as decis es estrat gicas n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
As decisões estratégicas PowerPoint Presentation
Download Presentation
As decisões estratégicas

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 10

As decisões estratégicas - PowerPoint PPT Presentation


  • 58 Views
  • Uploaded on

As decisões estratégicas. Grupo 19 S. Objetivos de Estoque .

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

As decisões estratégicas


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
objetivos de estoque
Objetivos de Estoque

“Estoques são fenômenos não lucrativos e que devem ser cuidadosamente estudados. (...) as condições que produzem ou que geram a necessidade de estoque é que devem ser corrigidas, de maneira a reduzir o estoque de forma racional.” (SHINGO,1996).

controle objetivos de custo
Controle - Objetivos de Custo
  • Estabelecer níveis de estoque.
  • Balancear custos de manter e pedir.
  • Alto estoque do mesmo produto = Alto custo.
  • Estoque variado = Menor custo
custos diferentes para produtos diferentes
Custos diferentes para produtos diferentes

Diferenciar indicadores para produtos acabados e insumos:

  • Produtos Acabados

Custo da falta = margem de contribuição de cada venda perdida.

Alta margem = Prejuizo e necessidade de manter produto sempre em estoque.

  • Insumos

Necessário ver o impacto do produto para a empresa.

Insumos podem resultar em interrupção ou falta de produtos acabados.

valor agregado ao cliente
Valor agregado ao cliente

Ele pode ser entendido de diversas maneiras, especialmente pelo próprio cliente. Porém essas interpretações não devem ser conflitantes entre si.

cria o do valor que o cliente enxerga bradley gale 1994
Criação do valor que o cliente enxerga (Bradley Gale, 1994)

Compreendendo as necessidades dos clientes em um mercado bem definido

Design & controle de qualidade eficazes

Qualidade superior em áreas importantes

para o cliente

Propaganda e outras comunicações

de marketing

Baixo “custo da qualidade” e liderança geral em custos

Qualidade percebida pelo mercado

Valor excepcional para o cliente

Resultados:

Lucratividade, crescimento

e Valor societário

cria o de valor que o cliente enxerga
Criação de valor que o cliente enxerga

valor

Outra interpretação do valor que o cliente enxerga consiste na melhor combinação entre qualidade, serviço ao cliente, preço e prazo de entrega para os produtos e serviços demandados pelos clientes.

qualidade x serviço ao cliente

preço x prazo de entrega

cadeia de log stica tradicional
Cadeia de logística tradicional

Tem um time-to-market muito extenso, estoque de abastecimento elevado e sobrecarga de custos onerosa

Existência de uma preocupação com o custo, considerado absurdo, o que faz com que o consumidor acabe pagando o preço

A cadeia de supply chain surge como a proposta para solução desta preocupação com os custos

supply chain
Supply chain

Para que uma empresa desenvolva e implante uma estratégia de supply chain, ela deve começar avaliando a cadeia total de logística em que atua vis-à-vis a seus objetivos do negócio

A partir da avaliação da situação atual e das tendências deve sair uma lista de oportunidades e de pontos fracos

Completada a avaliação a empresa estabelece uma visão da cadeia total da logistica, levando em consideração vários movimentos e iniciativas que possam vir a afetar o negócio no futuro

desafios da inova o
Desafios da inovação
  • Transformar desejos em novos produtos e mercados. (baseado em Schumpeter,1998)
  • Ampliar mercado oferecendo novas oportunidades. (baseado em UTTERBACK;ACEE,2003)
  • Dinamismo em processos internos e no marketing para comercializar.
  • Novos produtos, como também, modernizar serviços antigos.
  • Ajustar, mudar ou adquirir novos fornecedores ajustando custos, visando novas propostas mais atraentes.
  • Analisar resultados comerciais e financeiros da empresa.