Download
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
CURSO SENSIBILIZAÇÃO SUPORTE BÁSICO DE VIDA PowerPoint Presentation
Download Presentation
CURSO SENSIBILIZAÇÃO SUPORTE BÁSICO DE VIDA

CURSO SENSIBILIZAÇÃO SUPORTE BÁSICO DE VIDA

311 Views Download Presentation
Download Presentation

CURSO SENSIBILIZAÇÃO SUPORTE BÁSICO DE VIDA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. CURSO SENSIBILIZAÇÃOSUPORTE BÁSICO DE VIDA

  2. Apresentação Formador: Paulo Anastácio Experiência: Informação Relevante: Motivação Expectativas Outras Coisas....

  3. RISCOS PARA O REANIMADOR • Reconhecer os riscos • Garantir segurança • Conhecer medidas universais de proteção

  4. RISCOS PARA O REANIMADOR Regra Básica “O reanimador não se deve expor a si nem a terceiros a riscos maiores do que os da vítima”

  5. RISCOS PARA O REANIMADOR Antes de abordar a vítima... avaliar condições de segurança do local

  6. RISCOS PARA O REANIMADOR Potenciais Riscos • Físicos • Tóxicos • Infecciosos

  7. RISCOS PARA O REANIMADOR Medidas Universais de Protecção • Luvas • Máscara • Bata • Óculos Todos deveriamos ter 1 Kit 1ºs Socorros

  8. RISCOS PARA O REANIMADOR Regra Básica “O reanimador não se deve expor a si nem a terceiros a riscos maiores do que os da vítima”

  9. CURSO SENSIBILIZAÇÃOSUPORTE BÁSICO DE VIDA Cadeia de Sobrevivência

  10. ATAQUE CARDÍACO • Um ataque cardíaco ocorre quando uma das artérias coronárias entope subitamente, bloqueando o acesso de sangue e oxigénio a uma zona do músculo cardíaco. • Aproximadamente 700.000 ataques cardíacos por ano na Europa. • A realização de SBV é vital até à chegada das equipas de Emergência. • Rápido SBV e Desfibrilhação (1-2 minutos) podem resultar em >60% sobrevivência.

  11. CADEIA DE SOBREVIVÊNCIA Suporte Avançado de Vida 112 Suporte Básico de Vida Desfibrilhação Recuperar qualidade de Vida Prevenir Ganhar Tempo Recuperar o Coração

  12. % Sucesso 100 90 80 70 60 50 40 30 20 10 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Tempo (minutos) CADEIA DE SOBREVIVÊNCIA Sucesso vs. Tempo A probabilidade de sucesso decresce 7-10% em cada minuto Adaptado do texto: Cummins RO, Annais Emerg Med. 1989, 18:1269-1275

  13. CADEIA DE SOBREVIVÊNCIA • Todos os elos da Cadeia de Sobrevivência são igualmente importantes. • A Cadeia de Sobrevivência tem a força do seu elo mais fraco.

  14. CURSO SENSIBILIZAÇÃOSUPORTE BÁSICO DE VIDA

  15. SUPORTE BÁSICO DE VIDA OBJECTIVOS • Garantir condições de segurança • Reconhecer a importância dos pedidos de ajuda • Descrever as manobras de reanimação e sua sequência

  16. SUPORTE BÁSICO DE VIDA Conjugação de: • permeabilização das vias aéreas • ventilação • compressão torácica Com o objectivo de: • manter ventilação e circulação adequadas até obter meios para reverter a causa da paragem

  17. Segurança Verificar Consciência Pedir Ajuda Abrir Via Aérea Verificar Respiração Ligar 112 30 Compressões Torácicas 2 Ventilações

  18. Cenário Reanimador Vítima Público APROXIMAR EM SEGURANÇA! Segurança Verificar Consciência Pedir Ajuda Abrir Via Aérea Verificar respiração Ligar 112 30 Compressões Torácicas 2 Ventilações

  19. VERIFICAR CONSCIÊNCIA Segurança Verificar Consciência Pedir Ajuda Abrir Via Aérea Verificar Respiração Ligar 112 30 Compressões Torácicas 2 Ventilações

  20. Verificar Consciência • Abanar Ombros Suave • Perguntar “Estás Bem?” • Se responder • Deixá-lo como está. • Descobrir o que está mal. • Reavaliar regularmente.

  21. PEDIR AJUDA Segurança Verificar Consciência Pedir Ajuda Abrir Via Aérea Verificar Respiração Ligar 112 30 Compressões Torácicas 2 Ventilações

  22. PEDIR AJUDA Gritar por Socorro ou Pedir auxilia a Alguém

  23. ABRIR VIA AÉREA Segurança Verificar Consciência Pedir Ajuda Abrir Via Aérea Verificar Respiração Ligar 112 30 Compressões Torácicas 2 Ventilações

  24. ABRIR VIA AÉREA • Verificar a Existência de Objectos Móveis • Retirar apenas Objectos Móveis • Extensão da Cabeça • Elevação do Queixo

  25. VERIFICAR RESPIRAÇÃO Segurança Verificar Consciência Pedir Ajuda Abrir Via Aérea Verificar Respiração Ligar 112 30 Compressões Torácicas 2 Ventilações

  26. Ver, Ouvir e Sentir (VOS) por respiração NORMAL Durante 10 Segundos Não confundir arfadas ocasionais com respiração NORMAL VERIFICAR RESPIRAÇÃO

  27. Ocorre durante pouco tempo após o coração parar em mais de 40% dos ataques cardíacos Descrita como respiração breve, pesada, barulhenta ou suspiros Reconhecer como sinal de Ataque Cardíaco RESPIRAÇÃO AGONAL

  28. Segurança Verificar Consciência Pedir Ajuda Abrir Via Aérea Verificar Respiração Ligar 112 30 Compressões Torácicas 2 Ventilações

  29. LIGAR 112 • Informar a Central de Emergência que é uma Emergência Médica • Descrever a Vitima (Idade, Sexo, Estado) • Descrever do Local • Mencionar que sabe SBV e Aguardar Confirmação

  30. 30 COMPRESSÕES TORÁCICAS Segurança Verificar Consciência Pedir Ajuda Abrir Via Aérea Verificar Respiração Ligar 112 30 Compressões Torácicas 2 Ventilações

  31. COMPRESSÕES TORÁCICAS • Colocar a base de uma mão no centro do peito • Colocar a outra por cima • Entrelaçar os dedos • Comprimir o peito • Ritmo 100 min-1 • Pressão 4-5 cm • Igual compressão : refluxo • Se possível mudar Prestador de SBV a cada 2 min

  32. VENTILAÇÕES Segurança Verificar Consciência Pedir Ajuda Abrir Via Aérea Verificar Respiração Ligar 112 30 Compressões Torácicas 2 Ventilações

  33. Fechar o nariz Inspirar normalmente Colocar os lábios sobre a boca Soprar até o peito expandir Demorar 1 segundo Deixar o peito baixar Repetir VENTILAÇÕES

  34. 30 2 CONTINUAR SBV

  35. Quando for substituído por ajuda mais creditada Quando Vitima respirar NORMALMENTE Exaustão do reanimador QUANDO PARAR?

  36. Segurança Verificar Consciência Pedir Ajuda Abrir Via Aérea Verificar Respiração Ligar 112 P L S 30 Compressões Torácicas 2 Ventilações

  37. CURSO SENSIBILIZAÇÃOSUPORTE BÁSICO DE VIDA

  38. POSIÇÃO LATERAL DE SEGURANÇA (PLS)

  39. DESFAZER • DÚVIDAS SE RESPIRA NORMALMENTE • APÓS 30 MINUTOS DE PLS • REFAZER PARA LADO CONTRÁRIO

  40. CURSO SENSIBILIZAÇÃOSUPORTE BÁSICO DE VIDA

  41. SUPORTE BÁSICO DE VIDACasos Especiais mais frequentes • CRIANÇA – 1 A 8 ANOS • LACTENTES – INFERIOR A 1 ANO • AFOGAMENTOS

  42. Segurança Verificar Consciência Pedir Ajuda Abrir Via Aérea Verificar Respiração 5 Ventilações 3 x 30:2 Ligar 112 30 Compressões Torácicas 2 Ventilações

  43. POSSÍVEL CASO DE HIPOXIA CASOS NÃO CARDÍACOS 1 MINUTO DE MANOBRAS PARA TENTAR RECUPERAR 1 MINUTO SBV ANTES DE 112

  44. Segurança Verificar Consciência Pedir Ajuda Abrir Via Aérea Verificar Respiração 5 Ventilações 3 x 30:2 Ligar 112 30 Compressões Torácicas 2 Ventilações

  45. CRIANÇAS: 1 SEG. DE DURAÇÃO PARAR QUANDO TÓRAX EXPANDIR UTILIZAR MÁSCARA BOCA A BOCA 5 VENTILAÇÕES

  46. Segurança Verificar Consciência Pedir Ajuda Abrir Via Aérea Verificar Respiração 5 Ventilações 3 x 30:2 Ligar 112 30 Compressões Torácicas 2 Ventilações

  47. 30 COMPRESSÕES TORÁCICAS • CRIANÇA: • Colocar a base de uma mão no centro do peito • Outra mantém EXTENSÃO • Comprimir o peito • Ritmo 100 min-1 • Pressão 33% do TÓRAX • Igual compressão : refluxo

  48. 30 COMPRESSÕES TORÁCICAS • LACTENTE (1 REANIMADOR): • 2 Dedos, 1 Dedo ABAIXO da linha Intramamilar • Outra mantém EXTENSÃO • Comprimir o peito • Ritmo 100 min-1 • Pressão 33% do TÓRAX • Igual compressão : refluxo

  49. 30 2 CONTINUAR SBV 3 CICLOS