sistema complemento l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
SISTEMA COMPLEMENTO PowerPoint Presentation
Download Presentation
SISTEMA COMPLEMENTO

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 36

SISTEMA COMPLEMENTO - PowerPoint PPT Presentation


  • 489 Views
  • Uploaded on

SISTEMA COMPLEMENTO. SISTEMA COMPLEMENTO. Composto de aproximadamente 30 proteínas instáveis, sensíveis ao aquecimento e estão presentes no soro na forma inativa Início de síntese no primeiro trimestre da vida fetal Produzidas no fígado e por macrófagos Há 3 maneiras para ocorrer ativação:

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'SISTEMA COMPLEMENTO' - niveditha


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide2

SISTEMA COMPLEMENTO

  • Composto de aproximadamente 30 proteínas instáveis, sensíveis ao aquecimento e estão presentes no soro na forma inativa
  • Início de síntese no primeiro trimestre da vida fetal
  • Produzidas no fígado e por macrófagos
  • Há 3 maneiras para ocorrer ativação:
    • Via Clássica - depende de Ac
    • Via Alternativa
via cl ssica
VIA CLÁSSICA
  • É ativada por uma interação (Ag-Ac).
  • A ligação Ag-Ac provoca uma mudança conformacional no Ac, que abre um sítio de ligação para C1.
  • C1: 6 moléculas C1q, 2 C1s, 2 C1r
  • C1qr2s2 liga-se a 1 IgM ou 2 IgG
  • IgM>IgG3>IgG1>IgG2
slide4

SISTEMA COMPLEMENTO VIA CLÁSSICA

Ordem de ativacao: C1q – C1r – C1s

slide6

C4a

C1r

C1s

C1q

b

Ca++

Via Clássica Geração de C3 convertase

C4

via cl ssica gera o de c5 convertase

C1r

C3a

C1s

C1q

Ca++

C2

b

b

Via Clássica Geração de C5-convertase

C2a

C4a

C4b2b3b é C5 convertase; ele dirige o complemento para formar o “Membrane Attack Complex”-MAC

Mg++

C3

C4b

slide12

Via Lítica

Geração de C5 convertaselevaaoinícioda

Via Lítica

slide18

SISTEMA COMPLEMENTO VIA ALTERNATIVA

  • Não há formação do complexo Ag-Ac.
  • Pode ser ativada pelas C3b ou C3.H2O, ou por alguns tipos de parede celular.
  • Properdina ou fator P (estabiliza a C3 convertase)
clivagem espont nea de c3

b

i

b

C3a

Clivagem espontânea de C3

Geração de C3 convertase

D

H2O

B

C3

C3

complexo C3iBb tem uma meia vida muito curta!!!

estabiliza o de c3b e ativa o de c5

C3a

C3b encontra um protetor na membrana

C3b

b

b

Estabilização de C3b e ativação de C5

Este C5 convertase é estável e atua na Via alternativa do complemento

D

P

B

C3

c5 convertase das 3 vias

C2b

C3b

C4b

C5-convertase das 3 vias

C5-convertase da Via Alternativa

C5-convertase das vias Clássicas e das lectinas

Bb

C3b

C3b

vias de ativa o do complemento

Dependente de anticorpo

Ativação de C3 e

geração de C5 convertase

Ativação

de C5

VIA LÍTICA DE ATAQUE A MEMBRANA

Vias de ativação do complemento

VIA ALTERNATIVA

VIA CLÁSSICA

independente de anticorpo

resumo das fun es das prote nas do complemento
Resumo das funções das proteínas do Complemento
  • Benéficas:
    • Opsonização para potenciar a fagocitose
    • Quimiotaxia e ativação de fagócitos
    • Lise de bactéria e células infectadas ou transformadas
    • Regulação da resposta de anticorpos
    • Limpeza de imune-complexos
    • Fagocitose de células apoptóticas
  • Maléficas:
    • Inflamação, anafilaxia
slide31

SISTEMA COMPLEMENTO CONSEQÜÊNCIAS

  • Opsonização:
  • C3b é uma importante opsonina.
  • Reveste o microrganismo e se liga aos receptores(CR1-4) nos macrófagos e neutrófilos.
  • Recrutamento celular e ativação:
  • C4a, C3a, C5a (anafilotoxinas-desgrunalização)
  • C3a, C5a (quimiotáticos)
  • Lise Celular (bactérias, vírus envelopados)
  • Remoção dos complexos imunológicos
  • - C3b-Ac-Ag liga-se aos receptores CR1 nos eritrócitos, passam pelo fígado, baço onde são capturados pelos macrófagos.