an lise e estudo de bitos infantis n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Análise e Estudo de óbitos infantis PowerPoint Presentation
Download Presentation
Análise e Estudo de óbitos infantis

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 44

Análise e Estudo de óbitos infantis - PowerPoint PPT Presentation


  • 98 Views
  • Uploaded on

Análise e Estudo de óbitos infantis . Saúde Suplementar Novembro 2011. Introdução Análise da Natalidade Análise da Mortalidade Infantil Contexto e Saúde Suplementar Hospital ABC Propostas.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Análise e Estudo de óbitos infantis' - gilda


Download Now An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
an lise e estudo de bitos infantis

Análise e Estudo de óbitos infantis

Saúde Suplementar

Novembro 2011

slide2

IntroduçãoAnálise da NatalidadeAnálise da Mortalidade InfantilContexto e Saúde SuplementarHospital ABCPropostas

slide3

O estudo da mortalidade infantil possui componentes clássicos e, graças aos sistemas de informações existentes, entrega informações importantes ao município

a funda o seade possui uma classifica o espec fica para analisar os bitos nos munic pios
A Fundação SEADE possui uma classificação específica para analisar os óbitos nos municípios
slide5

IntroduçãoAnálise da NatalidadeAnálise da Mortalidade InfantilContexto e Saúde SuplementarHospital ABCPropostas

slide7
A análise da taxa de natalidade em São Bernardo do Campo acompanha a tendência decrescente do Estado de SP e da Região Metropolitana

Fonte: Fundação Seade

slide8
Apesar do maior número de partos realizados na rede pública, o número de cesáreas na rede privada é quase o dobro do realizado na pública

Fonte: SINASC

slide9

IntroduçãoAnálise da NatalidadeAnálise da Mortalidade InfantilContexto e Saúde SuplementarHospital ABCPropostas

slide10
A mortalidade infantil em SBC, após uma queda importante nas décadas de 80 e 90, apresenta-se estabilizada

Fonte: 1990 a 2009 - Fundação Seade

2010/2011 - SIM/SINASC Municipal

(dados parciais/preliminares)

slide11
Após uma discreta redução, o coeficiente de Mortalidade Infantil no Município voltou a apresentar uma inversão de tendência
slide12
A mortalidade infantil em SBC sobe a cada ano desde 2007, deixando o município, em 2010, no 4º lugar no ABC

Fonte: Fundação Seade

a tend ncia da mortalidade infantil no munic pio n o acompanha a tend ncia do estado de sp
A tendência da mortalidade infantil no município não acompanha a tendência do Estado de SP
slide14
A análise dos dados demonstra que a prematuridade é um evento de extrema importância para a ocorrência de óbito infantil no município

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

slide15
A análise dos dados demonstra que o baixo peso ao nascer também é um evento de grande importância para a ocorrência de óbito infantil

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

slide16

A análise dos óbitos infantis segundo a Escala de Apgar no 1º minuto demonstra que a baixa vitalidade ao nascer está relacionada com maior risco de morrer no 1º ano de vida

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

bitos em menores de 01 ano segundo faixa et ria materna sbc 2010

A faixa etária que apresenta maior risco é a de 15 a 19 anos, apresentando a maior letalidade associada

ÓBITOS EM MENORES DE 01 ANO ,SEGUNDO FAIXA ETÁRIA MATERNA SBC, 2010

Fonte: SINASC/C.M.V.M.M.F.I.

slide18

Mais de 80% dos Óbitos infantis foram considerados evitáveis

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

slide19

Entre os óbitos evitáveis, é importante o aumento percentual de óbitos em 2010 por causas relacionadas a gestação em relação a 2009

Nº óbitos 2009 = 141

Nº óbitos 2010 = 148

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

slide20

Entre as causas de óbitos redutíveis destacam-se as malformações e as infecciosas, principalmente as relacionadas à sepse neonatal e à broncopneumonia

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

slide21

Cerca de 40% dos óbitos infantis de munícipes

de São Bernardo do Campo ocorrem em

serviços da saúde suplementar

Percentual entre os óbitos que ocorreram na saúde suplementar

2009 - 36,2 %

2010 - 41,2 %

- 36,6 %

Média – 39,6%

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

crit rios de evitabilidade segundo servi o de sa de sbc 2010

Enquanto os serviços públicos apresentam mais de 60% de representatividade nos óbitos por adequado controle da gravidez, os serviços privados respondem por quase 60% dos relacionados à adequada atenção ao parto

CRITÉRIOS DE EVITABILIDADE (%) SEGUNDO SERVIÇO DE SAÚDE,SBC,2010

17 óbitos

42 óbitos

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

crit rios de evitabilidade segundo servi o de sa de sbc 20101

Os serviços privados respondem com cerca de 40 a 50% dos óbitos evitáveis por prevenção, diagnóstico e tratamento precoces e por parceria com outros setores

Critérios de evitabilidade (%) segundo serviço de saúde, SBC, 2010

30 óbitos

24 óbitos

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

slide24
O déficit de informação a respeito das causas de óbitos infantis está relacionado aos serviços privados

Critérios de evitabilidade (%) segundo serviço de saúde, SBC, 2010

01 óbito

04 óbitos

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

slide25

Em estudo no HSP, demonstrou-se que a infecção hospitalar e as malformações têm impacto direto na permanência do RN na UTI Neonatal e na necessidade de cirurgias

Características demográficas dos recém-nascidos com malformação maior, segundo a presença de infecção hospitalar tardia

UTI Neonatal – HSP - 01/09/2009-30/04/2010

Fonte: Elia, G; Dornellas, S; PIBIC, 2010

slide26

A comparação do valor das AIHs, segundo outro estudo realizado em hospital terciário, mostrou que o maior problema relacionado a um maior valor médio de AIH são as infecções

Fonte: SAME / DTI / Estatísticas do Serviço

slide27

As infecções são um dos grandes responsáveis pelas mais altas permanências médias em uma UTI neonatal segundo o mesmo estudo realizado em hospital terciário

Fonte: SAME / DTI / Estatísticas do Serviço

slide28

IntroduçãoAnálise da NatalidadeAnálise da Mortalidade InfantilContexto e Saúde SuplementarHospital ABCPropostas

slide29

O Setor de Saúde Suplementar em São Bernardo possui um pequeno número de operadoras e prestadores, embora seja grande o número deles atuando na região do ABC

slide30

A Saúde Suplementar conta com a ANS para regular o setor e garantir os direitos das operadoras e dos beneficiários dentro dos preceitos do SUS

slide31

As políticas públicas vêm, desde o ano 2000, buscando se alinhar a objetivos internacionais de reduzir as taxas de mortalidade materno-infantil

ANS é signatária do pacto e faz parte da Comissão visando à redução desses indicadores na SS

slide32

O papel da Vigilância sanitária é proteger a saúde dos cidadãos, gerenciando os riscos aos quais estão submetidos, seja na área pública, seja na privada

  • Objetivo: PROTEÇÃO À SAÚDE
  • Ações: Análise e Gerenciamento do Risco
  • Licença Sanitária
    • Instrumento legal de avaliação de qualidade
    • Qualificação da inspeção:
      • Olhar ampliado processo de trabalho
      • Integração com outros setores
        • CCIH – avaliação conjunta com a vigilância epidemiológica
        • Fármaco, Tecno e Hemovigilância

SEGURANÇA DO USUÁRIO

slide33
A Atuação dentro do conceito das linhas de cuidado é uma tendência em saúde, e se bem executada, leva a melhores resultados em saúde
slide34

A Cooperação dos diversos atores colabora para que o Município possa exercer seu papel de vigilância, com vistas a garantir a saúde da população

slide35

IntroduçãoAnálise da NatalidadeAnálise da Mortalidade InfantilContexto e Saúde SuplementarHospital ABCPropostas

o hospital abc responde por 13 2 dos nascimentos em s o bernardo do campo
O Hospital ABC responde por 13,2% dos nascimentos em São Bernardo do Campo

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

slide37
O Hospital ABC apresenta um perfil de baixa complexidade com cerca de 90% dos nascidos com gestação a termo e com peso adequado

44,1% dos nascimentos do Hospital ABC são de crianças de SBC

9,9 % dos nascimentos de crianças de SBC no Hospital ABC têm baixo peso

9,3% dos nascimentos de crianças de SBC no Hosp.ABCtêm prematuridade

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

a an lise da via de parto do hospital abc mostra que mais de 75 dos partos s o por via ces rea
A análise da via de parto do Hospital ABC mostra que mais de 75% dos partos são por via cesárea

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

slide39

A participação do Hospital ABC na mortalidade infantil de SBC não é acompanhada de informações que permitam identificação das possíveis fragilidades locais

Fonte: C.M.V.M.M.F.I.

slide40

IntroduçãoAnálise da NatalidadeAnálise da Mortalidade InfantilContexto e Saúde SuplementarHospital ABCPropostas

slide41

Os principais desafios imediatos estão relacionados à qualificação da informação e integração dos atores para atuação conjunta na melhoria dos resultados da assistência

slide42
A fim de garantir a produção da informação, é fundamental a adesão de fato aos Sistemas de informação universais
slide43

Reuniões individuais serão importantes para que cada operadora ou prestador possa compreender em que ponto essa parceria com a SMS pode colaborar para melhoria dos seus resultados em saúde