irlanda do norte n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Irlanda do Norte PowerPoint Presentation
Download Presentation
Irlanda do Norte

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 53

Irlanda do Norte - PowerPoint PPT Presentation


  • 180 Views
  • Uploaded on

Irlanda do Norte. A Irlanda do Norte é uma nação constituinte do Reino Unido , a única não-situada na Grã-Bretanha . Localiza-se, como seu nome sugere, no norte da Ilha da Irlanda , dividida com a República da Irlanda , um país independente e soberano . Geografia.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Irlanda do Norte' - fairly


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide2

A Irlanda do Norte é uma nação constituinte do Reino Unido, a única não-situada na Grã-Bretanha. Localiza-se, como seu nome sugere, no norte da Ilha da Irlanda, dividida com a República da Irlanda, um paísindependente e soberano.

geografia
Geografia
  • A Irlanda do Norte esteve coberta por uma camada de gelo durante quase toda a última era glacial e em inúmeras ocasiões anteriores. O legado dessas épocas pode ser visto na extensa cobertura de drumlins nos condados de Fermanagh, Armagh, Antrim e, particularmente, em Down.
slide4

Existem muitos planaltos nas Montanhas Sperrin (uma extensão do dobramento Caledónio) com grandes reservas de ouro, granito (Montanhas Mourne) e basalto (Platô de Antrim), assim como, em menor escala, no sul de Armagh e ao longo da fronteira Fermanagh-Tyrone.

slide5

O ponto mais alto é o SlieveDonard, em Mournes, com 848m. A actividade vulcânica que criou o platô de Antrim também formou os pilares eerily, geométricos do Causeway do Gigante.

slide6

O ponto mais alto é o SlieveDonard, em Mournes, com 848m. A actividade vulcânica que criou o platô de Antrim também formou os pilares eerily, geométricos do Causeway do Gigante.

slide7

Os rios Bann, Foyle e Blackwater formam planícies férteis, com um excelente solo arável encontrado também no norte e no sudeste, embora a maior parte das terras montanhosas sejam marginais e apropriadas para os animais. O vale do rio Lagan é dominado por Belfast, cuja área metropolitana inclui mais de um terço da população da Irlanda do Norte, com grande urbanização e industrialização pesada ao longo do vale Lagan e nas margens do lago Belfast.

slide9

Todo o país tem clima temperado marítimo, mais húmido a oeste que a leste, embora a cobertura das nuvens seja persistente nessa região.

slide10

A média de temperatura máxima durante o dia em Belfast é de 6,5 °C em Janeiro e 17,5 °C em Julho.

slide12

A maior temperatura registrada foi de 30,8 °C em Knockarevan, perto de Belleek, e a menor temperatura registrada foi de -17,5 °C em Magherally, perto de Banbridge.

slide14

A Irlanda do Norte é uma entidade complexa, dividida entre duas comunidades culturais distintas, os Unionistas e os Nacionalistas Irlandeses.

slide15

Ambas as comunidades são frequentemente descritas em função de suas ligações religiosas predominantes; os unionistas são predominantemente Protestantes (entre os quais a fé a maior delas é a do Presbiterianismo), e a segunda, em termos de número de adeptos e a Igreja da Irlanda, enquanto os nacionalistas são predominantemente Católicos.

slide16

Entretanto, ao contrário da crença comum, não são todos os protestantes que apoiam necessariamente o unionismo, com a mesma regra valendo para os Católicos em relação ao Nacionalismo porém em menor escala.

slide18

Como parte do Reino Unido, a Irlanda do Norte é uma monarquia constitucional, em que o chefe de estado é o monarca do Reino Unido. Os cidadãos da Irlanda do Norte elegem 18 deputados para a Câmara dos Comuns do parlamento britânico.

slide19

Para além disso, a Irlanda do Norte tem uma Assembleia Legislativa com 108 deputados, actualmente suspensa. Está ainda representada no Parlamento Europeu com 3 deputados.

economia
Economia
  • A economia da Irlanda do Norte é a menor das quatro nações do Reino Unido, baseia-se na agricultura e na indústria. Predominam as pequenas propriedades cuja produção agropecuária conta com gado bovino, ovino, suíno e aves de quintal. As principais culturas agrícolas são batatas, cereais e frutas. As indústrias, entre as quais se destacam a têxtil baseada no linho e a náutica, são algumas das mais importantes fontes de riqueza.
slide22

O País Basco é uma região histórico-cultural localizada no extremo norte da Espanha e no extremo sudoeste da França, cortada pela cadeia montanhosa dos Pirenéus e banhada pelo Golfo de Biscaia.

slide23

A região basca tem uma cultura própria, sobretudo pela língua, o euskara e sustenta um movimento nacionalista desde fins do século XIX.

slide24

A campanha dos grupos radicais pela independência cresce com a fundação, em 1959, do grupo separatista ETA (considerado como organização terrorista por vários governos mundiais), em plena ditadura de Francisco Franco (1939–1975).

slide25

Com a Constituição espanhola de 1978, o País Basco conquista alto grau de autonomia, e a maior parte do movimento depõe armas, criando partidos legais. Os remanescentes da ETA, porém, decidem continuar a sua luta, utilizando a violência como meio de coação e intimidação.

hist ria
História
  • Diversas hipóteses afirmam que já na pré-historia os bascos, ou diferentes tribos que falavam línguas muito similares com o atual euskara, já habitavam as terras que hoje compõem EuskalHerria.
slide29

Durante muito tempo, as províncias bascas conservaram suas leis tradicionais, que não foram abolidas pelos reis espanhóis e franceses.

slide30

A situação mudou com a Revolução Francesa. Nos territórios franceses, ao norte dos Pirenéus as leis foram modificadas imediatamente.

  • No final do século XIX, criaram-se fortes tensões pela contínua imigração de pessoas que iam trabalhar na próspera indústria de Bilbau e arredores. Foi então quando Sabino Arana, modificou a definição de EuskalHerria, para definir a quem ele considerava que era realmente a gente do lugar e o território que lhes pertencia.
atentado em madrid
Atentado em Madrid
  • No dia 30 de dezembro de 2006 a ETA provocou a explosão de um carro-bomba, num piso de estacionamento do moderno Terminal 4, do aeroporto de Barajas, em Madrid. As autoridades espanholas receberam avisos da organização ETA com duas horas de antecedência (a bomba foi deflagrada às 9:01h, no horário local).
slide32

As autoridades espanholas receberam avisos da organização ETA com duas horas de antecedência (a bomba foi deflagrada às 9:01h, no horário local). As autoridades conseguiram evacuar, a tempo, o local. Acredita-se que vinte mil pessoas ocupavam as instalações do terminal aéreo. O tráfego aéreo ficou suspenso durante um dos dias mais agitados do ano nos aeroportos da região. Dezenas de pessoas ficaram feridas e dois equatorianos faleceram. Este terminal viria a ser reinaugurado em Setembro de 2007.

fim das a es armadas
Fim das ações armadas
  • No dia 5 de setembro de 2010, o grupo anunciou, por meio do Jornal basco Gara, o fim dos ataques armados por tempo indeterminado, embora não esteja claro se temporariamente ou permamentemente.
caxemira
Caxemira
  • O termo "Caxemira" (pode significar, "terra sem água" ou terra desidratada, Ká = água e Shimeera = secar) descrevia historicamente o vale ao sul da parte mais ocidental do Himalaia.
  • O nome Caxemira tornou-se sinónimo de tecido da alta qualidade, devido à lã de caxemira produzida a partir das cabras nativas.
slide37

A Caxemira está localizada ao norte da Índia, descrevendo historicamente o vale ao sul da parte mais ocidental do Himalaia,mas constituindo uma parte maior que inclui as regiões de Jammu, Caxemira e Ladakh. 

slide38

Consiste de um lindo e enorme vale, rodeado de montanhas de grande altura, considerado um dos lugares mais belos do mundo.Essa região faz parte da Ásia de Monções, onde o verão é extremamente chuvoso e o inverno seco.

slide39

As populações praticam a agricultura na forma de jardinagem oriental, com a utilização de numerosa mão-de-obra, levando a enormes concentrações populacionais nos vales úmidos. Além disso,é uma região estratégica, já que faz fronteira com a Índia, Paquistão, Rússia, China e Afeganistão. 

slide40

Tem sido objeto de disputa entre a Índia e o Paquistão e da China, que apoderou-se de parte de seu território em 1962. A maioria da população é de origem paquistanesa e de religião muçulmana,mas quem o governa é a Índia, que possui religião predominante hinduísta. 

slide42

A Índia reivindica a totalidade do antigo estado principesco antigo Dogra de Jammu e Caxemira e atualmente administra cerca de 43% da região, incluindo a maior parte de Jammu, Caxemira, Ladakh e a o Glaciar de Siachen. A alegação da Índia é contestada pelo Paquistão,

slide43

que controla cerca de 37% da Caxemira, principalmente Caxemira Livre e as regiões setentrionais de Gilgit e Baltistão. Além disso, a China controla 20% da Caxemira, incluindo AksaiChin que ocupava na sequência da breve Guerra sino-indiana de 1962 e da área Trans-Karakoram, também conhecida como o Vale Shaksam, que foi cedida pelo Paquistão em 1963. 

slide44

A posição oficial da Índia é que Caxemira é uma "parte integrante" da Índia, enquanto a posição oficial do Paquistão é que a Caxemira é um território disputado cujo estatuto final só pode ser determinado pelo povo da Caxemira.Mas alguns grupos caxemires acreditam que a Caxemira deve ser independente da Índia e do Paquistão. 

slide45

Índia e Paquistão se enfrentaram em três guerras ao longo do território da Caxemira em 1947, 1965 e 1999. Índia e China em uma vez em 1962, pelo controle de AksaiChin, bem como o nordeste do estado indiano de ArunachalPradesh. Índia e Paquistão também se envolveram em várias guerras no Glaciar de Siachen.

slide46

Desde a década de 1990, o estado indiano de Jammu e Caxemira tem sido atingido por confrontos entre caxemires separatistas, incluindo militantes que a Índia alega serem apoiadas pelo Paquistão e as Forças Armadas do Paquistão, que causaram milhares de mortos. 

slide47

A situação da área continua tensa, pois além do conflito com o Paquistão, existe atualmente um forte movimento pró-independência na Caxemira. 

slide48

O conflito é alimentado pelas principais potências imperialistas que despejam armas e dinheiro sobre ambos os governos, na expectativa de partilhar a região e seus recursos entre si.

slide49

Com a estagnação da economia mundial, a Caxemira se tornou alvo da especulação internacional que, por meio do governo indiano declarou que pretender construir um reservatório para canalizar as águas que descem o Himalaia, acentuando a disputa com o governo paquistanês, que controla a outra parte do território que depende das mesmas águas. A região foi considerada a mais perigosa do mundo e o conflito deixa mais mortos a cada dia.

explos es nucleares
Explosões nucleares
  • O conflito serve como justificativa para a militarização da fronteira e para a corrida armamentista. Índia e Paquistão realizam testes nucleares em 1998 e, em abril de 1999, experimentam mísseis balísticos capazes de levar ogivas atômicas, rompendo acordo assinado meses antes.
slide51

Os dois países chegam à beira da guerra total. O primeiro-ministro ultranacionalista da Índia, Atal Vajpayee, ordena um pesado contra-ataque, que expulsa os separatistas em julho. A derrota paquistanesa leva a um golpe militar, liderado pelo general PervezMusharraf, que depõe o primeiro-ministro paquistanês, NawazSharif. Índia e Paquistão travam na Caxemira, em 1999, um confronto com um saldo de 1200 mortos.

terrorismo
Terrorismo
  • Uma onda de explosões mata dezenas de civis nas maiores cidades paquistanesas, entre o final de 1999 e o primeiro semestre de 2000. Fracassam negociações de paz entre o governo da Índia e separatistas muçulmanos da Caxemira em julho de 2000.
slide53

Os combates recomeçam, assim como as ações terroristas nos territórios do Paquistão e da Índia. Em agosto de 2000, o HizbulMujahidine, principal grupo separatista muçulmano na Caxemira, anuncia uma trégua unilateral. A Índia suspende operações militares na Caxemira, pela primeira vez em 11 anos. As negociações fracassam diante da recusa da Índia em admitir o Paquistão na negociação de paz.