slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE NATAL/RN PowerPoint Presentation
Download Presentation
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE NATAL/RN

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 18

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE NATAL/RN - PowerPoint PPT Presentation


  • 125 Views
  • Uploaded on

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL. SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE NATAL/RN. Relatório situacional SINTESE. Força de trabalho da Secretaria Municipal de Saúde de Natal . 16,2% dos profissionais são cedidos de outras instituições.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE NATAL/RN' - mavis


Download Now An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

NATAL/RN

Relatório situacional

SINTESE

slide2

Força de trabalho da Secretaria Municipal de Saúde de Natal

16,2% dos profissionais são cedidos de outras instituições

Quase de 56% das equipes de Saúde da Família sem o profissional Médico

slide4

INFRAESTRUTURA REDE DE SERVIÇOS DE SAÚDE

Atenção Básica

89% das unidades básicas estão sem funcionar o serviço odontológico

Atenção Especializada

  • SITUAÇÃO DAS UPAs

- 01 UPA em funcionamento (Pajuçara);

- 01 UPA falta equipamentos e pessoal;

- 02 UPA está apenas no projeto.

slide5

Frota de veículos

74,2 % dos veículos são locados

  • Sem contrato de serviço de locação da unidade móvel de saúde para áreas descoberta( Distrito Norte I e II) desde Setembro de 2011;
  • Sem serviço de mini ambulâncias nas unidades de PA 24 para remoção de pacientes;
  • Sem serviço de manutenção preventiva e corretiva de veículos oficias e motos oficiais;
  • Sem Pneu e óleo lubrificante;
  • Instalações físicas inadequadas para internet e telefone.
slide6

Financeiro

Despesas de Restos a Pagar e de Exercícios Anteriores

De 2009-2012 = R$ 116.499.587,03

Saldo financeiro no sistema GOC 2012: R$ 63.969.847,69

Saldo financeiro 2012 = R$ 27.088.847,10 (em Banco)

Diferença dos Saldos a ser analisada: R$ 36.961.000,59

slide8

Assistência Farmacêutica

  • Existência de medicamento no almoxarifado, armazenado em lugar inadequado – enviar para a NUPLAN
  • Falta de funcionários/Ausência de farmacêutico;
  • Elevação do número de mandados de notificações pelo descumprimento de ordens judiciais de fornecimento de medicamento.
  • Falta insumos essenciais para funcionamento das unidades;
  • Quantidade excessiva de medicamento com prazo de validade curtos e vencidos.
  • Saúde mental – falta de medicamentos
  • Medicamento/insumos hospitalar (med. Injetáveis, agulha para anestesia, lâmina para bisturi)
slide9

Assistência Farmacêutica

Providencias

  • Apurando os indícios de recebimento de medicamentos e matérias com prazo de validades em não conformidades com edital e contrato;
  • Parceria com a UNICAT/SESAP para permutas;
  • Locação imediata de prédio com instalações adequadas;
  • Instalação de comissão de representantes do VISA para procedimento de incineração dos medicamentos vencidos referente ao processo 012.0
slide10

DENGUE E OUTRAS ENDEMIAS

  • 02 Picos Epidêmicos seguidos de Dengue (2011 e 2012) com circulação de 04 sorotipos virais na população, sem imunidade suficiente para a circulação do tipo 04;
  • Paralisação do Trabalho de Campo dos Agentes de Endemias paralisado desde outubro/12 por razões de infraestrutura, com ausência de Equipamento de proteção individual(EPI)
  • Paralisação do bloqueio de transmissão da dengue com equipamento portátil de UBV desde 2011;
  • Deficiência no trabalho de controle e monitoramento das Doenças Infecciosas por parte dos Distritos Sanitários, aumentando o risco de disseminação dos agentes infecciosos como Tuberculose e Hanseníase, devido a problemas de infraestrutura e Pessoal;
  • Prejuízos nas ações de bloqueio imediato das doenças, sem a investigação e medidas de contenção de forma oportuna, tais como Meningite, Raiva, Leptospirose, Influenza, Hepatites, Leschimaniose, Butolismo, devido a falta de veículo;
slide12

DENGUE E OUTRAS ENDEMIAS

  • Prejuízos nas ações de bloqueio imediato das doenças, sem a investigação e medidas de contenção de forma oportuna, tais como Meningite, Raiva, Leptospirose, Influenza, Hepatites, Leschimaniose, Butolismo, devido a falta de veículo;
  • Descontinuidade nos trabalhos de investigação dos óbitos infantis e maternos com prejuízos às ações de eliminação ou redução das causas para o alcance das metas de redução das mortalidades materna e infantil;
  • Inexistência de uma Central de Vacinas para garantir a continuidade do abastecimento
  • Déficit do quadro de técnicos da VISA para suprir a demanda
  • Inexistência de Laboratório de suporte às ações vigilância da água e alimentos;
  • Inexistência de Laboratório de suporte às ações de controle de vetores;
  • Falta de reagente para o monitoramento do teor de cloro da água de abastecimento do município – Programa VIGIÁGUA;
slide14

OBJETIVOS

  • 1. EQUACIONAR OS PROBLEMAS CRÍTICOS QUE COMPROMETEM O FUNCIONAMENTOS DOS SERVIÇOS
    • - INSUMOS E MEDICAMENTOS;
    • MANUTENÇÃO DE INFRAESTRUTURA
    • E DE EQUIPAMENTOS
    • PROBLEMAS LOGÍSTICOS, COM ÊNFASE NO
    • SUPORTE DE TI
slide15

OBJETIVOS

  • 2. AMPLIAR O ACESSO DA POPULAÇÃO AOS SERVIÇOS BÁSICOS DE SAÚDE POR MEIO DA IMPLANTAÇÃO DA DIRETRIZ DE PORTA ABERTA COM ACOLHIMENTO E DIVERSIFICAÇÃO DA OFERTA DE AÇÕES NO CONJUNTO DA REDE;
    • - REORGANIZAR A REDE DE ATENÇÃO BÁSICA COM BASE NAS REFERÊNCIAS DA POLÍTICA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA;
    • - COMPLETAR AS EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA COM A REALIZAÇÃO DO CONCURSO PÚBLICO;
    • - IMPLANTAR NOVOS SERVIÇOS EM ÁREAS SEM COBERTURA;
slide16

OBJETIVOS

  • 3. AMPLIAR E FACILITAR O ACESSO DA POPULAÇÃO AOS SERVIÇOS ESPECIALIZADOS – AMBULATORIAIS, HOSPITALARES E NA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA, MEDIANTE:
  • Reestruturação, ampliação e qualificação da rede de serviços;
  • Implantação de novas UPAS;
  • Ampliação dos leitos hospitalares – inclui o projeto de novo hospital,... ;
  • Reorganização das Policlínicas e ampliação de serviços especializados na área de saúde mental e atendimento as pessoas com deficiências;
  • Reforma do sistema de regulação
slide17

OBJETIVOS

  • 4- FORMULAR PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO, REFORMA E AMPLIAÇÃO DA INFRAESTRUTUA DA REDE DE SERVIÇOS, PARA CAPTAÇÃO DE INVESTIMENTOS;
  • 5- IMPLEMENTAR A POLÍTICA DE HUMANIZAÇÃO NO CONJUNTO DOS SERVIÇOS COMO ESTRATÉGIA PARA A QUALIFICAÇÃO DO CUIDADO;
  • 6- DESENVOLVER POLÍTICA DE EDUCAÇÃO PERMANENTE PARA OS PROFISSIONAIS DA REDE DE SERVIÇOS;
slide18

OBJETIVOS

  • 7- FORTALECER AS AÇÕES DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE E IMPLANTAR UMA POLÍTICA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE COM O DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES INTERSETORIAIS;
  • 8- RACIONALIZAÇÃO, PROFISSIONALIZAÇÃO E INFORMATIZAÇÃO DA GESTÃO DA SECRETARIA E DOS SERVIÇOS, no ;
  • 9- IMPLEMENTAR A GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA NO CONJUNTO DA INSTITUIÇÃO COM RETOMADA DOS CONSELHOS LOCAIS E DISTRITAIS DE SAÚDE E FORTALECIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE;