interpreta o de textos prof dorival conte junior dcontejunior@ig com br conte junior dorival n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS Prof. Dorival Conte Junior dcontejunior@ig.br PowerPoint Presentation
Download Presentation
INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS Prof. Dorival Conte Junior dcontejunior@ig.br

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 179
kristen-haynes

INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS Prof. Dorival Conte Junior dcontejunior@ig.br - PowerPoint PPT Presentation

109 Views
Download Presentation
INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS Prof. Dorival Conte Junior dcontejunior@ig.br
An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author. While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS Prof. Dorival Conte Junior dcontejunior@ig.com.br Conte Junior Dorival www.vencendoconcursos.com.br

  2. LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTO  • Estruturação do texto: relações entre ideias e recursos de coesão; • Compreensão global do texto;   • Significação contextual de palavras e expressões;  • Informações literais e inferências possíveis; • Ponto de vista do autor.

  3. Explode um posto de combustível e o frentista morre no acidente. Um perito técnico policial vai até o local, faz a perícia e, dentre outras informações, escreve no relatório o seguinte trecho: “O frentista cheirava a gasolina”

  4. Segundo o texto, o verbo “cheirava” tem o significado de: Exalar ou Inalar? Segundo o autor do texto, levando em consideração o contexto, o verbo “cheirava” tem o significado de: Exalar ou Inalar?

  5. está Ela comprou uma tevê que estava quebrada. De acordo com a frase, pode-se inferir que ela A) Poderá reclamar a tevê quebrada. b) Deverá reclamar a tevê quebrada. c) Não poderá reclamar a tevê quebrada. d) Não deverá reclamar a tevê quebrada.

  6. O médico chegou atrasado. O médico já chegou atrasado antes? O médico chegou atrasado novamente. O médico chegou atrasado de novo. O médico chegou atrasado mais uma vez.

  7. Conhecimentos prévios para uma interpretação 1. LEITURA A prática da leitura faz com que se adquira conhecimento. O repertório, conjunto de conhecimento prévio, é fundamental para alcançar a compreensão de um texto.

  8. Esse repertório é composto por três níveis de conhecimento: I. Conhecimento linguístico II. Conhecimento textual III. Conhecimento de mundo

  9. Exemplo de conhecimento linguístico Paulo comprou novamente um livro de gramática. Exemplo de conhecimento textual Um furacão devastou o norte dos EUA. Exemplo de conhecimento de mundo Queda da bolsa na Coreia derruba pregão em São Paulo

  10. 2. CONTEXTO Para compreender uma determinada passagem do texto, é necessário considerar o restante desse texto. Avaliar as informações do conjunto, isto é, da totalidade do texto, é o que se chama CONTEXTO. Quando se faz uma interpretação de somente uma passagem isolada, corre-se o risco de prejudicar a interpretação total.

  11. No Brasil, cada vez que ocorre uma violência que chama a atenção da sociedade, surge um pacote, um clamor por penas mais pesadas. Os pacotes, como se tem visto, não resolvem nada. As penas mais pesadas também são uma bobagem. São o que chamamos de “legislação do pânico”. Não adianta criar pena de 100 anos. O que serve de vacina contra o crime é a certeza da punição. (M.T. Bastos. VEJA, 05.03.2003)

  12. (Oficial de Promotoria-2003) Nesse contexto, a palavra “pacote” deve ser entendida como a) Pequeno embrulho. b) Engano. c) Conjunto de medidas legais. d) Maço de dinheiro. e) Confusão.

  13. No Brasil, cada vez que ocorre uma violência que chama a atenção da sociedade, surge um pacote, um clamor por penas mais pesadas. Os pacotes, como se tem visto, não resolvem nada. As penas mais pesadas também são uma bobagem. São o que chamamos de “legislação do pânico”. Não adianta criar pena de 100 anos. O que serve de vacina contra o crime é a certeza da punição. (M.T. Bastos. VEJA, 05.03.2003)

  14. (Oficial de Promotoria-2003) Nesse contexto, a palavra “pacote” deve ser entendida como a) Pequeno embrulho. b) Engano. c) Conjunto de medidas legais. d) Maço de dinheiro. e) Confusão.

  15. Uma das formas de delação premiada consta do Código Penal, que dispõe que, no caso do delito de extorsão mediante sequestro, se o crime é cometido em concurso, o concorrente que o denunciar à autoridade, facilitando a liberação do sequestrado, terá sua pena reduzida de um a dois terços.

  16. Sem prejuízo de sentido, as palavras “delação” e “concurso” podem ser substituídas por a) Denúncia e cooperação. b) Defesa e participação. c) Explicação e disputa. d) Revelação e disputa. e) Conversa e concorrência.

  17. Uma das formas de delação premiada consta do Código Penal, que dispõe que, no caso do delito de extorsão mediante sequestro, se o crime é cometido em concurso, o concorrente que o denunciar à autoridade, facilitando a liberação do sequestrado, terá sua pena reduzida de um a dois terços. a) Denúncia b) Defesa c) Explicação d) Revelação e) Conversa

  18. Uma das formas de delação premiada consta do Código Penal, que dispõe que, no caso do delito de extorsão mediante sequestro, se o crime é cometido em concurso, o concorrente que o denunciar à autoridade, facilitando a liberação do sequestrado, terá sua pena reduzida de um a dois terços. a) cooperação. b) participação. c) disputa. d) disputa. e) concorrência.

  19. Sem prejuízo de sentido, as palavras “delação” e “concurso” podem ser substituídas por a) Denúncia e cooperação. b) Defesa e participação. c) Explicação e disputa. d) Revelação e disputa. e) Conversa e concorrência.

  20. Uma das formas de delação premiada consta do Código Penal, que dispõe que, no caso do delito de extorsão mediante sequestro, se o crime é cometido em concurso, o concorrente que o denunciar à autoridade, facilitando a liberação do sequestrado, terá sua pena reduzida de um a dois terços. a) Denúncia e cooperação.

  21. Informações implícitas e Pressupostos Informações implícitas são os pressupostos, isto é, aquilo que está subentendido. Normalmente, esses pressupostos estão contidos em palavras que, pelo contexto, podem assumir significados diferentes do original.

  22. Exemplo Acentua a Constituição Federal do Brasil, que as cláusulas pétreas não podem sofrer alterações por meio de Emendas Constitucionais. Pelo contexto, a palavra Acentua, destacada, significa: a) Diz b) Alega c) Menciona d) Avisa e) Determina

  23. Constituição Federal – 05/10/88 Lei Maior Leis Ordenamento Jurídico

  24. Acentua a Constituição Federal do Brasil, que as cláusulas pétreas não podem sofrer alterações por meio de Emendas Constitucionais. Pelo contexto, a palavra Acentua, destacada, significa: a) Diz b) Alega c) Menciona d) Avisa e) Determina

  25. Considere as frases A Constituição provêque os historiadores e biógrafos sevoltem para a história do país e reconstituam seu passado ou presente em narrativas urdidasao redor de protagonistas e coadjuvantes. - ... arguirno Supremo Tribunal Federal a inconstitucionalidadedo artigo 20 do Código Civil. Os termos em destaque têm como sinônimos, respectivamente,

  26. a) sugere, pensadas e invalidar. b) obriga, tecidas e acusar. c) dispõe, fechadas e contestar. d) antecipa, concluídas e impugnar. e) regulamenta, tramadas e argumentar.

  27. Os pressupostos são ideias não expressas de maneira explícita, e sim por meio de palavras ou expressões contidas no texto. Esses pressupostos podem ser encontrados, no texto, por meio de indicadores linguísticos.

  28. Podem ser considerados indicadores linguísticos Verbos, Conjunções, Advérbios, Adjetivos, Orações Adjetivas, etc.

  29. Exemplo Assinale a alternativa em que o pronome oblíquo lhe tem valor de posse. a)Dei-lhe indicações seguras. b)Basta-lhe uma palavra apenas. c)Seus amigos escreveram-lhe um poema. d)Informaram-lhe o resultado. e)Caiu-lhe nas mãos um belo romance de José de Alencar.

  30. Retos eu tu Ele(a) Possessivos meu - minha teu - tua seu - sua Oblíquos me te lhe Pronomes

  31. Assinale a alternativa em que o pronome oblíquo lhe tem valor de posse. a)Dei-lhe indicações seguras. b)Basta-lhe uma palavra apenas. c)Seus amigos escreveram-lhe um poema. d)Informaram-lhe o resultado. e)Caiu-lhe nas mãos um belo romance de José de Alencar. Caiu nas suas mãos um belo romance de José de Alencar.

  32. Elementos gramaticais ou indicadores linguísticos 1. Verbos Os verbos podem indicar mudança ou permanência de estado. São eles Permanecer, Continuar, Tornar-se, Vir a ser, Ficar, Passar a, Deixar de, Começar a, Converter-se, Transformar-se, Ganhar, Perder...

  33. Exemplos I. Os problemas continuam acontecendo. II. Os sonham tornaram-se realidade.

  34. 2. Conjunções Exemplos I. Os acidentados foram socorridos num pronto-socorro do INSS, mas saíram de lá sãos e salvos. II. Ela estudou muito e foi reprovada.

  35. 3. Advérbios Exemplos I. Resolva respectivamente o valor de X e Y. II. Os médicos estão atrasados novamente.

  36. Assinale VERDADEIRO ou FALSO para a afirmativa retirada do texto a seguir O Ministério da Fazenda descobriu um novo golpe dos investidores. De acordo com o texto, não é possível inferir que os investidores já tenham praticado outros golpes anteriormente. FALSO

  37. 4. Adjetivos Exemplos I. Já temos em nosso país as famigeradas usinas nucleares. II. O Brasil está repleto de leis inaplicáveis.

  38. 5. Pronomes relativos Exemplos I. As sociedades, que são consumistas, não estão preocupadas com o planeta. II. As sociedades que são consumistas não estão preocupadas com o planeta.

  39. Elementos de Coesão Coesão = ligar Conjunções Preposições Pronomes relativos Pronomes demonstrativos Coerência = sentido / ideia

  40. As conjunções podem ser Coordenativas ou Subordinativas Conjunções coordenativas são aditivas, adversativas, comparativas, explicativas e conclusivas

  41. Conjunções subordinativas adverbiais causais, consecutivas, comparativas, conformativas, condicionais, concessivas, proporcionais, finais e temporais

  42. Locuções conjuntivas ou conjuncionais Conjunto de palavras com valor de conjunção visto que, ainda que, à medida que, já que, a fim de que, desde que, se bem que, logo que

  43. Marque CERTO ou ERRADO para a seguinte afirmação. Nos períodos: - Leiam muito, pois é necessário. - Os quadros ainda não foram pintados, pois não chegaram as tintas. - Decida rápido; está, pois atrasado. As conjunções destacadas estabelecem o mesmo sentido entre as orações.

  44. Explicação Ordem Pedido Conselho Sugestão Oração Coordenada Sindética Explicativa Leiam muito, pois é necessário

  45. Ordem Pedido Conselho Sugestão causa Os quadros ainda não foram pintados pois não chegaram as tintas Oração Subordinada Adverbial Causal

  46. Conclusão Decida rápido; está, pois atrasado Oração Coordenada Sindética Conclusiva

  47. Assinale a sequência de conjunções que estabelecem, entre as orações de cada item, uma correta relação de sentido.

  48. 1. Correu demais, ___ caiu. 2. Dormiu mal, ___ os sonhos não o deixaram em paz. 3. A matéria perece, ___ a alma é imortal. 4. Leu o livro, ___ é capaz de descrever as personagens com detalhes. 5. Guarde seus pertences, ___ podem servir mais tarde.

  49. a) porque, todavia, portanto, logo, entretanto b) por isso, porque, mas, portanto, que c) logo, porém, pois, porque, mas d) porém, pois, logo, todavia, porque e) entretanto, que, porque, pois, portanto

  50. 1. Correu demais, ___ caiu. a) porque b) por isso c) logo d) porém e) entretanto