slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
“O fruto da retidão é árvore de vida, e aquele que conquista almas é sábio. Provérbios 11.30. PowerPoint Presentation
Download Presentation
“O fruto da retidão é árvore de vida, e aquele que conquista almas é sábio. Provérbios 11.30.

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 71

“O fruto da retidão é árvore de vida, e aquele que conquista almas é sábio. Provérbios 11.30. - PowerPoint PPT Presentation


  • 98 Views
  • Uploaded on

Promotor,. você foi chamado para uma missão!. “O fruto da retidão é árvore de vida, e aquele que conquista almas é sábio. Provérbios 11.30. Apresentações. Diga o seu nome e algo que acha relevante dizer sobre você. Você é aquilo que comunica. EXERCÍCIO 01 Telégrafo de Mãos. Parte 1.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about '“O fruto da retidão é árvore de vida, e aquele que conquista almas é sábio. Provérbios 11.30.' - hertz


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Promotor,

você foi chamado para uma missão!

“O fruto da retidão é árvore de vida,

e aquele que conquista almas é sábio.

Provérbios 11.30.

slide2

Apresentações

Diga o seu nome e algo que acha

relevante dizer sobre você.

slide4

EXERCÍCIO 01

Telégrafo de Mãos

slide5

Parte 1

Introdução

slide6

OBJETIVOS DO TREINAMENTO:

  • - Valorizar a sua atividade como mobilizador na igreja;
  • - Capacitá-lo para o aprimoramento do seu trabalho;
  • - Proporcionar troca de experiências;
  • - Apresentar as oportunidades e desafios dos campos missionários;
  • - Orientar no planejamento das atividades;
  • - Apresentar as possibilidades de captação de recursos humanos e financeiros através do PAM e do PIM;
  • Valorizar a marca JMM nas igrejas;
  • - Personalizar a obra missionária, conscientizando a igreja sobre a sua missão no mundo.
slide7

SUA MISSÃO ESTÁ DIRETAMENTE LIGADA

AO CHAMADO DE DEUS PARA A SUA VIDA.

A missão da sua vida é tanto comum quanto específica. Parte dela é compartilhada com todos os outros cristãos, e a outra parte é uma tarefa separada exclusivamente para você.

slide8

DEUS TEM UMA MISSÃO PARA VOCÊ NA TERRA,

E OS FRUTOS DELA ESTARÃO COM VOCÊ NO CÉU.

O modo como você enxerga a sua vida a molda e influenciará no modo como você investe seu tempo, gasta seu dinheiro, usa seus talentos e valoriza seus relacionamentos.

slide9

DEUS MERECE O MELHOR DE VOCÊ!

Ele o fez para uma missão e espera que você

faça o máximo com aquilo que recebeu.

Comece a descobrir quem Deus quer que

você seja e o que ele quer que você faça.

slide10

QUEM É O PROMOTOR DE MISSÕES?

- Um agente de mudanças em sua igreja (uns vão para o campo, outros ficam na retaguarda).

- Uma categoria estratégica chave para o alcance global da Igreja (se não houver gente trabalhando para

expandir a visão missionária, não haverá gente que vá ao campo).

slide11

- Alguém que está na retaguarda (o estar na retaguarda é tão importante como o ir para a linha de frente, pois em ambos os casos o preparo é essencial).

  • É um crente que tem um ministério e um chamado espiritual, e se prepara para isso (a igreja deseja informações relevantes em relação à obra missionária mundial).
  • - É também um mobilizador (veja em Deuteronômio 3:27-28 o episódio que envolve Moisés e Josué na passagem do Jordão: Deus convoca Josué para animar Moisés, ou seja, convoca-o para mobilizá-lo).
slide12

TENHA UMA VIDA DE ORAÇÃO

Envolver a sua Igreja na obra missionária requer uma total dependência de Deus, através de oração, seguida do ensino das escrituras com clareza e terminando com a obediência a sua vontade.

O povo antes de obedecer sempre escutará antes a palavra de Deus. ( Ageu 1;12-13 )

slide13

“ Quando o homem trabalha,

o homem trabalha.

Quando o homem ora,

Deus trabalha. ”

Patrick Johnstone

slide14

Parte 2

A Capacitação do Promotor

slide15

COMUNICAÇÃO EFICAZ x IGREJA LOCAL

  • Comunicação: ação de partilhar, de dividir
  • - Comunicação clara e eficaz: a mensagem tem que atrair a atenção, manter o interesse, despertar o desejo e incitar à ação.
  • - Para conseguir esse objetivo temos que buscar formas e ferramentas criativas.
  • - O processo de criação é muito mais transpiração que inspiração. Requer pesquisa, observação, percepção, empreendimento, reinvenção.
slide16

BUSQUE NOVAS ESTRATÉGIAS

Estratégia: produção de planos para se atingir objetivos

slide17

GASTE TEMPO PLANEJANDO

Planejamento

“O sucesso que obtemos em determinada atividade é

diretamente proporcional ao tempo gasto para planejar.”

slide18

AO PLANEJAR, TENHA EM MENTE

AS SEGUINTES PERGUNTAS

(ETAPAS DE UM PLANEJAMENTO)

- Para que algo deve ser feito?

- O que precisa ser feito?

- Onde será feito?

- Quem fará?

- Quanto se pretende alcançar?

- Quanto custará?

slide19

OUTRAS DICAS:

  • Não perca o foco durante a execução da atividade.
  • Não seja centralizador, mas divida as tarefas.
  • Perfeccionismo não é perfeição.
  • Documente tudo para que no futuro outras pessoas possam usar seu roteiro como referência.
  • Não tenha medo de ousar, mas quebre paradigmas.
  • Confie na fidelidade e capacitação de Deus.
  • Faça uma avaliação no final de cada atividade.
slide20

VÍDEO 01

Sapateado

slide22

Parte 3

Conhecimentos Gerais

slide23

MISSÕES, MISSÃO DA IGREJA

Consideremos a Igreja no sentido restrito como sendo a congregação de crentes local, e no sentido amplo como a reunião dos crentes de todos os tempos, desde a criação até a consumação dos séculos.

Movimentos de evangelização como o AD 2000, nos fizeram refletir sobre a responsabilidade missionária da Igreja no contexto mundial.

slide25

Se a missão da Coca-cola é que cada habitante da terra consuma o seu produto,

a Igreja de Cristo pode ter como missão:

“O evangelho para cada pessoa

e uma igreja para cada povo.”

Ver Mateus 28.19a

slide26

A IGREJA E O MUNDO GLOBALIZADO

Vivemos em um Mundo sem Fronteiras, globalizado. A Igreja precisa se contextualizar com essas mudanças para que exerça um papel relevante na evangelização mundial.

A urgência da obra é grande, e para impor mais velocidade à obra de evangelização do mundo, é necessário quebrar paradigmas.

Exemplo: Os “Voluntários sem Fronteiras (Projeto Radical), “Um novo jeito de fazer missões”.

slide27

PRIORIDADES MISSIONÁRIAS HOJE

  • Janela 10 – 40 (Norte da África e Sul da Ásia)
  • América Latina
  • Leste Europeu (antiga U.R.S.S)
  • África (sul do Saara)
slide29

AS PRÓXIMAS TENDÊNCIAS DA

OBRA MISSIONÁRIA MUNDIAL

  • Os povos árabes e luso africanos.
  • Os povos de maioria muçulmana, hindu e budista.
  • Os ortodoxos do Leste Europeu.
  • A China (o maior potencial da atuslidade)
slide31

A personalização da obra missionária

Destaques importantes:

  • A igreja local é o principal instrumento de Deus para e
  • evangelização do mundo.
  • O pastor precisa ser o principal motivador e influenciador do trabalho missionário na igreja local.
  • A igreja local deve desenvolver uma visão de que é responsável pela evangelização mundial.
  • Devemos entender que mobilização é um processo com uma visão ampla de futuro que trabalha na percepção da igreja em relação a obra missionária e não uma coisa momentânea.
slide32

AMPLIE A VISÃO MISSIONÁRIA DA SUA IGREJA!

Percepção: Ato ou efeito de perceber; adquirir conhecimento, por meio dos sentidos; formar idéia de; conhecer, distinguir, notar; ver ao longe.

Muitas vezes a percepção da igreja sobre missões está equivocada, míope.

O papel do Promotor de Missões é ajustar o foco.

Observe as imagens a seguir e perceberá que as vezes somos prisioneiros da nossa visão.

slide37

Jesus disse:

“A candeia do corpo são os olhos. Sendo pois os teus olhos bons, todo o teu corpo será luminoso, porém se os teus olhos forem maus, também todo o teu corpo terá trevas.” Lucas 11.34

slide38

Parte 4

Avanço Missionário

slide39

INFORMAÇÕES IMPORTANTES AO PROMOTOR

Utilize as informações apresentadas a seguir para iniciar um trabalho mais profundo com as suas igrejas, norteando pesquisas por tópicos, assuntos, religiões, regiões e outras.

Você estará recebendo uma sinopse do Relatório Anual da JMM (2007) contendo informações mais detalhadas.

slide40

DESTAQUES

Novos missionários: 99

- 4 Efetivos

- 2 Associados

- 56 Obreiros da Terra

- 3 Temporários

- 34 Radicais

Decisões por Cristo: 26.784

Batismos: 1.784

Frentes Missionárias: 1.079

Novas Igrejas: 61 novas igrejas

Quadro de missionários: 560

Países onde estamos: 57 países, em 58 campos.

slide42

VISITA DE MISSIONÁRIOS NAS IGREJAS

Foram 16 missionários promovendo missões nas igrejas.

Igrejas visitadas: 830

Missionários envolvidos na promoção: 38

Estados alcançados: 24

Visitas às igrejas do PAM

Total de Igrejas visitadas no Brasil: 90

Missionários envolvidos: 12

Estados visitados: 10

slide43

PROMOTORES DE MISSÕES

Total ativos: 2.237

Total inativos: 248

slide44

Programa de Adoção Missionária (PAM)

Nunca na história da JMM alcançamos resultados tão surpreendentes.

slide45

Orígens dos Recursos Financeiros

3%

1%

PAM

Dia Especial

52%

44%

Plano Cooperativo

Receita Financeira

slide46

Informação não

é comunicação.

A comunicação planejada estrategicamente dá significado

às informações.

slide49

Parte 5

Mobilização Missionária 2008

slide50

TEMA: Chamado de todos, missão de cada um.

DIVISA:Portanto, ide e fazei discípulos de todas as nações

(Mateus 28.19a)

ÊNFASE: Ásia (China, Japão e Timor-Leste)

slide53

CONCEITO DA CAMPANHA

Na campanha anterior, o tema de missões enfocou a responsabilidade da igreja como sendo luz para as nações. Em 2008, reforçaremos essa idéia, só que trazendo para um plano mais pessoal, individual. Ou seja, a responsabilidade de cada um sendo nós a Igreja de Cristo.

Embora o chamado seja de todos, dando idéia de coletividade, vemos inserido nele nossa contribuição como indivíduos. Daí, concluímos que inserida nessa missão está uma missão bem específica, individual, pessoal, quase exclusiva: a missão de cada um de nós.

slide54

CONCEITO DA CAMPANHA

É dessa forma que desejamos retratar o tema nesse ano. Mesmo que o chamado para fazer discípulos de todas as noções seja de todos, isso só será possível se cada um fizer a sua parte. Desejamos que todos aqueles que são a Igreja de Cristo entendam e assumam a responsabilidade da sua missão.

slide55

ELEMENTOS GRÁFICOS DA CAMPANHA

Pés – Toda boa idéia precisa ser seguida de uma ação, caso contrário ela não tem propósito. Os pés estão em movimento dando idéia de ação. Significa que, ao reconhecer o nosso chamado, resolvemos não ficar passivos, mas assumir a missão de fazer discípulos. Os pés podem tomar várias direções e caminhos, isso depende das escolhas que fazemos.

slide56

ELEMENTOS GRÁFICOS DA CAMPANHA

Sandálias – Elas retratam a simplicidade de cada pessoa que pode ser usada por Deus. Calçar as sandálias de missões significa obedecer, aceitar esse chamado e nos apropriarmos de tudo o que é necessário para alcançar as nações.

As sandálias representam nossa própria vida e nossa vida com Missões. Por isso uma das sandálias está ilustrada com bandeiras e outra não. Elas representam a nossa própria vontade e a vontade de Deus.

As bandeiras ilustradas em uma das sandálias representam as três ênfases da campanha: China, Japão e Timor-Leste.

slide57

ELEMENTOS GRÁFICOS DA CAMPANHA

Casas – Significam os povos a serem alcançados. O estilo da construção remete ao Oriente. Num detalhe, algumas pessoas estão na varanda da casa mais alta, como se estivessem esperando por alguém.

Homem – Representa a pessoa que está envolvida de alguma forma com a obra missionária. Ele está fitando um objetivo.

slide58

Deus planejou todos os dias da sua vida. Ele o chamou para uma missão.

Você precisa descobrir a missão de Deus na sua vida. Isso vai fazer com que sua passagem por aqui deixe marcas para a eternidade.

slide59

KIT MISSÕES

- Cartaz Oficial: contendo os elementos da idéia e conceito da Campanha.

- Quadro de Obreiros: contendo foto e nomes dos obreiros e identificando o campo de atuação. Haverá um quadro especial só para o Projeto Radical.

- Fichas de Oração: contendo foto e nome dos obreiros, bem como a data de aniversário (inclusive dos filhos), identificação do campo de atuação e ficha de adoção.

- Revista da Campanha: manual de sugestões com atividades para auxiliar o Promotor de Missões a dar impulso na campanha, além de textos, reflexões, estudos e atividades para diferentes faixas etárias. Neste ano, faremos uma conexão dos textos com o conteúdo do Portal JMM, como extensão e complemento do material.

slide60

KIT MISSÕES

- Revista Criança&Missões: manual de sugestões de atividades para o líder do ministério infantil contendo cultos, ilustrações, atividades etc. Acompanha um suplemento didático colorido.

- Revista Culto: destinada ao líder de música da igreja com sugestões de cultos de diferentes formatos e estilos, além de letras de músicas cifradas. Haverá uma conexão com o Portal JMM para download em MP3 de músicas, como a música oficial da Campanha e canções em dialeto africano.

slide61

MATERIAL COMPLEMENTAR

- DVD Videomissões: contendo vários vídeos inspirativos focados nas ênfases do ano e outros vídeos publicitários e institucionais: vídeos na versão normal e compacta do Japão, Timor-Leste e China; vídeo “Chamado de Todos, Missão de Cada Um” (Pr. Oliveira de Araújo), highlight Proclamai 2007, anúncio Proclamai Regional 2008 (com agenda), vídeo homenagem ao Pr. Waldemiro Tymchak (reedição do Jubileu de Prata), vinheta de abertura da Campanha e vídeo Projeto Radical - Voluntários Sem Fronteiras.

slide62

MATERIAL COMPLEMENTAR

- DVD para o Promotor de Missões: 4 clipes sobre o Japão, 2 clipes sobre o Timor-Leste, 7 depoimentos de irmãos chineses, Power Point com material da Campanha 2008, Power Point Avanço Missionário em 2007, Manual do Promotor de Missões, mapas e gráficos Sepal, vinheta de abertura de culto, fotos de povos, Hotsite da Campanha 2008, cifras e partituras com músicas missionárias incluindo o tema 2008, MP3 com músicas em português, japonês, dialetos africanos e com o tema 2008 e metas para 2008.

slide63

CONGRESSO PROCLAMAI 2008

Conforme definição, serão mantidos os congressos no formato regional, ou seja, um Proclamai em cada região do Brasil.

Os Estados e cidades sugeridos foram:

REGIÃO NORTE: Belém/PA

REGIÃO CENTRO-OESTE: Goiânia/GO

REGIÃO NORDESTE: Fortaleza/CE

REGIÃO SUDESTE: Rio de Janeiro/RJ

REGIÃO SUL: Florianópolis/SC

slide65

DESTAQUE MISSÕES EM SUA IGREJA

  • Escolha um local estratégico para colocar o
  • Jornal de Missões na saída do templo, ou
  • você mesmo poderá distribuí-lo pessoalmente.
  • Destaque as fichas de oração e entregue a cada membro.
  • Entregue um folder sustentador para cada irmão que
  • ainda não é adotante.
  • Use a camiseta ou botton do promotor sempre que
  • conseguir espaço para falar nos cultos ou reuniões.
  • Certifique-se que todos os líderes da igreja receberam o seu material específico do kit missões.
slide69

Esperamos que Deus use vocês para levar a IGREJA DE CRISTO a descobrir a SUA MISSÃO na evangelização dos povos.

slide70

Conclusão

Vídeo: Jesus, Líder para a Vida