treinamento de metodologia pgp n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Treinamento de metodologia – PGP PowerPoint Presentation
Download Presentation
Treinamento de metodologia – PGP

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 33

Treinamento de metodologia – PGP - PowerPoint PPT Presentation


  • 138 Views
  • Uploaded on

Treinamento de metodologia – PGP. Metodologia PGP:. Identificação da oportunidade. Avaliação dos resultados alcançados e novas oportunidades de melhoria . Medições utilizando ferramentas estatísticas e qualitativas. Implementação da alternativa mais viável às condições do

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Treinamento de metodologia – PGP' - karlyn


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide2

Metodologia PGP:

Identificação da

oportunidade

Avaliação dos resultados

alcançados e novas

oportunidades de

melhoria

Medições utilizando

ferramentas estatísticas

e qualitativas

Implementação

da alternativa mais

viável às condições do

negócio

Análise da situação atual

e situação desejada e

levantamento das possíveis

alternativas

slide4

Identifica

1

  • Etapa de definições do projeto:
  • Definir o objetivo;
  • Definir o escopo;
  • Definir a equipe ou o FTE;
  • Definir as métricas de processos e financeiras.
slide6

Mede

2

  • Etapa de medição da situação atual (período anterior a implementação):
  • Identificar e coletar dados;
  • Apresentar medições utilizando ferramentas estatísticas e qualitativas.

Ferramentas propostas:

  • Mapeamento do processo “as is” (fluxograma, workflow, neurometria, etc.);
  • AVA “as is”– Análise de Valor Agregado;
  • 5 Porquês ou Diagrama de Ishikawa (espinha de peixe);
  • Gráfico de Pareto e outros gráficos (tendência, baseline, histograma, pizza, barra, linha, etc.).
slide7

Mede

2

Fluxogramas “as is”:

slide8

Mede

2

Prospecção

Montagem da Solução

Aprovação API

Investimento superior a R$ 10 mil

Registro da Opp

Workflow:

Tempo de

processamento atual

3’

AC-4

AC-2

45min

45min

45min

45min

AC-1

AC-3

AC-5

slide9

Mede

2

Neurometria:

slide10

Mede

2

Análise de Valor Agregado (AVA):

Definição: Metodologia capaz de identificar o percentual de ações que agregam valor ao ciclo do processo. Tem como objetivo eliminar as atividades que não agregam valor e conseqüentemente alavancar os resultados operacionais.

TCP – Tempo de Ciclo do Processo:

Soma dos tempos gastos em cada etapa, do começo ao fim, inclui qualquer tempo devido a atrasos, erros, falhas de sistema, etc.

TVA – Tempo de Valor Agregado:

Soma dos tempos gastos nas etapas que agregam valor, ou seja, etapas que influem na eficácia do processo ou na satisfação do cliente.

IVA – Índice de Valor Agregado:

É o que realmente agrega valor durante todo o processo. Vale salientar que devemos medir diferentes IVA´s, sendo os principais:

IVA Cliente (cliente final, ex. usuário de celular) ou VRA (Valor Real Agregado)

IVA ACS ou VEA (Valor Empresarial Agregado)

IVA CTBC ou VEA (Valor Empresarial Agregado)

slide11

TVA

A meta é que o resultado seja mais próximo de 100% e assim aumentar a eficácia do processo.

IVA =

X 100

TCP

Mede

2

Análise de Valor Agregado (AVA):

  • Como Identificar os processos que agregam valor?
  • Ele deve ser notado pelo cliente;
  • Ele deve sofrer alterações (especificações ou forma física) durante o processo;
  • Ele deve ser realizado correto pela primeira vez.

Fórmula:

slide12

Mede

2

Análise de Valor Agregado (AVA):

Forma de demonstrar o AVA “as is”:

AVA Antes

slide13

Mede

2

5 Porquês:

Definição: Identifica a causa raiz de determinado efeito ou conseqüência.

Porquê?

Porquê?

Porquê?

Porquê?

Porquê?

slide14

Mede

2

Diagrama de Ishikawa:

slide15

Mede

2

Gráfico de Pareto:

Definição: Conhecido por 80 x 20. Com sua aplicação é possível verificar que na maioria das vezes 80% dos efeitos são provocados por 20% das causas.

Exemplo: 80% das riquezas se concentram em 20% da população.

Jan/10

slide16

Mede

2

Gráfico de Tendência:

Receita

Ticket médio por consultor de vendas

(receita total/quantidade de consultores de venda/dias úteis mês)

Receita x meta segmento empresarial regional URA

Meta

Tendência

Ticket médio por consultor de vendas

Tendência

slide17

Mede

2

Baseline:

Período de

implementação

do PGP

slide19

Analisa

3

  • Etapa de análise e conclusões dos dados levantados
  • Analisar e tirar conclusões dos dados levantados na etapa Mede;
  • Apresentar a situação atual e a situação desejada;
  • Listar cenários e alternativas que podem ser implementadas;
  • Escolher a alternativa mais viável às condições do negócio.

Ferramentas propostas:

  • Matriz de decisão;
  • Matriz preventiva de riscos (FEMEA – Failure Model and Effect Analysis).
slide20

Analisa

3

Matriz de decisão:

Definição: Utilizada para escolher a melhor alternativa a ser implementada em um projeto, considerando critérios, pesos e notas para obter o sucesso desejado.

slide21

Analisa

3

Matriz preventiva de riscos (FEMEA – Failure Model and Effect Analysis):

Definição: matriz que possibilita elaborar um plano de ação para evitar as falhas mais graves que podem ocorrer na implementação/execução do processo.

slide23

Implementa

4

  • Etapa de implementação da alternativa mais viável às condições do negócio
  • Levantar os custos/investimentos/recursos e resultados previstos;
  • Apresentar os processos propostos e o cenário escolhido para implementação;
  • Realizar o planejamento da implementação e testes.

Ferramentas propostas:

  • EAP – Estrutura Analítica de Projetos;
  • 5W1H – What, Why, When, Where, Who, How;
  • Matriz RACI;
  • GUT – Gravidade, Urgência e Tendência;
  • Mapeamento do processo “to be” (fluxograma, workflow, neurometria, etc.);
  • AVA “to be”– Análise de Valor Agregado.
slide24

Implementa

4

EAP – Estrutura Analítica de Projetos:

Definição: é uma ferramenta de decomposição do trabalho do projeto em partes manejáveis. É estrutura em árvore exaustiva, hierárquica de entregas e tarefas que precisam ser feitas para completar um projeto.

slide25

Implementa

4

Cronograma:

slide26

Implementa

4

5w1h:

Definição: Diagrama utilizado para organizar e responsabilizar pessoas para implementar ações nos prazos estabelecidos.

slide27

Implementa

4

Matriz RACI:

Definição: A matriz RACI é uma ferramenta que ajuda a identificar quem é responsável pelas atividades desenvolvidas, quem as executa, quem é consultado e quem é informado, seja no âmbito limitado de uma equipe de trabalho, seja em relação a um processo ou entidade.

  • RACI
  • Responsible – aqueles que são responsáveis pela tarefa (execução);
  • Accountable – uma única pessoa (garante que as atividades aconteçam);
  • Consulted – aqueles que são consultados;
    • Informed – aqueles que são informados durante o progresso;
slide28

Implementa

4

GUT:

Definição:GUT, sigla para Gravidade, Urgência e Tendência, é uma ferramenta utilizada na priorização das estratégias, tomadas de decisão e solução de problemas de organizações/ projetos.

slide29

Implementa

4

Fluxogramas “to be”:

slide30

Implementa

4

Análise de Valor Agregado (AVA):

Forma de demonstrar o AVA “as is” e “to be”:

AVA Depois

AVA Antes

slide31

Avalia

5

  • Etapa de avaliação dos resultados alcançados
  • Acompanhar e monitorar os resultados alcançados após a implementação;
  • Exercer controle para que os processos alcancem os resultados projetados;
  • Preparar apresentação final para avaliação do projeto e Mostra Algar de Inovação.

Ferramentas propostas:

  • Gráfico de controle com comparativos antes e depois (baseline, histograma, pizza, barra, linha, etc.);
  • Demonstração financeira.
slide32

Avalia

5

Planilha de validação financeira:

Definição: planilha para preenchimento dos ganhos do projeto e validação junto à equipe de planejamento financeiro da Algar Telecom.