Plano Estadual de Emergência – Ebola e Malária - PowerPoint PPT Presentation

kyleigh-dallaher
plano estadual de emerg ncia ebola e mal ria n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Plano Estadual de Emergência – Ebola e Malária PowerPoint Presentation
Download Presentation
Plano Estadual de Emergência – Ebola e Malária

play fullscreen
1 / 10
Download Presentation
Plano Estadual de Emergência – Ebola e Malária
66 Views
Download Presentation

Plano Estadual de Emergência – Ebola e Malária

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Plano Estadual de Emergência – Ebola e Malária

  2. A Comissão de Emergência Sanitária, reunida em Genebra nos dias 6 e 7 de agosto de 2014, foi, segundo a Diretora-Geral da OMS, Margaret Chan, unânime em considerar que se verificam as condições de uma emergência de saúde de alcance mundial, isso diante do surto de febre hemorrágica, causado pelo vírus ebola, e registrado no Continente Africano, em particular na Guiné – Cronaci, Libéria e Serra Leoa. o Estado de Minas Gerais, alinhando-se às determinações do Ministério da Saúde, divulgará o Plano Estadual de Emergência – Ebola e Malária, valendo-se da interferência do Comitê de Emergência em Saúde. .

  3. Este Comitê tem a participação SES/COSEMS e outros atores afins para discussão acerca do Plano Estadual de Emergência – Ebola e Malária, sendo que essa última tem ultrapassado as fronteiras do que se denomina Amazônia legal, fato, inclusive, confirmado pelo registro de 26 casos e de três óbitos. .

  4. Ebola: • Transmitido para seres humanos que tiveram contato • com sangue, órgãos ou fluidos corporais de animais infectados; • • Transmissão de humanos para humanos por contato direto com sangue e fluidos corporais dos doentes e mortos (rituais fúnebres); • • Transmissão só inicia após início dos sintomas; • Alta letalidade – 60% a 90%. .

  5. DETECÇÃO E NOTIFICAÇÃO O ebola é uma doença de notificação compulsória imediata e deve ser realizada pelo profissional de saúde ou pelo serviço que prestar o primeiro atendimento ao paciente, pelo meio mais rápido disponível, de acordo com a Portaria Nº 1.271, de 6 de junho de 2014. Todo caso suspeito deve ser notificado imediatamente às autoridades de saúde das Secretarias municipais, Estaduais e à Secretaria de Vigilância em Saúde por um dos seguintes meios: Telefone 0800.644.6645, preferencialmente; e-mail notifica@saude.gov.br ou formulário eletrônico no site da SVS. Endereço eletrônico: http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=6742. .

  6. Reuniões/ Encaminhamentos A primeira reunião aconteceu dia 14 de Agosto de 2014 na SES/MG. Encaminhamentos sobre o EBOLA: O paciente será transferido para hospital de referência (Hospital Eduardo de Menezes) O transporte do paciente: - Região Metropolitana BH : será realizado pelo SAMU - Demais municípios mineiros : transporte aéreo pelo corpo de bombeiros. Toda a logística de transferência e internação será operada via Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde CIEVS/MINAS.

  7. No hospital de referência: - Isolamento padrão e para gotículas; - Equipe capacitada na utilização de EPI; - Tratamento empírico para malária para todos os casos; - Tratamento para outros doenças de acordo com avaliação médica; - Serão coletados exames laboratoriais para encaminhamento ao Instituto Evandro Chagas.

  8. Agendado para o dia 21 de Agosto de 2014 as 10:00 horas a videoconferência com a participação dos técnicos do Ministério da Saúde e os membros do Comitê. Local: SRS Belo Horizonte - Rua Rio de Janeiro, 471, 8º andar, centro Horário: 10h

  9. .

  10. OBRIGADA! E-mail: info@cosemsmg.org.br Site: www.cosemsmg.org.br