rela o entre liturgia e catequese l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
RELAÇÃO ENTRE LITURGIA E CATEQUESE PowerPoint Presentation
Download Presentation
RELAÇÃO ENTRE LITURGIA E CATEQUESE

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 56

RELAÇÃO ENTRE LITURGIA E CATEQUESE - PowerPoint PPT Presentation


  • 2710 Views
  • Uploaded on

RELAÇÃO ENTRE LITURGIA E CATEQUESE. ROBERTO BOCALETE. Catequese e Liturgia Duas faces do mesmo mistério. JESUS ENSINA. JESUS CELEBRA. A Catequese e a Liturgia são formas essenciais da vida da Igreja. Liturgia : uma das fontes da Catequese.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'RELAÇÃO ENTRE LITURGIA E CATEQUESE' - jaden


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide2

Catequese e Liturgia

Duas faces do mesmomistério

slide3

JESUS ENSINA

JESUS CELEBRA

slide4

A Catequese e a Liturgia são formas essenciais da vida da Igreja.

Liturgia: uma das fontesdaCatequese

Ambas se encontram no centro da vida cristã, que é o mistério Pascal de Jesus Cristo; a experiência mais profunda da ação do libertador na história da humanidade.

liturgia e catequese
LITURGIA E CATEQUESE

Metodologia (catequese iniciática – com utilização das duas fontes

**Atos 8, 26-40 (Felipe e o etíope)

slide6

O DNC destaca que duas fontes regam a catequese: Bíblia e Liturgia.

  • A fonte na qual a catequese busca a sua mensagem é a Sagrada Escritura, fruto da experiência de fé de um povo com Deus .
  • A fonte na qual a catequese saboreia o mistério, tornando-o celebre, é a liturgia, fonte da memória celebrada do mistério pascal de Cristo e expressão da vida da Igreja.
slide7

A catequese como educação da fé e a liturgia como celebração da fé são duas funções da única missão evangelizadora da Igreja.

  • A catequese, sem a liturgia, esvazia-se da dimensão do mistério e reduz-se a um amontoado de ensinamentos e teorias sobre Deus e a Igreja, mas sem significado profundo para vida.
slide8

A liturgia, por outro lado, sem a catequese, é carente do sentido e conteúdo da fé, que se consolida no aprofundamento da mensagem cristã, missão assumida pela catequese

slide9

A liturgia é fonte inesgotável da catequese, não só pela riqueza de seu conteúdo, mas pela sua natureza de síntese e cume da vida cristã: enquanto celebração ela é ao mesmo tempo anúncio e vivência dos mistérios salvíficos.

  • Por isso ela é considerada lugar privilegiado de educação da fé e os autênticos itinerários catequéticos são aqueles que incluem em seu processo o momento celebrativo como componente essencial da experiência religiosa cristã.
slide10

A liturgia, com seu conjunto de sinais, palavras, ritos, símbolos, em seus diversos significados, requer da catequese uma iniciação gradativa e perseverante para ser compreendida e vivenciada.

  • Os sinais litúrgicos são ao mesmo tempo anúncio, lembrança, promessa, pedido e realização, mas só por meio da palavra evangelizadora e catequética esses seus significados tornam-se claros.
slide11

É tarefa fundamental da catequese iniciar eficazmente os catequizandos nos sinais litúrgicos e através deles introduzi-los no mistério pascal.

slide12

Aquilo que não é celebrado não pode ser apreendido em sua profundidade e em seu significado para a vida.

  • A catequese leva em conta essa expressão de fé pelo rito para desenvolver também uma verdadeira educação para a ritualidade e o simbolismo.
slide13

O mistério de Cristo anunciado na catequese é assimilado e saboreado através da ritualidade, do simbolismo, do ritmo que a liturgia imprime, pelo seu caráter mistagógico.

  • Portanto, o saber, é capaz de oferecer os elementos necessários para a compreensão daquilo que é celebrado e dar-lhe sentido e significado
slide14

A catequese tem uma tarefa de iniciação na vida litúrgica em três dimensões principais:

  • no plano da celebração, a catequese inicia nos diversos ritos e formas de expressão;
  • no plano do mistério, a catequese favorece e ilustra experiências bíblicas e eclesiais significadas pelos ritos;
  • no plano da existência, a catequese deve educar na acolhida, no agradecimento, na comunhão, na escuta
slide15

O processo da formação litúrgica na catequese possui diversos elementos, importantes para a compreensão intrínseca ligação entre ambas:

  • centralidade do Mistério Pascal de Cristo na vida dos cristãos e em todas as celebrações;
  • a compreensão dos ritos e símbolos como reveladores da ação pascal de Cristo e experiências de encontro com o Ressuscitado
slide16

a dimensão comunitária da liturgia com sua variedade de ministérios;

  • a participação dos cristãos na Eucaristia;
  • a espiritualidade pascal, ao longo do Ano Litúrgico;
  • a espiritualidade penitencial ou de conversão mediante a celebração do Sacramento Reconciliação;
slide17

Há de se cuidar para que não haja somente preocupação com a transmissão de conteúdo na catequese, mas também se enfatize a dimensão celebrativo-litúrgica que corresponde ao saborear.

  • A liturgia tem mais a ver com sabor, com a experiência de sentir o toque de Deus na realidade humana, por isso, quanto menos explicações e comentários, mais o canal de comunicação será eficaz.
slide18

É importante que a catequese tenha na celebração o ponto alto do encontro, momento em que há interiorização, partilha e crescimento da fé a partir da vida.

  • A catequese litúrgico-celebrativa é carregada de momentos fortes de oração (súplica, gratidão, intercessão e perdão), faz o confronto pessoal e comunitário com a realidade, da fé com a vida e da vida com a fé
slide19

A catequese com expressões celebrativas exige atenção para alguns detalhes:

  • atenção ao corpo como fonte de sentimento, emoção, experiência, alegria, lágrimas, afeto, carinho, acolhida;
  • a linguagem simbólica, sempre aberta às diversas interpretações, por isso jamais explicada;
  • expressões, cores, posições, gestos, caminhadas, músicas rituais, danças, olhares: tudo como forma de comunicar o mistério
slide20

É fundamental caminhar em vista da unidade entre catequese e liturgia, faces de uma mesma realidade, ações importantes e que expressam a identidade do ser cristão, porque possibilitam a experiência com a Pessoa de Jesus Cristo

slide21

Catequese e liturgia, integram os elementos essenciais da formação do discípulo, dando-lhe a autenticidade necessária para responder com alegria e disponibilidade sua missão: as experiências com a Palavra, com os sacramentos e com a comunidade, conferem a catequese um caráter iniciático e mistagógico.

slide25

A liturgia é fonte da catequese, porque também é nela “que se tomam as leituras que são explicadas na homilia, e os salmos que se cantam, as preces, as orações e hinos litúrgicos são penetrados do seu espírito, e dela recebem seus significado as ações e os sinais”

a catequese sistem tica conforme as suas exig ncias e conforme o costume se d fora da liturgia
A catequese sistemática, conforme as suas exigências e conforme o costume, se dá fora da liturgia.
slide29

Conforme o DNC 49, a Vigília Pascal, que é centro da liturgia cristã, e a espiritualidade batismal são inspiração para qualquer itinerário catequético

  • Na Vigília, contemplamos a ressurreição, a glorificação do Filho no Pai pelo Espírito, celebramos a libertação das trevas e da escravidão, somos configurados na luz e na liberdade.
slide30

A Vigília Pascal é :

  • A festa da luz, em que saímos da escuridão e vemos a aurora da vida no “novo dia”
  • A festa batismal, que nos incorpora no Corpo de Cristo, nos faz participantes do mistério pascal, nos faz ressurgir para a vida renovada.
  • A festa da recordação da vida e das ações divinas em favor da humanidade, bem expressa na liturgia da Palavra
  • A festa da Eucaristia, ação de graças ao Pai que ressuscitou Jesus e nos fez participantes da vitória sobre a morte.
slide31

A vigília pascal é ponto de referência para o processo catequético porque nela celebramos todo o mistério e fundamento da fé, motivo de esperança e transformação da realidade

  • A vigília pascal é ponto de chegada da ação catequética porque nela vivenciamos o acontecimento fundamental do cristianismo, o mistério autêntico da pessoa de Jesus
slide32

A catequese diante de tão rica e delicada vigília da ressurreição, prepara para o celebrar assimilando propostas metodológicas da própria vigília, que culminam numa adesão mais consciente à fé.

slide33

Na catequese, sugere-se a experiência frequente da teologia iluminação, que dissipa as trevas e inaugura a esperança da realidade nova; é fundamental a centralidade da Palavra de Deus, que favorece a compreensão da experiência de fé do povo; sugere-se a experiência com a água como fonte de vida, o nascimento para fé, a liberdade, sempre destacando a teologia do batismo como fonte da vocação cristã e caminho para o discipulado.

slide35
A Catequese entendida como aula, doutrinação, ensino teórico que deve primar pelo rigor e pela memorização de temas e citações
slide37
Durante muito tempo a catequese ficou restrita às crianças, criando aquela concepção: “catequese é coisa de criança”.
slide38

Em diversas épocas, a catequese (Eucaristia e Crisma) não levava à iniciação à fé e à vida eclesial, mas se tornava conclusão da vida cristã, uma espécie de “formatura”.

1 consolidar a liga o entre f e vida tanto na catequese quanto nas celebra es lit rgicas
1. Consolidar a ligação entre Fé e Vida, tanto na catequese quanto nas celebrações litúrgicas

Relação fé e vida

slide43
3. Rever a metodologia usada na catequese, para que os encontros sejam sempre celebrativos, orantes, simbólicos;
slide44
4. Re-pensar as estruturas físicas onde acontece a catequese, para que se tornem espaços propícios para celebrações;
na mesa da palavra
NA MESA DA PALAVRA

Pretende-se que a Leitura da Bíblia, na catequese, não seja mero estudo de um livro, mas seja acolhida da Palavra de Deus que nos fala por este Livro Santo da nossa fé.

O fato ir até essa mesa, postar-se de pé, trocar a toalha de acordo com o tempo litúrgico, por exemplo, revela a necessidade celebrar a Palavra.

É importante solenizar sua leitura, celebrar sua mensagem.

Gestos, posturas e lugares determinam o que pensamos e como valorizamos cada momento da vida.

na mesa da catequese
NA MESA DA CATEQUESE

Resgata-se o antigo simbolismo de sentar ao redor da mesa para tomar a refeição.

Neste caso, crianças, jovens e seus catequistas, sentam ao redor da mesa para saborear a Palavra que dá vida, sacia toda sede e devolve a alegria ao coração humano.

Usando a mesa pretende-se sair do esquema de escola, da utilização de cadernos e canetas, e de tudo que lembre uma lição escolar.

Ao redor da mesa se fala, se contemplam os símbolos, se dialoga e se realizam algumas atividades.

slide52

5. Buscar um novo itinerário para a Iniciação Cristã, introduzindo o catequizando na vida da comunidade recuperando a riqueza do catecumenato, que fica como horizonte para a catequese;

slide54

6. Celebrar em comunidade os momentos fortes e as datas especiais do calendário litúrgico, envolvendo a comunidade, os catequizandos e os pais;

slide56

Obrigado…

robertobocalete@yahoo.com.br