slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
A Qualidade na Indústria Gráfica – suas características e limitações PowerPoint Presentation
Download Presentation
A Qualidade na Indústria Gráfica – suas características e limitações

play fullscreen
1 / 38
Download Presentation

A Qualidade na Indústria Gráfica – suas características e limitações - PowerPoint PPT Presentation

melina
99 Views
Download Presentation

A Qualidade na Indústria Gráfica – suas características e limitações

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. A Qualidade na Indústria Gráfica – suas características e limitações Flávio Botana

  2. Diversidade dos produtos gráficos • Embalagem • Anúncio • Revista • Mala Direta • Talão de Cheques • Etc. Flávio Botana

  3. Evolução do Conceito de Qualidade • Antes: Qualidade no Produto, com ações de qualidade baseadas na segregação • Depois: Qualidade no Processo, com ações durante a execução do produto/serviço Flávio Botana

  4. Juran • A qualidade deve ser planejada e seus custos devem ser apropriados • Qualidade: • Requisitos que atendem a necessidade dos clientes • Ausência de deficiências Flávio Botana

  5. Juran • Custos da Qualidade • Custos de Prevenção • Custos de Avaliação • Custos das Falhas Flávio Botana

  6. Juran • Trilogia da Qualidade • Planejamento da Qualidade • Controle da Qualidade • Melhoria da Qualidade Flávio Botana

  7. Roadmap de Juran p/ produtos gráficos • Identificação dos clientes (quem deve ser atendido) • Identificação das necessidades dos clientes (na linguagem do cliente ) • Tradução das necessidades dos clientes em especificações • Desenvolvimento de produtos/serviços que atendam as necessidades dos clientes Flávio Botana

  8. Roadmap de Juran p/ produtos gráficos • Otimização das características dos produtos • Desenvolvimento dos processos para produzir o produto • Testar os processos • Operacionalização dos processos Flávio Botana

  9. Roadmap de Juran p/ produtos gráficos • Identificação dos clientes (quem deve ser atendido) Flávio Botana

  10. Roadmap de Juran p/ produtos gráficos • Identificação das necessidades dos clientes (na linguagem do cliente ) • Quem faz? Área Comercial Flávio Botana

  11. Roadmap de Juran p/ produtos gráficos • Tradução das necessidades dos clientes em especificações • Quem faz? Designer, Produtor gráfico, desenv. embalagens Flávio Botana

  12. Roadmap de Juran p/ produtos gráficos • Desenvolvimento de produtos/serviços que atendam as necessidades dos clientes • Quem faz? Técnico gráfico Flávio Botana

  13. Roadmap de Juran p/ produtos gráficos • Otimização das características dos produtos • Quem faz? Cliente+Designer+Gráfica Flávio Botana

  14. Roadmap de Juran p/ produtos gráficos • Desenvolvimento dos processos para produzir o produto • Quem faz? Desenvolvimento de Projetos (orçamentista) Flávio Botana

  15. Roadmap de Juran p/ produtos gráficos • Testar os processos • Quem faz? Engenharia de Processos Flávio Botana

  16. Roadmap de Juran p/ produtos gráficos • Operacionalização dos processos • Quem faz? Produção Flávio Botana

  17. Variações nos processos na indústria gráfica (Deming) • Todo processo varia • Cor varia • Registro varia • Dobra varia • Causa Naturais: Melhoria • Causas Especiais: Correção Flávio Botana

  18. Variações nos processos na indústria gráfica (Deming) • 3 Focos de estudo de variação na Indústria Gráfica • Reprodutibilidade • Repetibilidade • Confiabilidade Flávio Botana

  19. Variações nos processos na indústria gráfica (Deming) • Reprodutibilidade • Execução das matrizes • Arquivos x Provas x Impressos • Provas bonitas x Provas exeqüíveis Resultado final: Folha aprovada Flávio Botana

  20. Variações nos processos na indústria gráfica (Deming) • Repetibilidade • Reprodução em inúmeras vezes da folha aprovada • A folha aprovada é o “centro” da variação Resultado final: amostragem Flávio Botana

  21. Variações nos processos na indústria gráfica (Deming) • Confiabilidade (Dados Variáveis) • Após o input de dados variáveis, cada produto passa a ser único • Segregação especial com reposição nos processos seguintes Resultado final: reports + checagem de campo Flávio Botana

  22. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Desempenho • Características • Confiabilidade • Conformidade • Durabilidade • Manutenção • Estética • Qualidade Percebida Flávio Botana

  23. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Desempenho São as características operacionais principais de um produto Flávio Botana

  24. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Desempenho São as características operacionais principais de um produto • Embalagem: carregar produtos • Cadernos: servir para a escrita • Formulários: cópias legíveis e fiéis • Revista: Leitura Flávio Botana

  25. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Características São os aspectos extras que suplementam o desempenho Flávio Botana

  26. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Características São os aspectos extras que suplementam o desempenho • Embalagem: fechamento com lacre • Cadernos: bolsa para carregar papéis, adesivos • Revista: Brinde/Amostra Flávio Botana

  27. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Confiabilidade Indica a freqüência onde o produto fica fora de operação Flávio Botana

  28. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Confiabilidade Indica a freqüência onde o produto fica fora de operação • Embalagem: problemas na operação de envasamento do cliente • Revista: falta de cadernos, refile errado Flávio Botana

  29. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Conformidade Indica o quanto um produto se aproxima de sua especificação ou da experiência anterior do cliente Flávio Botana

  30. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Conformidade Indica o quanto um produto se aproxima de sua especificação ou da experiência anterior do cliente • Prova x Original • Produto x Prova • Cor • Detalhes • Registro • Informações Flávio Botana

  31. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Durabilidade Tempo de vida, resistência no uso, intervalo entre manutenções Flávio Botana

  32. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Durabilidade Tempo de vida, resistência no uso, intervalo entre manutenções • Guias: Suportar 1 ano no porta luvas de um táxi • Displays: Resistência à luz solar Flávio Botana

  33. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Manutenção Indica o quanto a manutenção é fácil, de baixo custo e amigável Flávio Botana

  34. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Manutenção Indica o quanto a manutenção é fácil, de baixo custo e amigável • Escolhas • Consertos Flávio Botana

  35. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Estética São as características relativas à aparência e às sensações Flávio Botana

  36. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Estética São as características relativas à aparência e às sensações • Papéis • Vernizes • Embalagens como instrumento de Mkt • Diferenciações Flávio Botana

  37. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Qualidade percebida O sentimento e a maneira com que o cliente é tratado Flávio Botana

  38. As dimensões da qualidade na indústria gráfica (Garvin) • Qualidade percebida O sentimento e a maneira com que o cliente é tratado • A qualidade percebida em serviços... • Informação Flávio Botana