slide1 l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
PENTATEUCO PowerPoint Presentation
Download Presentation
PENTATEUCO

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 13

PENTATEUCO - PowerPoint PPT Presentation


  • 200 Views
  • Uploaded on

EDICAT – Escola Diocesana de Catequese. PENTATEUCO. 1. Nome. PENTATEUCO – Penta (Cinco) / Teuchos (estojo de papiro ou pergaminho) um único livro dividido em cinco partes Tradução hebraica: “No princípio” / “Nomes” / “Chamou” / “No deserto” / “Palavras”

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'PENTATEUCO' - neona


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide2

1. Nome

  • PENTATEUCO – Penta (Cinco) / Teuchos (estojo de papiro ou pergaminho)
  • um único livro dividido em cinco partes
  • Tradução hebraica: “No princípio” / “Nomes” /“Chamou” / “No deserto” / “Palavras”
  • Tradução Grega: Gênesis / Êxodo / Levítico / Números / Deuteronômio
slide3

2. Limites

  • Um HEXATEUCO e não um PENTATEUCO
  • Um TETRATEUCO e não um HEXATEUCO

Gênesis Números

Êxodo Deuteronômio

Levítico Josué

Gênesis

Êxodo

Levítico

Números

Deuteronômio + Js; Jz; Sm e Rs

slide4

3. Autor

  • Moisés como autor
  • Aparece no início do Êxodo e a partir daí é quase a história de sua vida
  • Êxodo, Levítico e Números – falam dele em terceira pessoa, como se fosse o ator principal
  • O Deuteronômio apresenta-o como autor, colocando uma série de discursos em sua boca
  • Depois do Exílio começa-se a mencionar a autoria de Moisés (Esdras, Neemias, Crônicas)
  • O N.T também atribui a Moisés a autoria (Mt 19, 7ss; Mc 12, 26; Jo 5, 46)
  • Escritos judaicos extra bíblicos (vida de Moisés, de Fílon de Alexandria 45 d. C. / Antiguidades judaicas, de Flavio Josefo 95 d. C
slide5

3. Autor

  • Moisés não é o autor do Pentateuco
  • Exemplos de repetições
  • dois relatos da criação (Gn 1, 1-2, 4 a e Gn 2, 4b-25)
  • Dois raptos de Sara (Gn 12, 10-20 e 20, 1-18)
  • Duas expulsões de Agar (Gn 16, 4-16 e 21, 9-21)
  • O Maná e as codornizes (Ex 16, 2-36 e Nm 11, 4-34)
  • A água que sai da rocha (Ex 17, 1-7 e Nm 20, 1-13

2. Exemplos de Contradição

  • em Gn 6, 19 um casal apenas, e em Gn 7, 2 sete casais
slide6

3. Autor

3. Exemplo de diversidade de Vocabulário

  • Deus é chamado de Elohim e de yahweh
  • Ex 19, 11.18 fala do Sinai e em Ex 3, 1; 17, 6 do Horeb
  • O sogro de Moisés se chama Jetro em Ex 3, 1; 4, 18, porém, em Ex 2, 18 e Nm 10, 29 seu nome é Raguel

Também é impossível Moisés escrever sua própria morte (Dt 34)

slide7

4. Crítica Literária

  • Henning Bernhard em 1711 - Elohim Gn 1 e Javé Gn 2 – escritos por pessoas diferentes
  • Jean Astrucem 1753 dividiu todo o livro do Gn em dois blocos: Eloísta e Javista
  • Johann Eichhornretoma a pesquisa e conclui que os dois blocos foram unidos por um redator bem posterior a Moisés
  • Karl IIgenfinal séc XVIII – um terceiro documento que usava o nome Elohim, mas que não podia ser confundido com o anterior – Sacerdotal
  • Welhausem em 1884 descobriu um quarto documento - Deuteronomista
slide8

4. Crítica Literária

  • JAVISTA foi escrito no séc. IX ou X d.C no Reino de Judá
  • ELOISTA escrito no séc. VIII a. C. no Reino de Israel
  • DEUTERONOMISTA foi composto séc. VII no Reino de Israel
  • SACERDOTAL foi composto durante o exílio séc. VI a.C.
slide9

4. Crítica Literária

  • São documentos independentes e não foram unidos de uma só vez
  • A primeira uniu Javista e Eloísta – no reino de Judá após a destruição de Israel em 722 a.C
  • A segunda redação aconteceu depois da reforma de Josias em 622 a.C. que acrescenta o deuteronomista
  • E a terceira durante o exílio (589-539) elaborada pelos sacerdotes - sacerdotal

O Pentateuco não é obra de uma só pessoa, mas de muitas que durante séculos foram escrevendo a história da Salvação

slide10

5. Os quatro documentos

  • JAVISTA
  • Está presente em Gênesis, Êxodo e Números
  • Começa em Gn 2, 4b e se estende até Nm 32
  • Uso do nome JAVÉ
  • Descreve Deus com forma e sentimentos humanos: Deus anda com Adão, se irrita, se arrepende...
  • Gosta de Narrar a vida dos patriarcas (nascimentos, casamentos, costumes)
slide11

5. Os quatro documentos

  • ELOÍSTA
  • Se encontra no Livro do Gn, Ex e Números
  • O primeiro texto Eloísta é Gn 15 e o último é a perícope de Balaão, em Nm 22
  • Deus é chamado Elohim
  • Evita antropomorfismos – Deus se serve de sonhos ou de mensageiros
  • Interessa-se pelas tribos de Manassés e Efraim
  • Dá grande importância as Leis (Ex 20, 1-7 decálogo e Ex 20, 22-23, 33 código da aliança)
  • Está centrada na aliança de Deus com Abraão (Gn 15) e com Moisés (Ex 19-24)
  • Maior pecado é a idolatria (aliança)
slide12

5. Os quatro documentos

  • DEUTERONOMISTA
  • Presente apenas no deuteronômio
  • Centralização do culto em Jerusalém e combate aos santuários locais
  • O ponto central da teologia é a eleição divina: Deus escolheu Israel como seu povo – gesto gratuito – e Israel deve responder concretamente, sobretudo na fuga a idolatria
slide13

5. Os quatro documentos

  • SACERDOTAL
  • Começa em Gn 1, 1 e se estende até Dt 34 – é quem une os outros documentos
  • Sua imagem de Deus é bastante transcendente – nada de sentimentos humanos –
  • Deus nunca entra em contato direto com o homem
  • Mostra sua glória nas teofanias
  • Gosta de listas, genealogias, datas
  • Valoriza o sábado e a circuncisão
  • Descreve os ritos mosaicos da Páscoa, dos sacrifícios
  • Seu ponto central é a aliança do Sinai com todas a leis que faz de Israel uma comunidade santa
  • Valoriza também, a promessa divina a Abraão da posse da terra