goi nia agosto de 2010 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Goiânia, agosto de 2010 PowerPoint Presentation
Download Presentation
Goiânia, agosto de 2010

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 25

Goiânia, agosto de 2010 - PowerPoint PPT Presentation


  • 88 Views
  • Uploaded on

Goiânia, agosto de 2010. Os transtornos de aprendizagem nos seus diversos aspectos: Aspecto Neurológico. Dr. Fabio Borges Pessoa Pediatria Pós-graduação em Neuropsiquiatria da Infância e Adolescência – FM/UFG. QUEIXA ESCOLAR: PROBLEMA DA ESCOLA OU DE SERVIÇO DE SAÚDE? .

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Goiânia, agosto de 2010' - lucas


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide2

Os transtornos de aprendizagem nos seus diversos aspectos:

Aspecto Neurológico

  • Dr. Fabio Borges Pessoa
    • Pediatria
    • Pós-graduação em Neuropsiquiatria da Infância e Adolescência – FM/UFG
slide3

QUEIXA ESCOLAR: PROBLEMA DA ESCOLA OU DE SERVIÇO DE SAÚDE?

  • No Brasil, cerca de 40% das crianças em séries iniciais de alfabetização apresentam dificuldades escolares. (SCHIRMER; FONTOURA; NUNES, 2004)
  • Muñiz (2001), as dificuldades de aprendizagem e adaptação escolar apresentam 35% das motivações para consultas pediátricas na fase dos 6 aos 24 anos e 45% dos atendimentos em saúde mental no mundo.
slide4

QUEIXA ESCOLAR: PROBLEMA DA ESCOLA OU DE SERVIÇO DE SAÚDE?

  • Kimmel e Weiner (1998) consideram os problemas escolares e os problemas de comportamento aqueles que mais dificultam o desenvolvimento normal do adolescente e necessitam de atendimento especializado.
  • Graminha e Martins (1994) afirmam que as dificuldades escolares se constituem no principal motivo da procura de atendimento psicológico para crianças.
slide5

DSM – IV(Manual Diagnóstico Estatístico de Doenças Mentais) (1995)

 Transtornos de aprendizagem são diagnosticados por meio de testes padronizados envolvendo matemática, leitura ou expressão escrita, demonstrando valores substancialmente abaixo do esperado para a idade, escolarização e nível de inteligência.

slide6

CID – 10 (Classificação Internacional de Doenças)

(1992)

 Transtornos nos quais as modalidades habituais de aprendizado estão alteradas desde as primeiras etapas do desenvolvimento.

 O comprometimento não é somente a conseqüência da falta de oportunidade de aprendizagem ou de um retardo mental, e ele não é devido a um traumatismo ou doença cerebrais.

slide7

NationalJointCommitteeofLearningDisabilities

(1988)

 Dificuldades intrínsecas do indivíduo;

 Disfunção do Sistema Nervoso Central;

 Persiste por toda a vida;

 Envolve as dificuldades significativas na compreensão oral, conversação, leitura, escrita, raciocínio ou matemática;

 Nível de inteligência mediano ou acima da média

slide8

Transtornos de Aprendizagem

 Não incluem problemas de aprendizagem que são principalmente resultado de:

• deficiências visuais, auditivas ou motoras;

• retardo mental;

•traumatismos ou doenças cerebrais adquiridas;

• perturbação emocional;

• desvantagens ambientais, culturais ou econômicas.

dificuldades para aprendizagem
Dificuldades para Aprendizagem

“Termo genérico que abrange um grupo heterogêneo de problemas capazes de alterar as possibilidades de a criança aprender, independentemente de suas condições neurológicas para fazê-lo”

(NewraRotta e cols, 2006)

transtornos de aprendizagem
Transtornos de Aprendizagem
  • Prevalência: 2 a 10% (3 – 5% Brasil – Ciasca, 2003)
  • Meninos 6:1 (Ciasca , 2003)
  • Etiologia: MULTIFATORIAL

(imaturidade, lesões específicas do cérebro, fatores hereditários e ou disfunções químicas).

transtornos de aprendizagem1
Transtornos de Aprendizagem

Anamnese

  • 1. Queixa Principal
  • 2 .História da Doença Atual
  • 3.História Familiar
  • 4.Hábitos do dia-a-dia
  • 5.Antecedentes maternos
  • 6.Antecedentes Gestacionais
  • 7. Parto e período neonatal
  • 8. Desenvolvimento neuropsicomotor
transtornos de aprendizagem2
Transtornos de Aprendizagem
  • I. Exame Físico
  • II. Exame Neurológico
  • III. Exame das Funções Corticais Superiores
  • IV. Exames Complementares
transtornos de aprendizagem3
Transtornos de Aprendizagem
  • I. Exame Físico
  • II. Exame Neurológico
  • Psiquismo
  • Linguagem
  • Atitude
  • Fácies
  • Equilíbrio
  • Motricidade
transtornos de aprendizagem4
Transtornos de Aprendizagem
  • II. Exame das Funções Corticais Superiores
  • Orientação
  • Memória
  • Desenho da figura humana
  • Equilíbrio
  • Cálculos
transtornos de aprendizagem5
Transtornos de Aprendizagem
  • II. Exames Complementares
  • Exclusão
  • EEG e Neuroimagem
slide19

6 e 9 ou 3 e 8

5 69

12 lê-se 21

Cento e sete = 17

Decomposição de números:

5432= 5000400302

Problemas na aplicação prática da matemática, por exemplo: A distância da casa de Ana até a escola é de 1 km. Maria mora duas vezes mais longe. Qual a distancia que Maria tem que percorrer para chegar à escola?

slide20

Journal of Child Psychology and Psychiatry,

- Mar 2010 -

Comorbidity of Learning Disorders: Prevalence

and Familial Transmission

(Landerl, Karin; Moll, Kristina)

 2586 crianças do ensino fundamental

 293 crianças com pelo menos um transtorno de aprendizagem

 Déficits em aritmética, leitura e escrita:

4 a 5x mais frequentes em crianças que já apresentavam um transtorno, em relação à população total.

 TA > Meninas – TL > Meninos

 TA – TL: como comorbidade, mais comum em meninas

slide21

Learning Disabilities Research & Practice

- Feb 2010 -

A Longitudinal Study of Risk-Taking Behavior in Adolescents with Learning Disabilities

(McNamara, John K.; Willoughby, Teena)

  • Relação entre adolescentes e comportamento de risco (álcool, tabagismo, uso de drogas, delinqüência e os atos de agressão) e transtornos de aprendizagem.
  •  307 adolescentes com e 307 adolescentessem transtornos de aprendizagem
adaptado john k mcnamara teena willoughby 2010
adaptadoJohn K. McNamara, Teena Willoughby,2010

Estimated Marginal Means

0.10000WithLearningDisabilities

0.05000

0.00000

- 0.05000

-0.10000

-0.15000WithoutLearningDisabilities

time 1time 2

  • Figure 2: Group mean ratings and standard deviations for smoking at Time 1 and Time 2.
slide23

 Os resultados deste estudo sugerem que, em geral, os adolescentes com e sem dificuldades de aprendizagem assumem atividades de risco em um nível moderado (comportamento típico dos adolescentes?).

  • O estudo mostra que os adolescentes com dificuldades de aprendizagem foram mais propensos a se envolver com atividades de risco, quando comparados com aqueles sem problemas de aprendizagem e que os padrões de envolvimento com as transgressões foram diferentes para cada grupo ao longo do tempo.
  •  A importância das escolas enfatizarem programas de educação e conscientização sobre os perigos associados aos comportamentos de risco como o uso de substância, agressão, delinqüência e jogos de azar.
tratamento
Tratamento
  • Medicamento ???
  • Multidisciplinar
  • Inclusão