slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Auto-avaliação da Biblioteca escolar PowerPoint Presentation
Download Presentation
Auto-avaliação da Biblioteca escolar

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 11

Auto-avaliação da Biblioteca escolar - PowerPoint PPT Presentation


  • 103 Views
  • Uploaded on

Auto-avaliação da Biblioteca escolar. Um processo integrado com todos , para todos. Etapas do processo/envolvimentos. Preenchimento da ficha com o perfil da BE ( pela equipa) Escolha do domínio a avaliar

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Auto-avaliação da Biblioteca escolar' - raheem


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Auto-avaliação da Biblioteca escolar

Um processo integrado com todos , para todos

etapas do processo envolvimentos
Etapas do processo/envolvimentos
  • Preenchimento da ficha com o perfil da BE( pela equipa)
  • Escolha do domínio a avaliar

A escolha do domínio a avaliar deve assim partir do professor coordenador/ equipa, mas deve resultar de uma decisão fundamentada, por forma a poder ser validamente justificada junto dos órgãos executivos e de decisão pedagógica. Deve ser discutida com o Conselho Executivo e ser determinada pelas prioridades e restantes processos existentes na escola. (texto da unidade )

  • Aplicação do modelo / recolha de evidências(equipa+CE+ docentes+ alunos+ encarregados de educação)
  • Gestão e interpretação da informação recolhida(equipa + comissão de auto-avaliação da escola )

…extrair sentidos interpretando-a e estabelecendo ligações entre os dados. A interpretação e transformação da informação em conhecimento permitirá ajuizar e retirar consequências e linhas de orientação do processo.( texto da unidade)

  • Relatório de auto-avaliação com evidências, impactos, pontos fortes, constrangimentos , sugestões de acções para o melhoria ( equipa)
  • Apresentação do relatório e proposta de avaliação aos órgãos pedagógicos e de gestão (equipa )
  • Atribuição de um nível de desempenho no domínio avaliado (equipa/CE/ CP)
  • Elaboração de uma síntese a integrar na auto-avaliação da escola( Conselho Pedagógico)
avaliar para qu
Avaliar para quê?
  • Para conhecermosquem somos e o que estamos a fazer
  • Para perspectivar o que vamos fazer
  • Para planear para o desenvolvimento e para o sucesso
  • Para promover o benchmarking
  • Para transformar boas ideias em boas práticas
  • Para aferir impactos na aprendizagem dos alunos, nas práticas docentes, nas famílias e na comunidade
  • Para estabelecer metas conjuntas
  • Para contribuir para a afirmação da BE interna externamente
  • Para provocar a melhoria das políticas internas e externas dirigidas à BE

Para melhorar o perfil de desempenho de todos

slide4

Domínios a avaliar / envolvimentos

Apoio ao desenvolvimento curricular

As relações que se estabelecem entre a escola e a biblioteca escolar

podem assumir-se como determinantes ou inibidoras do seu sucesso.( texto da unidade)

slide5

Domínios a avaliar/ envolvimentos

  • Promoção da leitura e da literacia

Como ?

Com quem ?

  • Docentes
  • Alunos
  • Pessoal não docente
  • Família
  • Comunidade
  • BM
  • Outros parceiros

BE

BE

slide6

Domínios a avaliar / envolvimentos

  • Actividades livres, projectos, parcerias…
  • …reforço no conceito de cooperação, baseado na planificação e no trabalho colaborativo … (texto da unidade)

Directores de turma

Responsáveis por projectos

BE

Alunos

filmes

Biblioteca municipal

Pessoal docente e não docente

livros

Famílias

Comunidade local

dom nios a avaliar envolvimentos
Domínios a avaliar / envolvimentos

Gestão da BE

A questão da liderança e do exercício de uma visão e gestão estratégica é determinante no desenvolvimento e no sucesso do processo de auto-avaliação ( texto da unidade)

É, em primeiro lugar, importante reconhecer que o papel da biblioteca escolar está condicionado por uma série de factores inerentes à sua estrutura interna, às condições físicas e em termos de equipamentos e de recursos de informação que tem para oferecer, sendo ela própria um sistema integrado e aberto à influência de outros sistemas, a nível micro, meso e macro, com os quais interage.( texto da unidade)

Articular, colaborar e comunicar em permanência na escola e com outros stakeholde( texto da unidade)

avaliar o qu
Avaliar o quê?
  • Níveis de colaboração
  • Recursos e acessibilidade dos serviços prestados
  • Programa formativo desenvolvido pela BE
  • Formação dos recursos humanos
  • Níveis de desempenho
avaliar como
Avaliar como ?
  • Estabelecer prioridades ( não se pode medir tudo)
  • Recolher evidências significativas (formais e informais)
  • Rentabilizar informação válida já existente
  • Aplicar alguns instrumentos formais de recolha de evidências
  • Articular elementos quantitativos e qualitativos (valor)

…much of the information required is already there, either explicit or implicit, or can be easily extrapolated, and it only needs to be collated, critically evaluated and turned into knowledge about the strengths and the development needs of the LRC (Scott 2002)

Gerir as evidências recolhidas no sentido de comunicar o valor da biblioteca escolar e corrigir os gaps identificados. (texto da unidade)

slide10

Avaliar com quê? (avaliação fundamentada em evidências)

Grelhas de utilização diária da BE

Grelhas de marcação e realização de actividades

Estatísticas de empréstimo de recursos da colecção

Horários de utilização dos equipamentos e recursos pelas ACND e pelo plano OPTE

Grelhas de sugestões documentais/ equipamentos

Registos fotográficos

Planificações disciplinares

PE

RI

PCT

Actas

PABE

Materiais produzidos

Questionários

Dados estatísticos de uso das ferramentas WEB e WEb2

Adesão às actividades propostas

Conversas informais

refer ncias bibliogr ficas
Referências bibliográficas
  • Texto da sessão, disponibilizado na plataforma.
  • Scott, Elspeth (2002) “How good is your school library resource centre? An introduction to performance measurement”. 68th IFLA Council and General Conference August.
  • Todd, Ross (2002) “School librarian as teachers: learning outcomes and evidence-based practice”. 68th IFLA Council and General Conference August.