o relevo submarino n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
O relevo submarino PowerPoint Presentation
Download Presentation
O relevo submarino

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 6

O relevo submarino - PowerPoint PPT Presentation


  • 335 Views
  • Uploaded on

O relevo submarino. Assim como a superfície dos continentes, o fundo do mar possui formas variadas, resultantes da ação de agentes internos e do intenso intemperismo químico. O relevo submarino.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'O relevo submarino' - jena-sykes


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
o relevo submarino

O relevo submarino

Assim como a superfície dos continentes, o fundo do mar possui formas variadas, resultantes da ação de agentes internos e do intenso intemperismo químico.

Saionara Pires Rodrigues - Cientista Social UFRGS

o relevo submarino1
O relevo submarino
  • As terras submersas, ao contrário das emersas, não sofrem ação dos agentes atmosféricos. O único agente externo que atua no modelado do relevo submarino é o movimento das águas. Esse movimento ocorre por uma associação de diversos fatores, como ventos, ação do Sol, da Lua, da temperatura e da salinidade.

Saionara Pires Rodrigues - Cientista Social UFRGS

o relevo submarino principais componentes
O relevo submarinoprincipais componentes
  • Plataforma continental
  • Talude
  • Região pelágica (ou abissal)

Saionara Pires Rodrigues - Cientista Social UFRGS

plataforma continental
Plataforma continental
  • É relativamente plana e constitui a formação da estrutura geológica do continente baixo do nível do mar, composta predominantemente de rochas sedimentares. Por apresentar profundidade média de 200 metros, recebe luz solar, o que propicia o desenvolvimento de vegetação marinha e muitas espécies de animais.

Saionara Pires Rodrigues - Cientista Social UFRGS

talude
Talude
  • O talude é a borda da

plataforma continental, marcada por um desnível abrupto de até 2000 metros, na base da qual se encontram a crosta continental e a oceânica. Quando o talude se localiza em área de encontro de placas convergentes, ocorre a formação de fossas marinas.

Saionara Pires Rodrigues - Cientista Social UFRGS

regi o pel gica ou abissal
Região pelágica (ou abissal)
  • Corresponde à crosta oceânica propriamente dita, que é geologicamente distinta da placa continental. Nessa região há diversas formas de relevo, como depressões (chamadas bacias), dorsais, montanhas tectônicas, planaltos e fossas marinhas.
  • As ilhas aí existentes são chamadas ilhas oceânicas, como Fernando de Noronha, de origem vulcânica, e o Atol das Rocas, de origem biológica.

Saionara Pires Rodrigues - Cientista Social UFRGS