slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Educação Ambiental através de Trilhas Ecológicas PowerPoint Presentation
Download Presentation
Educação Ambiental através de Trilhas Ecológicas

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 31

Educação Ambiental através de Trilhas Ecológicas - PowerPoint PPT Presentation


  • 151 Views
  • Uploaded on

Educação Ambiental através de Trilhas Ecológicas. UNIVERSIDADE FEDERAL PARÁ CCB-DEP. BIOLOGIA Laboratório de Ecologia ARIADNE PERES E. SANTO. O que é uma trilha?. Ecológica?. Interpretativa?. INTERPRETAÇÃO AMBIENTAL. O que isto significa? Interpretar a Natureza?.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Educação Ambiental através de Trilhas Ecológicas' - roscoe


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Educação Ambiental

através de

Trilhas Ecológicas

  • UNIVERSIDADE FEDERAL PARÁ
  • CCB-DEP. BIOLOGIA
    • Laboratório de Ecologia
    • ARIADNE PERES E. SANTO
slide5

INTERPRETAÇÃO

AMBIENTAL

O que isto significa?

Interpretar a Natureza?

slide6

INTERPRETAÇÃO AMBIENTAL

Captar e traduzir as INFORMAÇÕES

do Meio Ambiente

RELAÇÃO

HOMEM

X

NATUREZA

RECURSOS

NATURAIS

Seres vivos

X

Ambiente físico

Problemática Ambiental

ECOLOGIA

slide7

Traduzir, interpretar uma dada

SITUAÇÃO AMBIENTAL

INTERPRETAÇÃO

AMBIENTAL

  • NÀO É SIMPLES INFORMAÇÃO, lida com significados buscando firmar conhecimentos, exercitar valores cognitivos, criar perspectivas, suscitar questionamentos, despertarparanovosconhecimentos eperspectivas, fomentandoa perticipação dacomunidade

Percepção, Curiosidade,Criatividade

Valorização do meio ambiente

Agente transformador e multiplicador

das concepções obtidas e absorvidas

slide8

EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Integração SOCIO-AMBIENTAL

  • Conhecimento
  • Conscientização: parte integrante
  • Mudança de comportamento
  • Agente transformador e multiplicador
  • Qualidade de vida

Um dos meios mais divulgados na Interpretação Ambiental é o dos

PERCURSOS INTERPRETATIVOS

slide9

TIPOS

Temáticos:

1 ou mais temas. Finalidade: elaborar uma imagem ou raciocínio específico; compreensão do tema definido. Meio ambiente, flora e fauna

Descoberta:

Não obedecem a uma definição prévia de temas. Finalidade: levantamento geral de informação sobre uma região ou simplesmente a aventura.

Turísticos e de Lazer

Material pedagógico e/ou informativo/divulgativo

As TRILHAS ECOLÓGICAS são

percursos interpretativos

slide10

TRILHAS ECOLÓGICAS INTERPRETATIVAS

É uma ferramenta da Educação Ambiental

É um instrumento pedagógico muito importante

É um percurso orientado metodologicamente

slide11

TRILHAS ECOLÓGICAS INTERPRETATIVAS

ÁREAS NATURAIS: laboratório vivos, salas de aula naturais

Experimentação direta; interesse, curiosidade, descoberta.

TRILHAS, como meio de interpretação ambiental, visam não somente a transmissão de conhecimentos, mas também propiciam atividades que revelam os significados e as características do ambiente por meio do uso dos elementos originais, por experiência direta e por meios ilustrativos, sendo assim instrumento básico de programas de educação ao ar livre (Pádua & Tabanez, 1997) (Tilden 1967, Ashbaugh & Kordish 1971 apud Possas, 1999)

slide12

LOCALIZAÇÃO

Parques Urbanos e Unidades de Conservação abertas a visitação publica

Área recuperadas e/ou em recuperação

  • Trilhas X Picadas
  • Trilhas: aplicação metodológica e critérios
  • Picadas: aberturas na mata
slide13

GRUPOS-ALVOS

  • Qualquer segmento da sociedade
  • Crianças, adultos, melhor idade
  • Ao homem urbano - tem menor contato
  • Ao homem rural - tem maior contato
  • Às escolas e Universidades - como instrumento de ensino e pesquisa
  • Às famílias - como meio de descoberta da natureza
  • Aos amantes da natureza - para aprofundar conhecimentos
  • Aos indiferentes - como forma de despertar
  • Etc.
slide14

Grande diversidade de eixos temáticose abordagens ecológicas

Finalidades acadêmicas:Ensino: EF, EM, ES

Pesquisa

Conhecimento/Esclarecimento Comunidade

  • A interpretação pode incluir:
  • Atividades dinâmicas e participativas,
  • em que o público recebe informações sobre:
    • Recursos naturais
    • Exploração racional
    • Conservação
    • Preservação
    • Aspectos culturais, históricos, econômicos, arqueológicos etc.
slide15

Recursos vegetais

Solo

Interações inseto-planta

Recursos

faunisticos

slide16

Recursos

faunísticos

Recursos aquáticos

slide24

VANTAGEM DAS TRILHAS

  • Ônus relativamente baixo.
  • Constituem um instrumento pedagógicopráticoe dinâmico, proporcionando uma aproximação à realidade dos assuntos abordados
  • Suscitam uma dinâmica de observação, de reflexão e de sensibilização. Proporcionamuma diversificação de atividades
  • Propôe um comportamento a ser adotado

INCONVENIENTE DAS TRILHAS

  • A expansão das áreas degradadas pela multiplicação das trilhas
  • Manutenção e fiscalização permanente
slide25

Apesar da premissa de eficácia, existe uma carência de estudos que indiquem a validade educacional das trilhas

  • Brasil:
  • Alta diversidade biológica
  • Grande escassez de recursos.
  • Estratégia para assegurar proteção de áreas relevantes.
slide26

PLANEJAMENTO DAS TRILHAS

Excursões: visitas de reconhecimento de área

Observação panorâmica:

Acessibilidade e viabilidade

Aberturas de trilhas ou utilização de caminhos semi-abertos

Levantamento de possiveis temáticas, contato com o conhecimento tradicional local ou dos arredores.

Definir linha de atuação: acadêmica e/ou social

Elaborar um plano de ação ou Projeto

Levantamento dos recursos:

Flora

Fauna

Estudo do solo

Recursos hidricos

Problemática ambiental etc.

Recursos X temáticas

slide27

PLANEJAMENTO DAS TRILHAS

Escolha do grupo-alvo

Critérios diferentes

(Atividades, infra-estrutura física, eixos temáticos, linguagem, material de apoio, recursos humanos...)

Criar infra-estrutura física:

Abertura e/ou limpeza da trilha

Delimitação do percurso-extensão,

Largura da trilha,

Utilização de elementos originais, naturais

Colocação de placas (informativas, indicativas e educativas)

lixeiras etc.

slide28

Plano de Atividades

  • Cronograma
    • de trabalho de campo
    • de visitas
    • de manutenção
  • Organização de pré-palestras: conceituais, orientações gerais para a caminhada nas trilhas
  • Formação de recursos humanos:
    • Treinamento - guias, monitores, estagiários
    • Estagiários e Bolsistas - Pesquisa
  • Elaboração de material de apoio:
    • Objetivo: ser informativo e suscitar reflexão e questionamentos
    • Acadêmico: roteiros, formulários de acompanhamento de aulas práticas,
    • elaboração de relatórios...
    • Comunidades: roteiros, cartilhas, panfletos ou folders explicativos
slide29

Em geral possuem várias opções de atividades e temas para reflexão, objetivando estimular o grupo-alvo à experimentanção direta e observação.

Material de apoio têm a finalidade de subsidiar:

monitores, guias, professores, estudantes e a comunidade como um todo na visita às trilhas.

As trilhas são guiadas e durante o percurso:

Monitor interpreta o ambiente

Roteiro

Placas

Material de apoio

Estimulando a participação do grupo-alvo e despertando o interesse do mesmo.

O grupo deixa de ser passivo para ser ativo “descobridor” do meio natural.

slide30

Avaliação

  • A avaliação permite alterações e potencia novas práticas.
  • Tudo tem que ser avaliado, inclusive a mudança de comportamento no grupo-alvo.
  • Iinfra-estrutura, metas alcançadas
  • Criteriosa
  • Testar a eficácia
  • Finalidade: para que as trilhas sejam utilizadas adequadamente
  • Questionários pré e pós-visita:
  • perguntas subjetivas e/ou objetivas
  • Diário de visitação
slide31

RESULTADOS ESPERADOS

PROVER LABORATÓRIOS NATURAIS COM FINS EDUCATIVOS e como área de interesse para desenvolver PESQUISAS BÁSICAS E APLICADAS.

DESENVOLVER na comunidade um CONHECIMENTO BÁSICO sobre formas de preservação e conservação do meio ambiente. APRENDER a REGULAR o próprio COMPORTAMENTO em função da PRESERVAÇÃO da NATUREZA.

Conhecimento X Questionamento

Relação HOMEM X NATUREZA

Promover mudança de comportamento

Agentes multiplicadores do processo