slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Novidades na Nutrição e na Alimentação de Frangos de Corte VI Encontro Mercolab de Avicultura Cascavel, Paraná 16 de set PowerPoint Presentation
Download Presentation
Novidades na Nutrição e na Alimentação de Frangos de Corte VI Encontro Mercolab de Avicultura Cascavel, Paraná 16 de set

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 61

Novidades na Nutrição e na Alimentação de Frangos de Corte VI Encontro Mercolab de Avicultura Cascavel, Paraná 16 de set - PowerPoint PPT Presentation


  • 99 Views
  • Uploaded on

Novidades na Nutrição e na Alimentação de Frangos de Corte VI Encontro Mercolab de Avicultura Cascavel, Paraná 16 de setembro de 2008. Antônio Mário Penz Junior Universidade Federal do Rio Grande do Sul mpenz@nutron.com.br. Introdução. Início das linhagens de conformação

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Novidades na Nutrição e na Alimentação de Frangos de Corte VI Encontro Mercolab de Avicultura Cascavel, Paraná 16 de set' - padma


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Novidades na Nutrição e na Alimentação de Frangos de CorteVI Encontro Mercolab de AviculturaCascavel, Paraná16 de setembro de 2008

Antônio Mário Penz Junior

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

mpenz@nutron.com.br

introdu o
Introdução

Início das linhagens de conformação

Exigência de produtos mais elaborados

Mercado local e importador com exigências específicas

  • Frangos com pesos distintos
  • Uso de dietas vegetais
  • Retirada de antibióticos melhoradores de desempenho
2 gen tica
2. Genética

Nos últimos 45 anos, a seleção genética foi responsável por 85 a 90% dos avanços na capacidade produtiva dos frangos.

1957 – Athens Canadian Randombred

2001 – Ross 308

Havenstein et al., 2003

slide5

Genética x Nutrição

Peso Corporal (g) Machos – 42 dias

Nutrição

Genética

Adaptado de Havenstein et al. (2003) G/D P<0,0001

pophal 2004
Pophal, 2004

Cobb 500 e Ross 308 têm diferentes curvas de crescimento

Até 28 dias de idade, Cobb 500 consumiu mais alimento.

De 29 até 42 dias de idade, os consumos foram similares.

De 43 até 49 dias de idade, Ross 308 consumiu mais alimento.

smith e pesti 1998
Smith e Pesti, 1998

Diferentes linhagens devem ter diferentes programas alimentares para maximizar os resultados econômicos.

altera es das vilosidades com a idade
Alterações das vilosidades com a idade

Adaptado de Viola, Penz e Ribeiro, 2003

efeito da restri o de gua e de alimento no trato digest rio
Efeito da restrição de água e de alimento no trato digestório

Adaptado de Maiorka et al., 2003

efeitos do estresse por 24 horas no desenvolvimento dos frangos aos 5 dias de idade
Efeitos do estresse por 24 horas no desenvolvimento dos frangos aos 5 dias de idade

Adaptado de Mikec et al., 2006

halevy et al 2000
Halevy et al., 2000

Restrição alimentar de 0 a 2, 2 a 4 o 4 a 6 dias foram responsáveis por perdas irrecuperáveis aos 41 dias de idade.

A oferta de alimento imediatamente após a eclosão é vital para o aumento da proliferação das células satélite, responsáveis pelo desenvolvimento muscular.

slide17

Frango que não come

Diminui a glicose sanguínea

pois tem pouco glicogênio

Falta de glicose causa apatia

Apatia reduz o consumo

Redução de consumo diminui

a ingestão de glicose

Redução de glicose aumenta apatia

slide18

Temperatura retal de 7 pintos alojados,

individualmente, em um ambiente com 10oC

e 60% de umidade relativa do ar.

Adaptado de Kalthoven e Dijk, 1984.

slide19

Pontos com diferentes temperaturas

37,8 0C

32,2 0C

26,6 0C

21,1 0C

15,5 0C

Cortesia de Dr. Mike Czarick – University of Georgia

kalthoven e dijk 1984
Kalthoven e Dijk, 1984.

O desenvolvimento do mecanismo de termo regulação dos pintos varia com a idade das mães.

Normalmente leva em torno de 3 a 4 dias. Pintos de mães com menos de 35 semanas pode levar até 2 dias a mais.

slide23

Com a redução do consumo

e o aumento do ganho de peso diário

é necessária a concentração das

dietas.

Valores de análises históricos serão

pouco efetivos e análises

imediatas serão fundamentais.

slide24

O emprego do NIR reduz

o desvio padrão das análises e

aumenta a precisão na formulação.

schutte 1997
Schutte, 1997

PNA aumentam a viscosidade próximo dos enterócitos, alterando o substrato e a difusão das enzimas. Também, favorecem a multiplicação microbiana no intestino delgado, devido a redução da velocidade de passagem do alimento pelo trato digestório.

de que milho estamos falando
De que milho estamos falando?

Pode ser caracterizado pelo seu grau de digestibilidade (Englyst e Hudson, 1996; Englyst e Kingmann, 1990)

  • Amido imediatamente digerido
  • Amido lentamente digerido
  • Amido resistente - RS (Brown, 1996)
    • RS1: Não disponível fisicamente
    • RS2: Não disponível devido a sua estrutura química
    • RS3: Amido retrogrado
slide27

Como selecionar o milho?

Pré limpeza e mesa densimétrica

slide29

Ajuste da EMAn do milho - Frangos

Nutron Alimentos Ltda, 1999

uso da mesa densim trica na eman do milho
Uso da mesa densimétrica na EMAn do milho

Adaptado de Silva et al., 2008

an lises nutricionais
Análises Nutricionais

Adaptado de Silva et al., 2008

classifica o
Classificação

Adaptado de Silva et al., 2008

an lise de micotoxinas
Análise de Micotoxinas

Análises feitas em milho quebrado das diferentes amostras

Adaptado de Silva et al., 2008

slide34

Efeito da qualidade do farelo de soja no desempenho de frangos de 1 a 21 dias de idade

Adaptado de Gerber, Penz e Ribeiro, 2004

slide35

Efeito da qualidade do farelo de soja na digestibilidade da energia e da matéria seca da dieta (3 a 7 dias)

Adaptado de Gerber, Penz e Ribeiro, 2004

slide38

McKinney and Teeter, 2004

Energy Gain

kcal AMEn/kg diet

Para cada aumento de 10% de

PDI, a EMA da dieta

aumenta em 18.7 kcal/kg.

Pellet Durability

slide39

McKinney e Teeter, 2004

O ganho de peso proporcionado pela peletização não é devido a um aumento de consumo de alimento e sim pelo menor tempo dedicado ao consumo e com isto ao animais têm mais tempo para descansar.

slide40

Trabalhos da

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Lecksznieski et al., 2001

Meinerz et al., 2001

Dahlke et al., 2003

Maiorka et al., 2005

O ganho de peso promovido pela peletização é devido a um aumento de consumo do alimento. Quando a alimentação foi restrita o ganho foi o mesmo que o obtido com as dietas fareladas.

consumo de alimento e resposta dos frangos 21 a 42 dias de idade
Consumo de alimento e resposta dos frangos (21 a 42 dias de idade)

Adaptado de Meinerz, Ribeiro e Penz, 1999.

consumo de alimento e resposta dos frangos 21 a 42 dias de idade1
Consumo de alimento e resposta dos frangos (21 a 42 dias de idade)

Adaptado de Meinerz, Ribeiro e Penz, 1999.

respostas de desempenho com base na energia nos amino cidos e em suas rela es
Respostas de desempenho com base na energia, nos aminoácidos e em suas relações
slide45

Proteína e PI x desempenho

(Cobb 500 machos – 1 a 7 dias)

Nutron Alimentos Ltda, 2005

slide46

Proteína e PI x desempenho

(Cobb 500 machos – 1 a 7 dias)

Nutron Alimentos Ltda, 2005

lemme et al 2005
Lemme et al., 2005

Ross 308 - macho

A redução de EMA (100, 95 y 90%

de manual Ross) aumentou o consumo

de alimento, independente do nível

de aminoácidos (100, 90, 80 y 70%

do manual Ross) da dieta.

efeito da gli ser na convers o alimentar de frangos 8 a 21 dias
Efeito da Gli + Ser na conversão alimentar de frangos 8 a 21 dias

Adaptado de Rostagno et al., 2001 Linear (P<0,05)

NRC, 1994 recomendou 1.25%

dean et al 2006
Dean et al., 2006

Para frangos com idade entre 1 e 17 dias

a recomendação de glicina + serina

deve ser de 2.32%.

ganho de peso compensat rio
Ganho de Peso Compensatório

É a restrição de alimento

por un periodo curto, pós nascimento, com

alimentação à vontade depois deste periodo.

ganho de peso compensat rio1
Ganho de Peso Compensatório

Depende:

Genótipo

Natureza do alimento

Idade

Fase de produção

Intervalo para retornar a alimentação à vontade

restri o do consumo de gua 20 x consumo de alimento de frangos ross 308 f mea 1 a 21 dias de idade
Restrição do consumo de água (20%)x consumo de alimento de frangos Ross 308 fêmea – 1 a 21 dias de idade

Adaptado de Cura, Penz e Ribeiro, 2006 A restrição foi de 1 a 7 dias

restri o do consumo de gua 20 x peso corporal de frangos ross 308 f mea 1 a 21 dias de idade
Restrição do consumo de água (20%)x peso corporal de frangos Ross 308 fêmea – 1 a 21 dias de idade

Adaptado de Cura, Penz e Ribeiro, 2006 A restrição foi de 1 a 7 dias

novas tecnologias
Novas Tecnologias

Nutrição in ovo

Formulação com modelos não lineares

modelos matem ticos

Modelos Matemáticos

Adaptado de Renz e Penz, 2003

guevara et al 2004
Guevara et al., 2004

Um programa de formulação não linear pode ser mais útil do que um programa de formulação linear para maximizar o desempenho em relação a densidade energética da dieta porque em um programa não linear o valor energético não necessita ser determinado.

novas tecnologias1
Novas Tecnologias

Nutrição in ovo

Formulação com modelos não lineares

Dietas sem o uso de antibióticos melhoradores de desempenho

conclus es
Conclusões

Devemos aceitar que as linhas são distintas.

Devemos nos preocupar com a integridade intestinal.

Ingredientes não são mais commodities.

As dietas devem ser processadas da maneira que aumenta a digestibilidade dos nutrientes.