mesopot mia n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
mesopotâmia PowerPoint Presentation
Download Presentation
mesopotâmia

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 140

mesopotâmia - PowerPoint PPT Presentation


  • 146 Views
  • Uploaded on

mesopotâmia. Etimologia (significado). Os Rios. • Tigre “leste” • Eufrates “oeste”. • Meso : “no meio” “entre” • Potamós : “rios”.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'mesopotâmia' - ownah


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
mesopot mia
mesopotâmia

Etimologia (significado)

Os Rios

• Tigre

“leste”

• Eufrates

“oeste”

• Meso:

“no meio”

“entre”

• Potamós:

“rios”

slide2

• A civilização mesopotâmia foi na verdade, um conjunto de Povos diferentes , que habitaram a região localizada entre os rios Tigre e Eufrates.• Muitos Povos se sucederam na ocupação da Mesopotâmia, como os Sumérios, Acádios, Babilônios, Caldeus e Assírios

slide3

• Embora esses Povos apresentassem muitas diferenças entre si, o intenso intercâmbio mantido entre eles tornou possível a formação de culturas semelhantes, com diversos aspectos religiosos, sociais, militares, e econômicos em comum.

slide4

• As semelhanças que iremos observar, podem ser explicadas principalmente pelas guerras de conquista do território, que eram feitas de maneira sistemática.

slide8

• A Mesopotâmia estava localizada entre áreas montanhosas e desérticas, na extremidade Oriental do Crescente Fértil• Dividia-se em 2 áreas com características naturais diferentes.

dividida em 2 partes
Dividida em 2 partes

Norte

sul

• O Sul da Mesopotâmia tinha planícies férteis que favoreciam a agricultura

• O Norte da Mesopotâmia era uma região montanhosa e de solo árido (com pouca umidade)

norte
norte

• Na faixa de terra que vai do norte da região onde hoje se localiza Bagdá até a atual Turquia, o regime de chuvas propiciado pela cadeia montanhosa da Anatólia era bastante regular.

slide11
sul

• Na faixa de terra que vai de Bagdá até o Golfo Pérsico é uma região de planície com desertos, lagos e pântanos formados pelos rios Tigre e Eufrates.

• Embora nessa região não houvesse chuvas regulares, o solo, formado por gigantescos depósitos de lodo, carregado pelos dois rios, eram ricos em minerais, por isso para que a vida no sul da Mesopotâmia fosse possível era preciso controlar as cheias dos rios.

slide12

• O desenvolvimento da agricultura e da pecuária foi modificando a forma como os grupos de humanos se organizavam• Como alguns deles começaram a controlar a produção de alimentos, permaneciam mais tempo nos lugares que ocupavam, passando a formar grandes aldeias agrícolas e pastoris.

slide13

• Os Povos mesopotâmios adaptaram-se inteligentemente às condições naturais da região.• Construíram diques e barragens para conter as enchentes dos rios.• Construíram canais de irrigação para levar água desses rios até os lugares mais secos.

slide17

Impérios MesopotâmiosFonte: Kandir, H.; Algemam, W. Atlas Histórico Mundial: De los Orígenes a larevolución francesa, MadridIstmo 2000.

slide20

• Tribos vindas do Leste se fixaram na Baixa Mesopotâmia (região sul), nos pântanos de Sumer, formou-se ali um agrupamento que se tornou conhecido como Suméria• Os pântanos surgiam das regiões alagadas pelas cheias dos rios, cujas águas, quando baixavam, cobriam os terrenos de lodo, que, ao mesmo tempo, fertilizava o solo.

eridu
Eridu

• Foi a primeira cidade criada pelos Sumérios

• Era formada por uma área de terra seca rodeada de águas

• Eridu nasceu de um templo, onde segundo a tradição suméria, o homem deveria servir a deus e ao templo.

slide24

• Cidades como Ur, Uruk, Nipur e Lagash alcançaram um grau de estruturação que as tornaram centros de dominação de vilas e aldeias menores nas suas proximidades

slide25

• Estas cidades eram independentes entre si• Cada qual tinha uma divindade protetora e um governo próprio• A esse tipo de cidade se dá o nome de Cidade-Estado.• As cidades viviam em constantes disputas pelo poder, o que as enfraquecia, favorecendo a invasão de outros povos. Alguns desses povos se estabeleceram na região e chegaram, inclusive a dominar os sumérios, absorvendo sua cultura e unificando os governo de suas cidades

slide26

• Ao se estabelecer a princípio em casas feitas de tijolos, os Sumérios ao longo do IV e do III milênios antes de Cristo, aprimoraram utensílios que para a época eram muito avançados como a roda de olaria e a metalurgia do cobre e do bronze.

slide27

• Foram os sumérios quem inventaram a escrita Cuneiforme, ou seja, escreviam em argila que tinham formato de pequenas cunhas de junco, por isso o nome.

zigurates
Zigurates

• Eram centros religiosos e laboratórios astronômicos

slide33

• Foram descobertas estatuetas sumérias de 2400 anos a.c. com posições comuns, onde todas estavam com braços dobrados sobre o peito parecendo indicar um gesto de prece ou de adoração aos deuses.

estandarte de ur
Estandarte de Ur

• O Estandarte de Ur é um dos mais representativos “Documentos Históricos” da sociedade Mesopotâmica

slide37

• O Estandarte de Ur é um mosaico composto de 2 painéis:• Um painel mostra o Rei e seus súditos.• O outro mostra cenas relativas as guerras.• A arte, assim como o comércio a guerra e a religião eram atividades amplamente praticadas na mesopotâmia.

slide38

A imagem que vemos é a da Caixa de Urou Estandarte Real de Ur. Com 45 centímetrosde largura, essa caixa de madeira ricamentetrabalhada foi feita para servir como caixade ressonância de um antigo instrumento decordas. As figuras esculpidas em suas duasfaces foram feitas com pedaços de conchas ede calcário aplicados sobre um fundo de lápis--lazúli, um mineral de cor azul-marinho.

slide39

As cenas mostradas visam narrar umasequência de fatos, tal como em uma históriaem quadrinhos. Só que, para entendermosa narrativa, precisamos acompanhá-la emzigue-zague e de baixo para cima.

slide40

No painel inferior, as duas primeirastiras (de baixo para cima) foram elaboradaspara serem lidas da esquerda para a direita;já a terceira é para ser lida da direita para aesquerda. O mesmo ocorre no painel superior,ou seja, da esquerda para a direita as duasprimeiras tiras (de baixo para cima), e dadireita para a esquerda, a terceira. O tema dopainel superior é a guerra; já o painel inferiorfocaliza um banquete em comemoração àvitória na guerra.

painel superior
Painel superior

•Na primeira tira desse painel de baixo

para cima vemos a tropa do rei atacando

com quatro carros puxados por cavalos

que atropelam os corpos dos inimigos

slide42

•Emcada carro há dois guerreiros sumérios: umcondutor, que, como a palavra diz, conduz ocarro, e um lanceiro, encarregado de atingiros inimigos

slide43

• Essa divisão de tarefas tinha umarazão de ser: era difícil dirigir um carro deguerra e, ao mesmo tempo, arremessar lançascom precisão. Percebe-se que os lanceiroseram bem treinados, pois é preciso ter muitahabilidade para acertar alvos móveis estandotambém em movimento.

slide45

Na segunda tira, de baixo para cima, vemosdois guerreiros sumérios aprisionando inimigos.Eles usam mantos grossos e elmos (feitosprovavelmente de couro). O que está à frentedos demais porta o que parece ser uma espadae tem ao lado um inimigo ferido no chão.

slide47

Na terceira tira, ao centro, vemos o reirecebendo os prisioneiros de guerra queagora são seus escravos. Note que o reiestá retratado em tamanho maior (paradestacar sua importância) que o das demaispessoas, enquanto alguns dos prisioneiros sãomostrados nus e com o pescoço amarradopor cordas.

slide48

Os soldados que conduzem osprisioneiros não são os mesmos das duas tirasanteriores: carregam armas mais leves e nãousam mantos nem elmos. Entre as pessoasque acompanham o rei há uma muitomenor que as demais, que aparece junto aoscavalos. Pode ser uma criança ou um adultoque apresenta nanismo.

painel inferior
Painel inferior

• Nas duas primeiras tiras de baixo para

cima desse painel vemos um cortejo em

que os súditos do rei carregam fardos

aparentemente pesados, contendo os

“ingredientes” do banquete: animais como

bois, cabras e carneiros, cereais e artigos

manufaturados.

slide52

Na terceira tira de baixo para cima, vemosa cena do banquete: o rei, representado emtamanho maior, encontra-se sentado nocanto superior esquerdo e veste uma saia depele trabalhada (o que sugere sua posição eriqueza). O rei está sentado de frente paraseus convidados e é o único com dois criadospara servi-lo: um está de pé, atrás dele, eo outro, à sua frente.

slide53

Em frente ao rei hátambém seis nobres sentados que talvezsejam membros da família real. Há um criadoem pé voltado para eles e pronto para servi--los. O banquete é regado a música, comopode ser notado pelos dois personagens nocanto superior direito: um deles toca uminstrumento parecido com a harpa, o outro éprovavelmente um cantor. Ambos mostram--se empenhados em entreter o rei e seusconvidados.

slide55

Essa caixa de Ur foi encontrada emuma tumba real escavada pelo arqueólogobritânico Leonard Wooley, na década de1930. Com mais de 4 500 anos de idade,esse artefato tem especial importância parao conhecimento dos sumérios, povo que deuuma contribuição decisiva para a história e acultura da Mesopotâmia.

slide57
O governo era chefiado por um Rei, que ao mesmo tempo acumulava o cargo de chefe militar, e as vezes, de principal sacerdote
slide58

• As Cidades-Estado eram aglomerados urbanos que possuíam leis próprias e compreendiam, além do núcleo urbano, aldeias e cidades menores que as cercavam, esse sistema poderia perfeitamente ser comparado com o que hoje conhecemos como REGIÕES METROPOLITANAS

slide59

• Os Órgãos coletivos eram chamados de Conselho dos Notáveis• Reuniam os membros da elite local eram os líderes das tribos, homens livres que compunham a minoria da população• Esses homens decidiam o andamento das atividades, os impostos a serem pagos e os serviços, que o restante da sociedade sumeriana deveria se submeter.

slide60

• A Principal base da economia suméria era a agricultura e a pecuária.=> trigo, cevada, legumes, frutas, lentilha e gergelim => ovelhas, cabras, porcos, bois, burros,gansos e patos.

slide61

• Os Sumérios foram os primeiros povos a utilizar veículos com rodas• Eram bons comerciantes, e faziam negócios tanto com cidades próximas quanto lugares distantes como os povos da Índia.• Os Sumérios descobriram a Astronomia, inventaram a matemática e inventaram as primeiras leis

slide65

•A rivalidade secular entre as principais cidades-Estado Sumérias que enfraqueceram em lutas internas ao longo da história, terminou provocando sua derrota diante dos inimigos externos.•Quando os Acádios, pastores nômades do deserto invadiram a Suméria, vindos do norte, não tiveram dificuldade em conquistar a região em 2300 a.c.•Sob o comando de Sargão I, que se autoproclamava“Rei das quatro regiões da Terra”

slide66

•O Imperador dos Acádios Sárgão I então submeteu as cidades-Estado de todo o sul da mesopotâmiaincluido o Elam e o litoral da Síria, e desta forma obtiveram o controle das rotas comerciais( Ver foto do Rei sargão I na página 58 do livro didático)

slide70

•Os Acádios expandiram-se em direção ao norte, dominaram terras para além da Mesopotâmia e assim constituíram um Império forte e unificado, porém não conseguiu manter essa unificação por muito tempo, e rebeliões internas não deixaram que o o recém formado Império Acádio durasse mais de 300 anos.

slide71

•Um povo conhecido como Amorita vindo do deserto da Arábia, por volta dos anos 1900 a.c. invadiram e dominaram a região formando assim o primeiro Império Babilônio.(A palavra Semita é de origem hebraica e provém de Sem, nome do filho de Noé, alguns povos do oriente são referidos dessa forma).

slide73
•Depois de muitos séculos de agitação política e militar a Mesopotâmia conheceu um personagem que revolucionou a sua História.
slide74

• Entre os anos 2000 e 1750 a.c. nasceu o velho império babilônio, cujo seu maior líder, fez da Babilônia a capital de um império que dominou tudo e todos, do Golfo pérsico até a Assíria, o nome desse líder eraHamurabi.

slide77

• O que fez dessa cidade-Estado o maior cenário, e de seu líder um dos maiores da Antiguidade foi a eficiência de um governo amparado no mais antigo e conhecido conjunto de leis da História.

o c digo de hamurabi foi descoberto na cidade de susa em 1901 foi gravado em alfabeto ac dio
• O Código de Hamurabi foi descoberto na cidade de Susa em 1901.• Foi gravado em alfabeto Acádio.
slide80

“ O Código de Hamurabi não é o mais antigo corpo legal da Antiguidade. • Urukagina de Lagash 3000 anos a.c. • O código de Lipit-Istar de Isin do rei UR-Nammu 2050 a.c. • O mais antigo código de leis até hoje conhecido é o do rei Bilalanma de Esnunna que reinou no século XIX a.c.”

slide82

“• Epílogo das leis de justiça que Hamurabi, o Rei sábio, estabeleceu.• Uma lei de direito, estatuto piedoso ele ensinou á Terra. Hamurabi, o rei protetor sou eu. • Os grandes deuses me chamaram, sou o pastor que traz a salvação e a boa sombra que se espalha sobre a minha cidade. Do fundo do meu coração amo a todos os habitantes da Terra da Suméria e Acádia; em meu refúgio, deixo-os repousar em paz, na minha profunda sabedoria eu os protejo.

slide83

• Para que o forte não prejudique o mais fraco, a fim de proteger as viúvas e os órfãos, ergui a Babilônia o templo cujas fundações são tão firmes quanto o céu e a Terra; para falar de justiça a toda a Terra, para resolver todas as disputas e sanar todos os ferimentos, elaborei essas palavras preciosas, escritas sobre meu memorial de pedra, ante minha imagem , como rei de tudo que é certo e direito. • O rei que governa dentre os reis da cidades, este sou eu. Minhas palavras são tidas em alta conta; não há sabedoria que á minha se compare.”

slide85

• Se um homem cegou o olho de um homem livre, o seu próprio olho será cego.• Se cegou o olho de um escravo, ou quebrou-lhe um osso, pagará metade do seu valor.• Se uma taberneira, em cuja casa se reuniram malfeitores, não prendeu esses malfeitores e não os conduziu ao palácio: essa mulher será morta.• Se um filho bateu em seu pai: cortarão suas mãos.

slide86

• Se um médico tratou, com faca de metal, a ferida grave de um homem e lhe causou a morte ou lhe inutilizou o olho, as suas mãos serão cortadas.• Se um homem tiver arrancado os dentes a um homem de sua categoria, os seus próprios dentes serão arrancados.• Se um construtor fizer uma casa e esta cair matando o dono, este construtor será morto.

slide88

“ Os babilônios criaram um calendário especial, segundo o qual o ano foi dividido em 12 meses, e os meses, em semanas de 7 dias.Qual calendário segue esse mesmo roteiro????

a diferen a era que o dia babil nico era dividido em apenas 12 horas com 120 minutos cada uma
A diferença era que o dia babilônico era dividido em apenas 12 horas, com 120 minutos cada uma.”
slide91

• Dominavam a matemática, bastante necessária para os seus cálculos comerciais.• Descobriram a álgebra, chegaram ás quatro operações básicas. • Criaram a raiz quadrada e a raiz cúbica, e dividiram a circunferência em 360 partes iguais.

na literatura dois mitos sum rios ganharam destaque entre as obras que chegaram at os nossos dias
Na Literatura, dois mitos sumérios ganharam destaque entre as obras que chegaram até os nossos dias.
o mito da cria o a epopeia de gilgamesh gravado em escrita cuneiforme a aproximadamente 2000 a c
• O Mito da Criação• A Epopeia de Gilgamesh ( gravado em escrita cuneiforme a aproximadamente 2000 a.c.).
slide95

“Os Hititas deixaram como herança a manipulação do ferro, transformando-os em ferramentas e armas de guerra, mas principalmente, dos Hititas, ficou de herança um idioma Indo-Europeu, que serviu como base para a maioria dos idiomas falados na Europa atual.”

slide96

Usaram e abusaram de técnicas de manipulação do ferro na confecção de carros com rodas de raios, bem mais leves e fáceis de manobrar que os pesados carros de rodas compactas dos Sumérios.

slide103

“Educados desde a infância, sob um rígido serviço militar, os soldados assírios eram distribuídos e treinados em vários corpos especializados, arqueiros, escudeiros, cavaleiros.Usavam armas de ferro, e causavam devastação pelos lugares que passavam.Ganharam fama por todos os lugares.”

slide104

Em conseqüência de tanto sofrerem invasões e serem saqueados e expulsos de suas terras por povos vizinhos, resolveram se preparar para a defesa.A sociedade assíria era composta por 90% dos seus habitantes militares, começavam a aprender técnicas de guerra desde os 7 anos de idade. Tinham uma disciplina muito forte, obedeciam ordens de seus superiores sem questioná-las.

slide108

Após a morte do Rei Asarhaddão iniciou-se uma guerra civil entre seus seus dois filhos Assurbanipal e Chamás-Chum-Uquim.Tal guerra só terminada após 3 anos de cerco da Babilônia. Finalmente, Chamás-Chum-Uquim morreu no seu próprio palácio e Assurbanipal deu-lhe um funeral digno, e vingou-se dos outros rebeldes:

slide109
"Eu alimentei com seus cadáveres, cortados em pedaços pequenos, cães, porcos, abutres, águias, os pássaros do céu e os peixes do oceano".
slide111

“Construí uma torre de sustentação encostada a porta da cidade e esfolei todos os maiorais... E revesti a torre com suas peles: alguns eu emparedei dentro da torre; a outros, empalei em estaca sobre as torres... E cortei os membros dos seus oficiais... Muitos dos prisioneiros, eu queimei em fogo: a outros eu cortei a cabeça e os dedos: a outros, cortei o nariz e as orelhas... E, de muitos, eu arranquei os olhos... Aos mancebos e as moças, lancei na fogueira...”ASSURBANIPAL, Imperador assírio.

slide113
“Apesar de ser lembrado pela crueldade, Assurbanipal também deu sua contribuição a literatura.Construiu a Biblioteca de Niníve”
placa contendo parte da epopeia de gilgamesh atualmente pertencente aomuseu brit nico
Placa contendo parte da “Epopeia de Gilgamesh”, atualmente pertencente aoMuseu Britânico.
placa v nus de ammisaduqa com previs es astrol gicas atualmente pertencente aomuseu brit nico
Placa "Vênus de Ammisaduqa", com previsões astrológicas, atualmente pertencente aoMuseu Britânico.
slide122

•Batalhas, vitórias, um novo Rei é revelado ao mundo.•Jerusalém é conquistada duas vezes.•Egito e Judéia se rebelam contra Babilônia, Judéia é extinta e os judeus viram um povo sem reino.

slide126

A Nova babilônia foi o palco das artes, da engenharia, da matemática, das ciências astronômicas e da soberba.Nabucodonosor construiu 2 das 7 Maravilhas do Mundo Antigo, Os Jardins Suspensos da Babilônia e o Portal de Ishtar

slide127
• As Muralhas da Babilônia com 100 metros de altura e 30 metros de largura tornavam ela a cidade mais bem protegida do mundo antigo.
slide130

“Segundo Heródoto de Halicarnasso, Nabucodonosor construiu os jardins para a sua rainha preferida, Semíramis, que, tendo nascido na Pérsia (atual Irã), estava acostumada a viver entre árvores e flores.Os enormes terraços, irrigados artificialmente por potentes bombas que bombeavam água do Eufrates até o alto dos jardins”

slide133

• Império arquitetônico descoberto pelo arqueólogo alemão Robert Koldewey.• Azulejos das paredes laterais do caminho que levava ao castelo de Nabucodonosor.• Museu Pergamon em Berlin na Alemanha.• Leões de nos muros do caminho que levava ao portal de Ishtar

slide134

• Foi construída por volta de 575 a.C. por ordem do rei Nabucodonosor no lado norte da cidade.•Dedicado à deusa babilônica Ishtar, o portal foi construído em fileiras de azulejos azuis brilhantes•Originalmente o portal foi considerado uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo, sendo substituído pelo Farol de Alexandria algumas centenas de anos a frente.

em 539 a c ciro ii da p rsia aproveitou se da situa o da cidade e atacou a conquistando a
“Em 539 a.C. Ciro II da Pérsia aproveitou-se da situação da cidade e atacou-a, conquistando-a”