CUIDADOS ODONTOLÓGICOS PRÉ-OPERATÓRIOS EM PACIENTES IDOSOS COM CÂNCER DE BOCA . - PowerPoint PPT Presentation

slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
CUIDADOS ODONTOLÓGICOS PRÉ-OPERATÓRIOS EM PACIENTES IDOSOS COM CÂNCER DE BOCA . PowerPoint Presentation
Download Presentation
CUIDADOS ODONTOLÓGICOS PRÉ-OPERATÓRIOS EM PACIENTES IDOSOS COM CÂNCER DE BOCA .

play fullscreen
1 / 1
CUIDADOS ODONTOLÓGICOS PRÉ-OPERATÓRIOS EM PACIENTES IDOSOS COM CÂNCER DE BOCA .
124 Views
Download Presentation
temira
Download Presentation

CUIDADOS ODONTOLÓGICOS PRÉ-OPERATÓRIOS EM PACIENTES IDOSOS COM CÂNCER DE BOCA .

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. CUIDADOS ODONTOLÓGICOS PRÉ-OPERATÓRIOS EM PACIENTES IDOSOS COM CÂNCER DE BOCA. • *Jéssica Gazel1, José Miguel Amenábar Céspedes2, Mariele Pototski3, Nerildo Ulbrich4,Therezinha Pastre3. • Cirurgiã Dentista – Universidad Latina de Costa Rica. Aluna do curso de Especialização em Odontogeriatria – • UFPR, Curitiba, Paraná, jekagazel120@hotmail.com, telefone: (41) 9692 4145 • 2) Orientador, Professor Adjunto – UFPR, Professor do curso de Especialização em Odontogeriatria – UFPR • 3) Professoras do curso de Especialização em Odontogeriatria – UFPR • 4) Professor Adjunto UFPR e Coordenador do curso de Especialização em Odontogeriatria – UFPR http://www.94fm.com.br/files/images/idosos2.jpg RESUMO: O aumento da expectativa de vida tem trazido como resultado um incremento na quantidade de pessoas com idade superior a 60 anos, sendo que pessoas acima desta idade apresentam maior risco para desenvolver câncer. O câncer bucal é uma doença caracterizada pelo crescimento descontrolado de células anormais que apresentam comportamento agressivo e incontrolável. O tratamento odontológico prévio ao oncológico deverá ter como objetivo a remoção de focos infecciosos ativos, assim como a identificação e remoção de possíveis fatores de risco para o aparecimento de complicações bucais como a mucosite e a osteorradionecrose. A avaliação odontológica deverá ser efetuada com antecedência ao tratamento. A gravidade das complicações em doentes com câncer bucal pode ser reduzido significativamente quando é iniciada uma estratégia para manutenção da higiene bucal. O tratamento de dentes com prognóstico duvidoso, como lesões de cáries ou fraturas, comprometimento periodontal ou endodôntico, exodontias e cirurgias devem ser realizadas pelo menos três semanas antes do inicio da radioterapia. A prevençãoconsistirá na remoção do biofilme,aplicação tópica de flúor, indicação de antissépticos, antifúngicos bucais, indicação de fisioterapia para prevenção de trismo e tratamentos para prevenção da mucosite, como o uso de gelo e o laser de baixa intensidade. A participação do odontogeriatra com conhecimento e habilidades no tratamento de pacientes idosos com câncer, poderá reduzir o risco de complicações bucais melhorando a qualidade de vida dos pacientes.O objetivo desta revisão de literatura é descrever a participação do cirurgião dentista no atendimento de pacientes idosos que serão submetidos à radioterapia. INTRODUÇÃO O aumento da expectativa de vida tem trazido como resultado um incremento na quantidade de pessoas com idade superior a 60 anos, sendo que pessoas acima desta idade apresentam maior risco para desenvolver câncer. O câncer bucal é uma das doença bucais que acomete pessoas desta faixa etária. O tratamento odontológico prévio ao oncológico deverá ter como objetivo a remoção de focos infecciosos ativos, assim como a identificação e remoção de possíveis fatores de risco para o aparecimento de complicações bucais como a mucosite e a osteorradionecrose. OBJETIVO O objetivo desta revisão de literatura é descrever a participação do cirurgião dentista no atendimento de pacientes idosos que serão submetidos à radioterapia. • CONCLUSÃO • O tratamento odontológico pré-operatório em pacientes idosos com câncer de boca deve seguir o seguinte protocolo: • Pacientes devem ser submetidos à avaliação odontológica prévia • Remover focos infecciosos ativos • Identificação e remoção de possíveis fatores de risco para complicações • Extrações e cirurgias devem ser realizadas com suficiente antecedência para permitir a cicatrização tecidual • Utilizar uma abordagem odontológica conservadora. • Avaliar a evolução do quadro clínico do paciente logo após o início do tratamento oncológico • Estimular o paciente para manter um bom controle de higiene bucal • O atendimento deve ser realizado por uma equipe dental com experiência. REVISÃO BIBLIOGRAFICA O câncer bucal é uma doença caracterizada pelo crescimento descontrolado de células anormais que apresentam comportamento agressivo e incontrolável. Dentre os fatores de risco para o aparecimento de câncer bucal podemos mencionar o uso do tabaco, consumo freqüente de bebidas alcoólicas e exposição excessiva à radiação solar (Chambers MS, Garden AS, 2006). O tratamento do Câncer Bucal consiste em remoção cirúrgica e radioterapia, sendo que esta última pode provocar efeitos secundários na boca como: mucosite, candidose, disgeusia, xerostomia, disfagia, necrose do tecido mole, trismo, cáries, osteorradionecrose Almeida FCS, Vaccarezza GF, Cazal C et al A gravidade das complicações em doentes com câncer oral pode ser reduzido significativamente através de uma boa avaliação odontológica prévia ao tratamento oncológico (Tabela 1), com a finalidade de prevenir complicações futuras. Santos PSS, Scramin RCW. In: Odontologia 2006