slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Conceito de promoção de saúde – contrário ao processo de medicalização da vida . PowerPoint Presentation
Download Presentation
Conceito de promoção de saúde – contrário ao processo de medicalização da vida .

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 17

Conceito de promoção de saúde – contrário ao processo de medicalização da vida . - PowerPoint PPT Presentation


  • 66 Views
  • Uploaded on

Conceito de promoção de saúde – contrário ao processo de medicalização da vida . Coincide com o conceito “ moderno de saúde ” ( processo saúde-doença ). Conjunto de valores ( vida , democracia , igualdade , saúde , etc..) + “ combinação de estratégias ”

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Conceito de promoção de saúde – contrário ao processo de medicalização da vida .' - rafal


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Conceito de promoção de saúde – contrárioaoprocesso de medicalização da vida.

Coincide com o conceito “moderno de saúde”

(processosaúde-doença)

slide2

Conjunto de valores (vida, democracia, igualdade, saúde, etc..)

+

“combinação de estratégias”

- ações do Estado - pólíticas

- da comunidade (reforço da açãocomunitária) - empowerment

- de indivíduos (desenv. Habilidadespessoais)

- parceriasintersetoriais

“responsabilidadesmúltiplas”

slide3

“resposta” aosproblemas – liga-se aosfatores dos problemas – multicausal

Valorização do conhecimento popular

Liga-se aosdireitoshumanos, concepção de cidadaniaquepromovanovossujeitos (emergência de novasformas de subjetivação)

slide4

Histórico –

    • - história natural das doenças – medidaspreventivas.

- caráter de orientação

- medidaspreventivassobre o quecausava a doença

- Centrada no indivíduo(controlável)

    • Com o passar do tempo – mudança de concepção do processosaúde x doença – “insuficiência” dos sistemaspúblicosde saúde(incorporam a promoc.- diminuircustos) -
    • Mesmo “duros” – abriramproblematizações e mudançasconceituais – paraalém da educaçãoemsaúde
defini o
Definição
  • Czerina, 1998 :

Entende-se por promoção à saúde o fomento de medidas e o conjunto de ações que não se dirijam a uma doença específica, mas ao bem-estar geral, às transformações das condições de vida e trabalho com uma abordagem intersetorial e interdisciplinar.

  • A promoção à saúde enfatiza a determinação social do processo saúde e doença
  • projetos intersetoriais
defini o1
Definição
  • Conceito desaúde como bem-estar transcende a idéia de formassadias de vida, a promoção da saúde transcendeo setor saúde. (...) as condições e requisitos para a saúde são: paz,educação, habitação, alimentação, renda, ecossistemaestável, recursos sustentáveis, justiça sociale eqüidade.(Carta de Ottawa, 1986)
defini o2
Definição
  • “partindo de umaconcepçãoampla do processosaúde-doença e de seusdeterminantes, a promoção da saúdepropõe a articulação de saberestécnicos e populares e a mobilização de recursosinstitucionais e comunitários, públicos e privadosparaseuenfrentamento e resolução”(Buss, 2000a: 165)
defini o3
Definição
  • “o processo de capacitação da comunidadeparaatuarnamelhoria da suaqualidade de vida e saúde, incluindoumamaiorparticipação no controledesteprocesso”(Brasil, 2002:19).
intersetorialidade
Intersetorialidade
  • O processo no qual objetivos, estratégias, atividadese recursos de cada setor são consideradossegundo suas repercussões e efeitos nos objetivos,estratégias, atividades e recursos dos demaissetores (OPAS, 1992).
intersetorialidade1
Intersetorialidade
  • Do ponto de vista conceitual, a intersetorialidade procura superar a visão isolada e fragmentada na formulação e implementação de políticas e na organização do setor saúde. Significa adotar uma perspectiva global para a análise da questão saúde, e não somente do setor saúde, incorporando o maior número possível de conhecimentos sobre outras áreas de políticas públicas, como, por exemplo, educação, trabalho e renda, meio ambiente, habitação, transporte, energia, agricultura etc., assim como sobre o contexto social, econômico, político, geográfico e cultural onde atua a política. (Buss, P.M. 2000)
intersetorialidade2
Intersetorialidade
  • Intersetorialidade é processo de construção compartilhada, em que os diversos setores envolvidos são tocados por saberes, linguagens e modos de fazer que não lhes são usuais, pois pertencem ou se localizam no núcleo da atividade de seus parceiros. A intersetorialidade implica a existência de algum grau de abertura em cada setor envolvido para dialogar, estabelecendo vínculos de co-responsabilidade e co-gestão pela melhoria da qualidade de vida da população. (Campos, G.W. et al. 2004)
promo o sa de empowerment
Promoção à saúde - empowerment
  • Promoção da Saúde o empowermente o estabelecimento de Redes Sociais na comunidade.
    • O que se propõe aqui para o empowerment, é que ele signifique “ter a palavra”, na acepção dada por Jacques Rancière. Para este autor “ter a palavra” é a expressão da “partilha do sensível”. Na “partilha do sensível”, diferentes interlocutores, têm os seus diferentes olhares, voltados para um mesmo objeto e, de forma simétrica, dividem e partilham as expectativas e propostas em relação a este objeto, sem que nenhum desses parceiros pense que o outro precisa ser “esclarecido”. Parte-se de uma concepção estética que todos têm, cada um uma, sobre um mesmo objeto, concepção que vai ser respeitada e considerada
slide13

O tema Promoção de Saúde se baseia em dois grandes planos de atuação:

o da participação comunitária implicando na autonomia do indivíduo e no trabalho intersetorial.

  • Ações de políticas públicas baseadas na transversalidade, na intersetorialidade e na articulação dos poderes públicos e sociais.
slide14

Da mesma forma, as Redes Sociais significam esse intercâmbio. Espaço para troca e criação de valores.

  • Essas Redes dão consistência e valores ao tecido social não permitindo que ele se esgarce
preven o x promo o
Prevenção x promoção
  • Prevenção – objetivo final : evitarenfermidade

-ausência de doenças

- plano individual oucoletivo

- prevençãoprimária: evitardoenças

  • prev. secundária: comocurardoencás
  • Prev. terciária: controlarcomplicações – mitigardoença