slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Multiculturalismo e Direitos Humanos no Cinema: Um Estudo Introdutório PowerPoint Presentation
Download Presentation
Multiculturalismo e Direitos Humanos no Cinema: Um Estudo Introdutório

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 14

Multiculturalismo e Direitos Humanos no Cinema: Um Estudo Introdutório - PowerPoint PPT Presentation


  • 94 Views
  • Uploaded on

Multiculturalismo e Direitos Humanos no Cinema: Um Estudo Introdutório. Pesquisadores : Andrey L. M. Correa, Chiara A. Spadaccini de Teffe , Marcos Paulo de Alvarenga Pinto, Pamela Amanda da Silva Marques e Pedro Avelar Villas Boas; Orientação : Juliana Neuenschwander Magalhães .

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

Multiculturalismo e Direitos Humanos no Cinema: Um Estudo Introdutório


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Multiculturalismo e DireitosHumanos no Cinema:Um EstudoIntrodutório

Pesquisadores: Andrey L. M. Correa, Chiara A. Spadaccini de Teffe, Marcos Paulo de Alvarenga Pinto, Pamela Amanda da Silva Marques e Pedro Avelar Villas Boas;

Orientação: Juliana Neuenschwander Magalhães.

Supervisão: Nadia Teixeira Piresda Silva, Eric Santos Lima e Carolina GenovezParreira.

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Grupo de PesquisaDireito e Cinema

apresenta o do gp direito e cinema
Apresentação do GP Direito e Cinema
  • Grupo de PesquisaDireito e Cinema: o gruposurgiuem 2005, a partir de um Projeto de Pesquisaintitulado “Representações do Direito sob a Ditadura no Cinema”, financiadopeloCNPq e dsenvolvidoemparceria com o Instituto Max Planck de História do DireitoEuropeu
  • Realizou 6 (seis) semináriosinternacionais e publicou um livro, “ConstruindoMemória: semináriosDireito e Cinema”, publicadoemoutubro de 2009. Trêsdissertações de Mestradoforamdefendidas.
  • Atualmente, encontra-se emfase de revisão um segundolivro, com ostextos e discussões dos semináriossubsequentes.
tema da pesquisa
TemadaPesquisa
  • TemaGeral: relações entre Direito e Arte e, em especial, Direito e Cinema
  • Temaespecífico: no âmbito do projeto de pesquisa “Multiculturalismo e direitoshumanos: a (re)construção dos direitoshumanosna arte e nacultura”, investiga-se a relação entre multiculturalismo e direitoshumanos no cinema.
objetivos
Objetivos
  • Introduzir a discussãoacerca do conceito de “multiculturalismo”, seuspressupostos e implicaçõesteóricas, bemcomoseualcancedescritivodacomplexidade social contemporânea.
  • Procederreflexõesacerca do conceito de “direitoshumanos”, paradaíestabelecerseualcance face a umasociabilidadeque se descreve multicultural.
constru o do marco te rico
Construção do Marco Teórico
  • Aoiniciarseusestudos, o grupopartiudaideia de que o Cinema representa o Direito.
  • Progressivamente, a noção de representaçãofoiabandonada, com a percepção de que o cinema, comomeiodacomunicaçãopode, naverdade, construirsentidos de direito.
direito e cinema
Direito e Cinema
  • Nossa contribuição:
      • Adoção de uma perspectiva sociológica em nossas pesquisas, baseada na Teoria dos Sistemas de NiklasLuhmman.
      • Direito e Arte são observados como sistemas sociais socialmente distintos:
          • A produção normativa como forma de consolidar as expectativas sociais, se autoconstruindo em uma estrutura normativa-comunicativa capaz de estabelecer vínculos com o futuro.
          • A produção artística como indicador de deficiências de toda observação, isto é, um indicador para o que escapa da sociedade como um todo e , por isso, dos sistemas sociais.
hip teses
Hipóteses
  • Enquanto observamos sociologicamente o Direito, a partir de sua ligação com a arte, tentaremos indicar e descrever a produção dos significados do Direito dentro e fora do Direito, ou antes, da distinção/exclusão dos significados.
multiculturalismo teorias
Multiculturalismo: teorias...
  • Para SANTOS (2003: 26), multicultarismo é “um modo de descrever as diferenças culturais em um contexto transnacional e global”.
  • Para KYMLICKA essas diferenças podem tanto ser interpretadas como culturais num sentido mais específico de nação ou povo (KYMLICKA, 2004) como num sentido mais abrangente da noção de cultura, não étnico, abarcando as diferenças de gênero, crença religiosa, convicções políticas. Neste sentido mais ampliado, a noção de multiculturalismo é capaz de descrever tanto a situação dos estados multinacionais, quanto a de grupos muitas vezes marginalizados como mulheres, gays, lésbicas, trabalhadores, comunistas e ateus.
  • Segundo GHAI “o multiculturalismo pertence ao período contemporâneo da globalização e é encarado como o instrumento de luta para combater os legados do racismo e assegurar um sistema social e político mais justo” (GHAI, 2003: 557).
e controv rsias
... e controvérsias
  • De um lado, os defensores de um “multiculturalismo emancipatório”, que defendem políticas de identidade baseadas no reconhecimento das diferenças (como por exemplo, políticas de discriminação positiva para grupos tradicionalmente excluídos do acesso aos direito),
  • De outro, aqueles que resistem a tais estratégias de reconhecimento e inclusão, argumentando que o multiculturalismo seria anti europeu, promovendo a fragmentação e que não passaria de uma “terapia para minorias” e um “novo puritanismo” (SANTOS, 2003:29) ou, ainda, produziria uma “guetorização” das minorias :“For example, opponentsofmulticulturalismoftensaythat ir ghettoizesminorities, andimpedstheirintegrationintomainstreamsociety; proponentsrespondthatthisconcern for integrationreflects cultural imperialism” (KYMLICKA, 2004:10).
direitos humanos entre universalismo e contextualismo
DireitosHumanos entre Universalismo e Contextualismo
  • “Nos países quentes o homem amadurece, em todas as suas partes, mais cedo, não atinge, contudo, a completude das zonas temperadas. A humanidade apresenta-se com sua maior completude na raça dos brancos. Os indígenas amarelos têm um talento limitado. Os negros encontram-se mais abaixo e mais baixo de todos encontra-se parte dos povos americanos” (Kant, 1988, orig. 1802:17 apud COSTA, 2006:41).
bibliografia
Bibliografia

COSTA, Sergio. DoisAtlânticos. Teoria social, antiracismo, cosmopolitismo. Belo Horizonte: UFMG, 2006.

HABERMAS, Jürgen. A inclusão do outro. Estudos de teoriapolítica. 3 ed, São Paulo: Edições Loyola, 2007.

HALL, Stuart, DU GAY, Paul. Questions of cultural identity. New York: Sage, 1996.

LUHMANN, Niklas. El derecho de la sociedade. 2 ed, México: Heder; México: Universidad Iberoamericana, 2005.

NEUENSCHWANDER MAGALHÃES, Juliana. A formação do conceito de direitoshumanos. Tese de DoutoradoemDireitopelaUniversitàdegliStudidi Lecce, 2004. No prelo.

NOVAES, Regina Reyes. KANT DE LIMA, Roberto (org).Antropologia e DireitosHumanos. Niterói: EdUFF, 2001.

SANTOS, Boaventura de Souza. Por umaconcepção multicultural dos direitoshumanos. Lua Nova. Revista de cultura e política, 1997, n.39, pp.105-124. Disponívelem <http://www.scielo.br/pdf/ln/n39/a07n39.pdf>.

______ (org). Reconhecerparalibertar. Os caminhos do cosmopolitismo multicultural. Rio de Janeiro: CivilizaçãoBrasileira, 2003.

SILVA, TomazTadeuda. Identidade e diferença. A perspectiva dos estudosculturais. 9ed, Rio de Janeiro: Vozes, 2009.

TAYLOR, Charles. Multiculturalisme. Différance et democratie. Paris: Champs. 2009.

FilmografiaPreliminar

A CAMINHO DE KANDAHAR. MohsenMakhmalbaf, França/Irã, 85min, 2001.

HOTEL RUANDA. Terry George, ReinoUnido/África do Sul/Itália, 121 min, 2004.

QUINHENTAS ALMAS. Joel Pizzini, Brasil, 109 min, 2005.

TENDA DOS MILAGRES. Nelson Pereira dos Santos, Brasil, 132 min, 1977.

VALSA COM BASHIR. Ari Folmam, Israel, 87 min, 2008.