O jornalismo digital em base de dados
Download
1 / 18

O jornalismo digital em base de dados - PowerPoint PPT Presentation


  • 94 Views
  • Uploaded on

O jornalismo digital em base de dados. Elias Machado, 2006. O jornalismo digital em base de dados. Sobre o autor:. A base de dados como formato A narrativa nas bases de dados.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'O jornalismo digital em base de dados' - lily


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

O jornalismo digital em base de dados1
O jornalismo digital em base de dados

Sobre o autor:

  • A base de dados como formato

  • A narrativa nas bases de dados

  • Professor do Departamento de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina, coordena o Laboratório de Pesquisa Aplicada em Jornalismo Digital. Pesquisador no POSCOM-UFBA desde 1993, fundou com Marcos Palacios o GJOL. Sua pesquisa se encaixa na linha de Processos e Produtos Jornalísticos, no Jornalismo Digital em bases de dados.


O jornalismo digital em base de dados2
O jornalismo digital em base de dados

A base de dados como formato

  • Princípio da Transcodificação (Manovich, 2001)

  • Hipótese:

  • Base de dados como uma forma cultural típica das sociedades em rede, com estatuto próprio no jornalismo digital

  • Funções: 1) formato para a estruturação da informação; 2) suporte para modelos de narrativa multimídia, e 3) memória dos conteúdos publicados


O jornalismo digital em base de dados3
O jornalismo digital em base de dados

A base de dados como forma

  • Definição de Guimarães, 2003.

  • Bases de dados simples x complexas

  • Bases de dados hierárquicas, relacionais, orientadas a objetos e relacionais orientadas a objetos

  • Bases de dados até anos 90 x modernas

  • Base de dados relacional: atomicidade (redução das inconsistências e disponibilização ininterrupta)


O jornalismo digital em base de dados4
O jornalismo digital em base de dados

A base de dados como suporte

  • Nem todas organizações jornalísticas estruturadas em bases de dados complexas

  • Narrativa deixada em segundo plano em detrimento de nova tecnologia

  • Pioneirismo de Manovich: trabalhos multimídia são compatíveis com a forma cultural base de dados

  • Contraposição: Narrativa x Base de dados

  • Redefinição do conceito de narrativa: narrativa interativa / hipernarrativa


O jornalismo digital em base de dados5
O jornalismo digital em base de dados

A base de dados como suporte

  • Narrativa e base de dados mantém status próprio

  • Por que existe narrativa nas novas mídias?

  • Base de dados pode servir de suporte para diferentes modelos de narrativa multimídia

  • Escasso uso pelas organizações jornalísticas

  • Desafios: econômicos, políticos,culturais, desenvolvimento de programas, capacitação


O jornalismo digital em base de dados6
O jornalismo digital em base de dados

A base de dados como memória

  • Desde 80, base de dados como estrutura para organizar notícias / arquivo

  • Mnémè (conservação do passado) x anámnèsis (ativação de acordo com a demanda do presente)

  • Memória, antes de refletir um passado morto, apresenta parâmetros para previsão do futuro

  • Memória no jornalismo digital: múltipla, instantânea e cumulativa (Palacios, 2002)


O jornalismo digital em base de dados7
O jornalismo digital em base de dados

A base de dados como memória

  • Organização jornalística deve adotar forma de base de dados complexa que permita atualização constante da memória armazenada

  • Permite incorporar usuários na produção e reutilizar de forma instantânea fundos documentais

  • Condição para cumprir função de mediação passado e futuro e aplicar princípio da transcodificação

  • Condição para futuro das organizações jornalísticas


O jornalismo digital em base de dados8
O jornalismo digital em base de dados

A narrativa nas bases de dados

  • Base de dados aparece para usuários como interface tipificada no espaço navegável que permite explorar, compor, recuperar e interagir com as narrativas

  • Base de dados como uma forma cultural particular que viabiliza, pela primeira vez, que o espaço seja alçado à categoria de suporte


O jornalismo digital em base de dados9
O jornalismo digital em base de dados

Uma viagem através do espaço

  • Espaço navegável constituído pelos conjuntos estruturados dos itens organizados na forma de banco de dados

  • Necessidade de atualizar o conceito de narrativa

  • Incorporação / dependência das ações performadas pelos tele-atores (Manovich, 2001)

  • Caráter interativo da narrativa no ciberespaço, ainda pouca exploração do espaço navegável


O jornalismo digital em base de dados10
O jornalismo digital em base de dados

Uma viagem através do espaço

  • Tele-ator: ativador do fluxo que institui o espaço navegável e ator que interfere na narrativa e nas relações com outros atores

  • Desaparecimento do autor? Função mais difícil

  • Princípios básicos da interação: ingresso/saída, dentro/fora e aberto/fechado (Meadows, 2003)

  • Passos do processo interativo: observação, exploração, modificação e mudança recíproca (Meadows, 2003)


O jornalismo digital em base de dados11
O jornalismo digital em base de dados

A arquitetura na criação da narrativa

  • Necessidade de alargamento do conceito

  • AI como um dos elementos estruturadores das narrativas multimídia no ciberespaço

  • Estágios / Funções: indica percursos para localização da informação, orienta a busca e recuperação das informações e serve como elemento estruturante na composição de narrativas multimídia


O jornalismo digital em base de dados12
O jornalismo digital em base de dados

A arquitetura na criação da narrativa

  • 1º momento, AI na criação da narrativa: função de roteiro condiciona o trabalho do autor

  • 2º momento, AI na experimentação: orientação e recuperação das informações para o usuário

  • Distinção analítica, funções indissociáveis e complementares

  • História completa com começo, meio e fim x Narrativa descoberta e/ou composta pelo usuário (processo dinâmico)


O jornalismo digital em base de dados13
O jornalismo digital em base de dados

A narrativa em base de dados

  • Necessidade de criação de novos modelos narrativos

  • Infraestrutura: sistemas de gerenciamento de conteúdos estruturados na forma de base de dados

  • Complexidade expressa na diversificação das modalidades de narrativas

  • Participação ativa do jornalista no desenho desses sistemas complexos de produção e gestão conteúdo

  • Novos aspectos da atividade o redator dos cibermeios (Salaverria, 2005)


O jornalismo digital em base de dados14
O jornalismo digital em base de dados

A narrativa em base de dados

  • Multimidialidade por justaposição x por integração (Salaverría, 2005)

  • Sistema jornalístico apresenta características particulares: apuração, composição, circulação

  • Dupla articulação do subsistema de composição: padronização x diversidade de formatos e gêneros

  • Inventário dos tipos de gêneros ciberjonalísticos

  • Indício: melhor infraestrutura, mais complexos modelos de narrativa


O jornalismo digital em base de dados15
O jornalismo digital em base de dados

  • FiveThirtyEight http://fivethirtyeight.blogs.nytimes.com/author/nate-silver/


O jornalismo digital em base de dados16
O jornalismo digital em base de dados

  • Information is Beautiful

    http://www.informationisbeautiful.net/


O jornalismo digital em base de dados17
O jornalismo digital em base de dados

  • iFly Magazine x Especiais JC

    http://www.iflymagazine.comhttp://especiais.jconline.ne10.uol.com.br


ad