Download
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Martha Gabriel PowerPoint Presentation
Download Presentation
Martha Gabriel

Martha Gabriel

181 Views Download Presentation
Download Presentation

Martha Gabriel

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Martha Gabriel Estratégiasem RedesSociais Estratégiasem RedesSociais Imagem fonte: http://www.microsoft.com/presspass/presskits/surfacecomputing/images/image002.jpg

  2. Martha Gabrielwww.martha.com.br / Twitter: marthagabriel / martha@martha.com.br Graduação em Engenharia, UNICAMP Pós-graduação em Marketing, ESPM Pós-graduação em Design, Belas Artes Mestre em Artes, ECA/USP (interfaces de voz, redes sociais) Autora dos livros “Marketing de Otimização de Buscas” – 2008, Ed Esfera, e “SEM e SEO: Dominando o Marketing de Busca”, Ed. Novatec, lançamento em 25/jun/2009 e co-autora do livro “MBA | Executivo”, Ed. Saraiva. BSP Business School São Paulo, professora MBA Universidade Anhembi Morumbi, professora MBA e coordenadora de e-learning UFPR, professora MBA Universidade de São Paulo, pesquisadora e doutoranda na ECA NMD New Media Developers, diretora de tecnologia Upgrade! São Paulo, curadora Palestrante Internacional nas áreas de Marketing, Tecnologia, premiada 3 vezes com o “Best of Track Presentation” nos USA

  3. Martha Gabriel - patrocinada Intelecto Digital Locaweb

  4. Agenda Redes Sociais EstratégiasemRedesSociais Gestão de Crises

  5. REDES SOCIAIS

  6. Redes Sociais… existem há mais de 3000 anos

  7. Redes Sociais … as principais diferenças entre a antiguidade e hoje: COLAPSO do tempo e do espaço

  8. Redes Sociais • A evolução das redes sociais acompanha a evolução das tecnologias de comunicação interativas: • Escrita – Revolução Francesa, 1789 • Correios • Telégrafo • Telefone • Computador(BBS, comunidades online, e-mail) • Chat • IMS • Web 2.0 (read write web) • Redes Sociais on-line (Friendster – 1ª rede social online) • Redes Sociais presenciais (Twitter), 2006 – real time delay

  9. Redes Sociais & Mídias Sociais • RedesSociais- indivíduos (ouempresas) conectadospor um maistiposespecíficos de interdependência, como: • Amizade • Parentesco • Proximidade/Afinidade • TrocasFinanceiras • Ódios/Antipatias • RelaçõesSexuais • Relacionamento de Crenças • Relacionamento de Conhecimento • Relacionamento de Prestígio • MídiasSociais- conteúdo online criadoporpessoasusandotecnologias de publicaçãoaltamenteacessíveis e escaláveis.

  10. Quem usa Redes Sociais? • 10% das pessoas gera 90% do volume de posts (Lei de Pareto) • 40% do se que se fala é bobagem • Taxa de retenção de 40% apenas

  11. Laços Importantes nas Redes Sociais • Tipos de laços nas redes sociais: • fortes quando se caracterizam pela intimidade e proximidade dos pontos • fracos quando caracterizam-se por relações superficiais e esparsas • Os laços fracos devem tomar maior parte de nossas atenções, uma vez que apresentam pontos de mutações constantes, gerando oportunidades e revelando possíveis ameaças iminentes. • Independentemente dos tipos de laços, quanto maior o número de laços, maior a densidade da rede, pois mais conectados estão os indivíduos que fazem parte dela.

  12. Capital Social & Whuffies • Capital social: • Conexão entre indivíduos : redes sociais e normas de reciprocidade e confiança que emergem dela (Putnam ) • Futuro em que o dinheiro não é mais o ponto central das preocupações dos indivíduos e uma nova moeda movimenta as relações sociais, os Whuffies: • reputação que os indivíduos tem sobre determinado assunto, as respectivas conexões feitas por eles entre as redes, o grau de influência que exercem sobre as redes em que participam, o histórico de realizações notórias efetivadas no passado e o grau de confiabilidade adquirida e reconhecida.

  13. Tipos de Plataformas de Social Media e Networks • Wikis – ex: wikipedia • Social Networks – ex: Orkut, Facebook, MySpace • Presence Applications (miniature blogs) – ex:Twitter • Video Sharing – ex: YouTube • Virtual Reality – ex: Second Life • Events – ex: Upcoming • News Aggregation – ex: Digg, Reddit • Photo Sharing – exLFlickr, Zoomr, PhotoBucket • Livecasting – ex: justin.tv • Episodic online videos – ex: YourTruman-Show • Media Sharing – ex: Izimi, Twango • Music Sharing – ex: last.fm, pocketfuzz • Social Bookmarking – ex: del.icio.us, ma.gnolia.com, blinklist • Social Network Aggregators – ex: socialthing!, socialstream, profilactic

  14. Mães

  15. Divórcio

  16. Skoob – leitura / livros

  17. Fumantes

  18. Personal Trainer

  19. Aprendizado de idiomas - LiveMocha

  20. Beautiful People

  21. Bebuns & Bares

  22. Geeks

  23. Marcas - Drimio

  24. Cirurgia Plástica

  25. Previsões

  26. Sonhos

  27. Redes Sociais impactam o marketing principalmente no P de Promoção – comunicação

  28. Comunicação NÃO RESOLVE problema de produto Source: http://www.freakingnews.com/NASA-Design-Pictures--424-2.asp

  29. Redes Sociais que + crescem no Brasil

  30. Agenda Redes Sociais EstratégiasemRedesSociais Gestão de Crises

  31. Estratégias em Redes Sociais SMM, SMO, WOMM

  32. TECNISADigitalvs.Homem-seta Case de Sucesso Fonte: http://www.slideshare.net/gustavo.reis/gustavo-reis-tecnisa-utilizao-de-mdias-digitais

  33. Burger King | Whopper Sacrifice(Leão de Ouro e Titanium – Cannes 2009) Case de Sucesso

  34. Case de Ameaça • U$ 180 milhões até ago/2009 (NYTimes) • 7.5 mihões exibições • 41 mil avaliações com média 5 estrelas http://www.youtube.com/watch?v=5YGc4zOqozo United Breaks Guitars – Dave Carrol

  35. Case de Fracasso • Wal-Mart & Teens - 2006 • A tentativa do Wal-Mart de criar uma rede social focada em adolescentes (The Hub) foi um fracasso terrível e a rede foi fechada em meses. • Por que? A rede era destinada para os jovens expressarem sua individualidade, mas o Wal-Mart monitorava todo o conteúdo e informava os pais dos jovens quando seus filhos aderiam à rede e proibiam que os usuários enviassem e-mails uns aos outros. • De quem foi essa ideia brilhante?

  36. The Cluetrain Manifesto • A Internet muda tudo. • Mercados começaram como conversas. • A Internet torna o marketing em conversas novamente. • A Internet subverte hierarquias. • Mercados online SÃO MUITO DIFERENTES dos mercados de massa. • Empresas precisam adquirir senso de humor. • Senso de humor envolve HUMILDADE, HONESTIDADE, VALORES e um PONTO DE VISTA. • As empresas estão com medo. • Omedomantém as empresas distantes de seus consumidores. • A Internetforça as empresas a adquirir intimidade com seus consumidores.

  37. Social Media Marketing (SMM) e Social Media Optimization (SMO) • SMM é o processo que usa os sites de redes sociais para promover um determinado website, aumentar seu tráfego e/ou fidelidade, e principalmente aumentar o ROI. SMM envolve todas as ações internas (on-page) e externas (off-page) ao site com esse objetivo. • SMMprocesso todo de marketing de otimização, incluindo tanto as ações internas (SMO / on-page) quanto as externas (off-page). • SMO refere-se mais às técnicas de otimização internas do site (on-page)

  38. Estratégias de Social Media • Aumentesualinkability– conteúdointeressante • Torne fácil tagging e bookmarking • Ajudeseuconteúdo a viajar • Encoraje o mashup • Seja um recursopara as pessoas, mesmoqueissonãoteajude • Recompense usuáriosúteis e valiosos • Participe • Saibacomoatingirseupúblicoalvo • Crieconteúdo • Sejaautêntico • Nãotenhamedo de tentar novas coisas, permaneça original • Desenvolvaumaestratégia de SMM • Escolhasabiamentesuastáticas de SMM

  39. Estratégias de Social Media (cont) Torne SMM parte dos seusprocessos de Best Practices – redessociaisrequeremparticipaçãoconstante. Issosignifica um esforçocontínuo– diário. Integresuasestratégias de SMM no seu workflow diário. DICA – SMM estámuitomaisparaMarketing deRelacionamento do queparatecnologia. É precisoentender e gostar de PESSOAS e processos de GESTÃO de RELACIONAMENTO.

  40. Regra de ouro do SMM: “Relationship first and the rest falls into place”

  41. Essência das Estratégias de Comunicação em Redes Sociais “Você é o que você compartilha” • Que histórias você tem para contar? • A quem interessa essas histórias? • O que o seu público-alvo quer receber/ouvir?

  42. The Starfish and the Spider • Catalisadores • Interesse genuíno nos outros • Inúmeras conexões fracas ao invés de poucas conexões fortes. • Habilidade de mapeamento social. • Desejo de ajudar todos que encontram. • Habilidade de ajudar as pessoas a ajudarem a si mesmas (ouvindo e compreendendo) ao invés de dar conselhos. • Inteligência Emotional. • Confiança nos outros e na rede decentralizada. • Inspiração (para os outros). • Tolerância para a ambiguidade. • Abordagem “hands-off” – eles não interferem ou tentam controlar o comportamento dos membros da rede. • Desapego – habilidade de passar pra frente depois de construir uma rede descentralizada, ao invés de tentar tomar o controle.

  43. Regras de ouro do relacionamento • Ética • Educação • Seleção e ajuste das pessoas com quem se relacionar (buscarpessoasinteressantes / se afastar de pessoasnãointeressantes) • Estarrealmenteinteressadona OUTRA pessoa (e nãoemsimesmo) • Dar antes de receber

  44. Agenda Redes Sociais EstratégiasemRedesSociais Gestão de Crises

  45. Crises

  46. A internet NÃO TEM botão de UNDO ou DELETE

  47. Controle e Métricas Era digital  rastros Rastros  Métricas Métricas  Controle

  48. Alavancas do mundo?

  49. Takedown – caçada virtual Kevin Mitnick: engenharia de relacionamento 1995