m todo owas n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Método OWAS PowerPoint Presentation
Download Presentation
Método OWAS

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 14

Método OWAS - PowerPoint PPT Presentation


  • 112 Views
  • Uploaded on

Método OWAS. DESCRIÇÃO DO MÉTODO OWAS. Histórico

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Método OWAS' - linh


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
descri o do m todo owas
DESCRIÇÃO DO MÉTODO OWAS

Histórico

  • Desenvolvido na Finlândia para analisar as posturas de trabalho na industria de aço, e foi proposto por três pesquisadores finlandeses (KARKU, KANSI e KUORINKA:1977) para Ovaco Oy Company em conjunto com o Instituto finlandês de Saúde ocupacional, seu nome deriva de OVACO Working Posture Analysing System.
  • Análise fotográficas das principais posturas típicas, observando o trabalho dos refrataristas no reparo e troca da proteção refrataria dos conversores para fabricação de aços especiais onde as posturas requeridas pelo trabalho eram muito constrangedoras para os operários (SANTOS,2000).
slide3

Os pesquisadores definiram 72 posturas típicas que resultaram de diferentes combinações das seguintes posições: Dorso – 4 posições típicas; Braços – 3 posições típicas; Pernas - 7 posições típicas)

Mais de 36 mil observações em 52 atividades para testar o método. Registros com concordância média de 93 % .

Em função dos dados concluiu-se que o método apresentava razoável consistência (ITIRO,1993).

slide4

PERNAS

1 - Sentado

2 - De pé com ambas pernas esticadas

3 - De pé com o peso em uma das pernas esticadas

4 - De pé ou agachado com ambos os joelhos dobrados

5 - De pé ou agachado com um dos joelhos dobrados

6 - Ajoelhado em um ou ambos os joelhos

7 - Andando ou se movendo

slide6

Valoração das posturas pelo método OWAS

  • Classe 1 – Postura normal, dispensa cuidados, a não ser em casos excepcionais.
  • Classe 2 – Postura que deve ser verificada na próxima revisão dos métodos de trabalho.
  • Classe 3 – Postura que deve merecer atenção a curto prazo.
  • Classe 4 – Postura que deve merecer atenção imediata.
ocorr ncia

Categoria

1

Não são necessárias medidas corretivas

Ocorrência

- Prioriza-se o corpo alinhado. Nesta situação torna-se irrelevante o valor dos esforços e as posições dos braços

- Andando com as costas ereta ou torcida, a posição dos braço é basicamente irrelevante, sendo que o grau de esforço pode provocar a mudança de categoria.

slide8

Categoria

Ocorrência

2

São necessárias correções no Futuro

- Em geral são posturas de transição entre as categorias 1 e 3.

- Mais freqüentes quando as costas estão eretas e ocorre um arqueamento das pernas, com esforços moderados

-Pode ser encontrada em quase todas as seqüências de combinações entre costas , braços, pernas e esforço moderados.

slide9

Categoria

Ocorrência

3

São necessárias correções logo que possível

-Está relacionada com muitas combinações de costas pernas, braços, com maiores esforços.

-É mais freqüente quando as pernas não estão eretas, ou as costas estão curvadas

-Esta categoria não ocorre se as pernas estiverem eretas e o esforço for de no máximo 10kg ,

ou ainda na maioria das posturas com as costas eretas para qualquer esforço acima de 20 kg.

slide10

Categoria

Ocorrências

4

São necessárias correções imediatas

-Concentra-se na combinação de pernas arqueadas, costas curvas, torcidas ou curvadas e torcidas. A Posição dos braços e os graus de esforços chegam a ser irrelevantes.

-Sentado com braços na altura do ombro,costas curvadas e torcidas, realizando qualquer esforços superior a 10 kg

-Andando com as costas curvas , ou curvadas e torcidas com esforços superiores a 20kg

-Não há ocorrência com as pernas eretas