O ACTION TANK Portugal e a transversalidade de setores na INOVAÇÃO SOCIAL - PowerPoint PPT Presentation

slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
O ACTION TANK Portugal e a transversalidade de setores na INOVAÇÃO SOCIAL PowerPoint Presentation
Download Presentation
O ACTION TANK Portugal e a transversalidade de setores na INOVAÇÃO SOCIAL

play fullscreen
1 / 33
O ACTION TANK Portugal e a transversalidade de setores na INOVAÇÃO SOCIAL
92 Views
Download Presentation
makara
Download Presentation

O ACTION TANK Portugal e a transversalidade de setores na INOVAÇÃO SOCIAL

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. O ACTION TANK Portugal e a transversalidade de setores na INOVAÇÃO SOCIAL IV Jornadas Técnicas, Santa Casa da Misericórdia das Caldas da Rainha Comunidades Ativas para a Inovação Social | 15 de Novembro de 2013

  2. PONTOS DA SESSÃO • Sair da Casca • Inovação Social • Novos modelos de negócio • Action Tank Portugal • Alguns projetos

  3. O NOSSO BI • 20 anos de experiência • 1ª empresa vocacionada para a responsabilidade social e desenvolvimento sustentável em Portugal • Integrada numa rede de parceiros internacionais • Atividade em Portugal • Em desenvolvimento: Espanha, Angola e Moçambique

  4. VISÃO E MISSÃO VISÃO • As empresas são o motor para a construção da “green economy no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza” MISSÃO • Estimular a mudança e acelerar a transformação, através de ações focadas em resultados e impactos • Dinamizar a cooperação entre as empresas e a sociedade, como reforço da confiança entre as diferentes partes interessadas • Criar competências, educar e mobilizar para a sustentabilidade

  5. IMPACTOS DA NOSSA ATUAÇÃO Focados no impacto O nosso compromisso com um mundo sustentável, hoje e amanhã, está na base dos serviços que prestamos. Os progressos dos nossos clientes são a unidade de medida do nosso sucesso.

  6. Clientes 2011-2013

  7. INOVAÇÃO SOCIAL

  8. INOVAÇÃO SOCIAL A Inovação Social é um movimento organizado por vários atores com o objetivo de enfrentar desafios sociais quando o mercado e o setor público não conseguem responder de uma forma adequada e sustentável. Procura desenvolver formas inovadoras de organizações e interações entre os vários setores (público, privado e social) e contribuir para uma remodelação da sociedade, com foco numa maior participação, capacitação e aprendizagem.

  9. CONDIÇÕES PARA A INOVAÇÃO SOCIAL Experimentação sociedade civil Inovação público privado Cocriação Sustentabilidadefinanceira PARCERIAS Empreendedor social beneficiários Medição do ImpactoSocial Partilha Envolvimentodepartesinteressadasna coconstrução Novas formas definanciamento Participação ativa dos diferentes atores

  10. PASSAGEM DA RESPONSABILIDADE SOCIAL PARA A INOVAÇÃO SOCIAL As empresas podem concretizar a sua responsabilidade social com + legitimidade + coerência + eficiência • Maior impacto na Comunidade • Maior impacto para o Negócio • Maior envolvimento com partes interessadas

  11. MUDANÇA DE MINDSET Partes interessadas Comunidade Centros de recursos/competências Caridade Investimento social Lógica de doação Lógica de mercado Pobres Consumidores D ou E Maior responsabilização dos atores Não existem soluções preformatadas

  12. DESAFIOS DA INOVAÇÃO SOCIAL COMPROMISSO DE CADA UM CONFIAR PARTILHAR RECURSOS, TEMPO E RESULTADOS IDENTIFICAR AS COMPETÊNCIAS COMPLEMENTARES TER TEMPO PARA CONHECIMENTO MÚTUO

  13. NOVOS MODELOS

  14. NOVOS MODELOS DE NEGÓCIO O empreendedorismo social é uma atividade com o objetivo de resolver um problema social usando os princípios do empreendedorismo como maximização do retorno (social), apetência e gestão dos diversos riscos (financeiros, psicológicos, etc.) para atingir um objetivo social.

  15. NOVOS MODELOS DE NEGÓCIO Negócio Social • Conceito que tem por base a definição de Muhammad Yunus e o trabalho deste no âmbito do Yunus Centre distingue dois tipos de empresas sociais: • empresa criada com objetivos exclusivamente sociais (o produto é produzido em benefício de camadas desfavorecidas, com necessidades específicas) • empresa com origem num qualquer negócio lucrativo desde que seja propriedade dos mais desfavorecidos, que podem beneficiar de dividendos diretos ou de benefícios indiretos (como seja um produto a ser produzido por pessoas mais desfavorecidas e que é depois vendido no mercado internacional pela empresa lucrativa, garantindo o retorno das margens de lucro para os produtores)

  16. Social Business SOCIAL BUSINESS – GRAMEEN DANONE Film: Social Business (Gayle) With mac you can just drag & drop the film on the slide (has to be a .mov file!!)

  17. NOVOS MODELOS DE NEGÓCIO Negócio Inclusivo • Entende-se um negócio com origem na iniciativa e com o apoio de uma ou mais empresas, numa lógica de win-win, que visa o aproveitamento das capacidades e dos recursos das empresas para satisfazer, em moldes próprios, as necessidades de acesso a bens e serviços por camadas populacionais desfavorecidas, ao mesmo tempo contribuindo para o crescimento da empresa promotora.

  18. NOVOS MODELOS DE NEGÓCIO O que carateriza um negócio inclusivo? • Satisfação das necessidades existentes pelo alargamento do acesso de populações desfavorecidas a determinado bem ou serviço • Sustentabilidade financeira (normalmente traduzida na capacitação dessas camadas populacionais através da respetiva inclusão na cadeia de valor do negócio da empresa) • Escala • Replicabilidade Negócios inclusivos têm por base uma oportunidade de expansão de negócio por uma empresa

  19. M-PESA UM PROJETO DA VODAFONE NO QUÉNIA Film: Social Business (Gayle) With mac you can just drag & drop the film on the slide (has to be a .mov file!!)

  20. ACTION TANK PORTUGAL

  21. O PAPEL DAS EMPRESAS NA SOCIEDADE

  22. ACTION TANKem França Co-Fundadores do Action Tank França Prof. Muhammad Yunus Emmanuel Faber (COO Danone) Martin Hirsch (Presidente Agence duServiceCivique)

  23. ACTION TANK: como surge em Portugal? Na sequência da vinda a Portugal do Professor Yunus, Emmanuel Faber e Martin Hirsch, recebidos na Caixa Geral de Depósitos a Sair da Casca foi desafiada a criar um Action Tank em Portugal à semelhança do já existente em França.

  24. ACTION TANK: como surge em Portugal? O Action Tank Portugal (ATP) nasce da convicção de que as soluções tradicionais para lutar contra a pobreza e a exclusão social não são suficientes. Estão a emergir novas abordagens, sustentáveis, que recorrem à cultura e aos meios do setor empresarial e que assentam no seguinte pressuposto: é possível desenvolver atividades económicas que tenham um objetivo social e criar novas formas de parcerias cujas metas sejam não apenas o retorno do investimento mas também o impacte social. No panorama atual de crise, é urgente o desenvolvimento destes novos modelos e a passagem à ação

  25. ACTION TANK Portugal O ATP é uma Aliança informal de entidades do setor empresarial que visa desenvolver projetos experimentais (de negócio inclusivo e social business) numa base de colaboração e co-criação para a criação de projetos em Portugal O que é? Membros Conselho Estratégico

  26. ACTION TANK Portugal Contribuir para a inclusão social através de uma abordagem assente em novos modelos / iniciativas empresariais, designadamente nos conceitos de negócio inclusivo, negócio social e empreendedorismo social. Missão Uma sociedade mais inclusiva, onde as empresas contribuem para que a condição social de um individuo não tenha implicações na respetiva capacidade de acesso a bens, serviços e emprego. Visão

  27. ACTION TANK Portugal: objetivos gerais • Liderar a prossecução de novos modelos empresariais com um maior ênfase no impacte social da atividade económica. • Alavancar o desenvolvimento de iniciativas de negócio inclusivo, negócio social e empreendedorismo social, contribuindo para uma sociedade mais aberta e com hipóteses de acesso para um número maior de habitantes. • Identificar riscos e oportunidades com impacto significativo para as camadas populacionais mais vulneráveis e trabalhar a eliminação dos riscos e o proveito das oportunidades. • Disseminar o ATP e respetiva atividade e incentivar outras empresas a adotar os mesmos princípios e a criar iniciativas semelhantes. • Respeitar e promover a política de colaboração e de aprendizagem conjunta para alcançar a visão do ATP.

  28. A governance e os estatutos Membros Conselho Estratégico Sistema aberto de codecisão, assente na confiança entre membros e na transparência na relação entre as partes • Associados • Associações • Universidades Grupos de trabalho Reuniões plenárias Reuniões paralelas por projeto Grupos de trabalho por projeto Reuniões plenárias Gestão: Sair da Casca

  29. Em quê, como, com quem e onde atua o ATP? O quê? eixos de Intervenção Como? modelos de intervenção Com quem? Atores envolvidos Onde? Processo Pobreza; Desemprego (jovem e de longa duração); Envelhecimento da população; Capacitação do setor social Negócios inclusivos, negócios sociais, empreendedorismo social, (híbridos) Setor empresarial, setor social, setor público Portugal e Palop Ideação, co-criação, experimentação, teste, aprendizagem, ajustamento, implementação…

  30. EXEMPLOS DE PROJETOS

  31. Exemplos dos projetos • O propósito: explorar canais de distribuição pouco dinamizados; Empregar mulheres desempregadas de longa duração, com mais de 40 anos, com interesse em criar o seu próprio negócio, mas sem uma ideia para um negócio. • Como: modelo de distribuição inovador - aproveitar a ideia das vendedoras ambulantes que circulam pelos escritórios das empresas a vender opequeno-almoçoelanche. • O quê: conveniência, inclusão social, rapidez, projeto chave-na-mão, saudável e sem custos para a empresa.

  32. Exemplos dos projetos • O propósito: • Concentrar e disponibilizar toda a informação necessária para a criação /lançamento/manutenção de um negócio/projeto/empresa • Promover a utilização das TIC para lançar/potenciar projeto ou empresa • Apoiar a internacionalização de um negócio para o qual o mercado português é insuficiente • Como: desenvolver uma plataforma online que disponibiliza toda a informação necessária para a criação e potenciação de um projeto/empresa, dando primazia às TIC • O quê: disponibilizar informação para a criação de um negócio, desbloquear, usar uma linguagem simples e direta

  33. http://www.actiontankportugal.net/ atp@actiontankportugal.net