conjun es n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
CONJUNÇÕES PowerPoint Presentation
Download Presentation
CONJUNÇÕES

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 14

CONJUNÇÕES - PowerPoint PPT Presentation


  • 129 Views
  • Uploaded on

CONJUNÇÕES. As conjunções são palavras invariáveis que servem para conectar orações, estabelecendo entre elas uma relação de dependência ou de simples coordenação. Alguns exemplos de conjunções:

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'CONJUNÇÕES' - sharlene


Download Now An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
conjun es
CONJUNÇÕES
  • As conjunções são palavras invariáveis que servem para conectar orações, estabelecendo entre elas uma relação de dependência ou de simples coordenação.
  • Alguns exemplos de conjunções:
  • portanto, pois, como, mas, e, embora, porque, entretanto, nem, quando, ora/ora, que, porém, todavia, quer/quer, contudo, seja, conforme.
slide2
O estudo das conjunções é bastante amplo e é, portanto, dividido de acordo com a sua classificação formal.
  • A seguir, a lista das conjunções e suas respectivas classificações.
  • Uma conjunção é, na maioria das vezes, precedida ou sucedida por uma vírgula (“,”) e muito raramente é sucedida por um ponto (“.”).
conjun o subordinativa

Conjunção Subordinativa

Liga orações dependentes sintática e semanticamente

a uma oração cujo sentido é incompleto.

conjun o integrante
Conjunção Integrante
  • Serve para introduzir uma oração que funciona como sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo, complemento nominal ou aposto de outra oração.
  • São elas:
      • QUE ........... SE
conjun o causal
Conjunção Causal
  • Porque, pois, porquanto, como [=porque], pois que, por isso que, já que, uma vez que, visto que, como etc.
  • Inicia uma oração subordinada denotadora de causa:
  • “Como choveu, o chão está molhado.”
conjun o concessiva
Conjunção Concessiva
  • embora, conquanto, ainda que, mesmo que, posto que, bem que, se bem que, apesar de que, nem que, que, e etc.
  • Inicia uma oração subordinada em que se admite um fato contrário à ação principal. Mas incapaz de impedi-la.
  • “Ainda que chova, iremos à praia.”
conjun o condicional
Conjunção Condicional
  • se, caso, quando, contanto que, salvo se, sem quem, dado que, desde que, a menos que, a não ser que etc.
  • Inicia uma oração subordinada em que se indica uma hipótese ou uma condição necessária para que seja realizado ou não o fato principal.
  • “Caso chova, ninguém irá à praia.”
conjun o conformativa
Conjunção Conformativa
  • conforme, como [=conforme)], segundo, consoante etc.
  • Inicia uma oração subordinada em que se exprime a conformidade de um pensamento com o da oração principal.
  • “Segundo o secretário de saúde, doses da vacina contra gripe serão distribuídas aos idosos em todo o estado.”
conjun o comparativa
Conjunção comparativa
  • que, (mais/menos/maior/menor/melhor/pior) do que, (tal) qual, (tanto)quanto, como, assim, como, bem como, como se, que nem.
  • Inicia uma oração que contém o segundo membro de uma comparação.
  • “Marina é tão alta quanto Juliana.”
  • “Marina é mais alta que Juliana.”
conjun o consecutiva
Conjunção Consecutiva
  • que (combinada com uma das palavras tal, tanto, tão ou tamanho, presentes ou latentes na oração anterior), de forma que, de maneira que, de modo que, de sorte que.
  • Inicia uma oração na qual se indica a conseqüência do que foi declarado na anterior.
  • “Choveu tanto que as ruas ficaram inundadas.”
conjun o final
Conjunção final
  • para que, a fim de que, porque [para que], que
  • Inicia uma oração subordinada que indica a finalidade da oração principal.
  • “Telefonei para Márcia a fim de avisá-la sobre a festa de meu aniversário.”
conjun o proporcional
Conjunção Proporcional
  • à medida que, ao passo que, à proporção que, enquanto, quanto mais... (mais), quanto mais (tanto mais), quanto mais... (menos), quanto mais... (tanto menos), quanto menos... (menos), quanto menos... (tanto menos), quanto menos...(mais), quanto menos... (tanto mais).
  • Inicia uma oração subordinada em que se menciona um fato realizado ou para realizar-se simultaneamente com o da oração principal.
  • “À medida que o tempo passa, mais o meu amor por você aumenta de intensidade.”
conjun o temporal
Conjunção Temporal
  • quanto, antes que, depois que, até que, logo que, sempre que, assim que, desde que, todas as vezes que, cada vez que, apenas, mal, que [desde que] etc.
  • Inicia uma oraçãosubordinada indicadora de circunstância de tempo.
  • “Vou beijá-la, antes que diga algo.”