abordagem fisioterap utica nas pacientes com c ncer de mama n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
ABORDAGEM FISIOTERAPÊUTICA NAS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA PowerPoint Presentation
Download Presentation
ABORDAGEM FISIOTERAPÊUTICA NAS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 27

ABORDAGEM FISIOTERAPÊUTICA NAS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA - PowerPoint PPT Presentation


  • 238 Views
  • Uploaded on

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis. ABORDAGEM FISIOTERAPÊUTICA NAS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA. Renata Lopes Pacheco Fisioterapeuta – CTO Especializada em Fisioterapia Oncológica INCA/MS. nanalopa@yahoo.com.br.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'ABORDAGEM FISIOTERAPÊUTICA NAS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA' - shawn


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
abordagem fisioterap utica nas pacientes com c ncer de mama

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

ABORDAGEM FISIOTERAPÊUTICA NAS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA

Renata Lopes Pacheco

Fisioterapeuta – CTO

Especializada em Fisioterapia Oncológica INCA/MS

nanalopa@yahoo.com.br

c ncer de mama

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Câncer de Mama
  • Neoplasia mais freqüente entre as mulheres
  • Segundo mais incidente, com 48.930 casos novos em 2006
  • 52 casos a cada 100.000 mulheres

(INCA, 2005)

c ncer de mama1

População brasileira – maioria dos diagnósticos nos estádios tumorais mais avançados

Tratamentos mais radicais

Aumento da morbidade e pior qualidade de vida

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Câncer de Mama
morbidades

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Morbidades
  • Alterações cicatriciais
  • Escápula alada
  • Intercostobraquialgia
  • Mama fantasma
  • Trombose linfática superficial
  • Linfedema
  • Alteração Postural
  • Restrição articular
slide5

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Alterações cicatriciais

Aderência

Retração

Fibrose pós Rxt

altera es cicatriciais atua o fisioterap utica

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Alterações cicatriciais - Atuação fisioterapêutica

Prevenção

  • Hidratação (após cicatrização)
  • Cinesioterapia de MMSS (antes e durante a Rxt)
  • Massagem cicatricial (antes e após o término da Rxt)

Tratamento

  • Descolamento (manobras em “S” e rolamento)
  • Cinesioterapia
esc pula alada

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Escápula alada
  • Lesão parcial ou total do nervo:
  • torácico longo (ms. serrátil anterior)
  • Dor e diminuição dos movimentos da cintura escapular
  • Incidência: 66% - neuropraxia

16% - neurotmese

(Bergmann,2005)

esc pula alada atua o fisioterap utica

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Escápula alada - Atuação fisioterapêutica

Recursos analgésicos

Cinesioterapia

Mobilização da cintura escapular

Relaxamento cervical

Alongamento global

Eletroestimulação

intercostobraquialgia

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Intercostobraquialgia

Lesão do nervo intercostobraquial

Responsável pela sensibilidade da

região lateral do tórax, oco axilar e

parte interna do braço

Provoca anestesia, parestesia,

queimação e dor

mama fantasma

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Mama fantasma
  • Sensação que a mama ou parte dela está presente
  • Pode vir acompanhada por distúrbios dolorosos como alfinetada, dormência, pressão, queimação ou prurido
  • Prevalência:
  • Sensação fantasma: 15 a 64%(Rothemund, 2004)
  • Dor fantasma: 50% (Costa, 2005)
mama fantasma e intercostobraquialgia atua o fisioterap utica

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Mama fantasma e Intercostobraquialgia Atuação fisioterapêutica
  • Compressa gelada
  • TENS
  • Massagem clássica e liberação miofascial
  • Dessensibilização
  • Prótese
trombose linf tica superficial tls

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Trombose linfática superficial -TLS
  • Cordão fibroso no trajeto do vaso linfático
  • Incidência – 38% (Bergmann,2005)
  • Ocorre pela reação inflamatória do vaso linfático após a linfadenectomia axilar
tls atua o fisioterap utica

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

TLS Atuação fisioterapêutica

Prevenção

  • Cinesioterapia
  • Alongamento
  • Orientação postural

Tratamento

  • Drenagem linfática manual
  • Alongamentos suaves
  • Rompimento dos cordões linfáticos
linfedema

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Linfedema
  • O Linfedema é a principal complicação decorrente do tratamento para câncer de mama.

(Bergmann, 2000)

  • Cerca de 2 milhões de mulheres no mundo que sobreviveram ao câncer de mama, 15 a 20% estão vivendo atualmente com o linfedema decorrente do tratamento.

(Petrek e Heelan, 1998)

linfedema causas

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

LINFEDEMA - Causas
  • Linfadenectomia e/ou ressecção de vasos linfáticos
  • Recidiva de infecções (erisipela, linfangite)
  • Metástase de tumores malignos
  • Fibrose linfática pós-radioterapia e radiodermite

(Camargo, 2000)

complica es do linfedema

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Complicações do linfedema
  • Infecciosas (linfangite, erisipela)
  • Tróficas (hiperqueratose, fístulas linfáticas, úlceras)
  • Osteoarticulares (deformidades, calosidades e desvios de coluna)
  • Neoplásicas (Síndrome de Stewart Treves)

(Bergmann, 2000)

repercuss es psicossociais

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Repercussões psicossociais
  • Alterações psicológicas
  • Alterações sociais
  • Alterações sexuais
  • Alterações funcionais

Passik, 1998

Velanovich, 1999

tratamento do linfedema cpt tfc linfoterapia

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Tratamento do LinfedemaCPT / TFC - Linfoterapia

1ª fase: Redução do volume do membro

  • Cuidados com a pele
  • Drenagem Linfática Manual
  • Enfaixamento Compressivo
  • Cinesioterapia

Duração: 2 a 5 vezes semanais

2 a 8 semanas

(Camargo, 2000)

tratamento do linfedema cpt tfc linfoterapia1

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Tratamento do LinfedemaCPT / TFC - Linfoterapia

2ª fase: Manutenção e controle

  • Cuidados com a pele
  • Auto-massagem linfática
  • Malha compressiva
  • Cinesioterapia
  • Orientações gerais

Seguimento: 7 / 14 / 30 / 90 dias

(Camargo, 2000)

altera o postural

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Alteração Postural

Causas:

  • Posturas antálgicas
  • Complicações cicatriciais
  • Alterações psicológicas
  • Linfedema
  • Alterações prévias
  • Obesidade
altera o postural atua o fisioterap utica

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Alteração Postural Atuação fisioterapêutica

Prevenção

  • Uso de prótese de silicone
  • Cinesioterapia precoce
  • Tratamento sintomatológico

Tratamento

  • Alongamentos
  • Cinesioterapia
  • Técnicas posturais específicas
restri o articular

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Restrição Articular

Causas:

  • Alterações pré-existentes
  • Orientação inadequada
  • Alterações psicológicas
  • Complicações pós-operatória
  • Processos inflamatórios (bursite, tendinites)
  • Dor
restri o articular atua o fisioterap utica

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Restrição Articular Atuação fisioterapêutica

Prevenção

  • Cinesioterapia precoce
  • Mobilização escapular
  • Orientações durante às AVD’s
  • Tratamento sintomatológico
  • Encaminhamento a outros profissionais
restri o articular atua o fisioterap utica1

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Restrição Articular Atuação fisioterapêutica

Tratamento

  • Cinesioterapia
  • Alongamento da cintura escapular
  • Relaxamento cervical
  • Técnicas de desbloqueio articular
  • Reeducação postural
refer ncia bibliogr fica

I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis

Referência Bibliográfica
  • BERGMANN, A. Prevalência de linfedema subseqüente à tratamento cirúrgico para câncer de mama. ENSP/FIOCRUZ. Tese para obtenção do título de Mestre em Saúde Pública: 2000.
  • Instituto Nacional de Câncer; Ministério da Saúde. Estimativas de câncer no Brasil. Rio de Janeiro (Brasil): INCA; 2005.
  • CAMARGO, M.; MARX, A. In:Reabilitação física no câncer de mama. São Paulo: Roca,2000.
  • FOLDI, E. The treatment of lymphedema. Cancer suppl. 1998: 83 2833 – 4.
  • LEDUC, A.; LEDUC, O. In: Drenagem Linfática. Editora Manole, São Paulo. Tradução: Marcos Ikeda; 2000.
  • MAYALL, R. Linfangiopatias e hitopatologia. In: Linfangites e erisipelas. 2° edição. Rio

de Janeiro: Editora Revinter, 2000

  • Natinal Cancer Institute. Lymphedema [cited 2000 Jun]. Avaliable from: http://www.cancernet.nci.nih.gov
  • PASSIK, S.; McDONALDS, M. Psychosocial aspects of upper extremity lymphedema in woman treated for breast carcinoma. Cancer Suppl. 83: 2817-20, 1998.
  • PETREK, J.; HEELAN, M. Incidence of breast carcinoma: related lymphedema. Cancer. Suppl: 2776-81, 1998.
  • VELANOVICH, V.; SZYMANSKI, W. Quality of life of breast cancer patients with lymphedema. Am J Surgery 177: 184-8; 1999.
slide27

“Se você quiser ter um relacionamento de sucesso, prometa a si mesmo a cada dia: hoje não vou julgar ninguém.”

T. Byram Karasu

OBRIGADA !!