slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
ESPIRITISMO OU DOUTRINA ESPÍRITA: Conceito e Objeto PowerPoint Presentation
Download Presentation
ESPIRITISMO OU DOUTRINA ESPÍRITA: Conceito e Objeto

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 30

ESPIRITISMO OU DOUTRINA ESPÍRITA: Conceito e Objeto - PowerPoint PPT Presentation


  • 211 Views
  • Uploaded on

ESPIRITISMO OU DOUTRINA ESPÍRITA: Conceito e Objeto. Patrick Pires da Costa. “ Para se designarem coisas novas são precisos termos novos . Assim o exige a clareza da linguagem , para evitar a confusão inerente à variedade de sentidos das mesmas palavras . ”

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'ESPIRITISMO OU DOUTRINA ESPÍRITA: Conceito e Objeto' - jolene-prince


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

ESPIRITISMO OU DOUTRINA ESPÍRITA:

Conceito e Objeto

Patrick Pires da Costa

slide2

“Para se designaremcoisasnovassãoprecisostermosnovos. Assim o exige a clareza da linguagem, paraevitar a confusãoinerenteàvariedade de sentidos das mesmaspalavras.”

(Allan Kardec, in O Livro dos Espíritos, introdução)

slide3

“Osvocábulosespiritual, espiritualista e espiritualismotêmacepçãobemdefinida. Dar-lhesoutra, paraaplicá-los àdoutrina dos Espíritos, foramultiplicar as causasjánumerosas de anfibologia.”

(Allan Kardec, in O Livro dos Espíritos, introdução)

slide4

“Com efeito, o espiritualismoé o oposto do materialismo. Quemquerqueacreditehaveremsialgumacoisamais do quematéria, éespiritualista. Não se segue daí, porém, quecreianaexistência dos Espíritosouemsuascomunicações com o mundoinvisível.”

(Allan Kardec, in O Livro dos Espíritos, introdução)

slide6

“Emvez das palavrasespiritual, espiritualismo, empregamos, paraindicar a crença a quevimosreferir-nos, ostermosespírita e espiritismo, cuja forma lembra a origem e o sentido radical e que, porissomesmo, apresentam a vantagem de serperfeitamenteinteligíveis, deixandoaovocábuloespiritualismo a acepçãoquelheéprópria.”

(Allan Kardec, in O Livro dos Espíritos, introdução)

slide7

“Diremos, pois, que a doutrinaespíritaou o Espiritismo tem porprincípio as relações do mundo material com osEspíritosouseres do mundoinvisível. Osadeptos do Espiritismoserãoosespíritas, ou, se quiserem, osespiritistas.”

(Allan Kardec, in O Livro dos Espíritos, introdução)

slide11

UMBANDA

NÃO É ESPIRITISMO

slide13

NÃO É ESPIRITISMO

VALE DO AMANHECER

slide14

Tambéméerradodizer:

  • Espíritakardecista
  • Espíritachiquista
  • Espíritadivaldista
  • Espíritaramatiista
  • Espiritismo de mesa branca
  • Baixoespiritismo
  • Alto espiritismo...
slide15

“O Espiritismoé, aomesmo tempo, umaciência de observação e umadoutrinafilosófica. Como ciênciapráticaeleconsistenasrelaçõesque se estabelecem entre nós

e osEspíritos...

...comofilosofia, compreendetodas as consequênciasmoraisquedimanamdessasmesmasrelações.”

(Allan Kardec, in O Queé o Espiritismo, preâmbulo)

slide16

“Podemosdefini-lo assim: O Espiritismoéumaciênciaquetrata da natureza, origem e destino dos Espíritos, bemcomo de suasrelações com o mundo corporal.”

(Allan Kardec, in O Queé o Espiritismo, preâmbulo)

slide17

“Assimcomo a Ciênciapropriamentedita tem porobjeto o estudo das leis do princípio material, o objeto especial do Espiritismoé o conhecimento das leis do princípioespiritual.”

(Allan Kardec, in

A Gênese, cap. I)

slide18

“O Espiritismo e a Ciência se completamreciprocamente; a Ciência, sem o Espiritismo, se achanaimpossibilidade de explicarcertosfenômenossópelas leis

da matéria...

...aoEspiritismo, sem a Ciência, faltariamapoio e comprovação.”

(Allan Kardec, in A Gênese, cap. I)

slide20

MORTES COLETIVAS

Sendo Deus a Bondade Infinita, por que permite a morte aflitiva de tantas pessoas enclausuradas e indefesas, como nos casos dos grandes incêndios?

(Pergunta endereçada a Emmanuel por algumas dezenas de pessoas em reuniãopública, na noite de 23-2-1972, em Uberaba, Minas – Livro: Chico Xavier Pede Licença)

slide22

“Quando retornamos da Terra para o Mundo Espiritual, conscientizados nas responsabilidades próprias, operamos o levantamento dos nossos débitos passados e rogamos os meios precisos a fim de resgatá-los devidamente.

É assim que, muitas vezes, renascemos no Planeta em grupos compromissados para a redençãomúltipla.“

slide23

“Invasores ilaqueados pela própriaambição, que esmagávamos coletividades na volúpia do saque, tornamos à Terra com encargos diferentes, mas em regime de encontro marcado para a desencarnação conjunta em acidentes públicos.”

slide24

“Exploradores da comunidade, quando lhe exauríamos as forças em proveito pessoal, pedimos a volta ao corpo denso para facearmos unidos o ápice de epidemias arrasadoras.”

slide26

“Promotores de guerras manejadas para assalto e crueldade pela megalomania do ouro e do poder, em nos fortalecendo para a regeneração, pleiteamos o Plano Físico a fim de sofrermos a morte de partilha, aparentemente imerecida, em acontecimentos de

sangue e lágrimas.”

slide27

“Corsáriosque ateávamos fogo a embarcações e cidade na conquista de presas fáceis, em nos observando no Além com os problemas da culpa, solicitamos o retorno à Terra para a desencarnação coletiva em dolorosos incêndios, inexplicáveis sem a reencarnação.”

slide28

“Criamos a culpa e nós mesmos engenhamos os processos destinados a extinguir-lhe as consequências. E a Sabedoria Divina se vale dos nossos esforços e tarefas de resgate e reajuste a fim de induzir-nos a estudos e progressos sempre mais amplos no que diga respeito à nossa própriasegurança.”

slide29

“É por este motivo que, de todas as calamidades terrestres, o Homem se retira com mais experiência e mais luz no cérebro e no coração, para defender-se e valorizar a vida.”

slide30

“O Espiritismoé a chave com o auxílio da qualtudo se explica de modofácil.”

(Allan Kardec, in O Evangelho Segundo o Espiritismo, cap. I)