PÓS GRADUAÇÃO FMU TENDÊNCIA E PROFISSIONALIZAÇÃO EM ESPORTES DE AVENTURA - PowerPoint PPT Presentation

niveditha
p s gradua o fmu tend ncia e profissionaliza o em esportes de aventura n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
PÓS GRADUAÇÃO FMU TENDÊNCIA E PROFISSIONALIZAÇÃO EM ESPORTES DE AVENTURA PowerPoint Presentation
Download Presentation
PÓS GRADUAÇÃO FMU TENDÊNCIA E PROFISSIONALIZAÇÃO EM ESPORTES DE AVENTURA

play fullscreen
1 / 13
Download Presentation
PÓS GRADUAÇÃO FMU TENDÊNCIA E PROFISSIONALIZAÇÃO EM ESPORTES DE AVENTURA
208 Views
Download Presentation

PÓS GRADUAÇÃO FMU TENDÊNCIA E PROFISSIONALIZAÇÃO EM ESPORTES DE AVENTURA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. PÓS GRADUAÇÃO FMUTENDÊNCIA E PROFISSIONALIZAÇÃO EM ESPORTES DE AVENTURA Dimitri Wuo Pereira dimitri@rumoaventura.com.br 011 9183 7679

  2. PREVENDO O FUTURO • Costa em 1992 afirmou que podia-se prever uma Educação Física e Esportes com caráter Ecológico. • Esse pensamento provém da Rio Eco 92, Conferência Internacional sobre meio ambiente e a aventura é uma possibilidade da Educação Física de participar desse futuro.

  3. TENDÊNCIA • O ser humano tende à Ecologia, isto é, ao Oikos (habitat em grego). • Oikos - conjunto de relações entre o biótopo (meio geofísico) e a biocenose (interações entre seres vivos que povoam o biótopo). • A Ecologia é portanto uma organização física, um sistema vivo de relações.

  4. MERCADO DE TRABALHO • Mercado é um local de trocas. • Trabalho se define por uma medida de energia. • No mercado de trabalho a profissão é a organização da energia necessária para o sistema de trocas ocorrer com eficiência. • Nossa função é portanto canalizar a energia para ações eficientes de trocas.

  5. AVENTURA • Surge baseada nos princípios da exploração, descoberta e sobrevivência em sua origem. Apresenta-se hoje como atividade esportiva e de lazer proporcionando prazer, vitória e divertimento. • Encontra-se recheada de emoções, acasos e riscos a enfrentar, sendo função do profissional reconhecer os perigos e controlar as situações de risco a que se está exposto.

  6. CAMPOS DE ATUAÇÃO Esporte e Lazer Formação • Hotéis/acampamentos • Eventos/feiras • Mídia • Organização de competições • Desenvolvimento de produtos • Treinamento de atletas • Condução de grupos • Universidades • Escolas • Empresas • Pesquisa • Congressos/simpósios

  7. AVENTURA HOJE Expansão – 10% do segmento turístico. Consumo – classes A e B, seguindo para C. Marketing – associa marcas e emoções. Tecnologia – facilidade de acesso.

  8. AVENTURA AMANHÃ • Profissionalização – diálogo e organização entre praticantes e instituições para formulação de normas que respeitem o oikos. • Segurança – assumir riscos, desenvolver habilidades e responsabilidades.

  9. OBRIGADO • Referências: • BETRAN, J. O. Rumo a um novo conceito de ócio ativo e turismo na Espanha. In: MARINHO, A.; BRUHNS, H. T. (org.) Turismo, lazer e natureza. Barueri – S. P.: Manole, 2003, p.165. • COSTA, L. P. Corpo e Motricidade In: GEBARA, A.; MOREIRA, W. W. (org.) Educação Física e Esportes: Perspectivas para o século XXI. Campinas, São Paulo: Papirus, 1992. • Le BRETON, D. Risco e lazer na natureza. In: Viagens, lazer e esporte: o espaço da natureza. Marinho A.; Bruhns H. T. (org.), Barueri, SP: Manole, 2006, p. 116. • MARINHO, A.Atividades de Aventura em ambientes artificiais. In: Turismo de Aventura. Reflexões e Tendências. Ricardo Ricci Uvinha (organizador). – São Paulo: Aleph, 2005. • PEREIRA, D. W. Escalada. Coleção Agôn – o espírito do esporte. 1. ed. São Paulo. Odysseus, 2007. • PEREIRA, D.W.; ARMBRUST, I. Pedagogia da Aventura: Os esportes radicais de aventura e de ação na escola. Jundiaí – SP: Fontoura, 2010.