slide1
Download
Skip this Video
Download Presentation
Diagramas de Atividades

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 12

Diagramas de Atividades - PowerPoint PPT Presentation


  • 173 Views
  • Uploaded on

Diagramas de Atividades. Diagramas de Atividades. Os Diagramas de Atividades mostram o fluxo entre atividades (ações não-atômicas) São um caso especial dos Diagramas de Estados, com a maioria das transições resultantes do término das atividades São semelhantes aos antigos fluxogramas

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Diagramas de Atividades' - shawn


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
diagramas de atividades
Diagramas de Atividades
  • Os Diagramas de Atividades mostram o fluxo entre atividades (ações não-atômicas)
  • São um caso especial dos Diagramas de Estados, com a maioria das transições resultantes do término das atividades
  • São semelhantes aos antigos fluxogramas
  • São muito usados para modelar atividades concorrentes
transi es e condi es
Transições e condições
  • Transições sem condições são disparadas assim que as atividades correspondentes terminam
  • Transições com condições só disparam quando a atividade termina e as condições são satisfeitas
concorr ncia forks e joins
Concorrência, Forks e Joins
  • Barras de sincronização são usadas para especificar forks e joins
  • Um fork representa um único fluxo de controle em vários fluxos de controle concorrentes
  • Um join representa a sincronização de dois ou mais fluxos de controle concorrentes
concorr ncia forks e joins1
Concorrência, Forks e Joins
  • Atividades depois de um fork podem ser realizadas em qualquer ordem, ou ao mesmo tempo
  • Para que as atividades depois de um join possam ser realizadas, todas as atividades antes do join devem ser concluídas
swimlanes raias
Swimlanes (raias)
  • Swimlanes (raias) são usadas para definir quais são as classes (ou conjuntos de classes) responsáveis pela realização de cada atividade
  • Swimlanes são especialmente úteis para a modelagem de processos empresariais
  • Em muitos casos, os swimlanes implicam concorrência, ou pelo menos independência, das atividades.
modelando workflow
Modelando Workflow
  • Estabeleça o foco do workflow. Para sistema não-triviais, é impossível mostrar todos os workflows interessantes em um diagrama,
  • Selecione os objetos de negócio que têm as responsabilidades de mais alto nível (swimlanes)
  • Identifique as pré-condições dos estados inicial e final do workflow.
  • A partir de estado inicial, especifique as atividades e ações que ocorrem com o passar do tempo (estados)
modelando workflow1
Modelando Workflow
  • No caso de ações complicadas, ou ações que acontecem múltiplas vezes, colapse-as em estados de atividades, que serão expandidos separadamente.
  • Transições entre estados de atividades:
    • 1. Fluxo sequêncial
    • 2. Branching
    • 3. Fork e Join
  • Se existem objetos envolvidos no workflow, inclua-os no diagrama de atividade. Indique as mudanças de valores e estados, se necessário.
modelando uma opera o
Modelando uma Operação
  • Identifique todas as abstrações que estão envolvidas com a operação (parâmetros e tipos de retorno, classe, etc.).
  • Identifique as pré-condições no estado inicial da operação e as pós-condições no estado final da operação.
  • Identifique os invariantes que devem ser mantidos durante a execução da operação.
modelando uma opera o1
Modelando uma Operação
  • Use bifurcações para identificar caminhos condicionais e iteração.
  • Use fork e join para modelar fluxos paralelos de controle.
ad