Download
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Oração do Terço PowerPoint Presentation
Download Presentation
Oração do Terço

Oração do Terço

124 Views Download Presentation
Download Presentation

Oração do Terço

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Oração do Terço

  2. Doutrina Cristã • 1.º - Adorar a Deus e amá-Lo sobre todas as coisas. • 2.º - Não invocar o santo de nome de Deus em vão. • 3.º - Santificar os Domingos e Festas de Guarda. • 4.º- Honrar pai e mãe (e os outros legítimos superiores). • 5.º - Não matar (nem causar outro dano, no corpo ou' na alma, a si mesmo ou ao próximo). • 6.º - Guardar castidade nas palavras e nas obras. • 7.º - Não furtar (nem injustamente reter ou danificar os bens do próximo). • 8.º - Não levantar falsos testemunhos • (nem de qualquer outro modo faltar à verdade ou difamar o próximo). • 9.º - Guardar castidade nos pensamentos e nos desejos. • 10.º - Não cobiçar as coisas alheias.

  3. Ano C - XVI Domingo do tempo Comum Silêncio

  4. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.R. Ámen! A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do pai e a comunhão do espírito santo estejam convosco. R:Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. Irmãos, para celebrar dignamente os santos mistérios reconheçamos que somos pecadores (momento de silêncio)

  5. Confessemos os nossos pecados: Confesso a Deus Todo-Poderoso e a vós, irmãos, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, actos e omissões,(batendo no peito)por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos Anjos e Santos, e a vós, irmãos, que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor. Deus Todo-Poderoso tenha compaixão de nós perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Amém!

  6. Senhor, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós. Cristo, tende piedade de nós. Cristo, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós.

  7. Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória.

  8. Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica; Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o Santo; só Vós, o Senhor;

  9. Só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.

  10. ORAÇÃO COLECTA Sede propício, Senhor, aos vossos servos e multiplicai neles os dons da vossa graça, para que, fervorosos na fé, esperança e caridade, perseverem na fiel observância dos vossos mandamentos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amém.

  11. 1ª Leitura «Após o pecado, dais lugar ao arrependimento» Sab 12, 13.16-19

  12. LEITURA I Sab12, 13.16-19 Leitura do Livro da Sabedoria Não há Deus, além de Vós, que tenha cuidado de todas as coisas; a ninguém tendes de mostrar que não julgais injustamente. O vosso poder é o princípio da justiça e o vosso domínio soberano torna-Vos indulgente para com todos.

  13. LEITURA I Sab12, 13.16-19 Mostrais a vossa força aos que não acreditam na vossa omnipotência e confundis a audácia daqueles que a conhecem. Mas Vós, o Senhor da força, julgais com bondade e governais-nos com muita indulgência, porque sempre podeis usar da força quando quiserdes. Agindo deste modo,

  14. LEITURA I Sab12, 13.16-19 ensinastes ao vosso povo que o justo deve ser humano e aos vossos filhos destes a esperança feliz de que, após o pecado, dais lugar ao arrependimento. Palavra do Senhor. Graças a Deus

  15. Salmo

  16. Salmo Salmo 85 (86), 5-6.9-10.15-16a (R. 5a) REFRÃO: Senhor, sois um Deus clemente e compassivo.

  17. 2ª Leitura «O Espírito intercede por nós com gemidos inefáveis» Rom 8, 26-27

  18. LEITURA II Rom 8, 26-27 Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Romanos Irmãos: O Espírito Santo vem em auxílio da nossa fraqueza, porque não sabemos que pedir nas nossas orações; mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inefáveis.

  19. LEITURA II Rom 8, 26-27 E Aquele que vê no íntimo dos corações conhece as aspirações do Espírito, pois é em conformidade com Deus que o Espírito intercede pelos cristãos. Palavra do Senhor. Graças a Deus

  20. Aclamação Aleluia Bendito sejais, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque revelastes aos pequeninos  os mistérios do reino. 

  21. Evangelho «Deixai-os crescer ambos até à ceifa» Mt 13, 24-43

  22. EVANGELHO Mt 13, 24-43 O Senhor esteja convosco, Ele está no meio de Nós. Evangelho se nosso Senhor Jesus Cristo Segundo S. Mateus Gloria a Vós, Senhor

  23. EVANGELHO Mt 13, 24-43 Naquele tempo, Jesus disse às multidões mais esta parábola: «O reino dos Céus pode comparar-se a um homem que semeou boa semente no seu campo. Enquanto todos dormiam, veio o inimigo, semeou joio no meio do trigo e foi-se embora. Quando o trigo cresceu e começou a espigar, apareceu também o joio. Os servos do dono da casa foram dizer-lhe:

  24. EVANGELHO Mt 13, 24-43 ‘Senhor, não semeaste boa semente no teu campo? Donde vem então o joio?’. Ele respondeu-lhes: ‘Foi um inimigo que fez isso’. Disseram-lhe os servos: ‘Queres que vamos arrancar o joio?’. ‘Não! – disse ele – não suceda que, ao arrancardes o joio, arranqueis também o trigo. Deixai-os crescer ambos até à ceifa e, na altura da ceifa, direi aos ceifeiros:

  25. EVANGELHO Mt 13, 24-43 Apanhai primeiro o joio e atai-o em molhos para queimar; e ao trigo, recolhei-o no meu celeiro’». Jesus disse-lhes outra parábola: «O reino dos Céus pode comparar-se ao grão de mostarda que um homem tomou e semeou no seu campo. Sendo a menor de todas as sementes, depois de crescer, é a maior de todas as plantas da horta e torna-se árvore, de modo que as aves do céu vêm abrigar-se nos seus ramos».

  26. EVANGELHO Mt 13, 24-43 Disse-lhes outra parábola: «O reino dos Céus pode comparar-se ao fermento que uma mulher toma e mistura em três medidas de farinha, até ficar tudo levedado». Tudo isto disse Jesus em parábolas, e sem parábolas nada lhes dizia, a fim de se cumprir o que fora anunciado pelo profeta, que disse: «Abrirei a minha boca em parábolas,

  27. EVANGELHO Mt 13, 24-43 proclamarei verdades ocultas desde a criação do mundo». Jesus deixou então as multidões e foi para casa. Os discípulos aproximaram-se d’Ele e disseram-Lhe: «Explica-nos a parábola do joio no campo». Jesus respondeu: «Aquele que semeia a boa semente é o Filho do homem e o campo é o mundo. A boa semente são os filhos do reino,

  28. EVANGELHO Mt 13, 24-43 o joio são os filhos do Maligno e o inimigo que o semeou é o Diabo. A ceifa é o fim do mundo e os ceifeiros são os Anjos. Como o joio é apanhado e queimado no fogo, assim será no fim do mundo: o Filho do homem enviará os seus Anjos, que tirarão do seu reino todos os escandalosos e todos os que praticam a iniquidade, e hão-de lançá-los na fornalha ardente;

  29. EVANGELHO Mt 13, 24-43 aí haverá choro e ranger de dentes. E os justos brilharão como o sol no reino do seu Pai. Quem tem ouvidos, oiça». Palavra da salvação. Gloria a Vós, Senhor.

  30. A erva daninha, joio, é uma gramínea que cresce anualmente e é muito comum nos países do mediterrâneo oriental. É uma erva venenosa, os seus grãos possuem toxina; o gado que a come morre. È muito semelhante ao trigo e é impossível distinguir um do outro. Mas quando crescem, já as suas raízes estão tão interligadas, que não é possível arrancar o joio sem destruir também o trigo.

  31. O inimigo fez o seu trabalho voluntariamente; a sua intenção é má e por isso agiu à noite. O que é que ele ganhou com isso? O dono da sementeira nem, se vingou nem deu ordem para que removessem o joio, porque quis dar oportunidade a todas as sementes de trigo para crescerem. A paciência de Deus dá tempo aos maus para que se convertam e corrijam as suas faltas.

  32. Jesus conta esta parábola aos discípulos, em quem estavam incluídos Judas Iscariotes que o traiu, Pedro que o negou, Tiago e João que tinham as suas ambições pessoais. No final, só Judas Iscariote se perdeu, mostrando que muitos joios se convertem em trigo produtivo. A paciência de Deus deu frutos, quando ao último suspiro do bom ladrão, ele se converteu, tal como a mulher adúltera que esperava uma sentença de morte.

  33. Santo Agostinho converteu-se ao fim de trinta anos de vida imoral. Por isso, não podemos julgar ou expulsar nenhum dos nossos membros familiares que negam Deus. Somos chamados a reconhecer o mal, a nomeá-lo, e depois a entregá-lo a Deus na oração. Deus quer que façamos o bem em vez do mal, que abençoemos em vez de amaldiçoarmos, que louvemos em vez de criticarmos,

  34. que ajudemos em vez de ficarmos a olhar, que amemos em vez de odiarmos, que perdoemos em vez de ficarmos ressentidos e que digamos a verdade em vez de mentirmos. Este é o tempo de reflectirmos se temos sido joios no jardim de Deus Tanto o trigo como o joio nascem de pequenas sementes. Também grandes pecados têm pequenos começos e crescem a partir da tentação de cometer pequenos pecados.

  35. Uma vez consentida, a tentação cresce em vigor. Cuidemos para que nenhum mau hábito crie raízes na nossa vida. Assim Seja!

  36. Meditação

  37. Credo

  38. Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra De todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; Gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação

  39. desceu dos céus (Faz-se inclinação) E encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria. e Se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras; e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai.

  40. De novo há-de vir em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim. Creio no Espírito Santo. Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas.

  41. Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo Para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos, e vida do mundo que há-de vir. Amén.

  42. Oração Universal

  43. Caríssimos fiéis: Nós não sabemos que pedir nas nossas orações. Deixemos que o Espírito Santo interceda por nós e invoquemos confiadamente o Pai celeste, dizendo: Ouvi-nos, Senhor. Para que o nosso Bispo Manuel, e os seus presbíteros e diáconos semeiem a boa semente no campo de Deus e a confiem aos cuidados de Jesus e de sua Mãe, oremos, irmãos. Ouvi-nos, Senhor.

  44. Para que ninguém julgue os outros com dureza e todos saibam ser justos e humanos como Deus é indulgente para com todos, oremos, irmãos. Ouvi-nos, Senhor. Para que Deus purifique o mundo dos seus erros, cure as doenças, afaste a fome, acabe as guerras e dê a paz do coração aos que a não têm, oremos, irmãos. Ouvi-nos, Senhor.

  45. Para que os adultos, os adolescentes e os jovens, saibam descobrir, contemplar e respeitar as maravilhas criadas por Deus, oremos, irmãos. • Ouvi-nos, Senhor. • Para que Deus nos faça evitar todo o pecado, nos leve a reconhecer a nossa pequenez e a grandeza da vocação que Ele nos deu, oremos, irmãos. • Ouvi-nos, Senhor.

  46. Senhor, que conheceis como ninguém o trigo que por Vós foi semeado no coração de cada ser humano, não deixeis que ele seja sufocado pelo joio que o inimigo aí semeia quando dormimos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amém.

  47. Ofertório

  48. Orai, Irmãos para que o meu e vosso sacrifício seja aceite por Deus Pai todo-poderoso. Todos: receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para honra e glória do seu nome, para nosso bem e de toda a santa Igreja

  49. (Todos a pé) ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS Senhor, que levastes à plenitude os sacrifícios da Antiga Lei no único sacrifício de Cristo, aceitai e santificai esta oblação dos vossos fiéis, como outrora abençoastes a oblação de Abel; e fazei que os dons oferecidos em vossa honra por cada um de nós sirvam para a salvação de todos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amém!