como fazer projetos l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Como fazer projetos PowerPoint Presentation
Download Presentation
Como fazer projetos

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 21
fairly

Como fazer projetos - PowerPoint PPT Presentation

123 Views
Download Presentation
Como fazer projetos
An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author. While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Como fazer projetos Ilse Guimarães Biason

  2. 1 Ler as instruções Ler as instruções Ler as instruções Entender o espírito de quem está demandando o projeto 2 Ter congruência entre todos os itens e entre esses e o que está se pedindo 3 Assimilar que as pessoas que aprovam os projetos são designadas pela sua competência 4 5 Conferir Conferir ….. Conferir Conferir 6 Persistir Persistir Persistir Persistir Persistir Dicas

  3. Perguntas e Respostas O que queremos? Justificativa Por que queremos? Metas Onde faremos? Cronograma Para quem faremos? Localização Quem somos e com quem contamos? Diagnóstico Onde queremos chegar? Metodologia Como faremos? Instituições envolvidas e parcerias O que precisamos fazer? Público alvo Do que precisamos? Título Quanto custa? Recursos/insumos Quando faremos? Anexos O que faremos depois que acabarem os recursos? Orçamento O que mais temos para mostrar? Objetivos Qual o nome do nosso projeto? Continuidade das ações Como está a situação atual? Atividades

  4. RAZÕES DE APROVAÇÃO • Atendimento do que está definido • Resultados mensuráveis • Interesse e compromisso das partes • Conhecimento e articulação dos proponentes • Ser bem estrutura, demonstrando o problema e os objetivos para enfrentá-lo • Demonstrar que proponente tem condições de executar o projeto; • Idéias inovadoras para resolver os problemas • Estar em sintonia com as prioridades do apoiador

  5. RAZÕES DE NÃO APROVAÇÃO • Não está em sintonia com os objetivos do órgão financiador • Orçamento alto quando comparado com as despesas operacionais gerais da organização • Não demonstrar a capacidade de levar adiante o projeto • Discurso arrogante ou retórico

  6. ORÇAMENTOS • O valor solicitado • As demais fontes • Se há capacidade de superar erros ou enganos • Percentual que representa o projeto sobre o orçamento global da organização • Histórico dos proponentes • Salários e tempo dos funcionários • Contrapartidas e tipo • Descriminação clara das despesas apoiáveis e não apoiáveis • Estruturação de todo o orçamento

  7. CARTA CONVITE MCT/FINEP/Ação Transversal – Cooperação ICTs/Empresas Objetivo Selecionar propostas de médias e grandes empresas, de modo a estimular a parceria e a interação dessas empresas comICTs,para apoio financeiro à realização, deDesenvolvimento Tecnológico e/ou de Inovação.

  8. CARTA CONVITE MCT/FINEP/Ação Transversal – Cooperação ICTs/Empresas Objetivo Selecionar propostas de médias e grandes empresas,de modo a estimular a parceria e a interação dessas empresas comICTs,para apoio financeiro à realização, deDesenvolvimento Tecnológico e/ou de Inovação. Médias e grandes empresas: empresas que tenham faturamento superior a RS 10.500 mil

  9. CARTA CONVITE MCT/FINEP/Ação Transversal – Cooperação ICTs/Empresas Objetivo Selecionar propostas de médias e grandes empresas, de modo a estimular a parceria e a interação dessas empresas comICTs,para apoio financeiro à realização, deDesenvolvimento Tecnológico e/ou de Inovação. ICTs – Instituição pública ou privada sem fins lucrativos que tenha por missão institucional, dentre outras, executar atividades de pesquisa básica ou aplicada de caráter científico ou tecnológico.

  10. CARTA CONVITE MCT/FINEP/Ação Transversal – Cooperação ICTs/Empresas Objetivo Selecionar propostas de médias e grandes empresas, de modo a estimular a parceria e a interação dessas empresas comICTs,para apoio financeiro à realização, deDesenvolvimento Tecnológico e/ou de Inovação. Inovação: Introdução de novidade ou aperfeiçoamento no ambiente produtivo ou social que resulte em novos produtos, processos ou serviços (Lei da Inovação ou anterior por Oslo).

  11. ETAPAS 1.Carta de manifestação de interesse: 30.06 2.Projeto 12.09 ABRANGÊNCIA Uma para cada empresa sendo o valor mínimo total será de RS 500.000,00 e podem ter vários projetos com diferentes ICTs CONTRA-PARTIDAS No mínimo de 50% de aporte financeiro a ser feito no ICT CARACTERÍSTICAS ESPECÍFICAS

  12. CARTA DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE Caracterização da Empresa demandante e sua estratégia de inovação e de negócios, aderentes às prioridades do objetivo Mercado (s) em que atua a Empresa Demandante • Caracterização do Projeto • Título • Objetivos • Apresentação dos ICTS e qual é relação estabelecida

  13. CARTA DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE • Resultados esperados dos projetos e a relevância desses resutlados para a Competitividade da Empresa Demandante: • impacto no aumento das exportações • substituição de importações • potencial da patente Mérito técnico científico dos projetos e da capacitação dos ICTs para tingir os resultados

  14. CARTA DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE • Valor total dos projetos ou da carteira de projetos discriminado: • recursos solicitados aos Fundos Setoriais; • os recursos destinados aos pagamentos de bolsas; • recurso oferecidos como aporte financeiro pela empresa demandante Anexos: declaração e balanço patrimoniais

  15. Há uma avaliação comum: se você não puder dizer quem é, o que pretende. Onde, quando, com quem, como e quanto vai custar em poucas páginas não serão muitas que se irá fazê-lo CARTA DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE Importância da carta de interesse

  16. JULGAMENTO Prazo Objetivos adequados Preenchimento correto dos itens Valores – superiores a RS 500. mil e contrapartida aplicada no ICT -50% de recursos financeiros Capacidade da Empresa Demandante de aportar os recursos financeiros

  17. PROJETO Parte A – Caracterização da proposta Parte B – Detalhamento da proposta Parte C – Informações complementares Consulte SITE: www.finep.gov.br - Apoio financeiro não reembolsável 0 Guia de Propostas e Convênios

  18. FAQ’S • Se for aprovado a carta de interesse e após não ocorrer mudanças de valores, diminuição ou mesmo desistência como procedo??? • O que pode ser considerado recurso financeiros? • O que pode ser apoiado e não apoiado? • Existe outras legislações que devem ser seguidas ? • Prazos? • Existe alguma outra forma de se obter os 50% da contrapartida? • Quais as documentações que devem ser apresentadas para a contratação? • Como será definido os direitos de propriedade intelectual?

  19. DIFERENÇAS ENTRE A CARTA CONVITE E A CHAMADA PÚBLICA MCT/SEBRAE/FINEP/AÇÃO Transversal – Cooperação ICT’s – Mpes 07/2006-06-07 Público Alvo: Micro e Pequenas empresas faturamento até RS 10.500 mil Existem duas linhas de ação, mas somente uma é aplicável: MPES inseridas em um APL • três empresas no mínimo • objetivos específicos para linha • características específicas É utilizado ao invés de recursos financeiros a expressão contra-partida, no valor de 10% o que significa que pode ser aporte não financeiro; Existem despesas apoiáveis pelo FINEP e também pelo SEBRAE e a restrição de que as despesas de capital e de despesas operacionais e administrativas não podem ser maiores que as demais rubricas de despesas correntes.

  20. JULGAMENTO Pré-qualificação Avaliação do Mérito Seleção Final

  21. Obrigada!