Observa es do autor
Download
1 / 179

Observações do autor … - PowerPoint PPT Presentation


  • 232 Views
  • Uploaded on

Observações do autor …. Alguns slides apresentam minhas dicas para os professores que usem meus livros ou meus slides. Dica de Bruni!!!. Dica de Bruni!!!. A figura do mestre costuma indicar as minhas dicas para os professores! Fique atento!. Dicas de Bruni!.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Observações do autor …' - magda


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Observa es do autor l.jpg
Observações do autor …

  • Alguns slides apresentam minhas dicas para os professores que usem meus livros ou meus slides

Dica de Bruni!!!


Dica de bruni l.jpg
Dica de Bruni!!!

  • A figura do mestre costuma indicar as minhas dicas para os professores!

  • Fique atento!


Dicas de bruni l.jpg
Dicas de Bruni!

  • Sugere-se o uso do Powerpoint XP ou superior

  • Eu costumo usar um “apresentador” (presenter em inglês), um mouse sem fio para professores e palestrantes

  • Recentemente, tenho usado um modelo da Targus, muito bom.


Cap tulo l.jpg
Capítulo

0

Apresentação docurso


Programa o did tica l.jpg
Programação didática

  • Objetivo

    Discutir o processo de avaliação das decisões financeiras, enfatizando o investimento de longo prazo


Cap tulos l.jpg
Capítulos

  • 1. Conceitos iniciais, HP12c, Excel e o modelo Investfacil.xls

  • 2. A estimativa dos fluxos futuros

  • 3. Custo de capital

  • 4. O processo de avaliação e análise dos prazos de recuperação do capital investido

  • 5. A análise de valores

  • 6. A análise de taxas

  • 7. A seleção de projetos de investimento

  • 8. O modelo Investfacil.xls.


Cap tulo7 l.jpg
Capítulo

1

Conceitos iniciais, HP12c, Excel e o modelo Investfacil.xls


Tr s objetivos do cap tulo l.jpg
Três objetivos do capítulo

  • Entender o processo de avaliação de investimentos

  • Conhecer o funcionamento da calculadora HP 12C

  • Conhecer alguns recursos financeiros do Excel


Decis es financeiras e objetivo l.jpg

Técnicas

Decisões financeiras e objetivo

Maximizar valor ou riqueza

Ativos

Investimentos

Passivos

Financiamentos

Capítulo 2

Capítulo 3

FCL

CMPC

Capítulos 4, 5, 6 e 7

FCL = Fluxo de Caixa Livre

CMPC = Custo Médio Ponderado de Capital


Entendendo a hp 12c l.jpg
Entendendo a HP 12C

Modelo tradicional

Dourado .

Modelo novo,

prateado


Algumas caracter sticas l.jpg
Algumas características …

RPN

Pilhas de registradores


Jan lukasiewicz l.jpg
Jan Lukasiewicz

  • Lógico e matemático polonês

  • Uma idéia genial!

  • Simplificar a notação matemática para facilitar as contas em máquinas!


Uma l gica reversa l.jpg
Uma lógica reversa …

R

eversa

P

olonesa

N

otação


Alguns exemplos l.jpg
Alguns exemplos …

Álgebra convencional …

Soma de 235 e 121

356

235

+

121

=

Instrução

Operador

Operandos

Notação polonesa …

356

235

121

+

ENTER

Operador

Instrução

Operandos


Observa o importante l.jpg
Observação importante

  • A HP 12C não tem a tecla

    =

A notação polonesadispensa seu uso


Resolva na hp12c l.jpg
Resolva na HP12C …

  • 45 – 23

  • 36/4 + 3

  • 5 x (7-2)

  • 45 + (-21)

45 [Enter] 23 [-] Visor => 22

36 [Enter] 4 [/] 3 [+] Visor => 12

5 [Enter] 7 [Enter] 2 [-] [x] Visor => 25

45 [Enter] 21 [CHS] [+] Visor => 24


A pilha de registradores l.jpg
A pilha de registradores

  • Registradores que processam as operações

Clear X

Limpa o

registrador X

Visor:

Registrador X


O funcionamento da pilha l.jpg
O funcionamento da pilha

8

Enter

4

8

+

8

4

12


Opera es com a pilha l.jpg
Operações com a pilha

Limpa o registrador X

Troca X por Y

Rola a pilha para baixo

CLEAR

Limpa a memória


Fun es especiais l.jpg
Funções especiais

  • Azuis

  • Amarelas


Fun es especiais amarelas l.jpg
Funções especiais amarelas

Apenas teclas amarelas


O primeiro passo de sempre l.jpg
O primeiro passo de sempre

  • Limpa a memória da calculadora

CLEAR


Fun es especiais azuis l.jpg
Funções especiais azuis

Apenas teclas azuis


Usando fun es alg bricas l.jpg
Usando funções algébricas

  • Calcula o logaritmo neperiano


Fun es essenciais l.jpg
Funções essenciais

Funções financeiras

Serão discutidas com maiorprofundidade a partir deJuros Compostos


Fun es financeiras da hp 12c l.jpg
Funções financeiras da HP 12C

  • [n]: calcula o número de períodos

  • [i]: calcula a taxa de juros

  • [PV]: calcula o valor presente

  • [PMT]: calcula a prestação

  • [FV]: calcula o valor futuro

  • [CHS]: troca o sinal



Fun es variadas l.jpg
Funções variadas

  • =VP()

  • =VF()

  • =NPER()

  • =TAXA()

  • =PGTO()



Fun es financeiras da hp 12c30 l.jpg
Funções financeiras da HP 12C

  • [n]: calcula o número de períodos

  • [i]: calcula a taxa de juros

  • [PV]: calcula o valor presente

  • [PMT]: calcula a prestação

  • [FV]: calcula o valor futuro

  • [CHS]: troca o sinal



Na hp 12c l.jpg
Na HP 12C

f Reg

4000 CHS PV

6 n

8 I

[FV] $6.347,50

VF

i = 8% a.m.

6 meses

0

-4000


Important ssimo l.jpg
Importantíssimo!!!

  • Ajuste a HP 12C para a convenção exponencial!!!

  • Sempre trabalhar com juros compostos, mesmo nas partes fracionárias de n!


Configurando a hp 12c l.jpg
Configurando a HP 12C

Ative o flag “C”!!!

C




Exemplo a l.jpg

Movimentações de $

Tempo

Exemplo A

  • Pedro aplicou $400,00 por três meses a 5% a. m. (juros compostos). Qual o valor de resgate?

[f] [Reg]

400 [CHS] [PV]

3 [n]

VF?

5 [i]

[FV] 463,05

n=3

-400,00

i=5% a.m.


Exemplo b l.jpg
Exemplo B

  • Qual o valor presente obtido para um valor futuro igual a $800,00 no ano 4 a uma taxa igual a 8% a. a.?

[f] [Reg]

800 [FV]

4 [n]

8 [i]

[PV]


Cap tulo39 l.jpg
Capítulo

2

Fluxos de CaixaFuturos


Quatro objetivos l.jpg
Quatro objetivos

  • Conceituar fluxo de caixa livre

  • Destacar a importância da análise dos conceitos: incrementos, livres de impostos e custo de oportunidade

  • Analisar a venda de imobilizado

  • Projetar fluxos de caixa livre


Relembrando decis es l.jpg

Técnicas

Relembrando … decisões …

Maximizar valor ou riqueza

Ativos

Investimentos

Passivos

Financiamentos

Neste capítulo …

FCL

TMA

FCL = Fluxo de Caixa Livre

TMA = Taxa Mínima de Atratividade


Hoje fluxo de caixa livre l.jpg
Hoje: Fluxo de Caixa Livre

Financiamentos

Investimentos

1. FCL

2. TMA

3. Técnicas


Para pensar l.jpg
Para pensar …

"Algo como o mau tempo, na verdade, não existe. Existem, sim, vários tipos de bom tempo."

John Ruskin


O que decis o l.jpg
O que é decisão …

  • No mundo corporativo, há algo vagamente conhecido como “processo decisório”, que são aqueles insondáveis critérios adotados pela alta direção da empresa para chegar a decisões que o funcionário não consegue entender. Tudo começa com a própria origem da palavra ‘decisão’, que se formou a partir do verbo latino caedere (cortar). Dependendo do prefixo que se utiliza, a palavra assume um significado diferente: ‘incisão’ é cortar para dentro, ‘rescisão’ é cortar de novo, ‘concisão’ é o que já foi cortado, e assim por diante. E dis caedere, de onde veio ‘decisão’, significa ‘cortar para fora’. Decidir é, portanto, extirpar de uma situação tudo o que está atrapalhando e ficar só com o que interessa.

Fonte : Gehringer, M. (2002). O que é decisão.Revista Você S.A., janeiro de 2002, p. 106.


Conceito de investimento l.jpg
Conceito de investimento …

Sacrificiozinho hoje …

Para ter um dinheirão amanhã …



Ganhos em finan as l.jpg

Fluxo de Caixa!

Ganhos em Finanças?

Lucros?


O que importa o caixa l.jpg
O que importa é o caixa!

O lucro, dentro de critérios perfeitamente adequados, pode ser manipulado. Caixa não tem jeito. Como dizem em Wall Street, lucro é opinião; caixa é fato.

Fonte : Antônio Manfredini, professor da EAESP-FGV, jornal Gazeta Mercantil, 24/09/2001, relatório “As Empresas Dinâmicas”, p. 01.


O que lucro l.jpg
O que é lucro?

  • Ganho contábil

  • Obtido por meio de:

    • (+) Receitas de vendas

    • (-) Custos

    • (-) Despesas

    • (-) IR

    • (=) Lucro


O que fluxo de caixa l.jpg
O que é fluxo de caixa?

  • Ganho financeiro

  • Obtido por meio de:

    • (+) Entradas

    • (-) Saídas

    • (=) Fluxo de caixa

  • Ou por meio de:

    • (+) Lucro

    • (+/-) Ajustes

    • (=) Fluxo de caixa


A resposta l.jpg
A resposta …

Analise o dinheiro no tempo!!!

Fluxos de caixafuturos


Pensando sobre os l.jpg
Pensando sobre os ...

Fluxos deCaixaFuturos


Fluxos de caixa futuros l.jpg

Movimentações de $

Tempo

Fluxos de caixa futuros

ValorResidual

Quanto eu ganharei durante a operação?

Quanto eu ganharei ao encerrar a operação?

FluxosIncrementais

InvestimentoInicial

Quanto eu investireihoje na operação?


Pensando sobre l.jpg
Pensando sobre ...

Aspectos importantes


Aspectos importantes l.jpg
Aspectos importantes …

  • Incrementos

  • Custo de oportunidade

  • Livres de impostos


Pensando nos l.jpg
Pensando nos ...

Incrementos


Empresa de taxis l.jpg
Empresa de taxis

  • Gasta cerca de $800,00 por mês para abastecer seus carros com gasolina. Pensa em investir $1.200,00 em kits para gás natural, que permitirá a troca do combustível e uma economia de 60% no valor do combustível consumido. Qual o fluxo incremental mensal da operação?


Pedra mansa s a l.jpg
Pedra Mansa S.A.

  • Pensa em trocar um equipamento com controle mecânico por outro eletrônico. Gastará com a manutenção do novo equipamento cerca de $4 mil por mês. Porém, economizará os cerca de $6mil mensais que gastava com o equipamento antigo. Qual o fluxo de caixa incremental da operação?


Pensando no l.jpg
Pensando no ...

Custo deoportunidade


Um exemplo did tico l.jpg
Um exemplo didático

  • Com o objetivo de aumentar a sua renda, um pequeno produtor rural resolve montar uma pequena fábrica de extrato de tomates na sua propriedade, aproveitando os tomates que produzia e vendia.


Custo dos insumos l.jpg
Custo dos insumos

Qual o custo dos tomates empregados na produção de extratos?

Sem documentação,não é possível registrar

Custo de oportunidade

Custo é igual àreceita perdida devendas


Um exemplo did tico62 l.jpg
Um exemplo didático

  • Em decorrência do sucesso da indústria, o agricultor resolve industrializar as goiabas da propriedade que eram sempre perdidas, já que sua comercialização in natura era impossível.

    Qual o custo das goiabas?


Pensando em l.jpg
Pensando em ...

Livres de impostos


Livres de impostos l.jpg
Livres de impostos

  • Um equipamento foi comprado há quatro anos por $50 mil, com vida útil de cinco anos.

  • A alíquota de IR da empresa é igual a 30%.

  • Se o equipamento for vendido hoje por $25 mil, qual o fluxo de caixa líquido recebido pela empresa?


Pensando na l.jpg
Pensando na ...

Venda de imobilizado


Venda de imobilizado l.jpg
Venda de imobilizado

Valor de venda

(-) Custo contábil

Resultado não operacional

(-) IR

Resultado líquido

Fluxo de Caixa

(+) Entrada (Venda)

(-) Saída (IR)

Líquido


Analisando a venda l.jpg
Analisando a venda

  • Depreciação = valor / vida útil = 50/5 = $10 mil por ano

  • Registro do equipamento

Custo contábil

10


Exemplo de venda l.jpg
Exemplo de venda

25

- 10

15

- 4,5

10,5

(+) 25

(-) 4,50

20,50

Valor de venda

(-) Custo contábil

Resultado não operacional

(-) IR

Resultado líquido

Fluxo de Caixa

(+) Entrada (Venda)

(-) Saída (IR)

Líquido


Os importantes e l.jpg
Os importantes e ...

Diferentes Fluxos de Caixa


Tipos b sicos l.jpg
Tipos básicos

  • Tesouraria

    • Curto prazo

    • Direto

  • Ativos

    • Longo prazo

    • Indireto


Os diferentes tipos de fcs l.jpg
OS diferentes tipos de FCs

  • Fluxo de caixa livre

    • Ganho do negócio ou das operações

  • Fluxo de caixa do acionista

    • Ganho do sócio ou acionista


Fluxo de caixa do acionista l.jpg
Fluxo de Caixa do Acionista

FCA

Ks

Técnicas


O primeiro par metro l.jpg
O primeiro parâmetro …

Fluxo de CaixaLivre

Dos ativos!!!


Sempre mais f cil analisar l.jpg
É sempre mais fácil analisar

Os ativos separadamente


Fluxo de caixa livre l.jpg
Fluxo de caixa livre

(+) Receitas

(-) Custos e despesas variáveis

(-) Custos e desp fixos (sem deprec)

(-) Depreciação

= Lucro Operacional Tributável

(-) IR

= Lucro Líquido Operacional

(+) Depreciação

= FCO (Fluxo de Caixa Operacional)

(+/-) Invest líquidos em equipamentos

(+/-) Invest líquidos em capital de giro

= FCL (Fluxo de Caixa Livre)

?


Para nunca esquecer l.jpg
Para nunca esquecer …

ExercíciosPropostos

Resolva os exercícios do livro!!!


Cap tulo77 l.jpg
Capítulo

3

Custo de Capital


Objetivos l.jpg
Objetivos

  • Conceituar CMPC

  • Calcular o custo efetivo do capital de terceiros

  • Entender o custo de oportunidade do capital próprio e os prêmios pelo tempo e pelo risco


Relembrando decis es79 l.jpg

Técnicas

Relembrando … decisões …

Maximizar valor ou riqueza

Ativos

Investimentos

Passivos

Financiamentos

Neste capítulo …

FCL

CMPC

FCL = Fluxo de Caixa Livre

CMPC = Custo Médio Ponderado de Capital


Entendendo o l.jpg
Entendendo o ...

Custo

Médio

Ponderado de

Capital


Aspectos que continuam sendo importantes l.jpg
Aspectos que continuam sendo importantes …

  • Incrementos

  • Custo de oportunidade

  • Livres de impostos


As fontes de financiamento l.jpg
As fontes de financiamento …

PC

ELP

INVESTIMENTOS

PL


Separando as fontes l.jpg
Separando as fontes …

PC

CP

Terceiros

ELP

LP

Estrutura de Capital

PL

Próprio


Fontes externas l.jpg
Fontes externas

Capital de terceiros

É preciso consideraro benefício fiscal!


Importante l.jpg
Importante!!!

Benefício fiscal

...

Empresas tributadas por lucro real


S mbolo do custo externo l.jpg
Símbolo do custo externo

Kd

Dívida

Custo de Capital


Benef cio fiscal l.jpg
Benefício fiscal

  • Juros representam despesas financeiras

  • Dedutíveis do IR

  • Parte dos juros pagos retorna sob a forma de IR não pago


Nada deve e algo deve l.jpg
Nada Deve e Algo Deve

Desembolso efetivo = $28,00


Assim l.jpg
Assim …

  • Do custo aparente da dívida, deve ser extraído o benefício fiscal

Kd = Ka (1 - IR)

Alíquotado IR

Custo aparenteda dívida

Custo efetivoda dívida


Kd de nada deve l.jpg
Kd de Nada Deve

Kd = Ka (1 - IR)

Kd = 20 %(1 – 0,30)

Kd = 14% a.a.

ou

Kd = 28/200

Kd = 14% a.a.


Para n o esquecer l.jpg
Para não esquecer …

  • A Cia do Mundo Mágico possui dívidas no valor de $500 mil, sobre as quais paga juros anuais iguais a $80 mil.

  • Sabendo que a alíquota de IR da empresa é igual a 34%, calcule:

    • Custo aparente da dívida

    • Custo efetivo da dívida

Números:

Dívidas = $500 mil

Juros = $80 mil

IR = 34%

Resposta


Fontes internas l.jpg
Fontes internas

Capital Próprio


Lembre se l.jpg
Lembre-se!!!!

  • É um custo de oportunidade!

  • A empresa não tem obrigação de remunerar os sócios!

  • Porém, os sócios tem uma expectativa de retorno

Um retorno esperado édesejado da operação!


S mbolo do custo pr prio l.jpg
Símbolo do custo próprio

Ks

Sócio

Custo de Capital


Segundo modelo l.jpg
Segundo modelo

Modelo com prêmios por tempo e risco


Equil brio e retorno l.jpg
Equilíbrio e retorno

RETORNO

TEMPO

RISCO


Desenvolvendo l.jpg
Desenvolvendo …

  • Custo do capital próprio

RETORNO

=

PRÊMIO

PELO

TEMPO

PRÊMIO

PELO

RISCO

+

Rf = taxa livre de risco


Sapataria p de anjo l.jpg
Sapataria Pé de Anjo

  • Para poder abrir uma pequena loja, um investidor aplicou $40 mil, que costumavam render na caderneta de poupança $6 mil anuais.

  • Sabendo que ele demanda um prêmio pelo risco adicional igual a 4% a. a., calcule o custo do capital próprio da operação.

Resposta


Para nunca esquecer99 l.jpg
Para nunca esquecer

Exercícios

Resolva os exercícios do livro!!!


Cap tulo100 l.jpg
Capítulo

4

Análise dos prazosde recuperação docapital investido


Relembrando decis es101 l.jpg

Técnicas

Relembrando … decisões …

Maximizar valor ou riqueza

Ativos

Investimentos

Passivos

Financiamentos

Neste capítulo …

FCL

CMPC

FCL = Fluxo de Caixa Livre

CMPC = Custo Médio Ponderado de Capital


Hoje t cnicas de avalia o l.jpg
Hoje: Técnicas de avaliação

Financiamentos

Investimentos

1. FCL

2. TMA

3. Técnicas


O segundo passo l.jpg
O segundo passo ...

Comparar os parâmetros das Decisões de Investimentos


Um breve resumo l.jpg

Ativo Passivo

FINANCIAMENTOS

INVESTIMENTOS

Bens + Direitos

Obrigações

Patrimônio Líquido

Custo de Capital

Fluxo de Caixa

Um breve resumo ...


Compara o e t cnicas l.jpg
Comparação e técnicas

Custo de Capital

Fluxo de Caixa

Técnicas


Grupos de t cnicas l.jpg

Prazos

Payback

Valores

VPL, VFL, VUL

Taxas

TIR, TER, TIJ

Grupos de Técnicas


Primeiro grupo de t cnicas l.jpg
Primeiro grupo de técnicas

Análises de Prazos

de recuperação docapital investido


Duas m tricas usuais l.jpg
Duas métricas usuais

  • Payback simples

  • Payback descontado


Primeiro prazo l.jpg
Primeiro prazo …

Payback simples


Payback simples l.jpg
Payback simples

  • Análise do prazo de recuperação do capital investido, sem remuneração


Companhia nana nen m ltda l.jpg

400,00

250,00

200,00

Tempo

-500,00

Companhia Nana Neném Ltda.

Cálculo do PBS

FCs no final do ano

PBS = 3 anos

FCs distribuído no ano

PBS = 2 + 50/400 = 2,125 anos


Vantagens do pbs l.jpg
Vantagens do PBS

  • Simples

  • Fácil de calcular

  • Fácil de entender


Perigos do payback simples l.jpg
Perigos do payback simples

  • Não considera o valor do dinheiro no tempo

  • Miopia financeira

    • Visão curta

    • Analisa até a recuperação do capital investido

Payback Descontado

Outras técnicas devem

ser empregadas


A miopia do payback l.jpg

400,00

300,00

200,00

Tempo

-500,00

A miopia do payback

Aumentando o valor ...

4.000.000.000

Payback

não se altera!!!


Segundo prazo l.jpg
Segundo prazo …

Payback descontado


Payback descontado l.jpg
Payback descontado

  • Análise do prazo de recuperação do capital investido, com remuneração


Para considerar o no tempo l.jpg
Para considerar o $ no tempo

É preciso trazer todo o fluxo de caixa a valor presente!


Do exemplo anterior l.jpg

400,00

250,00

200,00

Tempo

-500,00

Do exemplo anterior …

Considerando CMPCigual a 10% a. a.


Para trazer a valor presente l.jpg
Para trazer a valor presente

Fórmula dos juros compostos

VF=VP (1+ i)n

VP=VF÷(1+ i)n


Trazendo a valor presente l.jpg
Trazendo a valor presente

Cálculo do PBD

FCs no final do ano

PBD = 3 anos

FCs distribuído no ano

PBD = 2 + 111,57/300,53 = 2,37 anos


Trazendo a resposta l.jpg
Trazendo a resposta …

Cálculo do PBD

FCs no final do ano

PBD = 3 anos

FCs distribuído no ano

PBD = 2 + 111,57/300,53 = 2,37 anos


Usando a hp12c l.jpg

RPN

Outrascaracterísticas

Pilhas

Usando a HP12C

Funções financeiras


Aqui nos interessa l.jpg
Aqui … nos interessa …

  • Funções financeiras

[n] – Calcula o número de períodos

[i] – Calcula a taxa

[PV] – Calcula o Valor Presente

[PMT] – Calcula a Prestação

[FV] – Calcula o Valor Futuro

[CHS] – Troca o sinal


Resolva na hp 12c l.jpg

Movimentações de $

Tempo

Resolva na HP 12C

  • Pedro aplicou $400,00 por três meses a 5% a. m. (juros compostos). Qual o valor de resgate?

[f] [Reg]

400 [CHS] [PV]

3 [n]

VF?

5 [i]

[FV] 463,05

n=3

-400,00

i=5% a.m.


Outro exerc cio l.jpg
Outro exercício …

  • Um amplificador tem preço a vista igual a $1.200,00. A loja cobra 4% a. m. Calcule o valor das prestações mensais nos seguintes casos:

    Prestação = [PMT]

  • 5 x sem entrada

  • 1 + 3

  • Entrada de $300,00 + 4 x


5 x sem entrada l.jpg
5 x sem entrada

  • [f] Reg

  • 1200 [PV]

  • 4 [i]

  • 5 [n]

  • g [END] (sem entrada)

  • [PMT] – 269,55


Slide127 l.jpg
1 + 3

  • [f] Reg

  • 1200 [PV]

  • 4 [i]

  • 4 [n]

  • g [BEG] (com entrada)

  • [PMT] -317,87


Entrada de 300 00 4 l.jpg
Entrada de $300,00 + 4

  • [f] Reg

  • 900 [PV] (abatendo a entrada)

  • 4 [i]

  • 4 [n]

  • g [END] (sem entrada)

  • [PMT] -247,94


Trazendo a vp na hp 12c l.jpg
Trazendo a VP na HP 12C

  • Qual o valor presente obtido para um valor futuro igual a $800,00 no ano 4 a uma taxa igual a 8% a. a.?

[f] [Reg]

800 [FV]

4 [n]

8 [i]

[PV]


Voltando l.jpg

400,00

250,00

200,00

Tempo

-500,00

Voltando …

Para o exemplo anterior …

CMPC = 10% a.a.


Vp fc na hp 12c l.jpg
VP (FC) na HP 12C

3 anos

FC no final do ano:

FC distribuído no ano:

111,57

= 2,37 anos

PBD = 2 +

300,53


Vp fc preenchido l.jpg
VP (FC) preenchido

3 anos

FC no final do ano:

FC distribuído no ano:

111,57

= 2,37 anos

PBD = 2 +

300,53


Pontos fortes e fracos l.jpg
Pontos fortes e fracos

  • Vantagens

    • Considera o valor do dinheiro no tempo

    • Fácil de entender

  • Desvantagens

    • Maior complexidade algébrica

    • É preciso conhecer o CMPC

    • Miopia permanece



Uso do payback l.jpg
Uso do payback

  • Calibre passa não passa

Aceito!!!

<

Prazomáximotolerável

Payback

>

Rejeito!!!


Tr s resultados l.jpg
Três resultados

  • Entendemos os princípios básicos de avaliação

  • Compreendemos as técnicas baseadas em prazos

  • Saber calculamos payback simples e descontado


Para sempre lembrar l.jpg
Para sempre lembrar!!!

Exercícios

Resolva os exercícios do livro!!!


Cap tulo138 l.jpg
Capítulo

5

Análise de valores


Tr s objetivos l.jpg
Três objetivos

  • Entender as técnicas baseadas em valores

  • Saber usar e avaliar investimentos com base no Valor Presente Líquido

  • Compreender e saber utilizar os métodos do Valor Futuro Líquido e do Valor Uniforme Líquido


Segundo grupo de t cnicas l.jpg
Segundo grupo de técnicas

Análises de Valores

Em diferentesmomentos


Diferentes momentos l.jpg
Diferentes momentos

  • Presente

  • Futuro

  • Distribuído


An lise a l.jpg
Análise a …

Valor Presente


Descri o l.jpg
Descrição

Considera a soma de TODOS os fluxos de caixa na DATA ZERO


Trazendo a valor presente144 l.jpg

Tempo

Trazendo a valor presente

Considerando CMPCigual a 10% a. a.

400,00

250,00

200,00

-500,00

181,82

688,96

206,61

300,53

Valor Presente Líquido

188,96


Vpl e hp 12c l.jpg
VPL e HP 12C

  • Funções financeiras

NPV = Net Present Value

[g] [CF0] – Abastece o Fluxo de Caixa do ano 0

[g] [CFj] – Abastece o Fluxo de Caixa do ano j

Cuidado!! j <= 20 !!!

[g] [Nj] – Abastece o número de repetições

[i] – Abastece o custo de capital

[f] [NPV] – Calcula o VPL


Calculando vpl na hp12c l.jpg
Calculando VPL na HP12C

[f] [Reg]

500 [CHS] [g] [CF0]

200 [g] [CFj]

250 [g] [CFj]

400 [g] [CFj]

10 [i] [f] [NPV]

188,96


Uso do vpl l.jpg
Uso do VPL

Aceito!!!

>

VPL

Zero

<

Rejeito!!!


Uma variante do vpl l.jpg
Uma variante do VPL

Índice de lucratividade


Problema do vpl l.jpg
Problema do VPL

  • Medida em valor absoluto

    É melhor ganhar um VPL de $80 em um investimento de $300 ou um VPL de $90 em um investimento de $400?


Relativizando o vpl l.jpg
Relativizando o VPL

Valor presente líquido

VP (FCs futuros) – Investimento inicial

Problema: valor absoluto. Não considera escala.

÷

VP (FCs futuros) ÷ Investimento inicial

Índice de Lucratividade


Associando conceitos l.jpg
Associando conceitos

VPL > 0

IL > 1


Calculando o il l.jpg

Tempo

Calculando o IL

Considerando CMPCigual a 10% a. a.

400,00

688,96

250,00

200,00

500,00

= 1,38

-500,00

181,82

688,96

206,61

Índice de

Lucratividade

300,53


Cap tulo153 l.jpg
Capítulo

6

Análise de taxas


Tr s objetivos154 l.jpg
Três objetivos

  • Entender as técnicas baseadas em taxas

  • Saber usar e avaliar investimentos com base na Taxa Interna de Retorno

  • Compreender e saber utilizar os métodos da Taxa Externa de Retorno e da Taxa Interna de Juros


Terceiro grupo de t cnicas l.jpg
Terceiro grupo de técnicas

Análises de Taxas

TIR, TIJ, TER


Uma das taxas l.jpg
Uma das taxas …

Taxa Interna de Retorno


Conceito da tir l.jpg
Conceito da TIR

O quanto ganharemos com a operação!


Conceitualmente l.jpg
Conceitualmente ...

  • A TIR corresponde à rentabilidade auferida com a operação

$270

TIR = 35% a.a.

0

1 ano

-$200


Analisando um fluxo com l.jpg
Analisando um fluxo com ...

Muitos capitais

diferentes


Perfil do vpl l.jpg

400,00

250,00

200,00

Tempo

-500,00

Perfil do VPL

Taxa Interna de Retorno

TIR = 27,95%

Relação inversa entre CMPC e VPL


Perfil do vpl preenchido l.jpg

400,00

250,00

200,00

Tempo

-500,00

Perfil do VPL preenchido

Taxa Interna de Retorno

TIR = 27,95%

Relação inversa entre CMPC e VPL


Conceito alg brico da tir l.jpg
Conceito algébrico da TIR

Valor do CMPC que faz com que o VPL seja igual a zero


C lculo matem tico da tir l.jpg
Cálculo matemático da TIR

  • Solução polinomial …

  • VPL = 0, K = TIR

  • TIR é raiz do polinômio …


Na pr tica l.jpg
Na prática …

  • HP 12C:[f] [IRR]

  • Excel:=TIR(Fluxos)


Tir e hp 12c l.jpg
TIR e HP 12C

  • Funções financeiras

IRR = Internal Rate of Return

[g] [CF0] – Abastece o Fluxo de Caixa do ano 0

[g] [CFj] – Abastece o Fluxo de Caixa do ano j

Cuidado!! j <= 20 !!!

[g] [Nj] – Abastece o número de repetições

[f] [IRR] – Calcula a TIR


Calculando tir na hp12c l.jpg
Calculando TIR na HP12C

[f] [Reg]

500 [CHS] [g] [CF0]

200 [g] [CFj]

250 [g] [CFj]

400 [g] [CFj]

[f] [IRR]

27,95


Para sempre lembrar167 l.jpg
Para sempre lembrar!!!

Exercícios

Resolva os exercícios do livro!!!


Cap tulo168 l.jpg
Capítulo

7

Seleção de alternativas


Dois objetivos l.jpg
Dois objetivos

  • Saber diferenciar projetos mutuamente excludentes

  • Saber comparar e selecionar projetos com base nos diferentes métodos


T pico novo l.jpg
Tópico Novo

Seleção deAlternativas


S ntese das t cnicas l.jpg
Síntese das técnicas

  • Payback < Prazo

  • TIR > CMPC

  • Valor > zero


Por m l.jpg
Porém ….

  • Alternativas mutuamente excludentes

  • Aceitação de uma implica na rejeição das outras


Uma d vida cruel l.jpg
Uma dúvida cruel …

Valor

ou

Taxa


Escolhendo a melhor alternativa l.jpg
Escolhendo a melhor alternativa

  • Selecione apenas uma

    Alternativa A B

    Agora -1 -10

    Depois +1,50 +11

  • Taxa 50% 10%

  • Valor +0,50 +1,00


An lise da diferen a l.jpg
Análise da diferença

Analisando o incremento

A B

-1 -10

+1,50 +11

50% 10%

+$0,50 +$1,00

B – A

-9

+9,50

5,56%

+$0,50

TIR>CMPC

Aceito!

VPL>0

Aceito!

CMPC = 0%


Ao comparar alternativas l.jpg
Ao comparar alternativas

Escolha com base no maior valor!


Para fixar l.jpg
Para fixar !!!

Exercícios

Resolva os exercícios do livro!!!


Cap tulo178 l.jpg
Capítulo

!

Referências dosslides.


Fonte das figuras utilizadas l.jpg
Fonte das figuras utilizadas

  • Quase todas as figuras utilizadas neste conjunto de slides foram obtidas das seguintes fontes:

    • 100.000 MultImídia Pack. Revista Expert Premium, São Paulo: CD Expert Editora e Distribuidora Ltda, 2000.

    • 30.000 Multimídia Pack. Revista Expert Premium, São Paulo: CD Expert Editora e Distribuidora Ltda, 2000.


ad