pastoral da sa de orienta es pr ticas n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas PowerPoint Presentation
Download Presentation
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 23

Pastoral da Saúde: Orientações Práticas - PowerPoint PPT Presentation


  • 91 Views
  • Uploaded on

Pastoral da Saúde: Orientações Práticas. Pastoral da Saúde: Orientações Práticas. Ontem As empresas exigiam = Competência As Igrejas = Atos Humanísticos Hoje As empresas = Solidariedade As Igrejas = Competência Ideal Competência Solidariedade Sensibilidade.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Pastoral da Saúde: Orientações Práticas' - lowell


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
pastoral da sa de orienta es pr ticas1
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

Ontem

As empresas exigiam = Competência

As Igrejas = Atos Humanísticos

Hoje

As empresas = Solidariedade

As Igrejas = Competência

Ideal

  • Competência
  • Solidariedade
  • Sensibilidade
pastoral da sa de orienta es pr ticas2
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

Pastoral no Hospital

Hospital: Lugar dos opostos

Finalidade: Cuidar dos doentes e não da religião

pastoral da sa de orienta es pr ticas3
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

Não admite:

  • Proselitismo
  • Propaganda religiosa
  • Manifestações inoportunas

Não deve:

  • Levar alimentos
  • Sentar na cama
  • Procedimentos médicos
pastoral da sa de orienta es pr ticas4
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

Visita Rápida

  • O tempo
  • Sensação de desconforto
  • Grande número de doentes rapidamente
pastoral da sa de orienta es pr ticas5
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

CUIDADO!

Não se envolver com os sacramentos e esquecer a pessoa.

Jesus: Aproveitava os momentos oportunos.

IMPORTANTE:

Estar com o outro de corpo e alma.

A visita rápida pode ser tão eficiente quanto a demorada.

pastoral da sa de orienta es pr ticas6
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

Acolhida

A acolhida é o nosso cartão de visita.

Boa acolhida vale mais que 1000 Ave-Marias.

Jesus:

  • Discípulos de Emaús
  • Samaritana
  • Nicodemos
  • Pedro sobre as águas
pastoral da sa de orienta es pr ticas7
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

O agente:

  • Acolher não só aquilo que é bonito, que acredita
  • Acolher a parte ruim
pastoral da sa de orienta es pr ticas8
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

As bênçãos

Finalidade:

  • Oração que se louva ou glorifica a Deus ou aos santos.
  • Oração com que a Igreja implora a proteção de Deus sobre a pessoa.

ERRADO

Usar a bênção como fuga

pastoral da sa de orienta es pr ticas9
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

O que as pessoas buscam? Acolhida

O que oferecemos? Orações, sacramentos, objetos e magias

O que deveríamos oferecer? Antes de qualquer orientação, acolhida.

pastoral da sa de orienta es pr ticas10
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

Cuidado com as palavras

A palavra de Deus : Inúmeros exemplos da força de Deus.

Palavra Humana

  • “Palavra de Homem”
  • Palavra do pai e da mãe
  • Palavra do líder religioso

Não só as palavras evangelizam

pastoral da sa de orienta es pr ticas11
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

O solidário

O mundo convida ao individualismo.

Quem precisa da solidariedade? TODOS

  • Quem é o maior beneficiado:
  • Doente?
  • Agente?
  • O solidário:
  • É feliz
  • Faz o outro feliz
pastoral da sa de orienta es pr ticas12
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

O samaritano

Realidade: Todos têm o que fazer. Ex: Neurocirurgião

Os que passam = são muitos

Os que param = são poucos

Os que ficam à margem = muitos

Os que se aprofundam = são os que estão atentos às necessidades do outro

O agente: Onde está?

Parado / À margem / No interior

pastoral da sa de orienta es pr ticas13
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

E se Deus não ouvir?

O que fazer diante desta pergunta?

O que pede o povo? Um pouco de tudo.

Ex: Ganhar um carro, passar no concurso.

O apelo aos ritos:

  • Sacramentos
  • Sal grosso
  • Medalhinhas
  • Fogueira santa
  • Missa de libertação
pastoral da sa de orienta es pr ticas14
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

O que Deus ouve:

Aquela oração que, depois de percorrer vários caminhos (cirurgia, medicamentos, repouso, cuidado, exames) alcança seu fim.

Keith Macclellan: O que aconteceria se as orações fossem atendidas segundo nossos desejos.

  • O cuidado diminuiria
  • O heroísmo desaparecia
  • Familiares e amigos ficariam eternamente ligados à nós e longe de Deus.
pastoral da sa de orienta es pr ticas15
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

Jesus:

  • Não pediu forças para o Pai resolver seus problemas.
  • Pediu forças para enfrenta-los.
pastoral da sa de orienta es pr ticas16
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

Jó: um doente impaciente

Quem é:

  • Símbolo
  • Personificação do drama humano
  • Jó = Grito

Palavrões de Jó = Desabafo de um sofredor.

Palavrões dos doentes = São bem mais moderados.

pastoral da sa de orienta es pr ticas17
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

Os amigos:

Vão compartilhar a dor

Falam coisas incoerentes

O que deveriam fazer?

  • Não querer passar sobre a realidade amarga do sofrimento
  • Sustentar a realidade do ser humano que sofre
  • Acolher os sentimentos, sejam eles quais forem
pastoral da sa de orienta es pr ticas18
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

Jesus liberta:

Solidão e sofrimento

Isolamento

Acolhe, escuta e compreende

pastoral da sa de orienta es pr ticas19
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

Como levar comunhão?

Comunhão: O doente em comunidade com Cristo e com as pessoas.

Propor Sempre

Impor A ninguém

Ter consciência do que está recebendo é desejo:

  • Do doente?
  • Da família?
  • Dos profissionais?
  • Dos agentes?
pastoral da sa de orienta es pr ticas20
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

Quem pode levar comunhão?

Depende da organização da paróquia ou do hospital.

Em casa: respeitar o ambiente da casa dos outros.

Familiares de outra religião: dialogar e procurar sempre o melhor para o doente.

pastoral da sa de orienta es pr ticas21
Pastoral da Saúde: Orientações Práticas

O que fazer antes da comunhão?

Isso vai depender de cada situação.

Portanto, é importante sempre lembrar que a ajuda é sempre para o outro. Além disso, ajudar, não é fazer o problema desaparecer e sim dar força para que o doente enfrente a realidade.

slide23

Obrigado!

Pe. Anísio Baldessin