a natureza e organiza o das actividades de aprendizagem e o novo papel do professor n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
“ A Natureza e Organização das Actividades de Aprendizagem e o Novo Papel do professor” PowerPoint Presentation
Download Presentation
“ A Natureza e Organização das Actividades de Aprendizagem e o Novo Papel do professor”

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 8

“ A Natureza e Organização das Actividades de Aprendizagem e o Novo Papel do professor” - PowerPoint PPT Presentation


  • 124 Views
  • Uploaded on

Apresentação do texto. “ A Natureza e Organização das Actividades de Aprendizagem e o Novo Papel do professor”. APM (1988). Cristina Costa Paula Costa 16/11/2004 Fundamentos da Matemática Mestrado em Educação – Didáctica da Matemática - DEFCUL. As grandes questões.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about '“ A Natureza e Organização das Actividades de Aprendizagem e o Novo Papel do professor”' - svetlana


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
a natureza e organiza o das actividades de aprendizagem e o novo papel do professor

Apresentação do texto

“A Natureza e Organização das Actividades de Aprendizagem e o Novo Papel do professor”

APM (1988).

Cristina Costa

Paula Costa

16/11/2004

Fundamentos da Matemática

Mestrado em Educação – Didáctica da Matemática - DEFCUL

as grandes quest es
As grandes questões
  • De que modo se aprende Matemática?
  • Qual a natureza e principais características das actividades de aprendizagem em Matemática?
  • Quais são as práticas práticas escolares que estão a causar, em relação a esta disciplina, e na generalidade dos alunos, a passividade, o imobilismo intelectual, o desinteresse e a apatia, o insucesso?
  • Como poderá ser invertida esta situação?
  • Que formas se podem propor para a organização do trabalho dos alunos e do professor?
  • Que obstáculos apresenta a actual organização da escola a um bom ambiente de trabalho do grupo alunos/professor e que passos podem ser dados na sua remoção?
  • Qual o novo papel do professor, e como se pode caminhar nesse sentido?
a experi ncia matem tica
A experiência matemática
  • Os alunos devem fazer experiências matemáticas acessíveis
  • “A escola deve proporcionar a todos este tipo de experiência”
  • A matemática não deve ser encarada como uma “ciência morta que se limita a aplicar fórmulas e velhos problemas”
  • A escola deve manter viva a curiosidade já existente nas crianças
  • A escola deve promover a reflexão individual e em grupo de forma a desenvolver a capacidade matemática dos alunos
  • A formalização precipitada da linguagem matemática deve ser evitada
  • “A capacidade matemática é inseparável do gosto pela Matemática e este não se desenvolve senão pela experiência”
sobre a natureza das actividades
Sobre a natureza das actividades
  • Mudança profunda nos métodos de ensino e na natureza das actividades dos alunos.
  • A natureza das actividades a desenvolver na sala de aula é de extrema importância para a aprendizagem da Matemática.
  • Que actividades deverão ser estas?
resolu o de problemas
Resolução de problemas
  • Tipo privilegiado das actividades matemáticas
    • Resolução de variados problemas a partir de situações concretas
    • Conduzem a outras actividades no processo educativo matemático
    • Aquisição progressiva de proficiência na resolução de problemas
  • Adivinha/Projecto
  • Interesse/Envolvimento dos alunos do ensino básico e secundário
  • Necessário procurar/imaginar uma estratégia
  • Solução
    • A solução não deve ser o objectivo principal
    • A solução deve ser de acordo com as capacidades dos alunos, mas deve exigir trabalho/reflexão/imaginação.
desenvolvimento de modelos matem ticos
Desenvolvimento de modelos matemáticos
  • Execução de um projecto
  • Interesse/envolvimento dos alunos do ensino básico e secundário
  • Actividade faseada e ao longo do tempo.
  • Conjunto real de actividades
    • Explorar/investigar/analisar situações
    • Discutir colegas/professores estratégias e processos de trabalho
    • Formular/resolver problemas
    • Expor/argumentar as conclusões que chegam
    • Redigir/comparar resultados com os colegas.
actividades de explora o e descoberta
Actividades de exploração e descoberta
  • Explorar
    • Recolher dados, detectar diferenças, ser sensível às repetições e às analogias, reconhecer regularidades e padrões
    • Investigar, procurar encontrar/descobrir
  • Ensino Básico/Secundário
  • Pequenas descobertas/redescobertas pelo aluno/professor

Formulação de conjecturas

  • A Exploração favorece a sua formulação
  • Capacidades Intelectuais
  • Etapa fundamental que os alunos devem realizar

Argumentação e a Demonstração

  • Prolongamento/Complemento natural de Conjecturar
  • Características diferentes ao longo de toda a escolaridade
  • Discussão/Demonstrar

“O que é Fazer Matemática” “…exploração/conjectura/argumentação/prova-reformulação da conjectura…”

constru o de conceitos
Construção de conceitos
  • Processo de interiorização que se realiza através de relação dialéctica do aluno com a situação que o desafia
  • Surgem da necessidade de organizar os dados das suas explorações
  • Comunicação/argumentação com colegas/professor
  • Extrapolação de um conceito para situações diferentes mas como uma estrutura semelhante