minist rio do desenvolvimento ind stria e com rcio exterior secretaria de inova o n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - Secretaria de Inovação PowerPoint Presentation
Download Presentation
Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - Secretaria de Inovação

Loading in 2 Seconds...

  share
play fullscreen
1 / 10
Download Presentation

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - Secretaria de Inovação - PowerPoint PPT Presentation

pennie
70 Views
Download Presentation

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - Secretaria de Inovação

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior- Secretaria de Inovação BRASIL MAIOR + BRASIL SEM MISÉRIA DESENVOLVIMENTO

  2. BRASIL MAIOR + BRASIL SEM MISÉRIA • O Plano Brasil Maior é aPolítica industrial, tecnológica e de comércio exterior do governo Dilma Rousseff. • OBJETIVOS: 1) sustentar o crescimento econômico inclusivo num contexto econômico internacional adverso e 2) sair da crise melhor posição do que entrou; • FOCO: inovaçãoe adensamento produtivo do parque industrial brasileiro, objetivando ganhos sustentados da produtividade do trabalho; • FERRAMENTAS: redução dos custos de produção, desoneração de investimentos e exportações; ampliação de crédito; aperfeiçoamento do marco regulatório de inovação; fortalecimento da defesa comercial; ampliação de incentivos fiscais e financiamentos; poder de compras públicas; qualificação profissional...

  3. BRASIL MAIOR + BRASIL SEM MISÉRIA • Consolida a idéia de se planejar do desenvolvimento nacional; • (PITCE, PDP, PBM) • Fortalece a parceria entre Governo e Sociedade; • (Governo, Setor Produtivo, Trabalhadores) • Busca integrar órgãos e políticas públicas; • Estabelece objetivos, prioridades e metas; • (19 conselhos de competitividade, 9 coordenações sistêmicas) • Promove uma ação ativa do Estado na busca dos objetivos;

  4. BRASIL MAIOR + BRASIL SEM MISÉRIA ALGUNS DIAGNÓSTICOS PBM: • Concorrência ampliada de produtos estrangeiros; • (redução de mercado em geral, guerra cambial, Brasil mais dinâmico) • Custo Brasil; • (Custo de capital, Logística, infraestrutura, custo da energia...) • Dificuldade para converter C&T em Inovação; • Reduzidos investimentos privados em P&D; • Baixa produtividade do trabalho e Falta de RH qualificado ... • O Plano Brasil Maior busca diagnosticar os principais aspectos de cada um dos problemas e propor soluções específicas, sempre discutidas com os representantes da indústria e dos trabalhadores.

  5. BRASIL MAIOR + BRASIL SEM MISÉRIA Sondagem Especial CNI 2011: 69% das empresas consultadasenfrentamdificuldades com afaltade trabalhadorqualificado; 94% das empresasqueenfrentam a falta de trabalhadorqualificadotêmdificuldadeparaencontrartécnicoseoperadorespara a produção; 70% das empresasqueenfrentam a falta de trabalhadorqualificadoafirmamqueoproblemaprejudicaoaumentodacompetitivida; 78% das empresasqueenfrentam a falta de trabalhadorqualificadotêm a capacitaçãonaprópriaempresacomouma das principaisformas de lidar com oproblema; 52% das empresasindustriaisafirmamque a máqualidadedaeducaçãobásicaéuma dasprincipaisdificuldadesqueenfrentamparaqualificaros Trabalhadores;

  6. BRASIL MAIOR + BRASIL SEM MISÉRIA Sondagem Especial CNI 2011: • A incorporaçãode novas tecnologias no processoprodutivoe de novosprodutosrequerumaforça detrabalhoapta a aprendere a desenvolver novas técnicas; • O problemadafalta de RH qualificadoésentidodaproduçãoàsvendas, passandoporpesquisaedesenvolvimento(P&D) epelagerência; • A faltade trabalhadoresqualificadosafetamaisoaumentodaprodutividadee a melhoria dosprodutosdo queoaumentodaprodução; Perfildaamostra: 1.616 empresas: 931 pequenas, 464 médiase 221 grandes. Períodode coleta: de 3 a 26 de janeiro de 2011

  7. BRASIL MAIOR + BRASIL SEM MISÉRIA Demanda da Indústria por maior adequação da oferta de formação profissional. Demandas por qualificação nos 19 Conselhos de Competitividade. Estudos (CNI, IPEA, Fundação Dom Cabral): indicam que a falta de qualificação está impactando negativamente a capacidade de inovação Necessidade de maior integração das políticas de qualificação profissional do Governo Federal PBM PRONATEC - PBM

  8. BRASIL MAIOR + BRASIL SEM MISÉRIA PRINCIPAIS OBJETIVOS DO PRONATEC-PBM: • Reduzir o gargalo de RH qualificado, de nível técnico, nos setores estratégicos da economia nacional; • Reduzir o custo das empresas com formação e qualificação; • Adequar a oferta de cursos das redes de escolas às reais demandas do mercado de trabalho; • Unificar as políticas sociais de inclusão produtiva às políticas de ampliação da competitividade e inovação nas empresas brasileiras;

  9. BRASIL MAIOR + BRASIL SEM MISÉRIA CONTRIBUIÇÃO DO PBM AO PRONATEC: • Aprimora o diagnóstico de demanda por qualificação profissional; • Facilita (em alguns casos garante) a inclusão produtiva dos egressos; • Fortalece o impacto da política de formação e qualificação profissional;

  10. Pronatec- PBM CARACTERÍSTICAS IMPORTANTES: • Todos os cursos são gratuitos para alunos e empresas; • Tanto requalificação de trabalhadores em atividade quanto a formação de trabalhadores para ocupação de novas vagas são possíveis; • Mapeamento da demanda feito pelos próprios setores produtivos; • As entidades representativas e as empresas do setor participam do aprimoramento dos conteúdos, da mobilização dos alunos; da divulgação das vagas, de processos seletivos e da avaliação dos resultados do Programa; • Os cursos podem acontecer dentro das empresas.