a gest o escolar e o secret rio da escola n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
A gestão escolar e o secretário da escola PowerPoint Presentation
Download Presentation
A gestão escolar e o secretário da escola

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 24

A gestão escolar e o secretário da escola - PowerPoint PPT Presentation


  • 127 Views
  • Uploaded on

A gestão escolar e o secretário da escola. Caldas Novas, março de 2010. POR ONDE COMEÇAR!!!. Saudação inicial dos Maias, povos ancestrais do México e da Guatemala In Lake`ch ! “Eu sou um outro Você!”. Existirmos, a que será que se destina? (Música Cajuína de Caetano Veloso).

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'A gestão escolar e o secretário da escola' - osma


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
por onde come ar
POR ONDE COMEÇAR!!!

Saudação inicial dos Maias, povos ancestrais do México e da Guatemala

  • In Lake`ch!

“Eu sou um outro Você!”

Company Logo

slide3

Existirmos, a que será que se destina?

(Música Cajuína de Caetano Veloso)

gest o e administra o
Gestão e Administração
  • Gerir e administrar uma instituição é fazê-la atingir seus objetivos.
  • A escola objetiva cuidar para que todos aprendam – a gestão é de um espaço educativo – para os alunos (principalmente), para os professores e servidores, para a comunidade escolar.
  • Se é administrar para o ensino-aprendizagem de qualidade é necessário organização, planejamento, projeto e normas.

Company Logo

gest o democr tica
Gestão Democrática
  • No Brasil a gestão democrática da Educação é princípio constitucional (Art. 206, VI).
  • O que é democracia?
  • O que é gerir/administrar com democracia?
  • Em uma tradução livre podemos definir democracia como: a assembléia dos humanos, no espaço público, ativos,visíveis, autônomos, conscientes, donos da fala e da palavra, produtores e sujeitos do conhecimento.

Company Logo

ent o todos os gestores
Então TODOS os gestores...
  • TODOS os gestores da escola devem criar as condições para que esse espaço público se desenvolva assim.
  • É tudo aprendizado. A democracia, também, pode ser a construção da PAZ na escola, a composição dos conflitos, a construção de uma escolas de todos e para todos.

Company Logo

a burocracia e as normas
A burocracia e as normas
  • Como ser democrático em uma instituição cheia de normas e burocrática.
  • Como é a relação da democracia com as normas, a burocracia, os documentos. Princípios do Art. 37 da Constituição: Igualdade, legalidade, publicidade, impessoalidade, eficiência, eficácia, proporcionalidade e razoabilidade.
  • Disciplina e regras.

Company Logo

o secret rio quem ele
O secretário quem é ele?
  • Na hierarquia administrativa dos estabelecimentos de ensino, o secretário vem logo depois do diretor. Ele orienta e organiza todo o setor administrativo,assina documentos e responde pela escola em diversos assuntos. Por isso, é importante aperfeiçoar o trabalho desse profissional. (SCHULLAN, 2006).

Company Logo

o mulfuncional
O mulfuncional

Em suas funções diárias, o (a) secretário(a) deve ser mais do que uma pessoa encarregada de digitação da correspondência, manutenção do arquivo e atendimento de telefonemas.

Às vezes, esse profissional é a ponte entre aqueles que tomam decisões gerenciais e os que executarão tais decisões; muitas vezes, porém, toma decisões e executa tarefas relevantes e decisivas para a instituição. É, pois, nesse momento, verdadeiro assessor, função que exige competências e formação básica bem específicas. (MEDEIROS e HERNANDES, 1999, p. 17).

Company Logo

conversa de alice com o gato in alice no pa s das maravilhas lewis carroll
Conversa de Alice com o gato in Alice no país das maravilhas – Lewis Carroll

Alice: _Poderia me dizer o caminho que devo pegar para ir embora daqui?

Gato: _ Depende para onde você quer ir.

Alice: _ Não me importa muito para onde.

Gato: _ Então não importa que caminho tome.

slide11

“O senhor... Mire veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas – mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam. Verdade maior. É o que a vida me ensinou. (...).” RiobaldoTatarana

Grande Sertão: Veredas – Guimarães Rosa

Company Logo

burocracia eduardo galeano
BUROCRACIA (Eduardo Galeano)

No meio do pátio desse quartel havia um banquinho.Junto ao banquinho, um soldado montava guarda.Ninguém sabia porque se montava guarda para o banquinho.A guarda era feita porque sim, noite e dia, todas as horas,e de geração em geração os oficiais transmitiam a ordem e os soldados obedeciam. Ninguém nunca questionou. Assim era feito, e sempre tinha sido feito. E assim continuouaté que alguém não se sabe qual general ou coronel, quis conhecer a ordem original. Foi preciso revirar os arquivos a fundo. E depois de muito procurar, soube-se.Fazia trinta e um anos, dois meses e quatro dias,que um oficial tinha mandado montar guarda junto ao banquinho,que fora recém pintado,para que ninguém sentasse na tinta fresca. LIVRO DOS ABRAÇOS

Company Logo

o que educa o
O que é educação?
  • Etimologia:

EDUCERE – Tirar de dentro – parir – aquilo que cada um de nós já trazemos;

EDUCARE – Alimento – aquilo que vem de fora e é processado e transformado;

DUCA – disposição, acompanhamento, organização.

Educação é o sentido completo de suas raízes.

constitui o federal
CONSTITUIÇÃO FEDERAL

Art. 205 – Educação é direito de TODOS

educa o e escola
Educação e Escola
  • Educação é tudo!
  • Também pode ser escolar.
  • Educação escolar é formal.
  • Educação no sentido lato é informal.
  • Escola – espaço público “sagrado” de trabalho de todo o conhecimento humano com o objetivo de formar para opleno desenvolvimento da pessoa, para o exercício da cidadania, para o mundo do trabalho e para o prosseguimento de estudos.
escola
Escola
  • Scholé – tempo livre para criar;
  • Espaço do diverso e do plural;
  • Espaço mesa ao invés de prateleira;
  • Espaço de relações sadias e emancipadoras;
  • Espaço de criação;
  • Espaço de reconhecimento das diferenças e das desigualdades;
  • Espaço reparador e regenerador.
para que serve a escola
Para que serve a escola?

Para aprender, mas não é qualquer aprendizado. Ele deve ser:

  • Significativo;
  • Cumulativo;
  • Emancipador;
  • Cidadão;
  • empreendedor
o aprendente e a escola
O aprendente e a escola
  • No interior de cada comunidade humana (a escola inclusive) devemos responder a certas questões cruciais:

Quem eu sou (minha identidade psicológica, sexual e afetiva)?

Como posso conhecer a realidade em que vivo (minha identidade cognitiva)?

E como devo me relacionar com os outros (minha identidade moral)?

Company Logo

slide21

Invictus

Autor: William E. Henley

Do fundo desta noite que persiste A me envolver em breu - eterno e espesso,A qualquer deus - se algum acaso existe,Por minha alma insubjugável e indestrutível agradeço.

Nas garras do destino e seus estragos,Sob os golpes que o acaso atira e acerta,Nunca me lamentei - e ainda tragoMinha cabeça - embora em sangue - ereta.

Além deste oceano de lamúria,Somente o Horror das trevas se divisa; Porém o tempo, a consumir-se em fúria,Não me amedronta, nem me martiriza.

Por ser estreita a senda - eu não declino,Nem por pesada a mão que o mundo espalma;Eu sou dono e senhor de meu destino;Eu sou o comandante de minha alma.

o poema que mandela recitava na pris o por 27 anos para fugir da loucura
O poema que Mandela recitava na prisão por 27 anos para fugir da loucura...

Invictus

Autor: William E. Henley

Do fundo desta noite que persiste A me envolver em breu - eterno e espesso,A qualquer deus - se algum acaso existe,Por minha alma insubjugável e indestrutível agradeço.

Nas garras do destino e seus estragos,Sob os golpes que o acaso atira e acerta,Nunca me lamentei - e ainda tragoMinha cabeça - embora em sangue - ereta.

Além deste oceano de lamúria,Somente o Horror das trevas se divisa; Porém o tempo, a consumir-se em fúria,Não me amedronta, nem me martiriza.

Por ser estreita a senda - eu não declino,Nem por pesada a mão que o mundo espalma;Eu sou dono e senhor de meu destino;Eu sou o comandante de minha alma.

Company Logo

slide23

“Não te deixes destruir...

(...)

Recria tua vida, sempre, sempre.

Remove pedras e planta roseiras

e faz doces. Recomeça.

(...)”

Cora Coralina – Aninha e suas pedras

slide24

Obrigado!

Professor Sebastião Donizete de Carvalho

Coordenador de Ensino Especial da SEDUC-GO

Conselheiro do Conselho Estadual de Educação

donizetecarvalho@gmail.com

donizete.carvalho@seduc.go.gov.br

(62) 3201-3118