Projeto Terapêutico Singular Individual - PowerPoint PPT Presentation

projeto terap utico singular individual n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Projeto Terapêutico Singular Individual PowerPoint Presentation
Download Presentation
Projeto Terapêutico Singular Individual

play fullscreen
1 / 20
Projeto Terapêutico Singular Individual
908 Views
Download Presentation
johnna
Download Presentation

Projeto Terapêutico Singular Individual

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Projeto Terapêutico Singular Individual Gisele G. Maciel Marília Rossetti Natália D. Micheloni Natalia G. Lagazzi

  2. Identificação Completa • Maria da Conceição Rodrigues, • 72 anos, • branca, • divorciada, • ex diarista da CPFL, • natural de Casa Branca, • residente em Campinas há 70 anos, • end: R Cormorão, nº 143, Bl C, apto 24, V. Padre Manoel da Nóbrega, • 1ª torcedora da Ponte Preta,

  3. Centro de Saúde Integração

  4. Mapa

  5. Caracterização Conceição tem 72 anos, mora sozinha, possui relação conflituosa com duas filhas, dependente de cuidados.

  6. Contextualização • Tabagista há 56 anos (1/2 maço/dia) e hipertensa • Avc há cerca de 1 ano • Internação • Consequências: sequela motora à D dependência de cuidados abandono conjugal conflito familiar labilidade emocional

  7. Contextualização • 1º casamento • 2ª união • Outros companheiros: último durou 20 anos, porém abandonou-a após o AVC.

  8. M. Conceição, 72 Carlos,46 Sandra Paulo Beth, 42 Eliete, 41 Camila, 25 Paulo Cristiano Ju, 19 Jessica Legenda: Natimorto Relação próxima Relaç. conflituosa Divórcio

  9. Contextualização • Apartamento com escada, 3 cômodos, banheiro pequeno, sem adaptações, limpeza adequada, móveis e eletrodomésticos em boas condições, • Cuidadora formal diária, • Fisioterapia semanal,

  10. Planta do apartamento Sala Sala Quarto Banheiro Cozinha

  11. Contextualização • Em uso de: • Captopril 25 mg(2 - 2 -2) • Metildopa 500 mg(1 -0 – 1) • Sene (1 – 0 – 0) • Amitriptilina (0 – 0 – 1) • Anlodipina • AAS

  12. Exame Físico • BEG, corada, hidratada, aaa PA: 130x80 mmHg • Tórax: 2BRNF, sem SA MV diminuído ++ globalmente, sem RA • MMSS: Direito: força distal grau IV e força proximal grau III Esquerdo: força grau V • MMII: pulsos +, finos. Edema ++ a D e + a E, frio, indolor, depressível. Direito: força grau IV Esquerdo: força grau V Minimental: Total 16 pontos

  13. Mini Mental 24 a 30 • Nenhum comprometimento cognitivo • Paciente com escolaridade maior de 8 anos (25 a 28 pontos pode indicar comprometimento.) • 19 a 23 • Comprometimento cognitivo leve • Paciente com escolaridade menor ou igual a 8 anos – escore menor que 19 é indicativo de perda cognitiva. Declínio nas AVD e AIVD pode ser um problema. Correlação entre o escore do Mini-Mental e o estatus funcional é extremamente importante. • 11 a 18 • Comprometimento cognitivo moderado • Demência clínica é tipicamente aparente. Perda das habilidades nas AVD é comum. • 0 a 10 • Comprometimento cognitivo é severo • Demência é avançada, efeito do nadir ou zero, torna o teste incapaz de monitorar pacientes com escore "zero" e mantém alguma cognição. Avaliação clínica deve enfocar as habilidades funcionais.

  14. Rendas e gastos • Aposentadoria • Ajuda do filho • Ajuda da Ponte Preta • Cesta básica • Condomínio • Cuidadora • Fisioterapia • Contas domiciliares

  15. Apoio social • Equipamento de referência: CS Integração com assistência da equipe amarela e das visitas domiciliares • Rede familiar e comunitária: filho, Ponte Preta, vizinhos

  16. Vulnerabilidade Fatores de risco: • Tabagista, HAS, hipercolesterolemia • AVC , sequelas • Mora sozinha • Conflito com filhas • Labilidade emocional • Restrita ao leito • Filho em Piracicaba • Apto com escada • Perdas • Paga cuidadora + fisio • Não adere tto completo • Depende de ajuda financeira • Moradia não adaptada Fatores de proteção: • Ambiente limpo • Bem cuidada • Visita diária do filho • Residência própria • Ajuda financeira • Pode pagar fisio + cuidadora • Ponte Preta • Remédios em ordem

  17. Proposta terapêutica Imediata: • Possibilidade de associação medicamentosa, • Fornecimento de fraldas e luvas, • Garantia de fornecimento de medicações (filho, vizinhos, visita domiciliar), • Orientação contra tabagismo, • Reavaliar uso tricíclico, (sedação, hipotensão-queda, arritmia, ef. anticolinérgicos-constipação, confusão...), • Manter contato com a Ponte,

  18. Proposta terapêutica Médio e longo prazo: • Fisioterapia pelo CS, • Terapeuta ocupacional, • Encaminhamento ao Centro de Referência do Idoso, • Reavaliar custo com cuidadora, • Apoio psicológico, • Adaptação domiciliar,

  19. “O que se opõe ao descuido e ao descaso é o cuidado. O cuidar é mais que um ato; é uma atitude. Portanto, abrange mais que um momento de atenção, de zelo e de desvelo. Representa uma atitude de ocupação, preocupação, de responsabilização e de envolvimento afetivo com o outro” • Leonardo Boff