gv pec competitividade inova o organiza o e pessoas n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
GV-PEC Competitividade: Inovação, Organização e Pessoas PowerPoint Presentation
Download Presentation
GV-PEC Competitividade: Inovação, Organização e Pessoas

Loading in 2 Seconds...

  share
play fullscreen
1 / 30
shika

GV-PEC Competitividade: Inovação, Organização e Pessoas - PowerPoint PPT Presentation

96 Views
Download Presentation
GV-PEC Competitividade: Inovação, Organização e Pessoas
An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author. While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. GV-PECCompetitividade: Inovação,Organização e Pessoas GESTÃO DA INOVAÇÃO Wilson.Nobre@fgv.br Material adaptado de Marcos A. Vasconcellos, Fórum de Inovação da FGV-EAESP

  2. Inovação Sistemática Os empreendedores precisam aprender a praticar a inovaçãosistemática, e não esperar a “idéia brilhante”. A Inovação Sistemática consiste na busca deliberada e organizada de mudanças, e na análise sistemática das oportunidades que tais mudanças podem oferecer para a inovação econômica e social. Drucker: Inovação e Espírito Empreendedor

  3. Organização Inovadora É a que pratica a Inovação Sistemática. A Organização Inovadora é, portanto, permeada por um processo contínuo e permanente de produção de inovações, inovações essas de qualquer natureza – de produto, processo, gestão ou de negócios – e de qualquer magnitude. Marcos Vasconcellos

  4. Meio Inovador Interno Contexto que envolvee dá suporte às Pessoase ao Processo de Inovação. Resultante das sinergias internas que operam de modo efetivo para gerar continuamente inovações. Barbieri et al.: Organizações Inovadoras

  5. Processo de Inovação MEIO INOVADOR INTERNO Recursos: Capital Resultados: Planejados ou Encontrados Conheci mento As Pessoas são os Agentes da Inovação

  6. Capital para Inovação “Pérolas” “Ostras” + Recompensa “Elefantes Brancos” “Pão comManteiga” - | + Risco Goffin & Mitchell: Innovation Management

  7. ConhecimentoparaInovação ConhecimentoTácito ConhecimentoExplícito Conhecimento Compartilhado (Socialização) Conhecimento Conceitual (Externalização) Conhecimento Tácito Conhecimento Operacional (Internalização) Conhecimento Sistêmico (Combinação) Conhecimento Explícito 4 modos de Conversão PARA DE Nonaka & Takeushi: The Knowledge-Creating Company

  8. Processo de Inovação: FunilouStage Gates Idéias Implementação Priorização Etapas Marcos Vasconcellos

  9. Pessoas Fórum de Inovação da FGV-EAESP As Pessoas não são recursos. São, sim, os efetivos agentes de mudança e inovação.

  10. Pessoas Não há substituto para a criatividade, a atenção e a vontade humanas. Os líderes devem reconhecer a capacidade inata das pessoas para adaptar e criar – para inovar. Margareth J. Wheatley: We are All Innovators

  11. TrabalhoemEquipe ‘Os gênios solitários não têm muito a dizer sobre aplicar processo criativo a negócios e não estão dispostos a compartilhar o que sabem’ Grandes projetos resultam de grandes times Grupos são irreverentes e sem hierarquia, valorizam a diversidade e colaboram com recursos externos. Tom Kelley: The Art of Innovation (Lessons in Creativity from Ideo)

  12. Motivação Não há limites para o que uma pessoa média pode realizar, se estiver totalmente envolvida. Tom Peters: Prosperando no Caos

  13. Resultados Resultados Econômico- Financeiros • Crescimento • Rentabilidade • Criação de Valor por empregado Resultados do Processo de Produção de Inovações Inovações implementadas nas 4 categorias Gestão Negócio Processo Produto Cumprimento dos Objetivos de Inovação Cumprimento dos Objetivos Estratégicos de Inovação

  14. Avaliação da Inovação Medidas de Input Medidas de Processo Medidas de Output EX.: % Receita p/ P&D EX.: time-to-market EX.: % de vendas de novos produtos Processo de Inovação Inputs Outputs • Tempo • Recursos • Investimentos • Efetividade • Eficiência • Produtos • Serviços • Processos Giffin & Mitchell: Innovation Management

  15. Processo de Inovação MEIO INOVADOR INTERNO Modelo de Gestão

  16. Modelo de Gestão TOP MGMT MIDDLE MGMT FRONT LINE CUSTOMERS PARADIGMA DA ADMINISTRAÇÃO

  17. Modelo de Gestão CUSTOMERS FRONT LINE MIDDLE MGMT TOP MGMT PARADIGMA DA LIDERANÇA

  18. Canais de Comunicação Habilidades gerenciais “em comunicação” exigidas pela 3M:  Mentoring Visão Clara Metas ambiciosas Planejamento Portas abertas ●Interface com Consumidores Recompensas O papel do Administrador frente à inovação é ecológico cuidar do ambiente adequado para que as pessoas tenham ideias e as expressem. Para tanto é necessário: Abrir os canais de comunicação da Organização. Prof. Antonio Carlos Teixeira Gundling: The 3M Way to Innovation

  19. Aprendizagem Organização bem-sucedida é aquela que pode efetivamente aprender. Organizações não aprendem, e sim as pessoas que estão dentro delas. Afinal, o conhecimento está na mente das pessoas. Ari de Geus: A Empresa Viva / Tidd et al.: Gestão de inovação

  20. Liderança e Intenção Estratégica Processo de Inovação MEIO INOVADOR INTERNO Modelo de Gestão

  21. Liderança e IntençãoEstratégica Catalisar uma visão clara e compartilhada por todos os membros da organização Assegurar comprometimento e vigorosa perseguição dessa visão Collins & Lazier

  22. Liderança Transformadora UNIDADE através da VISÃO SIGNIFICADO através daCOMUNICAÇÃO CONFIANÇA através doPOSICIONAMENTO AUTO CONSIDERAÇÃO POSITIVA através daAPRENDIZAGEM Bennis & Nanus: Líderes

  23. Liderança e Intenção Estratégica Processo de Inovação MEIO INOVADOR INTERNO CULTURA PARA INOVAÇÃO Modelo de Gestão CULTURA PARAINOVAÇÃO

  24. CulturaparaInovação Alto astral: as pessoas se sentem participantes. Liberdade para expressar dúvidas. Os líderes encorajam a iniciativas. Algumas Características da Cultura que facilita a Inovação Alto nível de equilíbrio e comprometimento. A aprendizagem é encorajada Erros não intencionais vistos como aprendizado. O reconhecimento pelo trabalho é coletivo. As pessoas enfrentam problemas abertamente. Barbieri et al.: Organizações Inovadoras

  25. Liderança e Intenção Estratégica Modelo de Gestão Processo De Inovação Percepção das Fronteiras Interpretação de Sinais CULTURA PARA INOVAÇÃO CULTURA PARAINOVAÇÃO

  26. R E S U L T A D O S PENSA FALA FAZ COMO VOCÊ VÊ O MUNDO O Mundo Premissas: Romper Padrões

  27. Liderança e Intenção Estratégica Modelo de Gestão Processo De Inovação Percepção das Fronteiras Interpretação de Sinais CULTURA PARA INOVAÇÃO CULTURA PARAINOVAÇÃO Predisposição para Alianças

  28. Alianças para Inovação Open Innovation Prof. Luiz Carlos Moraes Rego

  29. Liderança e Intenção Estratégica Modelo de Gestão Processo De Inovação Macroambiente Social Econômico Interpretação de Sinais CULTURA PARA INOVAÇÃO CULTURA PARAINOVAÇÃO Predisposição para Alianças Tecnológico Político- Legal

  30. Roda da Inovação* MEIO INOVADOR INTERNO PESSOAS 4 3 1 Liderança 2Estratégia 6 5 RESULTADOS DA ORGANIZAÇÃO PROCESSO DE INOVAÇÃO (*) Fórum de Inovação