Avaliação Econômica de Projetos - TAMANHO - PowerPoint PPT Presentation

malha
avalia o econ mica de projetos tamanho n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Avaliação Econômica de Projetos - TAMANHO PowerPoint Presentation
Download Presentation
Avaliação Econômica de Projetos - TAMANHO

play fullscreen
1 / 12
Download Presentation
80 Views
Download Presentation

Avaliação Econômica de Projetos - TAMANHO

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Avaliação Econômica de Projetos- TAMANHO Elaboração e Análise de Projetos Ciências Econômicas – 4º Ano Prof. Rafael Roesler

  2. 1 Introdução • Na etapa chamada “tamanho do projeto”, será definido qual é o melhor nível de produção (ou capacidade de produção) para o qual a empresa deve ser projetada. • Se o nível de absorção da economia é determinada pelo mercado, o dimensionamento da capacidade de produção é um trabalho de aproximações sucessivas entra as diversas etapas, tendo por objetivo a solução ótima quanto ao tamanho. Essa solução será aquela que conduza ao resultado econômico mais provável para o projeto no seu conjunto. • O tamanho é definido pelo jogo de dois grupos de variáveis: as variáveis de viabilidade e as variáveis de otimização.

  3. 1.2 A viabilidade do tamanho • Antes de determinar o tamanho ótimo, através da análise das alternativas viáveis, os projetistas podem eliminar diversas possibilidades de tamanho que se apresentam inviáveis: • A inviabilidade do mercado; • A inviabilidade tecnológica; • A inviabilidade empresarial e financeira; • A inviabilidade localizacional.

  4. 1.3 A escolha do tamanho ótimo • Vamos considerar um caso em que o mercado já esteja delimitado: • Ao máximo, pela capacidade de absorção do mercado; • No seu mínimo, pela inexistência de tecnologia que produza abaixo de um certo nível; • Combinando esses fatores com as possibilidades empresariais e localizacionais. • Ainda assim, restará um grande número de alternativas possíveis, entre as quais deve-se tomar a que vai corresponder ao tamanho ótimo do projeto.

  5. 1.3 A escolha do tamanho ótimo • O processo para escolher o tamanho ótimo é um processo de aproximações sucessivas que consiste em: • Tomar uma das alternativas viáveis de tamanho; • Considerar essa alternativa, desenvolver todo o projeto a um nível preliminar; • Determinar os custos e receitas, lucro e rentabilidade dessa alternativa; • Repetir essas operações para cada uma das alternativas; • Determinar a melhor alternativa; • Tomar essa alternativa como o tamanho ótimo; • Com esse tamanho, elaborar o projeto numa forma mais detalhada.


  6. 1.3 A escolha do tamanho ótimo • Esse processo exige as seguintes medidas: • Quanto ao desenvolvimento das alternativas viáveis – simplificar o processo e ocupar-se somente das alternativas que pareçam mais próximas do nível ótimo; • Quanto à definição da alternativa melhor – utilizar os critérios aplicáveis às etapas de custos e receitas, de rentabilidade e de avaliação do projeto. No entanto, é possível utilizar preliminarmente um dos seguintes critérios: • Máxima rentabilidade – um tamanho que possibilite à empresa obter a máxima rentabilidade sobre o próprio capital; • Máxima soma de lucros – um tamanho que possibilite á empresa o máximo de lucros em cada ano, ou no total de sua vida útil.

  7. 1.3 A escolha do tamanho ótimo • Em geral, utilizam-se os critérios do custo unitário e/ou do custo médio, principalmente porque quase sempre essa situação coincide com o máximo valor dos lucros e, portanto, com o máximo valor líquido atual. • O critério do custo unitário mínimo baseia-se nos princípios de economia de escala. Assim, na proporção em que se aumenta a produção, tanto o custo de cada um dos produtos (custo unitário) como o custo médio tendem a baixar. • Assim, o tamanho adequado da unidade de produção é o que conduza ao custo unitário mínimo, dentro da capacidade de absorção do mercado. • No caso de uma procura evolutiva, o tamanho deve ser o que conduza ao custo unitário mínimo para atender à procura atual, ao mesmo tempo que tenha capacidade disponível para atender à procura futura.

  8. 1.4 Resumo operacional • Tamanho de um projeto – “capacidade de produção durante um período de tempo que se considera normal para as circunstâncias e tipo de projeto a tratar”. (BUARQUE, 1984) • Ex.: o tamanho de uma fábrica de cilindros de gás é dado em unidades por cada ano com 300 dias úteis e de turnos de 8 horas diárias. • Em termos gerais, o tamanho de um projeto não pode ser menor do que o tamanho mínimo econômico do projeto nem deve ser maior do que a demanda permitida pelo dinamismo do mercado.

  9. 1.4 Resumo operacional • Devido a inter-relação existente entre as diferentes etapas do projeto, a determinação do tamanho é definida através da análise das demais etapas, especialmente mercado, financiamento, economia de escala, matéria-prima e mão-de-obra. • As conclusões do estudo do mercado proporcionam os critérios básicos para determinar o tamanho do projeto através da quantidade e do dinamismo da procura.

  10. 1.4 Resumo operacional • Alguns aspectos do mercado que devem ser analisados com relação ao tamanho são: • Fatores relacionados com o produto (bens de consumo intermediário, bens de consumo final, etc.); • Magnitude do mercado (volumes de produção versus projeção de consumo, preços versus coeficiente de elasticidade da demanda); • Tipo de mercado (monopolístico, concorrencial); • Política econômica do governo (substituição das importações); • Concorrência favorável devido à nova tecnologia do projeto; • Magnitude futura do mercado (ampliações); • Localização do mercado (uma ou várias fábricas estrategicamente situadas de acordo com os centros de consumo)

  11. 1.4 Resumo operacional • Um outro fator que limita o tamanho de um projeto é o seu financiamento, uma vez que a quantidade dos recursos disponíveis determina até onde se pode projetar uma fábrica e se é necessário construir por etapas. • Ainda que se possa conseguir a quantidade necessária de créditos, é preciso ter em conta o custo desse capital, já que um rendimento econômico baixo pode não ser suficiente para cobrir os compromissos assumidos, inviabilizando o projeto. • Cabe lembrar, ainda, que o tamanho adequado do projeto é aquele que conduz ao custo unitário mínimo, a fim de atender a demanda atual, e que ao mesmo tempo tem a capacidade disponível para atender a procura futura.

  12. Conclusão • Referência • BUARQUE, Cristovam. Avaliação econômica de projetos. Rio de Janeiro: Campus, 1984.