cap tulo 07 distribui o dos ecossistemas n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Capítulo 07 Distribuição dos Ecossistemas PowerPoint Presentation
Download Presentation
Capítulo 07 Distribuição dos Ecossistemas

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 25

Capítulo 07 Distribuição dos Ecossistemas - PowerPoint PPT Presentation


  • 113 Views
  • Uploaded on

Capítulo 07 Distribuição dos Ecossistemas. A terra possui regiões que apresentam características próprias, onde cada uma desenvolve sua flora e fauna típica, sejam elas aquáticas ou terrestres, vindo a constituir assim os ECOSSSISTEMAS.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Capítulo 07 Distribuição dos Ecossistemas' - kenley


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide2

A terra possui regiões que apresentam características próprias, onde cada uma desenvolve sua flora e fauna típica, sejam elas aquáticas ou terrestres, vindo a constituir assim os ECOSSSISTEMAS.

  • Cada combinação distinta de plantas e animais, formando uma comunidade clímax, é denominada BIOMA.
  • Logo teremos uma BIOSFERA constituída por biomas: aquáticos e terrestres.
  • A forma mais comum de conhecermos os ecossistemas consiste em identificar as formações vegetais, associando a estas os animais, como uma unidade biótica.
slide3

BIOMAS AQUÁTICOS

Água Salgada

Talássicos

Água doce

Límnicos

Rios, Riachos

Lagos, Lagoas

Repressas.

Mares e Oceanos

Temperatura,Turbidez

Tensão superficial

Movimentos de águas

Gases

O2 e CO2

≈ 70%

superfície

Salinidade

≈ 35g/l

Sais minerais

Dissolvidos.

(nutrientes)

Temperatura

-2 a 32 º C

Nutrientes Minerais,

Profundidade,

Luminosidade

slide4

Classificação dos ecossistemas aquáticos

Classificação de acordo com a quantidade de nutrientes

Divisão do ecossistema baseada na temperatura

Divisão do ecossistema baseada na quantidade de luz solar.

slide8

BIOMAS TERRESTRES

  • Formação dos biomas terrestres: influenciada pelo clima (temperatura e precipitação) e pelo solo;
  • 30% da biosfera;
  • Características: variações de temperatura, umidade, luz, pressão, grande variedade na flora e fauna.
slide9

Lembrem-se!!!

Biocenose ou comunidade biológica

    As diversas espécies que vivem em uma mesma região constituem uma comunidade biológica, também chamada biota ou biocenose. O termo "biocenose" (do grego bios, vida, e koinos, comum, público) foi criado pelo zoólogo alemão K.A. Möbius, em 1877, para ressaltar a relação de vida em comum dos seres que habitam determinada região. A biocenose de uma floresta, por exemplo, compões-se de populações de arbustos, árvores, pássaros, formigas, microorganismos etc., que convivem e se inter-relacionam.

slide10
Biótopo
  • Para viver, a biocenose depende de fatores componentes físicos e químicos do ambiente. Em seu conjunto, esses componentes formam o biótopo (do grego bios, vida, e topos, lugar), que significa "o local onde vive a biocenose". No exemplo da floresta, o biótopo é a área que contém o solo (com seus minerais e água) e a atmosfera (com seus gases, umidade, temperatura, grau de luminosidade etc.). Os fatores abióticos do biótopo afetam diretamente a biocenose, e também são por ela influenciados.
slide17

BIOMAS BRASILEIROS

BIOMA FLORESTA AMAZÔNICA

  • Ocupa a região Norte do Brasil, abrangendo cerca de 47% do território nacional;
  • Maior floresta tropical do mundo;
  • É constituída por uma enorme variedade de espécies, sendo a biodiversidade uma de suas maiores riquezas, (estima-se em 20% de todas as espécies do mundo);
  • Sistema hídrico (1/5 de toda a água doce do planeta)
slide18

BIOMAS BRASILEIROS

BIOMA MATA ATLÂNTICA

  • Tinha 1,3 milhões de Km2 – cobria 12% do território nacional;
  • Hoje 93% da área está devastada;
  • Esse bioma, originalmente estendia-se por toda a costa nordeste, sudeste e sul do país, com faixa de largura variável, que atravessava as regiões onde hoje estão as fronteiras com Argentina e Paraguai;
  • Espécies imponentes de árvores são encontradas no que ainda resta deste bioma, como o jequitibá-rosa, que pode chegar a 40 metros de altura e 4 metros de diâmetro
slide19

BIOMAS BRASILEIROS

BIOMA PAMPAS

  • Região com 200 mil Km2 - se estende do Rio Grande do Sul para além das fronteiras com a Argentina e o Uruguai 10 e 50 cm de altura;
  • A mata das araucárias ou pinheiros-do-paraná (mata);
  • Região com chuvas bem distribuídas, baixa temperatura, o que influi em baixas taxas de evaporação;
  • A vegetação herbácea dos campos varia entre de pinhais) com 100 mil Km2 – Minas Gerais até o Rio Grande do Sul;
  • Atualmente, a agricultura (milho, arroz) pecuária e a indústria, reduziram a mata dos pinhais a 2% da cobertura nativa
slide20

BIOMAS BRASILEIROS

BIOMA PANTANAL

  • Patrimônio natural do Brasil – 210 mil Km2 (140 mil Km2 no Brasil);
  • É a maior área úmida continental do planeta; grande biodiversidade; possui chuvas fortes e comuns;
  • As cheias chegam a cobrir até 2/3 da área pantaneira;
  • Região pouco explorada, mas que sofre com a agricultura, construção de hidroelétricas, garimpos e a caça
slide21

BIOMAS BRASILEIROS

BIOMA CAATINGA

  • A área principal do Semi-Árido compreende todos os estados do Nordeste brasileiro, além do norte de Minas Gerais, ocupando cerca de 11% do território nacional, com 740 mil Km2;
  • O Sertão nordestino, é caracterizado pela ocorrência da vegetação mais rala do semi-árido, a Caatinga (Mata Branca);
  • A Caatinga apresenta três estratos: arbóreo (8 a 12 metros), arbustivo (2 a 5 metros) e o herbáceo (abaixo de 2 metros);
  • As áreas mais elevadas sujeitas a secas menos intensas, localizadas mais próximas do litoral, são chamadas de Agreste (ilhas de umidade)
slide22

BIOMAS BRASILEIROS

BIOMA CAATINGA

  • Na estação seca a temperatura do solo pode chegar a 60 ºC.
  • A perda das folhas da vegetação da Caatinga é estratégica. Sem folhas, as plantas reduzem a superfície de evaporação quando falta água
slide23

BIOMAS BRASILEIROS

BIOMA CERRADO

  • O cerradão (com árvores altas, densidade maior e composição distinta), o cerrado mais comum no Brasil central (com árvores baixas e esparsas), e o campo cerrado, campo sujo e campo limpo (com progressiva redução da densidade arbórea);
  • O Cerrado tem a seu favor o fato de ser cortado por três das maiores bacias hidrográficas da América do Sul (Tocantins, São Francisco e Prata);
  • São 2 milhões de km2 espalhados por 10 estados, ~25% do território brasileiro, é uma savana tropical;
  • 57% de área devastada; 80% do carvão vegetal brasileiro; devastação de 74 mil m2 por ano (ONG Conservação Internacional).
slide25

Entre a Amazônia e o Cerrado está localizada a Mata Seca, ou floresta mesófila semidecídua – área de 414.007 Km2 ;

  • Mata dos Cocais – situada entre a Amazônia e a Caatinga, com área de 144.583 km2 (babaçu) - o clima nessa área é bem mais úmido do que na Caatinga, com vegetação mais exuberante à medida em que se avança para o oeste;
  • Já na transição entre o Cerrado e a Caatinga pode observar-se uma vegetação mais rica que a da Caatinga, com florestas de árvores de folhas secas. Naturalmente, o clima é mais seco que o do Cerrado, com solo mais ressecado e períodos mais intensos sem chuva.