Gestão Estratégica - PowerPoint PPT Presentation

gest o estrat gica n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Gestão Estratégica PowerPoint Presentation
Download Presentation
Gestão Estratégica

play fullscreen
1 / 25
Gestão Estratégica
91 Views
Download Presentation
izzy
Download Presentation

Gestão Estratégica

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Gestão Estratégica Prof. Dr. Marco Antonio Pereira www.marco.eng.br/terceirosetor pereira@marco.eng.br Curso: Gestor Voluntário

  2. Etapa 4A Estratégia em Ação Gestor Voluntário

  3. Como tudo começou... • “In Search of Excellence” (Vencendo a Crise) • vendeu 1.000.000 de livros somente em 1982 • Análise de 43 empresas “EXCELENTES” • Critérios de Excelência: 6 Indicadores Financeiros • 5 anos depois só 14 continuavam a ser Excelentes. 1982 1990 • “Measuring Performance in the Organization of the Future” • Publicação do estudo realizado por uma consultoria americana (Nolan Norton Institute - braço de pesquisa da KPMG) com 12 empresas (Shell, GE, Bell South, entre outras) • Objetivo: Questionamento dos modelos de gestão baseados somente em indicadores resultados financeiros. 1992 • “The Balanced Scorecard – Measures That Drive Performance” • Artigo publicado na Harvard Business Review Gestor Voluntário

  4. Bibliografia Original 1996 2000 2004 2006 Os 4 Livros são de autoria de: Robert Kaplan e David Norton (Editora Campus) Gestor Voluntário

  5. Bibliografia Complementar Gestor Voluntário

  6. Gestão Estratégica PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO CLÁSSICO Concepção Gestão do Conhecimento Formulação Implemen-tação Avaliação e Reavaliação • BALANCED SCORECARD • Obj. Estratégicos • Indicadores • Metas • Iniciativas Estrat. BSC – “Significado Literal” BALANCED – Equilibrado SCORECARD – Cartão de Marcação Fonte: Pesquisa Anual – Bain & Company 2004 Gestor Voluntário

  7. Ponto de Partida para o BSC Não existe Gerenciamento sem medidas. Peter Drucker O que não é medido não é gerenciado. Também não se pode medir o que não se descreve. Kaplan & Norton Gestor Voluntário

  8. Barreiras para a Execução da Estratégia Pesquisa feita com 2,5 milhões de executivos de empresas no mundo Fonte: O 8º Hàbito Gestor Voluntário

  9. Balanced Scorecard ESTRATÉGIA + EXECUÇÃO RESULTADOS ... é uma ferramenta de gestão que traduz a VISÃO e as ESTRATÉGIAS de uma organização num conjunto coerente de MEDIDAS DE DESEMPENHO. Gestor Voluntário

  10. Balanced Scorecard PAINEL DE CONTROLE OBJETIVOS • Esclarecer a Visão e a Estratégia; • Estabelecer indicadores estratégicos para os objetivos estratégicos. • Estabelecer metas e alinhar iniciativas estratégicas; • Aprimorar o feedback e o aprendizado estratégico. Gestor Voluntário

  11. BSC: As 4 perspectivas de valorMetáfora da Árvore Financeira Cliente Processos Internos Colaboradores Gestor Voluntário

  12. BSC: Painel de Indicadores Como parecemos para os acionistas? Perspectiva financeira Perspectiva do cliente Objetivos Objetivos Indicadores Indicadores Como os clientes nos vêem? Perspectiva dos Processos Internos Indicadores Objetivos Perspectiva de Aprendizado e crescimento Objetivos Indicadores Seremos capazes de continuar melhorando e criando valor? Em que devemos ser excelentes? Gestor Voluntário

  13. BSC: Painel de Indicadores “Para sermos bem sucedidos financeira-mente, como devemos parecer aos olhos dos acionistas?” Finanças Objetivos Indicadores Metas Iniciativas Objetivos Indicadores Metas Iniciativas Processos Internos Clientes “Para satisfazer aos acionistas e clientes, em que processos organizacio-nais devemos ser excelentes?” Objetivos Indicadores Metas Iniciativas Visão e estratégia “Para realizar a visão, como devemos parecer aos olhos dos clientes?” Aprendizado e Crescimento “Para realizar a visão, como promoveremos nossa capacidade de mudar e melhorar?” Gestor Voluntário

  14. BSC: Exemplo - ROCKWATER Retorno sobre o capital Fluxo de caixa Rentabilidade dos projetos Credibilidade do desempenho Objetivos financeiros Estratégia Valor pelo dinheiro (Classe A) Preço competitivo (Classe B) Relacionamento sem embaraços Profissionais de alto desempenho Inovação • Serviços que superem as necessidades • Satisfação dos clientes • Melhoria contínua • Qualidade dos empregados • Expectativas dos acionistas. Objetivos quanto aos clientes Moldagem das exigências dos clientes Eficácia nas licitações Serviços de qualidade Controle da segurança e das perdas Superioridade na gestão de projetos Melhoria continua Inovação nos produtos e serviços Capacitação da força de trabalho Objetivos internos Objetivos de crescimento Visão “Como provedor preferido dos clientes, seremos o líder no fornecimento dos mais altos padrões de segurança e qualidade aos clientes” Gestor Voluntário

  15. BSC: Das ESTRATÉGIAS a AÇÃO Visão e Estratégia São traduzidas em Objetivos Estratégicos Que são monitorados por Indicadores que são Associados a Metas Que são Alavancadas por Iniciativas Estratégicas Que são Desdobradas em Plano de Ações Gestor Voluntário

  16. Exemplo: SENAI – SCBSC: Painel de Desempenho Uma iniciativa estratégica fechará o diferencial de desempenho do objetivo Objetivo Indicador Meta Iniciativa Estratégica Ampliar participação no mercado educacional % Participação no mercado industrial de educação profissional 70% Desenvolver programas de ensino a distância O que é crítico para alcançar a estratégia? O nível de desempenho ou de taxa de melhoria esperada Como o medir o alcance do objetivo Gestor Voluntário

  17. Exemplo: SENAI – SCBSC: Painel de Desempenho O nível de desempenho ou a taxa de melhoria necessários O que a estratégia deve alcançar e o que é crítico para seu sucesso? Como será medido e acompanhado o sucesso do alcance da estratégia? Objetivo Indicadores Metas 2004 2006 2008 Buscar excelência operacional Índice de Qualidade do Prestador 50 65 90 % satisfação dos recursos credenciados 70% 78% 85% Programas de ação chave necessários para se alcançarem os objetivos Iniciativa Estratégica Responsável Prazo Orçamento Programa de Desenvolvimento de Fornecedores Gerência da Qualidade Dez./04 R$ 80.000 Gestor Voluntário

  18. MAPAS ESTRATÉGICOS São mapas que permitem visualizar os diferentes itens do BSC de uma organização, numa cadeia de causa-efeito que conecta os resultados almejados com os respectivos impulsores Gestor Voluntário

  19. BSC: Relação Causa-Efeito Lucro Perspectiva Financeira Aumentar o desempenho financeiro Implantar sistema de relacionamento com clientes Perspectiva dos Clientes Melhorar o atendimento aos clientes Implantar novas tecnologias Melhorar os processos Internos Perspectiva dos Processos Internos Assegurar treinamento e capacitação para a força de trabalho Perspectiva da Inovação e Aprendizado Gestor Voluntário

  20. Mapa Estratégico VISÃO ”Tornar-se líder do mercado” Objetivo Estratégico Financeira Rentabilidade Cliente Satisfação dos clientes Serviços com preços competitivos Relação Causa e efeito Processo Interno Buscar excelência operacional Otimizar eficiência administrativa Aprendizado Desenvolver a lide- rança e os talentos Recrutar e reter colabo- radores qualificados Gestor Voluntário

  21. BSC e Mapa EstratégicoExemplo: Southwest Airlines Diagrama das relações de causa e efeito entre objetivos estratégicos O que a estratégia deve alcançar e o que é crítico para seu sucesso? Como será medido e acompanhado o sucesso do alcance da estratégia? Programas de ação chave necessários para se alcançarem os objetivos O nível de desempenho ou a taxa de melhoria necessários Strategic Theme: Operating Efficiency Mapa Estratégico Financial Financeira Profitability Rentabilidade Fewer Planes More Customers Menos aviões Mais clientes Customer Cliente Flight Is on Time Vôo pontual Lowest Prices Preços mais baixos Objetivos Indicadores Meta Iniciativa • Hora de pouso • Partida pontual • 30 Minutos • 90% • Rápida • Preparação em solo • Programa de otimização da duração do ciclo Internal Interno Rápida preparação em solo Fast Ground Turnaround Learning Aprendizado Ground Crew Alignment Alinhamento do pessoal de terra Gestor Voluntário

  22. Gestor Voluntário

  23. BSC no Terceiro SetorMetáfora da Árvore Sociedade / Clientes Financeira Processos Internos Colaboradores / Voluntários Gestor Voluntário

  24. BSC: CDI - MG Gestor Voluntário

  25. BSC: CDI - MG Gestor Voluntário