Gestão da Produção 3 Flávio Botana - PowerPoint PPT Presentation

slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Gestão da Produção 3 Flávio Botana PowerPoint Presentation
Download Presentation
Gestão da Produção 3 Flávio Botana

play fullscreen
1 / 171
Gestão da Produção 3 Flávio Botana
103 Views
Download Presentation
padma
Download Presentation

Gestão da Produção 3 Flávio Botana

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. superior CURSO DE TECNOLOGIA GRÁFICA Gestão da Produção 3 Flávio Botana CURSO SUPERIOR DE tecnologia gráfica

  2. Bibliografia ADMINISTRAÇÃO DE PRODUÇÃO E OPERAÇÕES Manufatura e Serviços: uma abordagem estratégica Henrique L. Correa / Carlos A Correa Editora Atlas CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  3. Programa • GESTÃO ESTRATÉGICA DE PRODUÇÃO E OPERAÇÕES • Modelo Prático • Planejamento Estratégico • Medidas de Desempenho • Custos • Prazos • Qualidade CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  4. Um processo em evolução.... De: GESTÃO DE PRODUÇÃO Para: GESTÃO ESTRATÉGICA DE PRODUÇÃO E OPERAÇÕES CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  5. Um processo em evolução.... • A Gestão de Produção incorporou: • O conceito de Serviços • Visão Sistêmica e Macro • Interligação com a Cadeia Produtiva ( fornecedores, outras unidades operacionais, terceirizações ) CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  6. Definição GESTÃO DE OPERAÇÕES é a atividade de gerenciamento estratégico de recursos escassos (humanos, tecnológicos, informacionais e outros); de sua interação; e dos processos que produzem e entregam produtos e serviços; visando atender a necessidade e/ou desejos de QUALIDADE, TEMPO E CUSTOS de seus clientes ... CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  7. Definição Além disso, deve também compatibilizar este objetivo com as necessidades de eficiência no uso dos recursos que os objetivos da organização requerem CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  8. Quadro Geral de Referência para Gestão Estratégica de Produção e Operações Representação gráfica da atuação da Gestão da Produção dentro deste contexto CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  9. Negócio Resultados Recursos e competências . Estratégia de operações . Rede de Operação . Pacotes de valor . Medidas de desempenho . Qualidade Total . Ética, sustentabilidade e segurança . Produtos e processos . Instalações . Planejamento e controle de operações . Controle estatístico do processo e confiabilidade Visão Negócio Ambiente Visão Ambiente Visão Aprendizado Visão Mercado Mercado

  10. Negócio Desempenho Operacional Resultados Recursos e competências . Estratégia de operações . Rede de Operação . Pacotes de valor . Medidas de desempenho . Qualidade Total . Ética, sustentabilidade e segurança . Produtos e processos . Instalações . Planejamento e controle de operações . Controle estatístico do processo e confiabilidade • Qualidade • Custos • Flexibilidade • Velocidade • - Confiabilidade Visão Negócio Ambiente Visão Ambiente Visão Aprendizado Visão Mercado Mercado

  11. Negócio Estratégia Gestão Estratégica de Operações Desempenho Operacional Resultados Recursos e competências . Estratégia de operações . Rede de Operação . Pacotes de valor . Medidas de desempenho . Qualidade Total . Ética, sustentabilidade e segurança . Produtos e processos . Instalações . Planejamento e controle de operações . Controle estatístico do processo e confiabilidade Restrições e Oportunidades • Qualidade • Custos • Flexibilidade • Velocidade • - Confiabilidade Visão Negócio Ambiente Visão Ambiente Visão Aprendizado Visão Mercado Prioridades do Mercado

  12. Negócio Estratégia Gestão Estratégica de Operações Desempenho Operacional Resultados Recursos e competências . Estratégia de operações . Rede de Operação . Pacotes de valor . Medidas de desempenho . Qualidade Total . Ética, sustentabilidade e segurança . Produtos e processos . Instalações . Planejamento e controle de operações . Controle estatístico do processo e confiabilidade Restrições e Oportunidades • Qualidade • Custos • Flexibilidade • Velocidade • - Confiabilidade Visão Negócio Ambiente Visão Ambiente Visão Aprendizado Visão Mercado Benchmarking Desempenho operacional dos Prioridades do Mercado Concorrentes

  13. Conclusão A Gestão da Produção não é mais apenas uma atividade “interna”. Exige-se do gestor uma visão ampla do negócio, do mercado e do ambiente, As decisões tendem a ser estratégicas, isto é, com visão de longo prazo. A Gestão da Produção exige de seu ocupante conhecimento, competência e aplicação, pois as decisões freqüentemente têm que ser tomadas rapidamente e com a menor margem de erro possível. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  14. Planejamento Estratégico de Operações CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  15. Porque? 1o. As operações envolvem a maioria dos investimentos em capital das organizações 2o. A maioria das decisões, em operações, inclui recursos físicos que têm, por natureza, “inércia decisória” (tempo entre a tomada de decisão e o momento em que esta decisão toma efeito) CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  16. Porque? 3o. As decisões em operações, uma vez implantadas, são normalmente difíceis e caras de serem revertidas 4o. As opções estratégicas adotadas impactam diretamente as formas com que a empresa vai ser capaz de competir nos mercados, no futuro CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  17. Objetivo da Estratégia de Operações Garantir que os processos de produção e entrega de valor ao cliente sejam alinhados com a intenção estratégica da empresa quanto aos resultados financeiros esperados e aos mercados a que pretende servir, e também adaptados ao ambiente em que se insere. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  18. Critérios de Desempenho Operacional • Preço / Custo • Custo de Produzir • Custo de Produzir o Produto • Custo de Servir • Custo de entregar e servir o cliente CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  19. Critérios de Desempenho Operacional • Velocidade • Acesso • Tempo e facilidade para ganhar acesso à operação • Atendimento • Tempo para iniciar o atendimento • Cotação • Tempo para cotar preço, prazo, especificação • Entrega • Tempo para entregar o produto CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  20. Critérios de Desempenho Operacional • Confiabilidade • Pontualidade • Cumprimento dos prazos acordados • Integridade • Cumprimento das promessas feitas • Segurança • Segurança pessoal ou de bens do cliente • Robustez • Manutenção do atendimento mesmo que algo dê errado CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  21. Critérios de Desempenho Operacional • Qualidade • Desempenho • Características primárias do produto • Conformidade • Produto conforme as especificações • Consistência • Produto sempre conforme as especificações • Recursos • Características acessórias do produto CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  22. Critérios de Desempenho Operacional • Qualidade • Durabilidade • Tempo de vida útil do produto • Confiabilidade • Probabilidade de falha do produto no tempo • Limpeza • Asseio das instalações de operação • Conforto • Conforto físico do cliente oferecido pelas instalações CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  23. Critérios de Desempenho Operacional • Qualidade • Estética • Características (das instalações e produtos) que afetam os sentidos • Comunicação • Clareza, riqueza, precisão e freqüência da informação • Competência • Grau de capacitação técnica da operação CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  24. Critérios de Desempenho Operacional • Qualidade • Simpatia • Educação e cortesia no atendimento • Atenção • Atendimento atento CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  25. Critérios de Desempenho Operacional • Flexibilidade • Produtos • Habilidade de introduzir/modificar produtos economicamente • Mix • Habilidade de modificar o mix produzido economicamente • Entregas • Habilidade de mudar datas de entrega economicamente CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  26. Critérios de Desempenho Operacional • Flexibilidade • Volume • Habilidade de alterar volumes agregados de produção • Horários • Amplitude de horários de atendimento • Área • Amplitude de área geográfica na qual o atendimento pode ocorrer CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  27. Abordagem Genérica Clientes Concorrentes Importância relativa dos critérios de desempenho Desempenho comparado dos critérios de desempenho Análise simultânea Prioridades de ação em operações CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  28. Importância estratégica dos critérios • Critérios Ganhadores de Pedidos • 1. Proporciona vantagem crucial junto aos clientes – é o principal impulso da competitividade • 2. Proporciona importante vantagem junto aos clientes – é sempre considerado • 3. Proporciona vantagem útil junto à maioria dos clientes – é normalmente considerado CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  29. Importância estratégica dos critérios • Critérios Qualificadores • 4. Precisa estar pelo menos marginalmente acima da média do setor • 5. Precisa estar em torno da média do setor • 6. Precisa estar a pouca distância da média do setor CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  30. Importância estratégica dos critérios • Critérios Pouco Relevantes • 7. Normalmente não é considerado pelos clientes, mas pode tornar-se mais importante no futuro • 8. Muito raramente é considerado pelos clientes • 9. Nunca é considerado pelos clientes e provavelmente nunca o será CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  31. Comparação com a concorrência • Melhor que a concorrência • 1. Consistente e consideravelmente melhor do que nosso melhor concorrente • 2. Consistente e claramente melhor do que nosso melhor concorrente • 3. Consistente e marginalmente melhor do que nosso melhor concorrente CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  32. Comparação com a concorrência • Igual à concorrência • 4. Com freqüência marginalmente melhor do que nosso melhor concorrente • 5. Aproximadamente o mesmo da maioria de nossos concorrentes • 6. Com freqüência, a uma distância curta atrás de nossos principais concorrentes CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  33. Comparação com a concorrência • Pior do que a concorrência • 7. Usual e marginalmente pior que a maioria dos nossos principais concorrentes • 8. Usualmente pior do que a maioria dos nossos concorrentes • 9. Consistentemente pior do que a maioria dos nossos concorrentes CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  34. Análise simultânea Importância x Desempenho CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  35. Estratégias (Prioridades Competitivas) 5 5 Manutenção desta posição CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  36. Estratégias (Prioridades Competitivas) 5 B 9 Trajetória B -> Esforços com alta prioridade 9 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  37. Estratégias (Prioridades Competitivas) A 8 Trajetória A -> É qualificador e você não está concorrendo. Maior esforço 8 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  38. Estratégias (Prioridades Competitivas) 3 J Trajetória J -> Conter recursos e deixar ficar igual 3 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  39. Estratégias (Prioridades Competitivas) M 3 J Trajetória M -> Valorizar o critério junto ao cliente - Mkt 3 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  40. Estratégias (Prioridades Competitivas) K M 3 J Trajetória K -> Busca de novos mercados 3 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  41. Estratégias (Prioridades Competitivas) 4 D Trajetória D -> Valorizar junto ao cliente - Mkt 4 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  42. Estratégias (Prioridades Competitivas) 4 D L Trajetória L -> Conter recursos e deixar ficar igual 4 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  43. Estratégias (Prioridades Competitivas) I 7 Trajetória I -> Pouca Prioridade 7 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  44. Estratégias (Prioridades Competitivas) C 6 Trajetória C -> Alguma prioridade 6 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  45. Estratégias (Prioridades Competitivas) E 1 Trajetória E -> Sensibilizar o mercado 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  46. Estratégias (Prioridades Competitivas) G E 1 Trajetória G -> Busca de novos mercados 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  47. Estratégias (Prioridades Competitivas) 1 F 2 Trajetória F -> Se tiver potencial, transforme em 2 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  48. Conclusão • O Planejamento Estratégico tem que ser feito • O Planejamento Estratégico deve ser feito (ou revisto) anualmente ou sempre que um evento relevante indique que seja hora de “repensar” a estratégia • A Estratégia não é um evento de 1 semana. Ela deve estar na cabeça dos gestores / líderes SEMPRE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  49. Medidas e Avaliação de Desempenho CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP

  50. Medidas e Avaliação de Desempenho • PORQUE VEM GANHANDO IMPORTÂNCIA? • Nova natureza dos negócios (novos sistemas de custeio) • Competitividade mais acirrada • Necessidade de melhoramento contínuo • Mudança nas demandas externas ( ISO, Auditorias de clientes, Certificações ) CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICA SENAI - SP