Anos 70 - PowerPoint PPT Presentation

nen
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Anos 70 PowerPoint Presentation
play fullscreen
1 / 12
Download Presentation
Anos 70
129 Views
Download Presentation

Anos 70

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Atualmente Anos 70 Campina Grande mantém em seus monumentos, estátuas e construções os principais aspectos de sua história, estes que rememoram nossas origens tal como o cotidiano de nosso antepassados. Podemos destacar o monumentos “Os Pioneiros da Borborema” como o principal deles. Composto por três estátuas, mostra os três grupos que foram fundamentais na urbanização e no desenvolvimento de Campina: O índio, representando os nativos desta terra; A catadora de algodão, representando a força da mulher concatenada ao êxito do mercado algodoeiro na cidade; e o Tropeiro, que representa os comerciantes, que com suas tropas, foram fundamentais para a memória desta cidade.

  2. Anos 60 A Praça da Bandeira remonta muitos eventos históricos da cidade de Campina Grande, local central, era o ponto de chegada de viajantes e onde boa parte dos moradores do centro viviam seus cotidianos. É conhecida por terem vários pombos que ficam no local. Palco de festas no passado, a praça ainda hoje abriga shows e festivais da cidade. Pode-se destacar como ponto de concentração de várias revoltas populares, desde sua criação, até os dias de hoje

  3. O Colégio Imaculada Conceição foi fundado no dia 1º de março de 1931, instalado na Praça da Bandeira onde funciona até hoje. O nome remete à santa padroeira da cidade, Nossa Senhora da Conceição. As fundadoras foram as irmãs  Dominique, Alice, Livine e Martina, da Congregação das Damas da Instrução Cristã. A casa das irmãs“era pobre, de biqueira, sem água e sem luz. Um antigo depósito de algodão ao lado, foi dividido com tabiques onde funcionaram as primeiras salas de aula”.  Anos 40 Anos 70

  4. Anos 50 O Colégio das Damas em seus 80 anos, participou ativamente na formação social da Cidade de Campina Grande, sendo parte importante de sua história. Feras 1986

  5. A história da Maçonaria está diretamente ligada com a história do município. Várias decisões e posicionamentos políticos da cidade foram tomadas nas dependências desta. Em setembro de 1932, a Maçonaria teve a honra de inaugurar o primeiro hospital da cidade, o Hospital Pedro I. Depois de investir na saúde, o próximo passo da Maçonaria seria à educação, com o advento da Escola Antônio Vicente, ainda hoje em atividade no bairro do José Pinheiro. Em 1935, um maçom da Regeneração Campinense seria governador do Estado, seu nome: Argemiro de Figueiredo. O inesquecível político foi iniciado na Maçonaria em 24 de fevereiro de 1925, sendo um dos responsáveis pela criação do regimento da organização.

  6. A primeira rádio FM de Campina Grande foi a 93.1, conhecida como “Campina Grande FM”, fundada em 1978 por Hilton Carneiro Motta. A fundação da rádio foi marcante para a população campinense, e Campina sempre foi referência na modernidade da radiofonia, com aparelhos altamente tecnológicos, tanto hoje como antigamente. Hilton Motta

  7. Anos 40 Atualmente(abandonado) “O Cine São José – Na década de 40 na Rua Lino Gomes, no bairro São José, começou a construção do Cine São José e que foi inaugurado em 1945, com a exibição do filme “Sempre no Meu Coração”. Logo no inicio a pesada cortina de veludo vermelha, começava a deslizar se abrindo para mostrar a tela branca em que se projetava, em seguidas vinham os trailers das futuras atrações. Parte da população do bairro assistia aos filmes exibidos no cinema. A divulgação dos filmes se dava por meio do serviço de cartazes espalhados pelos bairros e no centro da cidade. As sessões aconteciam todos os dias e nas sextas feiras exibiam um seriado.”

  8. “A construção do Açude Velho de Campina Grande, obra de grande vulto para a época, foi iniciada em 1828 e concluída no ano de 1830, motivada que foram pela grande seca que assolou o Nordeste a partir de 1824. Custou inicialmente aos cofres públicos um conto de réis. Mais tarde, o Ministro do Império enviou dois contos e trezentos mil reis para a sua conclusão.” Século 19 1938

  9. Cine Capitólio e Cine Babilônia (atualmente e data desconhecida)

  10. O Algodão tem fator decisivo na história de Campina Grande. Através do chamado “Ouro Branco”, a cidade tornou-se conhecida nacionalmente, a ponto de rivalizar até com grandes cidades internacionais. A SANBRA era uma firma especializada em produtos como o agave, óleo e artigos comestíveis, além de trabalhar com o próprio algodão. Instalou-se em Campina Grande em 1935, sendo filial da empresa argentina “Bunge Y Born”, criada em 1884. Fábrica da SANBRA, 1957

  11. "Evidentemente que ao chegar aqui, a Sanbra representou um marco na vida econômica da cidade. A Sanbra investiu não só no setor de comercialização do algodão, mas no setor de transformação trabalhando com a fabricação de óleo de caroço de algodão e pasta para gado. Ela não era apenas um depósito. Era uma grande empresa que ofereceu muitos empregos. De todas as Sanbras da rede distribuída por todo Nordeste, a maior era a de Campina Grande”, disse o historiador Gervásio Batista Aranha em reportagem do Diário da Borborema. O império do algodão em Campina Grande ruiu com a praga do bicudo, que devastou toda plantação. A economia da cidade entrava em declínio, a solução encontrada foi tornar a cidade uma anfitriã de grandes eventos, criando o conhecido “Maior São João do Mundo”. Construção da Pirâmide do Parque do Povo, Palco do “Maior São João do Mundo”

  12. Referências Bibliográficas • Blog Retalhos CG (http://cgretalhos.blogspot.com.br/) • Wikipédia (http://pt.wikipedia.org/wiki/Hist%C3%B3ria_de_Campina_Grande) • História de Campina (http://saojoaocampinagrande.com.br/historia/) • Brasil Escola (http://cidadebrasileira.brasilescola.com) Grupo João Neto Pereira Tássio César Luciano Júnior Marcos Vinicius Savyo Rodrigues Lis Cordeiro