis diminui a quantidade e qualidade de imóveis para alugar
  • Tarifas e impostos de importação reduzem o bem-estar geral de uma população
resumo
Resumo
  • Utiliza o método científico para estudar o mundo de forma objetiva
  • A economia divide-se em microeconomia e macroeconomia
resumo1
Resumo
  • A economia utiliza-se das análises positivas e normativas. A análise positiva diz como o mundo é, a normativa como deveria ser
  • Economistas podem dar opiniões e soluções diferentes devido à diferenças de valor ou de julgamento científico